Agrestina-PE: Secretaria de Saúde conta com apoio da Faculdade ASCES na implantação do Projeto Águas do Agreste

A segunda-feira (10) foi marcada por acontecer na cidade de Agrestina, uma parceria entre a Secretaria de Saúde e a Faculdade Asces, onde o intuito é de implantar no município o Projeto “Águas do Agreste.”

Agua do AgresteO objetivo do Projeto é avaliar a qualidade da água distribuída pela Compesa. Serão recolhidas 300 amostras mensais pelo município e todas serão analisadas por estudantes e profissionais da Asces. Dois tipos de testes serão feitos, um deles é o microbiológico, para detectar bactérias patogênicas ao homem, que causam doenças como a tuberculose e a hanseníase, e o físico-químico, que detecta os níveis de cloro e turbidez da água. 

Agua do Agreste 01Cerca de 100 pontos de Agrestina serão avaliados, entre eles são escolas, creches, bares, restaurantes e unidades de saúde. Estiveram presentes no primeiro encontro de coleta o coordenador da Vigilância em Saúde, Efraim Naftali, o coordenador do Águas do Agreste, Dr. Agenor Jacome, e dois alunos da Asces que fazem parte do Projeto.

Agua do Agreste 03O projeto sócio-educacional Águas do Agreste foi  iniciado em 2008 e que visa a promoção da saúde, principalmente em escolas de nível fundamental do Agreste Pernambucano. Além disso, também avalia a qualidade dos alimentos, condições ambientais e higiênico sanitárias dos locais visitados. A ação intersetorial envolve a Faculdade Asces, Vigilância Sanitária e Secretarias Municipais de Saúde dos municípios do Agreste pernambucano. O Projeto conta com a participação de alunos dos cursos de Biomedicina, Farmácia, Engenharia Ambiental e Odontologia.

Agua do Agreste 02

Texto: DECOM

TV REPLAY, O QUE É BOM SE REPETE!