Blog de Airton Sousa: Desafio, essa é a palavra do torcedor do Sport

Copa-Sul-Americana-2016-participantes-já-definidos-Futebol-Latino-19-02

Depois de mais duas decepções perante a sua torcida, o Sport volta a campo nesta quinta-feira (02), para enfrentar na Colômbia o Junior Barranquilha. Fica um tanto quanto complicado para o torcedor, acreditar que o time vai dá a volta por cima, em razão das decepcionantes apresentações  principalmente na Ilha do Retiro.

No meio da semana passada, a derrota de 2 x 0 para o Junior Barranquilha, em plena Ilha do Retiro, deixou a torcida apreensiva, em razão das dificuldades que deverão acontecer no jogo desta quinta-feira (02), porque nas fases anteriores o time conseguiu um bom saldo em casa e na casa do adversário, mesmo perdendo conseguiu a classificação pelo saldo obtido no primeiro jogo. Sem se falar na decepção do jogo de domingo (29), contra o Coritiba.

Visando guardar algumas peças para o compromisso do domingo (05), contra o Chapecoense em Santa Catarina, o técnico Daniel Paulista deixou em Recife os jogadores Diego Sousa, Richely, André, entre outros. Porque se é importante passar de fase na Sul-Americana, mais importante ainda é somar pontos contra a Chapecoense pelo Campeonato Brasileiro.

É uma verdadeira maratona de desafios para  o rubro-negro, uma guerra nos dois jogos. Sinceramente, não sabemos qual dos dois o mais difícil, até porque o time vem em má fase, muito desencontro dentro e fora de campo, a diretoria perdida nas decisões e nas cobranças, e não se vê uma saída a médio e curto prazo.

Porém, vamos por etapa: Primeiro o jogo desta quinta-feira (03), pela Sul-Americana contra o Junior Barranquilha. O desafio está lançado e vamos vê que comportamento o time terá nessa partida, valendo a vaga para as semi-finais, mesmo diante da desvantagem do rubro-negro Pernambucano. Aí domingo (05) vem a Chapecoense, mais uma batalha  para um time que tem feito a sua torcida tremer a cada jogo.

Blog de Airton Sousa: Sport ganha folga para o jogo de volta

copa_sul_americana_2017_sport_x_ponte_preta_560.jpg

Um resultado que deixou o Sport na vantagem, foi o que aconteceu nessa quarta-feira (13) na Ilha do Retiro, quando o Sport venceu a equipe da Ponte Preta pelo placar de 3 x 1 pela Sul-Americana. Um jogo em que o time Pernambucano foi dono absoluto, nos dois tempos  sem permitir que o time de Campinas tivesse domínio em momento algum da partida.

O primeiro gol leonino foi através de Ronaldo Alves aos 8 minutos, com o rubro-negro passando a predominar. O time da Ponte Preta apenas se defendendo, sem conseguir sair para o ataque e cometendo faltas com excesso, até que aos 42 minutos através de Richely acontecia o segundo, fechando o primeiro tempo com o placar de 2 x 0.

Na volta, a Ponte Preta já teve uma alteração, entrando Renato Cajá e saindo Nino Paraíba. Porém nada alterava, porque continuava a pressão do time Pernambucano. Aos 6 minutos Diego Sousa, aos 10 minutos Raul Prata, aos 12 minutos Mena, aos 17 minutos Patrick, aos 20 minutos, outra vez  o jogador Mena. Era uma verdadeira blitz.

Continuava a pressão do Sport com Richely colocando uma bola na trave aos 23 minutos, e aos 32 minutos era a vez de André acertar um chute e marcar o terceiro gol, tranquilizando mais ainda o time leonino.  Porém aos 34 minutos entrava o jogador Claudinho e a Ponte Preta melhorava um pouco de rendimento, até que o jogador Saraiva, descontava marcando o gol do time de Campinas, em uma falha de marcação do jogador Sander.

Placar final Sport 3 x 1 Ponte Preta, o Sport levando para a segunda partida muita vantagem. Tivemos um público pequeno de 6.212, uma renda de R$ 114.282,00. O trio de arbitragem foi da Colômbia com um bom trabalho. A vibração tomou conta da torcida e espera-se que a vitória possa trazer um melhor ambiente para  jogo de domingo, contra o Flamengo no Ninho do Urubú no Rio de Janeiro.

Blog de Airton Sousa: Sport faz a diferença em casa

Jogando na noite dessa quinta-feira (07), na Ilha do Retiro, o Sport Clube do Recife conseguiu um resultado positivo, ao vencer o Arsenal de Sarandí, pelo placar de 2 x 0. A vitória foi importante por vários aspectos. A diferença de dois gols, podendo empatar ou perder no jogo de volta por até 1 x 0. Também deu sequência a uma série de resultados positivos, após a chegada do técnico Wanderley Luxemburgo, além da credibilidade da torcida.

No jogo de volta na Argentina, o time joga sem tanta pressão, porque sabemos que não é fácil enfrentar qualquer equipe naquele país, pela rivalidade existente e pela maneira como o torcedor se comporta, principalmente quando enfrenta aos brasileiros. Daí o placar ter favorecido e muito ao time leonino, que poderá jogar com mais tranqüilidade, sem a pressão que seria, se tivesse obtido um resultado negativo no primeiro jogo.

O Sport foi construindo o placar de uma maneira consciente, mesmo porque a condição do gramado, com as freqüentes chuvas, não estava boa, bastante pesada e deixando os atletas das duas equipes temerosos de uma contusão. Porém, o importante é que no final, o resultado favoreceu ao rubro-negro, e agora parte com vantagem, para o próximo jogo e também a fase seguinte da Sul-Americana, de uma maneira inédita.

Blog de Airton Sousa: Sport faz jogo pela Sul-Americana

Na noite desta quinta-feira (06), o rubro-negro Pernambucano enfrenta ao time do Arsenal de Sarandí, da Argentina. A equipe pernambucana vem de uma recuperação no Campeonato Brasileiro, onde após a chegada do técnico Wanderley Luxemburgo,  só perdeu um jogo, exatamente para o Vitória da Bahia. Conquistando ainda o Campeonato Pernambucano, contra o Salgueiro, no sertão de Pernambuco.

Para o jogo desta quinta-feira (06), o técnico poderá contar com a maioria do elenco, exceção do jogador Oswaldo, que já havia sido escrito pelo Fluminense, o que torna bastante otimista a torcida e o técnico Wanderley Luxemburgo. O treinador tem colocado como argumento principal aos jogadores, que não vai querer que sua passagem pelo rubro-negro, seja apenas uma passagem, quer fazer o diferente.

O retrato de tudo isso, são os resultados, a determinação da equipe e principalmente a maneira valente de atuar. Sabemos que uma coisa é o confronto interno, outra historia é quando se trata de Libertadores e Sul-Americana, onde o futebol é diferente, principalmente de muita raça. Só resta esperar que o time de Wanderley, dê sequência a evolução e crescimento que vem apresentando.

Blog de Airton Sousa: Magrão classifica o Sport

Um jogo que parecia fácil, e a classificação resolvida, tornou-se para o Sport Clube do Recife, um verdadeiro pesadelo. O técnico Ney Franco, tentando poupar alguns jogadores importantes no elenco, viajou com uma parte do grupo reserva, e quase complicava a classificação, em razão da qualidade do time utilizado na noite desta quinta-feira (11), na cidade de Montevidéu, capital do Uruguai.

Até os veteranos, a exemplo de Durval, Mateus Ferraz, Henriquez, entre outros se apavoraram, e foi fácil o time do Danúbio aplicar 3 x 0, sem falar em um gol anulado, se confirmado seria 4 x 0, e a essa altura o Sport estaria fora da Sul-Americana. Nos pênaltis, Magrão mostrou a sua eficiência defendendo dois , e sendo o responsável direto pela classificação rubro-negra.

Acreditamos que ficou a lição para o técnico Ney Franco e para a diretoria, de que o Sport tem apenas um time razoável, para ter um elenco de qualidade, falta muito. Vem aí a estréia domingo contra a Ponte Preta, em Campinas, além de uma sequência de jogos pela Copa do Brasil, Copa do Nordeste, os Campeonatos Brasileiro e Pernambucano, além da Sul-Americana. Tem que correr atrás de reforços de qualidade, porque  com esse grupo, o Sport não chega a lugar nenhum.

Blog de Airton Sousa: Trágico fim de um sonho

Bem recentemente, os clubes intermediários e que não dão sequência a um trabalho ou conquista, admiravam a ascensão e o crescimento  de um clube chamado Chapecoense. Um dos exemplos que cabe nesse momento, são os três clubes de Pernambuco, que no momento estão em situações difíceis no Campeonato Brasileiro. O Santa Cruz de volta a série B, o Náutico sofrendo a maior das humilhações, sendo derrotado em plena Arena de Pernambuco, para o Oeste, e o Sport mais ameaçado do que nunca de voltar à série B, principalmente depois de empatar com o já rebaixado América, em 2 x 2, e principalmente após o resultado do Vitória  da Bahia, segunda-feira(28), contra o  Fluminense.

Pois é, o  segredo estava na maneira séria, organizada e planejada como a Chapecoense estava sendo gerida pelos seus Dirigentes. Um clube com menos de 50 anos de existência, pela terceira vez consecutiva na série A, e as vésperas de decidir o título do torneio  Sul-Americano. Tudo isso foi inesperadamente interrompido, por uma fatalidade chamada “MORTE”, e morte de um grupo de profissionais  do  futebol e  da comunicação, que terminaram sucumbindo e deixando as conquistas, as esperanças e os exemplos para trás.

A lição que fica de tudo isso, é que sempre é possível  viver em harmonia e solidariedade, está  provado aí, com as manifestações de apoio e companheirismo de todas as partes do mundo, independentemente de cor, raça, ou situação econômica. Agora é aguardar para ver o que vai acontecer, com a última partida do Campeonato Brasileiro, decisão da Sul-Americana e as competições programadas para o ano de 2017. De uma coisa todos tem certeza, é possível ter um clube enxuto financeiramente, organizado e executando todos os planejamentos. Que a lição do Chape permaneça para todos os clubes.

Blog de Airton Sousa: Santa dá adeus a Sul-Americana

Uma noite de muita emoção, surpresa e decepção, foi o que passou o torcedor tricolor, por ocasião do jogo contra o Independiente. O mais difícil,e quase impossível, foi construído, ou seja, o Santa Cruz chegar ao placar de 3 x 0. Um primeiro tempo onde o tricolor teve mais domínio, mais chances de gol e um melhor futebol, marcando o primeiro gol aos 13 minutos, após a cobrança de falta por João Paulo e o complemento de Grafite, que há quase três meses, não conseguia marcar. Ainda teve mais duas chances, aos 20 e 25 minutos, também com Grafite, até chegar ao segundo gol, aos 31 minutos, marcado por Grafite. Em contra-partida, o Independiente teve uma chance aos 21 minutos, com o jogador Caicedo, com uma boa defesa do goleiro Edson Koel. Terminando o primeiro tempo com a vantagem de 2 x 0.

No segundo tempo o time Pernambucano continuou melhor, marcando com Grafite, outra vez, aos 26 minutos. Tinha então 3 x 0, e a expectativa do que poderia acontecer, já que um gol do time do Independiente mudaria toda condição tricolor de passar para as quartas de finais. E foi exatamente o que aconteceu, graças a uma falha do goleiro do Santa Cruz, que saiu errado do gol, aos 32 minutos, e o Santa Cruz dava adeus à competição, frustando o seu torcedor, porque só restava para salvar o semestre a chance de passar para a outra fase, já que no Brasileirão da série A, a situação é cada vez mais complicada. Além de estar fora da Sul-Americana, o Santa Cruz perdeu a premiação de passagem de fase, o que também complica porque todos sabem a real situação das finanças do time do Arruda.

Blog de Airton Sousa: Santa Cruz se complica na Sul Americana

Que o Santa Cruz teria complicação no jogo contra o Independiente, todos sabiam, no entanto jamais chegar a imaginar que os mesmos erros fossem repetidos, há, isso não. E não é que os laterais, o miolo de zaga, Tiago Cardoso, ou seja, o sistema defensivo foi responsável direto por falhas que contribuíram para os dois gols do time colombiano. Parecia um filme de alguns jogos do time tricolor no Campeonato Brasileiro da série A. O técnico Doriva armou um time extremamente defensivo, esperando o adversário no campo de jogo tricolor, deixando Grafite, e apenas ele, para brigar com o sistema defensivo adversário, não podia dá outra, já no primeiro tempo, tomou um gol aos 42 minutos, com uma bola cruzada, e o jogador Cortês aproveitando para marcar. Até aí, tudo bem, 1 x 0 na Colômbia, se esse fosse o placar final, acredita-se daria para reverter em Recife.

No segundo tempo, o time voltou com as mesmas deficiências, e com um agravante, alguns jogadores cansaram, os que entraram não corresponderam, e o time se fragilizava com o passar do tempo. Até que aos 39 minutos Ernani Elsha, fechava o placar para o time Colombiano, que além de tudo jogou desfalcado de cinco titulares. Porém, o torcedor após o jogo, tentou justificar, perdemos porque não jogaram Léo Moura, João Paulo e Keno. Agora, o Santa Cruz tentará reverter os gols tomados no Arruda, na próxima quarta feira(28), o que se torna difícil pela vantagem do time do Independiente. É aguardar para ver, já que o jogo é no Arruda e a torcida ainda acredita numa superação do time Pernambucano.

Blog de Airton Sousa: Deu Santa Cruz no clássico

Na noite dessa quarta-feira (31), um clássico com um público pequeno, envolvendo Sport e Santa Cruz, terminou dando o time tricolor que venceu pelo placar de 1 x 0. Foi mais uma vez um jogo duro de se ver, com um público apenas de 6.570 pagantes e uma renda de R$ 102.840,00, provando mais uma vez, o desinteresse e descrédito das torcidas, para com as duas equipes. A exemplo do primeiro jogo, o tricolor teve melhor atuação, principalmente no primeiro tempo, tendo duas oportunidades concretas de marcar através de Grafite, em uma falha de Ronaldo Alves aos 6 minutos e uma outra chance com o jogador Pisano, aos 19 minutos, cabendo ao Sport duas oportunidades, aos 13 minutos com Gonzalez, e aos 27 minutos com Edmilson. No entanto, as chances foram muito poucas pela importância do jogo.

No segundo tempo, o jogo caiu mais ainda de qualidade, baixando o nível técnico, onde nem mesmo o principal jogador do Sport, Diego Sousa conseguia dá destaque a sua atuação. Porém, era o Santa Cruz que tinha as primeiras oportunidades de gol, 5 minutos com Keno, 7 minutos com Grafite e aos 37 minutos o  gol da classificação através de Bruno Morais, que houvera entrado no lugar de Grafite, que saiu machucado. As equipes sofreram várias alterações, contudo o futebol era do nível do primeiro tempo, ou seja, fraco. Com a vitória o Santa Cruz espera o seu adversário para a próxima fase. Pela classificação, o tricolor receberá  um valor superior a R$ 1.100.000,00 (hum milhão e cem mil reais), o que consideramos uma boa premiação. É a primeira vez que o clube participa de uma competição internacional, o que podemos dizer é um consolo, em razão da ameaçada posição que o time está no Brasileiro da série A.

Blog de Airton Sousa: Santa e Sport estreiam na Sul Americana

A Arena Pernambuco recebe esta noite(24/08), o Santa Cruz e o Sport, para a primeira partida válida pelo torneio Sul Americano. O time tricolor participa pela primeira vez da competição, daí uma ansiedade maior da sua torcida, também pela fase negativa que o time vem tendo no Campeonato Brasileiro, sendo hoje o décimo nono colocado da competição e ameaçado de rebaixamento. Além do mais tem um elenco nivelado tecnicamente por baixo, onde o seu torcedor deverá comparecer em pequeno número, já que a participação da torcida, vem diminuído a cada jogo no Arruda.

Enquanto isso, o Sport já tem a experiência de outras participações no torneio, se bem que também sem sucesso. Porém, o time leonino atravessa melhor fase do que o  tricolor, e tem um elenco muitas vezes melhor, além das opções que o treinador Oswaldo de Oliveira possui no banco. Levando em consideração o quadro atual dos dois times, podemos dizer que o Sport tem mais chances do que o seu oponente de passar para a segunda fase, essa sim, a nível internacional. Também o torcedor leonino deverá comparecer em pequeno número, por uma série de inconveniências, principalmente o horário do jogo, às 21:50 h e a dificuldade de locomoção.

Portanto, hoje à noite na Arena Pernambuco, a primeira partida de uma série de duas, entre Santa Cruz e Sport, valendo a vaga para a próxima fase da Sul Americana.