Blog de Airton Sousa – Santa Cruz surpreende, goleia e se classifica

322138,475,80,0,0,475,365,0,0,0,0

No primeiro jogo tivemos a vitória do ABC pelo placar de 1 x 0, dando uma vantagem de até empatar para conseguir a classificação, além do mais o time tricolor jogou muito mal, principalmente a sua peça ofensiva, deixando a sua torcida na expectativa do que seria o jogo de volta.

No jogo de volta o time pernambucano teria que fazer no mínimo dois gols, para conseguir a classificação, nem o empate interessava, a vitória de 1 x 0 para o Santa Cruz levaria a partida para os pênaltis. Foi grande a expectativa da torcida, que aproveitou as promoções e foi ao estádio do Arruda.

E como futebol é imprevisível, veio a vitória de 3 x 0 deixando a torcida eufórica, quase sem acreditar no que estava acontecendo, inclusive com o time jogando muito bem, levando o torcedor as nuvens. Com a classificação, o Santa Cruz irá receber a premiação de hum milhão e novecentos mil reais.

Conseguirão também a classificação para a quarta fase os seguintes times: Bragantino, Londrina, Corinthians, Bahia, Fluminense, Chapecoense, Vasco da gama e o próprio Santa Cruz. Teremos na noite desta quinta-feira (11) mais dois jogos restantes: Juventude e Botafogo, Santos e Atlético de Goiás.

Na primeira partida, o Juventude empatou em 1 x 1 com Botafogo , o outro jogo será entre o Santos e Atlético de Goiás, com o Atlético jogando pelo empate. O sorteio para conhecermos a distribuição dos jogos será na sexta-feira (12), na sede da CBF. Parabéns a torcida tricolor pernambucana.

Blog de Airton Sousa – Santa Cruz vence e passa de fase na Copa do Brasil

                                  copa do brasil 2019

Mais um clube de Pernambuco passa a segunda fase da Copa do Brasil. Ao vencer por 2 x 1 ao time do SINOP, o time tricolor conseguiu a classificação para a próxima fase da competição. É o segundo clube do estado a conseguir passar de fase ao lado do time do Náutico, onde os dois times irão se encontrar.

O Santa Cruz entrou muito bem focado no jogo, já aos 5 minutos marcou o primeiro gol, através do atacante Elias. A partir daí, o time conseguiu se tranquilizar criando várias oportunidades de gol, sem encontrar no adversário força suficiente para esboçar uma reação, terminando o primeiro tempo vencendo por 1 x 0.

Na segunda etapa de jogo com a vantagem no placar, a equipe tricolor conseguiu domínio na partida, incluindo várias oportunidades de ampliar o placar, só acontecendo por volta dos 23 minutos através do jogador Pipico. Com 2 x 0 no marcador e a vantagem que o regulamento reserva, aos poucos o time tricolor foi administrando a classificação.

Quando tudo parecia está definido, aos 44 minutos aconteceu a expulsão do jogador Elias e na sequencia o gol do SINOP, contudo não tinha perigo de perder a classificação, em razão do jogo já está praticamente no fim. Com a vitória, o Santa Cruz está classificado para a segunda fase, onde irá enfrentar ao Náutico no Arruda nesta quarta-feira (20).

Sendo assim, o futebol pernambucano tem duas equipes na segunda fase, ficando de fora o Sport e o Central com bastante prejuízo financeiro, enquanto que os dois classificados somam aproximadamente  hum milhão e duzentos mil reais, o que é um valor considerável. É uma pena que na segunda fase o encontro será entre dois pernambucanos.

Para esse fim de semana, teremos dois jogos valendo pelo Campeonato Pernambucano. No sábado a tarde o Náutico vai enfrentar a equipe do Flamengo de Arcoverde. Enquanto isso teremos o clássico no domingo a tarde envolvendo o Santa Cruz e o Sport. O time tricolor ganhou o direito de jogar esse clássico no Arruda.

 

Blog de Airton Sousa – Central recebe o Ceará nesta quarta-feira no Lacerdão

3187_imgbank

Começa a Copa do Brasil para Pernambuco. O Central joga no Lacerdão contra o Ceará, abrindo esta fase para o futebol Pernambucano. Para o dia 12, é a vez do Náutico estrear no Maranhão contra o Imperatriz,  o Sport por sua vez também estreia contra a Tombense, e no dia 14 o Santa Cruz enfrenta ao Sinope. Só o Central dos pernambucanos estreia em casa.

Espera-se um bom público no Estádio Lacerdão,  um Central determinado e ofensivo, porque pelo regulamento da Copa do Brasil, os clubes que jogam em casa nesta fase, se obrigam a vencer pelo fato de que os visitantes jogam por um empate, o que obriga a equipe dona da casa a vencer o jogo.

A repercução desse jogo está sendo muito grande, inclusive por parte do técnico Lisca que em entrevista as emissoras locais, citou vários atletas do Central, suas características e o potencial do time caruaruense, o que não deixa de ser uma preocupação a mais para o treinador do Central, que terá de montar um esquema tático que venha a surpreender o time cearense.

Não precisa dizer a qualidade do time do Ceará, mesmo porque a equipe sofreu alterações após o Campeonato Nacional, destacando-se que a qualidade do time foi para melhor, se bem que o conjunto pelas modificações, ainda não está no nível do time de 2018. Porém, é preciso muito cuidado principalmente na velocidade do time de Lisca.

Quanto ao Central que está com 100% de aproveitamento do Campeonato Estadual, demonstra ser um time experiente, de muita velocidade e a disposição de garantir a vaga para a outra fase da Copa do Brasil. Só a vitória interessa ao alvi-negro caruaruense, o que a torcida espera que venha a acontecer.

Blog de Airton Sousa: Encerra a Copa do Brasil para o Náutico

v.php

Terminou na noite dessa quarta-feira (18) na Arena de Pernambuco, a Copa do Brasil para o time do Náutico. No primeiro jogo o alvi-rubro perdeu pelo placar de 3 x 0 em Campinas, promovendo uma vantagem substancial a favor do time da Ponte Preta, e mesmo vencendo pelo placar de 1 x 0, o time alvi-rubro não conseguiu a classificação para a fase seguinte.

O time timbu não conseguiu fazer uma boa partida, principalmente os homens de armação e criatividade e por conseguinte o ataque sofreu, porque a bola chegava com dificuldade, complicando o setor ofensivo do time alvi-rubro, daí terem sido poucas as oportunidades ofensivas, para quem necessitava no mínimo fazer 3 gols.

No primeiro tempo o time teve apenas tres oportunidades. Aos 2 minutos com Tarcisio, aos 42 minutos com Wallace Pernambucano e aos 45 minutos através do jogador Robinho, ou seja três chances relativamente perigosas de gols. Por outro lado, a Ponte Preta foi uma equipe bastante ofensiva, jogando solta e apertando o sistema defensivo do time de Pernambucano.

No segundo tempo, Roberto Fernandes substituiu Keven colocando Gabriel, porém era muito pouco para o que o time necessitava se tornar ofensivo. Camutanga teve uma oportunidade aos 7 minutos, Junior Timbó aos 25 e finalmente o gol timbu, com um pênalti marcado corretamente pelo árbitro aos 37 minutos de jogo e Junior Timbó cobrando e colocando o Náutico na frente.

Nada deixava o torcedor otimista, porque todos percebiam a fragilidade ofensiva do time Pernambucano. Apenas 1.347 torcedores se fizeram presentes na Arena, porque realmente não havia motivação para ir. Com a classificação nas três fases anteriores, o Náutico teve um faturamento de R$ 3.600 milhões, se tivesse passado o Náutico teria recebido mais R$ 1.800 milhões. Agora é focar no Brasileiro, onde neste sábado (21) enfrenta ao Botafogo na Paraíba.

Blog de Airton Sousa: Náutico vence e tem a vantagem do empate no segundo jogo

2018_nautico_x_cuiba_560

A torcida do Náutico teve nesta quarta-feira (28), mais uma noite recheada de emoção, quando viu o time vencer ao Cuiabá pela Copa do Brasil, terceira fase pelo placar de 2 x 1. Foi um passo importante dado pelo time Pernambucano, que agora joga por um empate no dia 14 de março, na casa do adversário.

Nada está definido, no entanto, a vitória deu ao alvi-rubro a tranquilidade de saber que agora, é o adversário que está no prejuízo. Foi um primeiro tempo em que os comandados de Roberto Fernandes jogaram atrás,esperando o adversário num clima de muito nervosismo e  pouca criatividade dos dois lados, daí o placar de 0 x 0.

No segundo tempo, com o time mais calmo e ofensivo, Roberto Fernandes conseguiu ajustar as principais peças, principalmente após a expulsão do zagueiro Marcelo do Cuiabá aos 10 minutos. Momentos depois  aos 12  minutos,  o Náutico abre o placar. Uma cobrança de falta, a bola sobra para o atacante Ortigoza que complementa marcando o gol, aos 12 minutos de jogo.

Com a vantagem  no  placar e com um jogador a mais, o Náutico tinha tudo para  ampliar,no entanto era o caruaruense Doda, que aproveitava um cruzamento e a falha de marcação do sistema defensivo timbu e deixava tudo igual no jogo, aos 23 minutos. O Náutico mantinha a tranquilidade, e aos 32 minutos uma jogada entre Ortigoza e Tarciso,  Tarciso ampliava o placar do jogo para 2 x 1.

Agora,  o Náutico leva para a partida de volta no dia 14, a vantagem do empate para conseguir a classificação e o premio de R$ 2 milhões  e quinhentos  mil reais. Porém, foi importante a vitória e mais importante ainda é manter a concentração e a humildade, para não se deixar levar pela euforia. Com certeza, o técnico Roberto Fernandes  saberá como comandar o grupo, evitando o já ganhou.

Por outro lado, complementando a oitava rodada do Campeonato Pernambucano, o Santa Cruz enfrenta ao Flamengo na cidade de Arcoverde. O time do interior é o lanterna e em razão da campanha, a diretoria trocou de treinador. Ainda pela oitava rodada, o Pesqueira também de treinador novo, enfrenta a equipe do Salgueiro que evoluiu nos últimos Jogos. As duas partidas acontecerão na noite desta quinta-feira (01).

