Blog de Airton Sousa: Clássico na Ilha nessa quarta-feira

Terminava o jogo no Ceará e logo o técnico Daniel Paulista, na coletiva, já adiantava que para o clássico contra o Náutico, pelo Hexagonal, iria colocar o  time misto, deixando os jogadores da Copa do Nordeste de fora. Nenhuma novidade, porque tem sido esse, o critério do treinador, para as duas competições.

Sendo assim, o time rubro-negro para enfrentar o Náutico nessa quarta-feira(01/03), será basicamente um misto com poucos titulares e a maioria de jogadores que o treinador pretende utilizar em um futuro não muito distante. Esse time vem jogando, vencendo, porém ainda não conseguiu conquistar a confiança da torcida.

Enquanto isso, o Náutico que vem de um empate pela Copa do Nordeste, na Arena de Pernambuco, contra o Campinense, pretende tirar proveito da escalação do adversário e tentar vencer o clássico, para levantar a confiança da torcida, em razão de que o alvi-rubro, dificilmente passa para a outra fase da Copa do Nordeste, e no Hexagonal, também não vem convencendo.

O técnico Milton Cruz, teve um tempo mais longo para conhecer e trabalhar o grupo. Pretende dar um novo sentido tático ao time, que vem falhando em todos os setores. Como o adversário, tecnicamente não vai colocar em campo o que tem de melhor, nos Aflitos, todos estão esperançosos de uma vitória.

Fica meio confuso para as duas torcidas. De um lado o Sport com o time misto ou reserva, deixando entender que não está ligando muito para o Estadual. Do outro lado, o Náutico que ainda não conseguiu a credibilidade da sua torcida e também quer mostrar a cara de um elenco com qualidade técnica. É aguardar para ver, quem erra menos nesse jogo que ainda pode ser chamado de ” Clássico em Pernambuco ” .

Blog de Airton Sousa: Faltou gol e sobrou pancadaria no clássico pernambucano

Provocações entre os jogadores, dias antes do jogo, apedrejamento do ônibus que conduzia o time leonino da lha do Retiro para o Arruda. No jogo, muitos cartões amarelos e um vermelho, além de uma arbitragem insegura, passando a todo instante do jogo, a intranquilidade de um árbitro que apesar de veterano, limitou-se ao longo do tempo a ser  apenas considerado razoável.

Isso foi  um lado do jogo com resultado de 1 x 1 para Santa Cruz e Sport. A partida começou com os jogadores tensos e nervosos, principalmente os atletas do time tricolor, que se deixaram levar pelas provocações dos adversários. Aos 15 minutos do primeiro tempo, Elicarlos deixa o campo contundido, e a opção do técnico era colocar um atleta com características de marcação, e entra Wellington César. Aí, o time tricolor sentiu a substituição e o Sport passou a ter espaços para jogar, aproveitando as deficiências do adversário, até que aos 40 minutos, Diego Sousa, que estava desaparecido no jogo, chuta de longe e faz um belo de gol, terminando o primeiro tempo com a vitória do Leão pelo placar de 1 x 0.

Início do segundo tempo, e o árbitro Sebastião Rufino Filho manda os dois treinadores para o vestiário, e começa tudo de novo. Dois minutos e a expulsão de André Luiz, por simulação de pênalti. O jogador já tinha cartão amarelo, tomou o vermelho e deixou o Santa Cruz em uma situação ainda mais complicada, porque estava na desvantagem no placar e com uma peça a menos.

Mais surpresa, o Sport dominando, o Santa Cruz tentando organizar contra-ataque, e aparece o artilheiro. Uma bola cruzada da direita, cochilo da zaga leonina e aos 14 minutos Aleff Pitbull deixa a sua marca, empatando o jogo e surpreendendo a todos. A partir daí o jogo voltou a ser equilibrado, os jogadores esqueceram a violência, e passaram a jogar  bola, com o Santa Cruz inteligentemente, aplicando duas linhas de quatro, e evitando a aproximação do Sport na sua área.

Tentando reverter a situação taticamente, o técnico Daniel Paulista, faz algumas modificações. Entre elas: André, Rodrigo e  Lenis, saindo respectivamente Leandro Pereira, Ronaldo e Everton Filipe. Nada adiantou, porque os jogadores que entraram não contribuíram tecnicamente, em razão do sistema de marcação do Santa Cruz. O técnico Vinícius Eutrópio, também mexeu no time, porém a intenção era garantir o placar do jogo, pela desvantagem numérica dentro de campo.

O Sport com o empate, assumiu a liderança com 8 pontos, enquanto que o Santa Cruz está com 6 pontos, na terceira colocação, podendo perder essa colocação, caso o Náutico venha  vencer segunda-feira, ao time do Belo Jardim. O árbitro Sebastião Rufino Filho, com uma arbitragem insegura, não conseguiu agradar nenhuma das duas equipes. Pelos momentos de pressão do Sport no jogo, Julio César, goleiro do Santa Cruz, foi escolhido o melhor jogador em campo.

Blog de Airton Sousa: Lacerdão pode ter gramado sintético

Os clubes do interior, estão vivendo este ano, no Campeonato Pernambucano, um verdadeiro bombardeio de transferência de jogos. Tal fato vem sendo dado, em razão da situação precária dos gramados, em razão da seca, da falta de condição financeira, principalmente no atual momento econômico do país. Central e Belo Jardim, especificamente, ainda não tiveram o direito de jogar nos seus estádios, em razão da situação do campo de jogo. