Blog de Airton Sousa – Muita confusão ainda na decisão da Libertadores

1543324082_258129_1543324636_noticia_normalInfelizmente, o mundo viveu no último fim de semana um verdadeiro clima de guerra, por ocasião do que seria a decisão da Libertadores 2018. No primeiro jogo, tivemos o empate de 2 x 2, e no que seria a decisão uma vitória para um lado, ou para o outro daria o título inédito para a história do futebol argentino.

A Argentina sempre teve nos seus representantes grandes conquistas na Libertadores e Sul-Americana, porém uma decisão entre dois clubes argentinos nunca tinha acontecido, daí a motivação maior ainda para a decisão, além da rivalidade entre os dois clubes, no é tanto mais uma vez, a exemplo da primeira partida, um jogo de uma só torcida.

Mesmo assim as torcidas do River Plate e do Boca Juniors, não satisfeitas com essa determinação, trataram de criar uma situação fora do estádio que terminou com o apedrejamento do veículo e de alguns jogadores do Boca Juniors, terminando com muitas pessoas feridas, a maioria jogadores.

Adiado o jogo do sábado, acertos para a realização no domingo. Nada feito, os clubes citaram a condição emocional, e mais uma vez a partida foi adiada. Data e local indefinidos, e depois de muita discursão com a inclusão da Conmebol, representantes dos dois clubes e a data final e local sem nada determinado.

Estados Unidos, Qatar, Itália e até o Brasil, no caso nas Arenas do Corinthians, Palmeiras e outros estádios. Infelizmente isso é péssimo para o futebol do nosso continente, diante da imagem que ficaremos com o resto do mundo, com tanta desorganização. Aguardar agora as decisões da data e local, para conhecermos o campeão.

Blog de Airton Sousa: Times sem tradição decidem Libertadores

Há quanto tempo os grandes do Brasil e da Argentina não chegam a  reta final da Libertadores. É muito fácil de explicar, e mais fácil ainda de entender. Esses dois países que no passado mandavam no continente sul-americano, hoje acompanham com lamentação, a ausência das  principais forças, em razão de que acabou a criatividade, a revelação de talentos e a manutenção dos grandes nomes. A inconstância, os altos salários e o fato de que logo que o jovem atleta desponta, é mandado para o exterior. Lá ele cresce técnica, física e financeiramente, o que se vê então, é a decadência dos Brasileiros e dos Argentinos. Tem solução? Não sei, porque prevalece o empresário, os grandes clubes e o interesse maior pelos dólares, euros e agora também o yua/ chinesa.

Em meio a tudo isso nessa quarta-feira(27/07), na Colômbia, aontecerá a decisão da Libertadores 2016. Na primeira partida no Equador, aconteceu o empate de 1 x 1, beneficiando a rigor, o time do Atlético Nacional da Colômbia. Hoje pelo fato de ter empatado a primeira partida nos seus domínios, o Independiente del Valle vai ter que superar as adversidades e vender o jogo. Daí o time Colombiano entrar em campo com vários pontos ao seu favor. No entanto, com qualquer dos dois times que ficar o título, a razão maior é, inquestionavelmente, a conquista da Libertadores e, no final do ano, decidir o título mundial. Acreditamos, principalmente com relação ao futebol do Equador, que essa evolução não é à toa, porque a seleção líder dos jogos eliminatórios da copa, é exatamente a seleção equatoriana. Dessa maneira, os dois principais países do continente sul-americano, tradicionais no futebol, estarão nessa noite de quarta feira, vendo, de forma bem reflexiva as suas atuações, e com uma “boa inveja”, estarem duas equipes sem tradição, decidindo a Copa Libertadores da América, com muita capacidade.

Copa Libertadores Feminino terá inicio nesta quinta-feira (16/11) em Pernambuco.

Pernambuco recebe a partir desta quinta-feira (15/11) a Copa Libertadores da América Feminina, torneio que reúne os melhores times do futebol feminino sul-americano. A competição começa com o confronto entre Desportivo Quito (Equador) e Formas Intimas (Colômbia), nos Aflitos, a partir das 16h. Logo em seguida, às 18h, um dos três times brasileiros em ação o Foz Cataratas enfrenta o Universidad-BOL, ambos pelo Grupo A do torneio.

Esta é a quarta edição da Libertadores Feminina, a primeira que o Estado sedia e conta com um representante disputando o título. O Acadêmica Vitória estreia na competição hoje como um dos favoritos do Grupo C, que terá seus confrontos sediados no estádio Carneirão, em Vitória de Santo Antão.
Além do Tricolor das Tabocas, que entra em campo a partir das 21h, a chave conta com Colo Colo (Chile), Sport Girls (Peru) e Universidad Autonoma (Paraguai).
Caruaru é a sede do Grupo B, que tem o Boca Juniors (Argentina), São José (Brasil), Nacional (Uruguai) e Caracas (Venezuela). O estádio Luiz José Lacerda receberá as partidas da chave.
Classificam-se para as eliminatórias os primeiros colocados de cada grupo, mais o melhor segundo lugar geral. As quatro equipes que avançam farão as semifinais em jogo único. A decisão será no dia 25 deste mês.
Representante de Pernambuco, o Acadêmica Vitória estreia contra o seu principal adversário do Grupo C, o chileno Colo Colo. Na opinião do técnico Caio Couto, este jogo já terá um clima de decisão. “Engraçado que já pegamos um início bastante difícil. Elas não são apenas fortes tecnicamente, como são as atuais vice-campeãs da competição (as meninas do Colo Colo). Todo cuidado será pouco”, observou Caio, que também é técnico da seleção brasileira sub-20.
Sobre o esquema tático montado para a Libertadores, Caio adiantou que as prioridades dos trabalhos foram as bolas paradas e as jogadas ensaiadas. “Temos um plano B para quando o adversário nos surpreender. Além disso, acredito que a arma está nas bolas paradas. Algumas vezes o gol vem de uma jogada assim”, acrescentou Caio.
Com informações do JC Online