Blog de Airton Sousa: Rodada decisiva da Copa do Brasil

Gremio v Atletico MG - Copa do Brasil Final 2016Teremos na noite desta quarta-feira ( 23 ), as duas partidas que decidirão os finalistas da Copa do Brasil 2017. No Rio de Janeiro: Flamengo e Botafogo. Em Belo Horizonte: Cruzeiro e Grêmio. A primeira partida entre cariocas , não passou de um empate em zero a zero, tornando o jogo desta quarta-feira (23)mais emocionante, em razão de que as equipes entram em igual condição.

O Botafogo tecnicamente tem melhor apresentação,  mesmo entendendo-se que trata-se de um clássico carioca, e qualquer erro poderá ser fatal, tornando-se assim um jogo cheio de detalhes, que poderá  ser decidido em um lance apenas. Emoção é o que não vai faltar, e esperamos que após a partida, não tenhamos os espetáculos degradantes que ocorreram no primeiro jogo.

Enquanto isso, também muita emoção é esperada para o Mineirão, no jogo entre Cruzeiro e Grêmio. Essa partida tem uma historia diferente, porque tivemos um vencedor no primeiro jogo, quando o Grêmio conseguiu aplicar 1 x 0 no Cruzeiro, levando para o Mineirão a vantagem de qualquer empate, ou no caso de uma derrota simples, levar a decisão para os pênaltis.

O time comandado por Renato Gaúcho teve um futebol mais envolvente e ofensivo, tentando levar para o segundo jogo, uma vantagem maior. Enquanto isso, o Cruzeiro foi um time acuado, na retranca, jogando com o regulamento em baixo do braço. Porém a tática não deu certo, porque o time cruzeirense saiu de campo derrotado e terá que se abrir, para reverter a vantagem do time gaúcho.

Se nos fosse dado o direito de apontar os dois finalistas, tomaríamos a liberdade de dizer, pelo que vimos na primeira partida que existe mais probabilidade de uma decisão entre Botafogo e Grêmio, porém futebol na maioria das vezes prega surpresa, é por isso que leva tanta emoção para as torcidas. Então só resta  esperar para ver quais serão os finalistas.

Blog de Airton Sousa: Pernambuco dá adeus a Copa do Brasil

Na noite desta quarta-feira (31), os dois representantes de Pernambuco, disputaram a chance de ir às quartas de final da Copa do Brasil. Infelizmente, ambos esbarraram nas limitações e terminaram dando adeus a competição. O Santa Cruz perdeu para o Atlético do Paraná, por 2 x 0, no Paraná. Enquanto que o Sport empatou na Ilha do Retiro, em 1 x 1 contra o Botafogo, quando só a vitória com diferença de dois gols, era o que interessava ao Leão.

A desclassificação do Santa Cruz, deve-se ao resultado do primeiro jogo no Arruda, onde com o empate em casa, o tricolor teria que vencer ao Atlético, na baixada. Era difícil, e todos sabiam, pela qualidade no time Paranaense. E não deu outra, o Atlético venceu por 2 x 0, avança para as quartas de final, enquanto que o Santa encerrou a sua participação. O time do Paraná foi absoluto, mereceu a classificação, enquanto que o Santa Cruz, limitou-se apenas a duas jogadas ofensivas, o que foi muito pouco. Agora, é esperar que o time tricolor, com os reforços possa produzir mais, no Campeonato Brasileiro.

Outro desclassificado, foi o Sport Clube do Recife. Nem mesmo a estreia do técnico Wanderley Luxemburgo, deu qualificação ao time leonino. Uma zaga lenta e falha, um meio de campo marcando com fragilidade, e o ataque sem produzir, inclusive Rogério sendo expulso mais uma vez, desta feita no segundo tempo de jogo. Diego Sousa jogando apenas um tempo, cansando na segunda fase, e jogando um pouco mais avançado.

Quanto ao time do Botafogo, muito bem treinado por Jair Ventura, foi rápido do meio de campo para frente, tendo como destaque a qualidade de João Paulo, Camilo, Roger e Rodrigo Pimpão, que aproveitaram a lentidão da defensiva rubro negra. Com o placar de 1 x 1, o  Botafogo ganhou a classificação para as quartas de final, enquanto que o Sport parou na competição. O time leonino segue em três competições: Campeonato Pernambucano, Copa Sul-Americana e Campeonato Brasileiro. Esperar as mudanças no time da Ilha, com os reforços e agora, com o  comando de Wanderley Luxemburgo.

Blog de Airton Sousa: Santa Cruz estréia na Copa do Brasil com um empate

Depois de acontecerem quatro fases, o Santa Cruz estreou nessa quarta-feira(10), na Copa do Brasil. Um adversário tradicionalmente qualificado, acostumado com competições nacionais e internacionais. No entanto, para o jogo, o técnico Paulo Autuori, optou por contar com um time mesclado.

Porém, o time do Atlético do Paraná, foi melhor do que o Santa Cruz, nos dois tempos de jogo, inclusive com jogadores de destaque do time tricolor, desaparecidos na partida, não contribuindo para que acontecesse a vitória em casa. Zero a zero foi o placar do jogo, e agora a partida de volta, acontecerá no dia 31 deste mês.

O árbitro Graziani Rocha do Rio Grande do Sul, assinalou um pênalti aos 18 minutos do segundo tempo, inexistente, quando o jogador Vitor por baixo, tirou uma bola de Sidcley, sem atingir o jogador do Paraná, mesmo assim o árbitro assinalou o pênalti, com protesto dos tricolores. Na cobrança do jogador Rosseto, Júlio César saiu bem do gol, e evitou a vitória do time Atleticano.

Blog de Airton Sousa: Placar apertado dá a vitória ao Sport

Tivemos na noite dessa quarta-feira (12), na Ilha do Retiro, a primeira partida entre o Sport  Clube  do  Recife e o Joinville. O placar final, deu a vitória apertada ao Sport por 2 x 1. Na próxima quarta-feira(19), teremos o jogo de volta, em Santa Catarina.

O resultado apertado deve-se em razão da aplicação tática do Joinville, valorizando a posse de bola, marcando o Sport no campo leonino, dificultando a saída de bola e impondo muita determinação no jogo, no primeiro e no segundo tempo.

Jogadores como Rogério, André e Samuel Xavier não estiveram bem, além da lentidão de Diego Sousa, e o futebol de Mena, não ter sido nem a sombra de outras partidas. Enquanto isso, jogadores como Breno, Tinga, Lúcio Flávio e Bruno Batata, chamavam para si, a responsabilidade do jogo, complicando o rendimento do time do Sport.

Um fato chamou à atenção no jogo, a qualidade dos gols. Rithely marcando para o Sport aos 25 minutos do primeiro tempo. Bruno Batata empatou aos 2 minutos do segundo tempo. E Juninho fez o gol da vitória leonina aos 39 minutos. Difícil é escolher, qual dos três gols, o que pode ser o mais bonito.

A apresentação do Sport foi preocupante pelo fato de jogar em casa, ter um elenco individualmente melhor, e ser um time de série A. Tudo isso contra um Joinville, que jogará  este ano, a série C, do Campeonato Brasileiro. A vantagem que era esperada a favor do Sport, não aconteceu. Vamos aguardar o jogo de volta, para saber  quem passa para as oitavas de final da Copa do Brasil.

Blog de Airton Sousa: Sport hoje é Copa do Brasil

Depois do sucesso nas Copas do Nordeste e Sul-Americana, onde passou confiança ao seu torcedor, o time leonino volta a campo nesta quarta-feira (12), jogando na Ilha do Retiro, contra o Joinville, pela Copa do Brasil.

Não resta dúvida, que após a chegada do técnico Ney Franco, a torcida voltou a confiar no time, principalmente depois do rendimento nos dois últimos jogos, O time leonino tem que se impor em campo, dificultando o toque de bola e os contra-ataques do adversário.

Jogadores como Diego Sousa, Rithely, entre outros, que não vinham rendendo um bom futebol, subiram de produção e puxaram também os demais jogadores, para produzirem um futebol mais dinâmico, chamando à atenção dos torcedores e preocupando os adversários.

Quanto ao time do Joinville, sempre é um adversário difícil, com jogadas ríspidas e com uma certa velocidade, o que deve deixar os jogadores do Sport atentos nesse sentido, e buscando uma atuação que neutralize essas jogadas por parte do Joinville.

Porém, temos que reconhecer, que tecnicamente e individualmente, o time Pernambucano tem mais qualidade, e portanto, todos esperam, que a vantagem no primeiro jogo, seja de fato para o Sport.

Blog de Airton Sousa: Pernambucano sem público – por que?

Tenho a impressão, pelo tempo que tenho como cronista esportivo, há muito tempo não se tem em Pernambuco, um público tão fraco nos jogos realizados no Estado. Não falamos apenas do Campeonato Estadual, também na Copa do Nordeste e do Brasil, e a pergunta também é a seguinte, será que no Campeonato Brasileiro, esses percentuais serão repetidos?

Procuram-se muitas justificativas para o que está acontecendo, entre elas: horário dos jogos, transmissão pela televisão, quantidade de competições ao mesmo tempo, qualidade técnica dos nossos clubes, falta de dinheiro por parte do torcedor. O certo, é que os estudiosos obrigatoriamente terão que encontrar um denominador, para a atual situação, com a ausência do público e poucas arrecadações.

Nós sabemos que os principais clubes do Estado não estão sentindo, mesmo porque os patrocinadores, a televisão e os promotores dos eventos, antes de tudo, dão o suporte financeiro aos participantes, daí não termos ouvido reclamação por parte dos Dirigentes.

Entretanto, apenas como detalhe para chamar à atenção dos Dirigentes dos clubes de Pernambuco, aconteceu no domingo(19), no Estádio Amigão de Campina Grande(PB), o clássico entre Treze e Campinense, e acreditem, tivemos um público superior a 7.000 pessoas. Por que será?

Blog de Airton Sousa: Sport avança na Copa do Brasil

Jogando nessa quarta-feira(22), na Ilha do Retiro, o Sport Clube do Recife, não encontrou dificuldade para vencer a frágil equipe do Sete de Dourados, pelo placar de 3 x 0. Aos dez minutos do primeiro, Leandro Pereira abriu o marcador, o mesmo Leandro Pereira ampliou aos 24 minutos, colocando o Sport na vantagem e dando a tranquilidade que o grupo necessitava, para administrar a partida.

Ressalte-se, que foi a primeira vez que o atacante rubro-negro teve bem em um jogo, desde que chegou. E não resta dúvida da importância da sua participação na classificação leonina, mesmo reconhecendo a fragilidade do adversário. Outras chances aconteceram, porém não foram concretizadas, a exemplo de Rogério, aos 7 minutos; Diego Sousa, aos 27 , 29 e 38 minutos; além de Leandro Pereira aos 40 minutos.

No segundo tempo, sem reação, o Sete de Dourados tomou o terceiro com, aos 3 minutos, através de Rogério, que teve ao lado de Leandro Pereira e Ronaldo, uma atuação de destaque. O ponto negativo do jogo foi as atuações de Diego Sousa, Everton Filipe e Samuel Xavier. Quanto ao adversário leonino, pouco incomodou ao goleiro Magrão, exceção  um chute de Gustavo aos 34 minutos do primeiro tempo. Aliás o único jogador a destacar no time do Mato Grosso. O Sport enfrenta na terceira fase, ao time do Boa Vista do Rio de Janeiro, treinado pelo Joel Santana.

Blog de Airton Sousa: Sport enfrenta ao Sete de Dourados pela Copa do Brasil

Começa para o Sport Clube do Recife, nesta quarta-feira(22), a segunda fase da Copa do Brasil. O time leonino enfrenta ao Sete de Dourados do Mato Grosso, na Ilha do Retiro, às 21:45 h. Nesta fase, os critérios são outros, já que na primeira fase era necessário apenas um jogo, com a vantagem do time visitante, de jogar por um empate, ou qualquer resultado  de vitória.

Nesta segunda fase, caso o jogo termine empatado, os times irão para cobrança de pênalti, para poder se conhecer o time classificado para a terceira fase da competição. No entanto, prega-se uma vantagem técnica para o time Pernambucano, principalmente pelo elenco que possui o clube da Ilha do Retiro. No entanto, todo cuidado é  pouco, porque se observarmos as vitórias  que estão acontecendo, não há um futebol convincente,  para que tenha tanta certeza da classificação do time da Ilha.

Porém o fato de jogar na Ilha, com a participação e apoio do  seu torcedor, também leva a crer que o Sport, passe para a outra fase, o que será muito importante, em todos os aspectos, principalmente no financeiro. O técnico Daniel Batista, sem maiores problemas, apenas poupou dos treinos dessa semana,  os jogadores Durval e Diego Sousa, porém os jogadores deverão compor o time para o jogo desta quarta-feira(22), contra o Sete de Dourados.

Blog de Airton Sousa: Salgueiro perde em jogo tumultuado

O Salgueiro é mais um clube pernambuco, a ficar de fora da próxima fase da Copa do Brasil, ao perder na noite desta quinta-feira(16), por 1 x 0, para o Sinop no Mato Grosso. Todos sabem as dificuldades de jogar naquela região, a começar pela lojística da viagem, dificultando o deslocamento dos adversários do time Mato-Grossense, além da alta temperatura.

Foi um jogo tumultuado, principalmente no segundo tempo. O time do sertão pernambucano, segurou o empate no primeiro, teve lances ofensivos ao seu favor, inclusive bola na trave, e segurou o empate até 39 minutos do segundo tempo. Porém pelo regulamento da Copa do Brasil, o empate também serve para quem joga fora de casa e o Salgueiro jogou fora essa chance, no final do segundo tempo.

Com jogadas violentas e uma arbitragem perdida disciplinarmente, tivemos a expulsão de Raniere e Eduardo pelo time pernambucano, além de Marinho pelo time da casa. Revoltado com a arbitragem do jogo, o técnico do Salgueiro, também foi expulso, considerando-se desta maneira,  que o jogo foi cheio de problemas disciplinares.

Agora o Salgueiro volta para Pernambuco, e enfrenta nesse domingo(19), às 20 horas, a equipe do Central. O alvi-negro também teve uma semana tumultuada, com o afastamento de cinco jogadores, e nesta quinta-feira(16), os atletas fizeram uma paralisação de advertência, cobrando  do presidente Licíus Cavalcanti, solução para os atrasos de salários. Foi garantido aos jogadores, que até quarta-feira(22), na próxima semana, os pagamentos serão realizados.

Blog de Airton Sousa: Náutico perde e Sport ganha

Na tentativa de preservar alguns jogadores para o jogo de domingo em Campina Grande, contra o Campinense pela Copa do Nordeste, o técnico Dado Cavalcanti pagou caro, perdendo para o Salgueiro nesta quarta-feira(08), pelo placar de 2 x 0, com as ausências de Páscoa, João Ananias, Mailson, Anselmo, Rodrigo Sousa, Jeferson Nêm e Tiago Alves, alguns por deficiência técnica, outros entregues ao departamento médico.

Os jogadores escalados pelo treinador, não tiveram a capacidade de superar o time sertanejo, que teve expulso, aos 44 minutos do primeiro tempo, o jogador Rogério, e nem assim, se entregou ao alvi-rubro, reagindo na segunda etapa de competição e marcando o primeiro gol aos 8 minutos com Valdeir, e ampliando a vantagem aos 26 minutos, vencendo pelo placar de 2 x 0, e fazendo o Náutico amargar sua segunda derrota consecutiva, pois no sábado, havia perdido o clássico para o Santa Cruz pelo placar de ’1 x 0.

Agora, o treinador Dado Cavalcanti, tenta juntar os cacos e dar a volta por cima, vencendo ao Campinense, para refazer a confiança do torcedor, que por ocasião do jogo contra o Salgueiro, protestou através de faixas e vaias. O time de Campina Grande, perdeu para a Ponte Preta pela Copa do Brasil, pelo placar de 2 x 0, e vai tentar em cima do time alvi-rubro a recuperação.

Enquanto isso o Sport, não tomou conhecimento do C S A, principalmente no segundo tempo e aplicou o placar de 4 x 1. No primeiro tempo, um certo equilíbrio das duas equipes, com o Sport marcando aos 13 minutos, com um belo gol de Rithely e aos 33 minutos, tivemos Tiago Potiguar empatando, com um gol duvidoso.

No segundo tempo, o Sport voltou mais determinado, apertando o time alagoano, marcando aos 5 minutos e 30 segundos, com Everton Felipe, ampliando com Rogério aos 16 minutos, e fechando o placar com Talisson aos 32 minutos, jogador que havia entrado juntamente com Lenes aos 30 minutos de jogo.

O Sport jogava por um empate, pelas mudanças no regulamento da competição, e agora, enfrenta na segunda fase, ao time do Sete de Setembro do Mato grosso do Sul, que venceu ao Ríver pelo placar de 1 x 0. River que será neste sábado(11), o adversário do Sport pela Copa do Nordeste.

Blog de Airton Sousa: No Mineirão deu Grêmio

Costumamos dizer, que a última partida depende do resultado da primeira. Geralmente é assim e ontem não foi diferente com um Atlético totalmente entregue ao Grêmio, e com o time gaúcho competente do início ao fim do jogo. O time mineiro não se encontrou em campo, com uma defesa confusa e sem ter condição de evitar que um só jogador do Grêmio, Pedro Rocha, mandasse na retaguarda atleticana.

Já no final do primeiro tempo, o Grêmio foi ao vestiário, vencendo por 1 x 0 e tendo a tranquilidade de voltar com essa vantagem. E que foi  ampliada no início da segunda fase. A partir daí uma reação do Atlético, na marcação do gol, porém em seguida, outra vez, com o sistema defensivo do time de Marcelo Oliveira, permitindo a marcação do terceiro gol, e então mesmo com a expulsão de Pedro Rocha, o tricolor do Rio Grande do Sul, era mais determinado e venceu por 3 x 1, em pleno Mineirão.

Para a partida final na Arena do Grêmio no próxima quarta-feira (30), o time de Renato Gaúcho joga por qualquer resultado de empate, podendo perder por 1 x 0 e ser campeão, e até por 2 x 0 para levar a decisão para os pênaltis. Podemos dizer que o título tem 75% de chance de ficar no Rio Grande do Sul, porque na primeira partida, em casa, o Atlético não teve a competência suficiente de fazer um placar que pudesse lhe favorecer.

Blog de Airton Sousa: Reta final da Copa do Brasil

Começa nesta quarta-feira(23), a decisão em 180 minutos envolvendo o Grêmio e o Atlético Mineiro. Duas escolas de um futebol diferente, de um lado o futebol forte e rigoroso do Rio Grande do Sul, do outro lado, um futebol mais cadenciado e técnico das Minas Gerais. A pergunta é a seguinte: Quem tem mais qualidade para ser campeão? É uma resposta difícil de ser colocada, em face de que pela tradição e experiência nas decisões nacionais e internacionais dessas equipes, sem dúvida teremos um jogo estudado, e quem sabe truncado e muito disputado.

De uma coisa nós temos certeza, se o título ficar com o Grêmio estará em boas mãos. E a mesma colocação podemos dizer se ficar com o time do Atlético Mineiro. Uma boa disputa também no comando técnico, o experiente Marcelo Oliveira e o agitado Renato Gaúcho. Quanto aos jogadores, no Atlético a qualidade de Robinho, que apavora qualquer defesa, do outro lado o time do Grêmio, que tem na garra do grupo, um ponto extremamente forte.

O resultado de hoje, poderá ser o retrato do que vai acontecer na segunda partida. Porém se tivermos um bom saldo de gol, para qualquer dos times, com certeza essa vantagem será transportada para a última partida. É difícil apontarmos um favorito, por todos esses detalhes. No entanto, poderemos ter uma decisão baseada em um lance ou em um erro. Só nos resta esperar, que a competência outra vez, possa ser o norte dessa primeira decisão, entre duas partidas finais da Copa do Brasil 2016. Só para lembrar, o campeão automaticamente, já tem vaga na Libertadores de 2017..

Blog de Airton Sousa: Copa do Brasil – gaúchos e mineiros na final

Grêmio e Atlético Mineiro, decidem agora o título de campeão da Copa do Brasil. Na primeira partida entre Internacional e Atlético em Porto Alegre, aconteceu a vitória do time mineiro por 2 x 1, na segunda partida, com um futebol surpreendente, o Internacional obteve um honroso empate em 2 x 2. No entanto, pela derrota em casa, deixou a competição. Enquanto isso, por ter perdido no Mineirão no primeiro  jogo por 2 x 0, o Cruzeiro não conseguiu reverter. Portanto, estão fora da decisão Cruzeiro e Internacional.

A final será em dois jogos, levando o campeão  da Copa do Brasil, para uma vaga direta na Libertadores, o que torna a competição nacional, mais atrativa e rentável financeiramente. É impossível nesse momento, prognosticar quem será o campeão, pela qualidade técnica e individual das duas equipes. Enquanto o Atlético tem mais valores individuais, o Grêmio tem muita força e garra, daí o equilíbrio entre os dois times. Apenas um detalhe nos chama a atenção. A depender do primeiro jogo, e se houver um placar diferenciado, consequentemente o vendedor leva a vantagem de ter feito um placar maior para a casa do adversário. Portanto, nessa igualdade das duas equipes, serão dois jogos que terão como termômetro, principalmente, o placar do primeiro jogo.

Blog de Airton Sousa: Santa Cruz dá adeus à Copa do Brasil

Até agora, o torcedor tricolor está sem entender a mudança do time, do primeiro para o segundo tempo. No primeiro tempo, um time organizado taticamente, administrando com qualidade o regulamento da competição, valente, marcador, jogando no campo do adversário, sem se apavorar. As chances fora iguais: Para o Santa Cruz, aos 22 minutos com Leandrinho, aos 26 com Keno e aos 38 com Bruno Morais. Enquanto que o Vasco teve chances aos 20 minutos, 30 e 41, ou seja, três oportunidades de gol para cada time, deixando a torcida tricolor bastante satisfeita com a atuação do time.

Esperava-se que no segundo tempo, fosse mantido o mesmo quadro, porém o Santa Cruz volta com uma alteração que ninguém  entendeu, nem tão pouco o técnico Milton Mendes conseguiu explicar com clareza. No tricolor entrou João Paulo no lugar de Neris, deixando assim o time vulnerável na defesa, enquanto no Vasco da Gama entrou Diguinho, saiu Marcelo Matos. Já aos seis minutos Andrezinho faz o primeiro gol, desconcertando o time Pernambucano, que a partir daí não conseguiu se encontrar. Em seguida, aos 19 minutos toma o segundo gol com Picachú. Depois do segundo gol, o treinador tricolor fez algumas modificações, chegou a marcar um gol aos 23 minutos com Keno, em seguida toma o terceiro gol através do jogador Jorge Henrique, e em seguida o tricolor faz o segundo gol, através de Artur aos 49 minutos. Porém era tarde, e o time com o placar de 3 x 2, dava adeus a Copa do Brasil.

Muitas explicações, sem convencer, e agora é preparar o time para a Sul Americana, no confronto contra o Sport, em duas partidas. Enquanto isso o Campinense lamenta, pois se o time Pernambucano, continuasse na Copa do Brasil, a Paraíba pela primeira vez teria um representante na Sul Americana. Sábado, o time do Arruda enfrenta em casa a equipe do Coritiba, com a responsabilidade de vencer, para se afastar mais ainda da zona de rebaixamento e deixar a sua torcida, com o coração mais aliviado. Deve voltar para esse jogo William Correia, enquanto que Grafite continua fora do time.

Blog de Airton Sousa: Bom resultado para o Santa

Eis que o Santa Cruz surpreendeu nesta quarta-feira (13/07) em São Januário, com a escalação do técnico Milton Mendes, e a garra que o time jogou o tempo todo. Mesmo com o Vasco da Gama desperdiçando muitas oportunidades no primeiro e no segundo tempo, o tricolor se segurou, principalmente pelo fato de ter marcado o gol aos dois minutos do primeiro tempo, em uma falha na saída do jogador Marcelo Matos, deixando Bruno Morais frente a frente com Martin Silva e com tranquilidade jogando nas redes do time vascaíno. Aí o time pernambucano passou a jogar no seu campo defensivo, chamando o vasco para cima, e cinco oportunidades concretas de gol surgiram para o time carioca, que teve em Tiago Cardoso a grande barreira.

Na volta do segundo tempo, o técnico Jorginho fez duas substituições, colocando na lateral direita o bom jogador Iago Picachú e Caio Martins. O primeiro deu vida nova ao time, e grandes oportunidades voltaram a surgir até que aos quarenta e quatro minutos do segundo tempo, em lances sucessivos na área, a bola sobrou para Luan que mandou para o gol, contando com a falha do bom goleiro Tiago Cardoso. Apesar de tudo, o resultado foi excelente para o tricolor, que mesmo jogando com um time misto, traz para casa, no  jogo de volta, na  próxima  quarta-feira (20/07), a  vantagem  de  um empate de 0 x 0, de 1 x 1, ou uma vitoria simples, e com certeza a condição de uma boa arrecadação.

Agora fica a pergunta, é pretensão ou não do Santa Cruz, ir a outra fase da Copa do Brasil,  abdicando da  Sul Americana e tentando avançar mais ainda?

Quanto ao Brasileirão, o Tricolor enfrenta neste final de semana, o América Mineiro, tentando somar três pontos. contra o lanterna do Campeonato e caso aconteça a vitória o time sairá da zona de rebaixamento.

Sport: Leão é derrotado na Vila Belmiro e dá adeus a Copa do Brasil

Nesta quarta-feira (22), o Santos recebeu o Sport na Vila Belmiro pela terceira fase da Copa do Brasil. O jogo valia vaga para as oitavas de final do campeonato. Com a vitória por 3 x 1, o Santos eliminou o Sport. Geuvânio e Gabriel fizeram os gols para o Peixe. Diego Souza descontou para o Sport.

01

No primeiro tempo, o Sport veio com uma postura defensiva fraca. Logo no primeiro minuto, gol do Santos. Depois de cruzamento, Gabriel antecipou a defesa e marcou o primeiro para os donos da casa. O Peixe continuou pressionando e teve as melhores oportunidades de gol, ampliando assim o placar aos trinta e cinco minutos. Ricardo Oliveira cruzou na área, Gabriel tocou na saída de Danilo Fernandes, Santos 2 x 0.

05

Antes do fim do primeiro tempo, o Sport descontou no placar; em falta da entrada da área, Diego Souza cobrou no canto, a bola ainda desviou na defesa e foi para o gol.

03

No segundo tempo, o Peixe continuou na mesma pegada, e no início da segunda etapa fez novamente o gol. Renato lançou Geovânio, que na saída do goleiro adversário mandou para as redes, finalizando o placar da partida. Os times ainda revezaram em chances de gol, mas ninguém mais conseguiu movimentar o placar.

02

E terminou assim, 3 x 1 para o Santos. Com a derrota, o Leão deixa o sonho do Bi campeonato da Copa do Brasil para trás.

Ficha do jogo: 

Santos: Vanderlei; Victor Ferraz, Werley, David Braz e Zeca; Renato, Paulo Ricardo e Marquinhos Gabriel (Elano); Geuvânio, Gabriel (Rafael Longuine) e Ricardo Oliveira (Nilson). Técnico: Dorival Júnior.

Sport: Danilo Fernandes; Ferrugem, Ewerton Páscoa, Durval e Renê; Rithely (Wendel), Rodrigo Mancha, Marlone (Samuel), Diego Souza e Elber (Régis); André. Técnico: Eduardo Baptista.

Arbitro: Paulo Henrique de Melo Salmazio. Assistentes:  Eduardo Gonçalves da Cruz, Fabiano da Silva Ramires. Gols: Gabriel (1′ e 35′ do primeiro tempo); Diego Souza (39′ do primeiro tempo); Geovânio (12′ do segundo tempo). Cartões Amarelos:  Vanderlei, Victor Ferraz, Ricardo Oliveira, Werley, Ferrugem, Renê e Rodrigo Mancha.

TV Replay, o que é bom se repete!

Sport: Leão enfrenta o Santos na Vila em busca das oitavas de final da Copa do Brasil

Nesta quarta-feira (22), Sport e Santos se enfrentam na Copa do Brasil. O jogo vale vaga nas oitavas de final da competição. A partida acontecerá na Vila Belmiro, às 22h. Na primeira, o Sport venceu em casa pelo placar de 2 x 1. Agora tem a vantagem de jogar pelo empate. Já o Peixe, tem a obrigação de vencer pelo menos por 1 x 0. Caso o resultado seja novamente 2 x 1, só que dessa vez para o peixe, a partida vai para os pênaltis, se vencer por dois gol de diferença dá Peixe.

foto sport 1 foto sport 2

Atualmente os times vivem situações distintas no Campeonato Brasileiro, o Leão está entre os quatro melhores colocados, enquanto o Santos amarga na zona de rebaixamento. O Time de Eduardo Baptista venceu na última rodada o São Paulo. O Santos perdeu o clássico para o Palmeiras por 1 x 0.

Para o alvinegro, uma vitória poderia aliviar as tensões da má crise que vem sendo vivida pelo time. O Santos se apega a Copa do Brasil, pelo fato de ela ser a única esperança do time de estar na Copa Libertadores do próximo ano. O Sport pela boa fase que está vivendo, sonha em alcançar a Libertadores pelo Brasileirão.

foto sport 3

Para o jogo, os times tem vários desfalques; o Sport não poderá contar com: Magrão, Maykon Leite, Alex Silva, que estão lesionados. Samuel Xavier e Matheus Ferraz, não podem jogar porque já jogaram na competição. O Santos não conta com Lucas Lima, Thiago Maia, Alison, Valência e Chiquinho, Gustavo Lima está na disputa do Pan-Americano, também não jogará.

foto sport 4

TV Replay, o que é bom se repete!

Náutico: Timbu cria chances, mas peca nas finalizações; Fla teve poucas oportunidades, mas se classificou!

Nesta quarta-feira (15), o Náutico recebeu o Flamengo na Arena Pernambuco, em jogo válido pela terceira fase da Copa do Brasil. O Jogo valia vaga para as oitavas de final da Competição. Com a vitória por 2 x 0 o Fla se classificou. Com a derrota o Timbu deu adeus a competição nacional. Os gols foram feitos por Jorge e Paolo Guerreiro.

