Blog de Airton Sousa: Jogos da oitava rodada do Hexagonal

A oitava rodada do Hexagonal irá acontecer nesse final de semana. No sábado, às 16 horas na Arena de Pernambuco, o Náutico com o time misto, vai enfrentar ao Belo Jardim. A intenção do técnico do time timbu, é preservar alguns jogadores para jogos mais difíceis do Campeonato.

Pelo lado do Náutico, a tranquilidade de saber que estará nas semi-finais da competição, em razão principalmente do regulamento, que favorece aos três clubes da capital. Por outro lado o Belo Jardim a exemplo do Central, apenas cumpre tabela, sem nenhuma perspectiva de chegar as semi-finais.

Portanto, um jogo sem atrativo nenhum para o torcedor, mesmo a Diretoria do Náutico tendo efetuado promoção no preço do ingresso. Porém é muito provável a certeza de um pequeno público na Arena de Pernambuco.

Enquanto isso, o clássico entre Sport e Santa Cruz, que acontece no domingo às 16 h, também é um clássico em que os treinadores, estão muito mais preocupados com a primeira partida das quartas de final da Copa do Nordeste, do que com o resultado da partida, onde o Santa Cruz é o segundo, e o Sport é o terceiro colocado.

Em razão do desinteresse do Estadual, e da importância da Copa do Nordeste, é quase certo que os dois times entrem em campo com jogadores reservas, ou os que compõe as divisões de base. Porém, mesmo assim espera-se que a rivalidade prevaleça e que os times possam valorizar o confronto. Não entendemos vantagem para nenhum dos dois lados.

Finalmente, num jogo que só serve para o Salgueiro manter a sua liderança no Hexagonal, teremos no Estádio Antonio Inácio de Sousa, o Central recebendo a equipe salgueirense. Sempre que se encontram, temos um jogo equilibrado, porém desta vez, o time patativa está bastante desfalcado e vem de uma goleada no último domingo, frente ao Santa Cruz.

Além de tudo, a única vitória Centralina, foi no mesmo Estádio, contra o time do Belo Jardim. O restante dos jogos foram todos de derrotas para o alvi-negro, e não é de se estranhar, diante da atual situação, que o Salgueiro venha a somar mais 3 pontos. É cada vez mais preocupante, a quantidade de fatos negativos que ocorrem no time da patativa do Agreste.

Blog de Airton Sousa: Clássico sem vencedor

Não sabemos até quando a Federação Pernambucana de  Futebol, vai continuar sem o planejamento necessário para uma tabela mais coerente do Campeonato  Estadual. É inadmissível que em plena quarta-feira de cinzas, na terra do frevo tenhamos um clássico entre duas equipes tão rivais, mesmo com a ideia do técnico Daniel Paulista de escalar, para alguns jogos do Estadual, o seu time reserva, ou alternativo, como queiram.

Tivemos um jogo bem movimentado no primeiro tempo, com o Náutico desenvolvendo um melhor futebol, e  taticamente mais encorpado. O time timbu teve cinco chances concretas de gol, contra três do time leonino. Já aos 4 minutos, a primeira chance com Tiago Silva; aos 7 minutos, com Marco Antonio; aos 16 minutos, uma cabeçada de Rodrigo Sousa, e finalmente, um pênalti de Rodrigo em David, aos 28 minutos. Erick cobra com categoria e coloca o Náutico na frente do placar.

A partir daí o Sport avança  um pouco, melhora a produção do meio de campo para o ataque, e aos 39 minutos, Neto Moura chuta uma bola de primeira, indefensável e empata o jogo, encerrando o primeiro tempo com o placar de 1 x 1. Destaca-se na primeira fase pelo Náutico, Marco Antonio, Erick e Manoel. Enquanto no Sport, não tivemos destaque  especial.

O segundo tempo começou co  o Náutico tendo a primeira chance aos 2 minutos com Agenor, Dudu chutando uma bola aos 26 minutos, e o Sport sem ter um bom trabalho na sua meia cancha, dificultando o rendimento dos atacantes. Muitas modificações aconteceram nas duas equipes, e somente aos 41 minutos, Fábio chuta uma bola perigosa, para uma boa defesa de Tiago Cardoso.

Quando tudo parecia estar definido, o Náutico sofre um pênalti aos 44 minutos e colocam o jogador André para a cobrança, aí aconteceu o que vem sendo repetido, André cobra mal, e permite que Tiago Cardoso evite que a bola entre. Placar final 1 x 1, para uma renda de R$ 58.425,00, e um público de 3.430 expectadores. Náutico e Sport voltam a se encontrar neste domingo(05), na Arena de Pernambuco, às 16 horas, também pelo Hexagonal.

Um ponto positivo, foi a arbitragem do desconhecido José Washington, que esteve muito bem, no campo técnico e disciplinar, ao lado de Elam Vieira e Ricardo Chianca.

Blog de Airton Sousa: Santa Cruz e Central jogam pelo Hexagonal nessa quinta-feira

Só a Direção da Federação Pernambucana de Futebol para entender, porque até agora, a Diretoria do Central e a imprensa, estão buscando justificativa para a realização do jogo contra o Belo Jardim, em plena quinta-feira à tarde, na cidade de Vitória de Santo Antão.

Um Campeonato deficitário técnica e financeiramente, desmotivado pelo nível e pela ausência do torcedor. Mesmo assim, a Federação entende que os clubes do interior estão bem sob o ponto de vista financeiro, ganhando dinheiro com a participação no Hexagonal e com o público se fazendo presente.

Fazer o quê? É a velha história, manda quem pode, obedece quem é doido. Nesse clima de desmotivação, o Central que até agora não somou um único ponto, enfrenta ao Belo Jardim, que pelo menos tem um ponto. Aí já faz a diferença.

À noite, pelo menos à noite, também dessa quinta-feira(02/03), o Santa Cruz quarto colocado do Hexagonal, enfrenta ao Salgueiro. Um jogo complicado e difícil para os dois times. Muito embora, dos três clubes da capital, o tricolor é o que mais evoluiu tecnicamente.

Não dá para apontar favorito, mesmo entendendo que jogando no Arruda, crescendo como está, o tricolor leva uma pequena vantagem sobre o Carcará. Porém, não é de causar surpresa, se o time Salgueirense vier  pregar um susto em pleno Arruda, aos comandados de Vinicius Eutrópio.