01

No primeiro tempo, a partida foi bem movimentada com chances para os dois lados. O inicio da partida foi bem equilibrada e com o passar do tempo o time rubro negro foi tomando conta do jogo. O time começou a criar mais oportunidades e defensivamente bem postado, impedia o Náutico de chegar à frente. O que mais dificultava para o Timbu era o excesso de passes errados, que muitas vezes impedia o contra-ataque.

02

No segundo tempo, o Flamengo veio com a estratégia de acelerar o jogo e logo no início da segunda etapa abriu o placar. Em uma triangulação, Emerson Sheik mandou na área, Everton cruzou para trás e Jorge dominou e chutou, fazendo o primeiro gol dos cariocas. Logo após, o Fla recuou um pouco, porém, o Timbu não conseguia sair jogando com a bola, apostando no passe longo. O Náutico chegou a ter uma boa chance de fazer o gol de empate, mas o goleiro do Fla segurou.

03

Com o passar do tempo o Timbu continuava a pressionar; adiantou a marcação e buscou ir pra cima. Mas foi o rubro negro que ampliou. Em um contra-ataque, Marcelo Cirino saiu rápido pela direita, viu Guerreiro dentro da área e mandou para o atacante, que não perdoou. Flamengo 2 x 0.

04

E acabou para o Timbu. Com a derrota por 2 x 0, o time deixa a Copa do Brasil. Mesmo tendo perdido o jogo, não se pode dizer que o alvi rubro tenha feito uma partida péssima, pois o time teve várias chances, mas pecou na finalizações. Isso foi o diferencial do Fla, quando teve a oportunidade, não desperdiçou.

05

Ficha do Jogo: 

Náutico:  Júlio César; Guilherme (Josimar), Diego, Fabiano Eller e Fillipe Soutto; João Ananias, William Magrao, Marino e Rogerinho (Renato); Stéfano Yuri (Bergson) e Douglas. Técnico: Lisca.

Flamengo:  César; Pará, Marcelo, Wallace e Jorge; Jonas (Marcelo Cirino), Cáceres (Márcio Araújo), Canteros e Éverton (Arthur Maia); Emerson Sheik e Paolo Guerrero. Técnico: Cristóvão Borges.

Arbitro: Cláudio Francisco Lima e Silva. Assistentes:  Luís Carlos Bezerra, Lorival Flores. Gols: Jorge (05′ do segundo tempo); Paolo Guerreiro (31′ do segundo tempo). Cartões Amarelos:  Fillipe Soutto, Emerson Sheik, Éverton, Jorge, Pará, Marcelo Cirino, Cáceres.

TV Replay, o que é bom se repete!

Náutico: Timbu joga na Arena Pernambuco contra o Flamengo, buscando um simples empate para se classificar!

Nesta quarta-feira (15), o Náutico enfrenta o Flamengo pela Copa do Brasil, para tentar chegar as oitavas de final da competição. As duas equipes vivem momentos distintos no Campeonato Brasileiro. O Timbu na Série B, vive boa fase, está no G4 e venceu o último Clássico que jogou contra o Santa Cruz, sábado passado. Já o Mengão, na Série A, vai de mal a pior e beira a zona de rebaixamento.

O primeiro jogo terminou em um empate por 1 x 1, para o Timbu se classificar precisa de um empate por 0 x 0, caso o placar se repita 1 x 1 a decisão irá para as penalidades. Para o flamengo passar, ele tem que empatar pelo menos de 2 x 2. Obviamente quem vencer estará classificado.

nau

A vitória contra o rubro negro hoje, reafirmaria a boa fase vivida pelo Náutico e também daria uma grande ajuda aos cofres, pois caso passe receberá 600 mil reais.

Para o jogo, o timbu terá vários desfalques, o zagueiro Ronaldo Alves, Gil Mineiro e Hiltinho, de última hora Gastón Filgueira foi cortado por suspensão pelo terceiro cartão amarelo. Pelo lado do Flamengo, o time carioca vem com dois reforços, Emerson Sheik e Paolo Guerreiro, que ficaram de fora na última partida contra o Corinthians por questões contratuais.

nau 2

Para o torcedor que irá ao estádio, o Departamento de Estradas e Rodagens divulgou uma novidade: as cinco lombadas eletrônicas localizadas na BR-232 entre os km 6,2 e 9,2 no Curado, foram desligadas a partir das 17h de hoje (15). O trecho é um dos acessos à Arena Pernambuco. Os equipamentos serão religados momentos após o término da partida, à 1 hora da madrugada desta quinta-feira (16).

TV Replay, o que é bom se repete!

Náutico: Jogar sem técnico não atrapalha, e Timbu arranca o empate no Maracanã

Nesta quarta-feira (27), Flamengo e Náutico jogaram no Maracanã pela terceira fase da Copa do Brasil. O empate em 1 x 1, não foi o pior resultado para o Timbu, que agora joga em casa para definir a sua classificação para as oitavas de final da competição, precisando de um empate por 0 x 0 para se classificar. Os gols do jogo foram marcados por Wallace e Douglas.

foto reprodução

foto reprodução

No primeiro tempo, a proposta do Náutico foi mais defensiva e essa estratégia deu certo, a equipe rubro negra não conseguia assustar o Timbu que estava precavido na defesa e saia rápido para o ataque. Willian Magrão mandou uma bola na trave, essa foi a primeira grande chance do Náutico.

Porém, essa foi a única grande oportunidade do Timbu marcar no primeiro tempo. Depois dos vinte minutos, o Flamengo foi melhor, teve várias chaces de marcar. E o gol do rubro negro carioca veio com quarenta e três minutos, depois de escanteio cobrado, Cáceres acerta a trave, na sobra Wallace de cabeça manda para as redes.

foto reprodução

foto reprodução

No segundo tempo, a postura do Náutico foi a mesma, o time pernambucano priorizava a marcação, mas, não conseguia sair para o contra-ataque, faltava velocidade para isso. E o Flamengo perdia chances de marcar. Canteros perde grande oportunidade aos vinte e um minutos, depois de tabela dentro da área, na hora do chute ele manda para fora.

Aos trinta minutos de jogo, gol de empate do Náutico. Marino manda para Douglas dentro da área que entre a zaga acha espaço para o chute, empatando a partida para o Náutico 1 x 1. Depois do gol de empate nada de lances de perigo para nem uma das equipes.

foto reprodução

foto reprodução

Ficha do Jogo:

Flamengo:  Paulo Victor; Pará, Wallace, Bressan e Armero; Víctor Cáceres, Héctor Canteros e Almir (Márcio Araújo); Paulinho, Alecsandro e Arthur Maia (Matheus Sávio). Técnico: Jayme de Almeida .

Náutico: Júlio César; Guilherme, Flávio, Fabiano Eller e Gastón Filgueira; João Ananias, Marino, Willian Magrão (Bruno Alves) e Pedro Carmona (Renato); Douglas e Rogerinho (Josimar). Técnico: Lisca.

Arbitro: Francisco Carlos do Nascimento. Assistentes:  Marcelo Carvalho Van Gasse, Guilherme Dias Camilo. Gols: Wallace (43′ do primeiro tempo); Douglas (30′ do segundo tempo). Cartões Amarelos:  Armero, Paulinho, Matheus Sávio, Gastón Filgueira e William Magrão.

TV Replay, o que é bom se repete!

Sport: Com vitória o Leão fica perto de continuar na Copa do Brasil, mas com isso não terá Sulamericana!

Nesta quarta-feira (20), Sport recebeu o Santos na Ilha do Retiro, em partida válida pela terceira fase da Copa do Brasil. Para chegar até esta fase, o Leão derrotou o Cene e  a Chapecoense. Agora a tarefa seria mais difícil, o Sport iria enfrentar um gigante do futebol brasileiro. Mas com a vitória de 2 x 1 conquistada pelos rubro negros, dará mais tranquilidade ao time de Eduardo Baptista para a próxima partida.

foto reprodução

foto reprodução

O primeiro tempo começou a todo vapor, logo aos três minutos de jogo o Sport abriu o placar com Régis; após pressionar a saída do Santos o Leão toma a bola, que fica com Vitor ele manda na área, Régis bate colocado fazendo Sport 1 x 0. O time da casa depois do gol continuou dominando as ações do jogo. Teve grande chance aos sete minutos para ampliar.

Mas foi o Peixe que fez o gol, aos vinte e três minutos do primeiro tempo, Lucas Lima depois de um bom contra-ataque, ele recebe na frente do goleiro, toca sutilmente na saída de Danilo Fernandes para empatar a partida.

foto reprodução

foto reprodução

No segundo tempo, as ações do jogo estavam mais equilibradas, houveram chances para os dois lados. Porém o Santos foi quem mais assustou, aos dezoito minutos, depois do chute de Victor Ferraz, a defesa do Leão interrompe a passagem da bola evitando o que seria o segundo gol do Peixe.

Com vinte e dois minutos, novamente grande chance do Santos, Lucas Lima obriga o goleiro rubro negro a fazer grande defesa. O Sport veio ter oportunidade de fazer o gol com Renê. Aos vinte e oito minutos, Régis manda para Renê que com tranquilidade empurra a bola para as redes, Sport 2 x 1.

foto reprodução

foto reprodução

Depois do segundo gol do Leão, o jogo perdeu seu ritmo e nem um dos times teve mais grandes chances de marcar mais um gol. Agora na Vila Belmiro, o Sport jogará pelo empate para ir as oitavas de final da competição. Já o Santos precisa vencer por pelo menos 1 x 0, ou vencer por dois gols em qualquer outro resultado.

Próxima partida do Sport será contra o Coritiba na Ilha do Retiro, domingo (24), pelo Campeonato Brasileiro. O Santos jogará contra a Chapecoense também no domingo pelo Campeonato Brasileiro.

Ficha do Jogo: 

Sport: Danilo Fernandes; Vitor, Ewerton Páscoa, Durval e Renê; Rithely, Wendel, Neto Moura (Willian) e Régis (Danilo); Mike e Joelinton (Ítalo). Técnico: Eduardo Baptista.

Santos: Vladimir; Victor Ferraz, Werley, David Braz e Chiquinho; Valencia (Elano), Renato e Lucas Lima; Geuvânio (Gabriel), Ricardo Oliveira e Robinho (Lucas Crispim). Técnico: Marcelo Fernandes.

Arbitro: Claudio Francisco Lima. Assistentes: Victor Oliveira Cruz,  Eric Nunes Costa. Gols: Régis (3′ do primeiro tempo); Lucas Lima (23′ do primeiro tempo); Renê (28′ do segundo tempo). Cartões Amarelos: Joelinton, Mike, Robinho, Lucas Lima, Ricardo Oliveira.

TV Replay, o que é bom se repete!

Sport: Leão na Ilha devolve o placar do jogo anterior para a Chapecoense, sofre mas se classifica!

Nos 110 anos do Sport, quem ganhou o presente foi a torcida. Nesta quarta-feira (13), Sport e Chapecoense jogaram pela Copa do Brasil na Ilha do Retiro, o jogo valia vaga para a terceira fase do torneio. No jogo anterior o time da Chapecoense havia vencido por 2 x 0 o Leão. Para se classificar o time pernambucano precisaria vencer com pelo menos três gols de diferença.

foto reprodução

foto reprodução

No primeiro tempo, as equipes não criaram muitas chances de gol, em todo primeiro tempo não houve uma jogada que pudesse resultar em gol. O lance de maior perigo foi da Chapecoense aos nove minutos quando Gil bateu cruzado levando perigo a meta de Magrão. Os times ficaram muito presos a marcação. O Sport precisava de gols, mas, foi o time da Chapecoense que teve mais oportunidades de abrir o placar no primeiro tempo.

2015_chapecoense_x_sport_copa_do_brasil_560_1

No segundo tempo, a postura do Sport continuou a mesma, até aos sete minutos, quando Diego Souza em um chute de fora da área levou perigo. O Leão vinha tendo muitas dificuldades para chegar a área adversária.  Só que de tanto tentar o rubro negro conseguiu, aos vinte e dois minutos, Mike recebe a bola dentro da área e consegue finalizar, fazendo assim o primeiro gol do jogo. Sport 1 x 0. Pouco depois de ter feito o gol, pênalti marcado para o Sport.

foto reprodução

foto reprodução

Rafael Lima derruba Wendel dentro da área, Diego Souza vai para a cobrança, ele cobra bem e amplia para o Leão, 2 X 0. Agora o Sport igualava o placar total da disputa com a Chapecoense. 2 x 2. Com esse resultado a decisão iria para as penalidades, e foi assim que terminou no tempo normal. O Sport não conseguiu chegar ao placar que lha levasse direto para próxima fase da Copa do Brasil, mas, conseguiu igualar o placar do jogo anterior onde perdeu por 2 x 0. Com isso a decisão foi para os pênaltis.

foto reprodução

foto reprodução

As cobranças começam com o time da Chapecoense, Camilo vai para a cobrança e marca o primeiro da Chapecoense. Em seguida Diego Souza para o Sport, ele cobra e marca. Hyoran, novamente para a Chapecoense, ele cobra no cantinho Magrão foi na bola, mas não conseguiu evitar o gol. Chapecoense 2 x 1. Samuel cobra novamente para o Sport, ele bate na esquerda, o goleiro vai para a direita, placar igual 2 x 2. Bruno Rangel, cobra rasteiro, Magrão acerta o canto e pega a cobrança. Wendel converte para o Sport, que ficou na frente na disputa. 3 x 2. Maranhão vai cobrar para Chapecoense, ele perde a cobrança, manda para fora. Agora era a vez do Sport, Vitor iria para a cobrança, se ele fizesse o Leão estaria classificado, e ele fez, bateu rasteiro sem chances para o goleiro. Sport classificado na Copa do Brasil. 4 x 2 nos pênaltis.

Ficha do Jogo:

Sport: Magrão; Oswaldo (Mike), Ewerton Páscoa, Durval, Renê; Rodrigo Mancha (Wendel), Rithely, Régis (Vítor), Diego Souza; Joelinton, Samuel. Técnico: Eduardo Baptista.

Chapecoense: Danilo; Apodi (Bruno Rangel), Rafael Lima, Vilson, Dener Assunção; Elicarlos (Hyoran), Gil, Abuda, Camilo; Ananias (Maranhão), Roger. Técnico: Vinícius Eutrópio. 

Arbitro: Caio Max Augusto. Assistentes: Luiz Carlos Bezerra, Ubiratan Bruno Viana. gols: Mike (22′ do segundo tempo); Diego Souza (26′ do segundo tempo). Cartões Amarelos: Mike, Apodi, Rafael Lima, Elicarlos, Gil, Camilo, Roger.

TV Replay, o que é bom se repete!

Sport: Em partida apagada Leão se complica na Copa do Brasil

Quarta-feira (06), se enfrentaram pela Copa do Brasil, Chapecoense e Sport, no jogo da ida na Arena Condá, a Chapecoense venceu o Leão por 2 x 0. Próxima quarta quando acontece o segundo jogo na Ilha do Retiro, para se classificar o Sport vai precisar fazer três gols. Caso haja  empate, a vantagem e da Chapecoense.

foto divulgação

foto divulgação

Em um jogo onde houve muitos erros das duas equipes, o Sport buscou jogar no contra-ataque, só que  mais uma vez o setor de criação rubro negro não funcionou bem.

No primeiro tempo, as equipes não conseguiram desenvolver um bom futebol, poucas chances de gol. Apenas duas finalizações uma para cada lado, o único lance de perigo do Sport foi depois dos quarenta minutos de bola rolando, em um chute de Élber de fora da área. Antes aos vinte e três minutos a Chapecoense tinha tido um lance de perigo com Bruno Rangel.

foto divulgação

foto divulgação

No segundo tempo, aos vinte e oito minutos, o time da casa faz seu primeiro gol, Camilo toca para Hyoran dentro da área chutar cruzado sem chances para Magrão. Chapecoense faz 1 x 0. Logo depois aos trinta e quatro minutos, em um lance parecido com o primeiro gol, Bruno Rangel deu passe para Maranhão, que chuta cruzado e amplia a vantagem da Chapecoense, 2 x 0.

foto divulgação

foto divulgação

O Sport veio ter uma chance clara de gol aos trinta e seis minutos do segundo tempo, Régis cobra falta Oswaldo desvia a bola que passa reste a trave.  Fora isso mais nada na partida. O Sport foi surpreendido em dois lances, o time da casa aproveitou a má atuação dos rubro negros e abriu grande vantagem para o jogo da volta.

O próximo jogo do Sport será na Ilha do Retiro domingo (10) contra o Figueirense pelo Campeonato Brasileiro.

Ficha do Jogo:

Chapecoense: Danilo; Apodi, Rafael Lima, Vilson e Dener; Elicarlos, Gil, Maylson (Hyoran) e Camilo (Wanderson); William Barbio (Maranhão) e Bruno Rangel. Técnico: Vinícius Eutrópio.

Sport:  Magrão; Oswaldo, Ewerton Páscoa, Durval e Renê; Rithely, Rodrigo Mancha, Wendell (Mike) e Élber; Samuel (Régis) e Joelinton. Técnico: Eduardo Baptista.

Arbitro: Igor Benevenuto. Assistentes: Márcio Santiago, Marcus Vinícius Gomes. Gols: Hyoran (29′ do segundo tempo); Maranhão (34′ do segundo tempo). Cartões Amarelos: Vílson, Régis, Maranhão, Ewerton Páscoa, Joelinton, Rodrigo Mancha e Oswaldo.

TV Replay, o que é bom se repete!

Náutico: Timbu avança na Copa do Brasil e agora enfrenta um gigante do futebol brasileiro

Quarta-feira (30), o Náutico venceu o Jacuipense-BA pela Copa do Brasil por um placar de 2 x 0. Com esse resultado o Timbu eliminou o jogo da volta que seria na Arena Pernambuco, próxima terça-feira (05.05), e assim está classificado para a terceira fase da competição. Seu próximo adversário será o Flamengo; o rubro negro eliminou o Salgueiro na fase anterior. A data desse jogo ainda não foi definida.

Os gols do Timbu saíram no segundo tempo, Josimar e Patrick Vieira, foram os artilheiros da partida.

foto reprodução

foto reprodução

No primeiro tempo de jogo, nada de emoção, um início apático, show de passes errados e falta de criação das duas equipes. O Náutico no começo da partida ainda teve chace de marcar com Josimar que adiantou demais a bola e perdeu o tempo de jogo, perdendo assim a primeira oportunidade de gol do Náutico. Aos dezesseis minutos uma chance para os donos da casa, Marclei chuta de fora e leva perigo a meta do Náutico.

foto: Timbunet

foto: Timbunet

No segundo tempo, logo aos cinco minutos, o Timbu abre o placar, Mariano cruza para área, a bola chega a Josimar que manda para as redes, Náutico 1 x 0. Pouco tempo depois aos onze minutos Patrick Vieira, desta vez Renato manda para o meia alvirrubro que bate forte de pé esquerdo, ampliando a vantagem do Náutico 2 x 0. O Jacuipense tem boa chance de fazer seu gol em uma falta cobrada por Bruno Silva, Julio César dá rebote mais o Jacuipense desperdiça.

foto: site oficial

foto: site oficial

Depois não teve mais muita coisa no jogo, o Náutico só administrou o placar e segurou o Jacuipense, que com a derrota por 2 x 0, está fora da Copa do Brasil.

Ficha do Jogo: 

Jacuipense:  Pezão; Dimas (Jô), Uesles e Bruno Silva; Tiago Lima, Ananias, Edcarlos e Maxwell (Pedro Henrique); Nadson (Meidison) e Marclei. Técnico: Clebson Beleza.

Náutico: Júlio César; Guilherme, Diego, Niel e Gastón Figueira; João Ananias, Marino, Bruno Alves (Anderson Preto) e Patrick Vieira; Renato (Jefferson Nem) e Josimar (Stéfano Yuri). Técnico: Lisca.

Arbitro: Cleisson Veloso Pereira. Assistentes: Marconi Helbert, Wesley Moreira. Cartões Amarelos: Tiago Lima; Luciano; Gastón; Niel. Expulsão: Pezão, Lisca. Gols: Josimar (5′ do segundo tempo), Patrick Vieira (11′ do segundo tempo).

TV Replay, o que é bom se repete!

Caruaru-PE: Elenco do Central não treinou e não concentrou, mas vai entrar em campo hoje contra o Sport

O elenco do Central se recusou a participar do coletivo apronto e a concentrar devido o atraso no pagamento da folha salarial do mês de Março, nesta terça-feira (28.04), mas, promete entrar em campo ás 20h de hoje diante do Sport, no Estádio Luiz José de Lacerda (Lacerdão), em Caruaru, buscando um bom resultado no 1º jogo do confronto que vai definir o 3º colocado do Campeonato Pernambucano 2015, e consequente, definirá o clube que vai representar o estado nas Copas do Brasil e do Nordeste em 2016.

Mesmo com todos os problemas o técnico Humberto Santos preferiu fazer mistério sobre qual formação utilizar, mas a provável escalação do Central deve ser: Beto; Fabinho, Sinval, Natan e Jailton; Erick, Jucemar Gaúcho, Fernando Pires, Juninho Silva; Candinho e Róger.

Os zagueiros André Lima, lesionado no joelho esquerdo, e Matia Binatti, com uma lesão na coxa direita, além de Éverton, expulso na última partida, não enfrentam o Sport.

Pelo menos uma notícia boa. O meia Juninho Silva volta de suspensão e deverá voltar ao time titular.
Ingressos: R$ 30,00 (arquibancada), R$ 15,00 (estudantes e sócios) e R$ 50,00 (cadeiras)

No Sport, sem poder contar com Vitor, suspenso, o técnico Eduardo Baptista escolheu Oswaldo para o setor. Com isso, a tendência é que o Sport entre em campo com Magrão; Oswaldo, Durval, Ewerton Páscoa e Renê; Rithely, Neto Moura (Wendel), Elber e Diego Souza; Samuel e Felipe Azevedo.

1 2

TV Replay, o que é bom se repete!

Futebol: O Flamengo volta ao interior nesta quarta-feira (22.04). Sabe qual foi a primeira vez que ele esteve aqui?

Quarta-feira (22) se enfrentam pela Copa do Brasil, Salgueiro e Flamengo, às 22h. no estádio Cornélio de Barros. Esse jogo vem mexendo com os ânimos de todo interior de Pernambuco, porque não é sempre que o rubro-negro vem ao interior do Estado. Sabe qual foi a primeira vez que o Flamengo veio  jogar no interior de Pernambuco? Foi em 1986, o Flamengo jogando contra o Central pelo Campeonato Brasileiro, não levou boas lembranças do interior, perdeu o jogo por 2 x 1, em sua primeira passagem pelo interior pernambucano.

foto reprodução

foto reprodução

fla

A expectativa do jogo não passa apenas pelos torcedores do Carcará, o torcedor rubro- negro da região, espera ansioso para o jogo. Caravanas sairão para o Sertão de Pernambuco, muitos dos torcedores irão acompanhar pela primeira vez o time do coração de perto.  E não são poucos os torcedores do Flamengo no Nordeste, pesquisa recente aponta que ele tem a preferência dos nordestinos, são 22% os que torcem pelo time.

Os ingressos para o jogo começaram a ser vendidos por R$ 100,00 e próximo do confronto esse valor irá subir para R$ 200. Serão disponibilizados doze mil ingressos para os torcedores. O jogo é tratado como o maior da história do Carcará.

E o arbitro para essa partida será Guilherme Ceretta de Lima de São Paulo e os assistentes serão Danilo Ricardo Simon e Fabio Rogério Baesteiro, também de São Paulo.

foto: apitonacional

foto: apitonacional

Conheça o arbitro que vai apitar o jogo:

Ele foi o árbitro do 100° gol de Rogério Ceni, e já apitou a final do Campeonato Paulista 2013. Pegou fama não pelo belo trabalho nos gramados, mas, pela sua profissão paralela a de modelo.

O jogo é válido pela segunda fase da Copa do Brasil, e se o Salgueiro perder com mais de dois gols de diferença não acontecerá o jogo da volta marcado para o dia 13.05, no Rio de Janeiro.

TV Replay, o que é bom se repete!

Sport: Leão goleia na Ilha e se classifica, mas torcida não compareceu

Quinta-feira(15), o Sport fez o jogo da volta pela Copa do Brasil, contra o Cene-MS, na Ilha do Retiro, e venceu a partida por 4 x 1. No primeiro jogo já tinha vencido por 2 x 1, e poderia empatar ou até perder por 1 x 0 que estaria classificado. Mas com a vitória nesse jogo, o time de Eduardo Baptista se classifica e agora foca apenas no Pernambucano.

foto reprodução

foto reprodução

O Leão teve total domínio do jogo, não precisou de muito esforço para dominar o deficiente time do Cene. E o Sport começou a goleada aos quinze minutos, Rithely receber a bola em um lançamento de Régis, domina no peito e bate no cantinho. O rubro negro não parou de pressionar o adversário em nenhum momento e chegou novamente ao gol aos trinta e sete minutos, Régis, após sobra de bola na área, bate de pê direito e marca Sport 2 x 0.

foto reprodução

foto reprodução

Não demorou muito, e aos quarenta e três minutos, Felipe Azevedo , em um pênalti que o zagueiro corta a bola com o braço, marca o terceiro do Sport, ele bate firme, no alto. Sport 3 x 0, sem muitas dificuldades.

No segundo tempo, o Leão diminui o ritmo, e é surpreendido pelo Cene, que não tinha chegado bem ao ataque o jogo inteiro, mais, chegou aos oito minutos do segundo tempo ao gol, após passe de Thiaguinho, Pavão parte em velocidade e bate na saída de Magrão.

foto: Ricardo Fernandes/DP

foto: Ricardo Fernandes/DP

Depois do gol sofrido, o Sport volta a atuar no ataque e chega a mandar uma bola na trave com Régis, um minuto após ter sofrido o gol. Aos trinta e três do segundo tempo, o jovem meio-campo Neto Moura deixa sua marca, faz um belo gol, em chute de longa distância e dá números finais a partida, Sport 4 x 1 no Cene.

Agora na Copa do Brasil o Sport enfrenta a Chapecoense pela segunda fase da competição. Mas antes, enfrenta o Salgueiro domingo 19.04, fora de casa, pelo Campeonato Pernambucano.

Ficha de Jogo:

Sport:  Magrão, Vitor, Oswaldo, Durval e Renê, Rithely (Neto Moura), Wendel (Rodrigo Mancha), Régis e Élber (Samuel), Felipe Azevedo e Joelinton. Técnico: Eduardo Baptista.

Cene: Guilherme; Cafu, Saulo, Naka e Prego (Baiano); Buru, Pavão e Igor; Thiaguinho (Washington), Marcelo Tevez e Coruja (Lennon). Técnico: Denilson Rafaine.

Arbitro: Bruno Arleu de Araujo. Assistentes: Luiz Claudio Regazone, Rodrigo Pereira Joia. Gols:  Rithely (14′ do primeiro tempo); Régis (aos 37′ do primeiro tempo); Felipe Azevedo (aos 43′ do primeiro tempo); Pavão (aos 8′ do segundo tempo); Neto Moura (33′ do segundo tempo). Cartões Amarelos: Naka , Oswaldo , Régis  e Washington.

TV Replay, o que é bom se repete!

Náutico: Timbu faz o dever de casa, vence o jogo e sai classificado

Quarta-feira (15), o Timbu venceu na Arena Pernambuco o time do Brasília por 2 x 0, e está classificado para a segunda fase da Copa do Brasil. No jogo da ida o Náutico havia vencido a partida por 1 x 0. Para classificar-se precisava apenas de um empate, mas a vitória deu confiança ao grupo que vinha de duas eliminações.

repro

foto reprodução

Desde o começo da partida o Náutico tomava conta do jogo, teve várias chances de fazer gols desperdiçadas. O time jogava em cima do Brasília e o gol saiu aos doze minutos de jogo, após cobrança de escanteio do Náutico, o zagueiro André do time do Brasília , colocou a bola para dentro, fazendo um gol contra, 1 x 0 para o Timbu.

foto reprodução

foto reprodução

Até os quinze minutos de jogo, a única chance do Brasília foi com Giba, que recebeu um bom passe, mas, mandou a bola para longe. Fora esses, os times não protagonizaram grandes lances no primeiro tempo.

No segundo tempo, o Náutico continuou perdendo chances, mas atacava a todo instante o seu adversário. O time errou muitos chutes, passes, e o placar não condiz com o que o Náutico conseguiu produzir na partida. Apesar das chances terem sido criadas os homens de frente não conseguiam finalizar certo.

foto reproduçao

foto reproduçao

O segundo gol do Náutico, saiu aos quarenta minutos do segundo tempo, novamente em um escanteio só que dessa vez estava lá um jogador alvirrubro  para marcar. Anderson Preto, após cobrança. cabeceia para o gol e faz Náutico 2 x 0.

Agora o Timbu aguarda para descobrir quem será seu adversário na próxima fase, pode ser, o Jacuipense-BA ou o Paraná.

Ficha do Jogo:

Náutico: Júlio César; Guilherme, Niel, Diego e Gastón; João Ananias, Marino, Bruno Alves (Bruno Alves), Patrick Vieira; Renato (Anderson Preto) e Yuri (Jefferson Nem). Técnico: Lisca.

Brasília: Arthur; Fernando (Kleber), Índio, André e Makeka; Santos, Héverton, William e Werick (Morais); Giba e Gizo (Fernandinho). Técnico: Luiz Carlos Souza.

Arbitro: Renan Roberto de Souza . Assistentes: Nailton Junior de Sousa Oliveira, Kildenn Tadeu Morais de Lucena . Gols: André (contra), (12′ do primeiro tempo); Anderson Preto (40′ do segundo tempo). Cartões Amarelos: Renato, Guilherme e Gastón Filguera ; Héverton, Santos e Giba .

TV Replay, o que é bom se repete!

Sport: Leão procura focar no estadual, para não ficar sem títulos esse semestre

A equipe rubro negra desembarcou ontem no Recife, depois da derrota para o Bahia por 3 x 2 em Salvador, pela Copa do Nordeste. Com a derrota o Leão foi eliminado do torneio e perdeu a chace de disputar a final contra o Ceará. Além do prejuízo que o time teve no planejamento para temporada, existiu também um prejuízo financeiro.

foto reprodução

foto reprodução

Se o Sport chegasse a final, sendo campeão, ganharia R$ 1,5 milhão. Apesar do time ter arrecadado bem nessa Copa do Nordeste, perdeu a chance de fazer caixa nesse início de temporada.

Mas, passada essa derrota amarga para o Bahia, a ordem no Sport é esquecer, tanto a derrota no jogo, quanto o que deixou de ganhar em dinheiro. O foco agora é em outra semi final, a do Campeonato Pernambucano, que o Sport fará contra o Salgueiro. E o primeiro jogo está marcado para o dia 19.04, em Salgueiro.

foto: Site oficial

foto: Site oficial

Esse jogo é de muita importância para o Leão, porque o Campeonato Pernambucano é o único título que ele pode ganhar nesse semestre, já que está fora da Copa do Nordeste, então todo foco do time estará voltado para o estadual, o rubro negro deverá tomar muito cuidado com o Carcará, que sempre é um time muito forte jogando em casa, e já eliminou o seu rival Náutico duas vezes esse ano jogando em seus domínios.

foto: assessoria de imprensa

foto: assessoria de imprensa

Portanto, antes desse jogo contra o Salgueiro, o Sport tem um compromisso quinta-feira (16) às 20.50h, pela Copa do Brasil, joga em casa contra o Cene, pelo jogo da volta da Copa do Brasil. Jogando fora o Sport venceu por 2 x 1, agora em casa pode perder até por um gol de diferença que está classificado.

TV Replay, o que é bom se repete!

 

Náutico: Mesmo com jogo fraco, Timbu vence, e agora decide classificação em casa

O Timbu estreou nesta quinta-feira(2), pela Copa do Brasil. O jogo aconteceu em Taguatinga-DF, contra o Brasília. O resultado foi magro, 1 x 0, mas, refletiu o que os dois times fizeram em campo. Com a vitória, o Náutico tem a vantagem do empate para o próximo jogo, que acontecerá dia 15.04, na Arena Pernambuco.

foto reprodução/Agif

foto reprodução/Agif

No primeiro tempo, jogo fraco tecnicamente; a bola, não chegava ao ataque, os times não se arriscavam e tocavam bola só de lado, sem muita objetividade na partida. Foi só aos dezenove minutos, que aconteceu uma boa jogada do Náutico. David cruzou, Pedro Carmona erra o chute, David na sobra, manda para fora. Do lado do Brasília, Índio, tem uma chance, mas, cuta pra fora. No Náutico, Bruno Alves chuta raspando a trave. O Brasília, ainda teve uma boa jogada com Héverton, que manda por cima do gol de Júlio César, a bola passa perto do travessão. Fora isso mais nada no primeiro tempo.

foto reprodução/DP

foto reprodução/DP

Na segunda parte, o Timbu volta mais aceso. E logo aos seis minutos do segundo tempo, abre o placar com Pedro Carmona. Num erro da defesa do Brasília, que sai jogando errado, Pedro Carmona aproveita, e chuta de fora da área, fazendo Náutico 1 x 0.

foto reprodução/DP

foto reprodução/DP

Depois do gol o Timbu, reduz o volume de jogo e começa a errar passes, dando oportunidade assim ao Brasília, que veio para cima do Náutico. O Alvirrubro passou a jogar apenas nos contra ataques. No finalzinho do jogo, um susto, Santos entra na área do Náutico e solta uma bomba, mas, Júlio César, foi seguro e salvou o Náutico.

Mesmo sem fazer um bom jogo, o resultado foi importante para o Náutico, que agora joga por um empate, em casa. O jogo de volta acontece dia 15.04, e quem se classificar, enfrenta ou o Paraná ou Jacuipense-BA. Na próxima fase.

Ficha técnica:

Brasília: Arthur; Paulo Ricardo, Índio, André e Makeka; Pedro Ayub (Anjinho), Héverton, William e Werick (Fernandinho); Giba e Bruno Moraes (Santos). Técnico: Luiz Carlos Souza.

Náutico: Júlio César; David, Niel, Hélder, Gastón Filguera e Piauí (Renato); João Ananias, Guilherme (Anderson Preto) e Fillipe Soutto; Bruno Alves e Pedro Carmona (Stéfano Yuri). Técnico: Lisca.

Arbitro: Eduardo Tomaz Valadão. Assistentes: Bruno Raphael Pires, Edson Antônio de Sousa. Gols: Pedro Carmona (6′ do segundo tempo). Cartões Amarelos: Bruno Alves, Guilherme, André, Weric e Paulo Ricardo. Local: Estádio Serejão.

TV Replay, o que é bom se repete!

Sport: Mesmo com a vitória, Leão falha, e não elimina o jogo da volta

O Sport estreiou nesta quarta-feira(01) pela Copa do Brasil, diante do Cene-MT, fora de casa. Apesar da vitória por 2 x 1, o time rubro negro sai com um sabor amargo da partida, porque se tivesse vencido com dois gols de diferença, teria eliminado o jogo da volta dia 16.04, na Ilha do Retiro. E isso era tudo que o Leão queria, eliminar o jogo da volta, podendo ter um descanso para as próximas decisões que terá no Pernambucano, e na Copa do Nordeste.

foto reprodução/DP

foto reprodução/DP

Na partida, o Sport confirmou sua superioridade em campo, teve domínio do jogo, um bom toque de bola e perdeu muitas chances de gols. O time não precisava de muito para chegar ao ataque. Apesar de estar com um time praticamente reserva, esses foram dando conta do recado, apesar da defesa ter dado alguns vacilos, e num desses saiu o gol do Cene.

foto: Aldemir Almeida/Futura Press

foto: Aldemir Almeida/Futura Press

Foi no primeiro tempo que saiu o gol do Sport, com Joelinton aos vinte e quatro minutos, numa jogada que após uma bela troca de passes recebeu a bola de Régis, e manda para o gol. Depois do gol do Sport o Cene tem boa chegada no ataque, mas, o goleiro do Sport foi bem.

foto reprodução/Vavel Brasil

foto reprodução/Vavel Brasil

Na segunda etapa, logo aos dois minutos de jogo, foi a vez de Régis marcar para o Leão. Ele entra na área e bate na saída do goleiro. Sport 2 x 0. Com esse resultado o Sport se classificava e eliminava o jogo da volta. Mas, aos dez minutos do segundo tempo, Marcelo Tevez, marcou para o Cene, em jogada aérea que a zaga Leonina falha, e o goleiro Danilo Fernandez não sai na bola, ele cabeceia para o fundo das redes.

Com esse resultado 2 X 1, dia 16.04, acontecerá novamente o encontro entre Sport e Cene, esse jogo decide a classificação. Agora na Ilha do Retiro, o Sport só precisa administrar a vantagem e assegurar sua vaga. Caso tivesse vencido por 2 x 0, o Leão já estaria classificado.

Ficha do Jogo:

Cene: Guilherme; Cafu, Naka, Saulo e Wesley (Igor); Buru, Pavão (Alexandre), Márcio (Coruja) e Thiaguinho; Marcelo Tevez e Prego. Técnico: Denílson Rafaine.

Sport:  Danilo Fernandes; Ronaldo (Wendel), Henrique Mattos, Oswaldo e Renê; Rithely, Rodrigo Mancha, Neto Moura e Régis (Ítalo); Samuel (Mike) e Joelinton. Técnico: Eduardo Baptista.

Arbitro: Alinor Silva da Paixão. Assistentes: Paulo Cesar Silva Faria, Fabio Rodrigo Rubinho. Gols: Joelinton (24′ do primeiro tempo); Régis (2′ minutos do segundo tempo), Marcelo Tevez (10′ minutos do segundo tempo). Local: Douradão, Mato Grosso do Sul.

TV Replay, o que é bom se repete!

Pernambucano 2013: Central vence Ypiranga mas não garante vaga na Copa do Brasil

Confira os gols (acima):

Ontem (20-02-2013), no estádio Lacerdão, o Central jogou contra o Ypiranga valendo a vaga na Copa do Brasil de 2014, porém, mesmo com a vitória por 2 x 1, a Patativa dependia de outro resultado, do jogo do Náutico contra o Belo Jardim, o time do Náutico que venceu por 3 x 2.

O Central tem o mesmo número de pontos que Náutico, 19 pontos, e o mesmo número de vitórias, mas no saldo de gol tinha um a menos, gol que fez muita falta para o Central.

O time Alvi-negro volta a jogar no próximo domingo, no Lacerdão contra o time do Belo Jardim.

Definidos os árbitros para os jogos de Sport e Nautico

Ontem foram sorteados os quintetos que irão conduzir as partidas dos clubes pernambucanos. No jogo do alvirubro contra o Atlético/GO, no sábado, Ricardo Marques Ribeiro será o juiz. Ele apitou recentemente dois jogos das semifinais da Copa do Brasil, o empate do Palmeiras com o Grêmio na partida de volta e a vitória do São Paulo em cima do Coritiba no jogo de ida. Nos dois jogos ele distribuiu quatro cartões vermelhos e dez amarelos.

No domingo, o carioca Pericles Bassol Pegado comandará o jogo da Ilha do Retiro. O último jogo que ele arbitrou na série A foi o empate entre Santos e Coritiba, onde sete cartões amarelos foram exibidos.

Atlético-GO x Náutico
Arbitro – Ricardo Marques Ribeiro – MG – FIFA
Assistente 1 – Márcio Eustaquio Santiago – MG – FIFA
Assistente 2 – Guilherme Dias Camilo – MG
Adicional 1 – Rafael dos Santos – MT
Adicional 2 – Wales Martins de Souza – DF

Sport x Corinthians
Arbitro – Pericles Bassol Pegado – RJ – FIFA
Assistente 1 – Jackson Massara dos Santos – RJ
Assistente 2 – Rodrigo Henrique Correia – RJ
Adicional 1 – Suelson França Medeiros – RN
Adicional 2 – Flávio Feijó de Omena – AL

Memória rubro-negra relembra vitória sobre Palmeiras na Copa do Brasil 2008

Não tinha como esquecer  tão fácil de uma conquista como foi a da Copa do Brasil de 2008. O Leão bateu naquele ano principais equipes do futebol brasileiro, inclusive o Palmeiras que é seu adversário nesta quarta-feira(06).

 

Depois de um empate de 0×0 em São Paulo, uma vitória simples classificaria o Sport para as quartas de final. Mas a vitória veio em melhor estilo: Sport 4×1 Palmeiras.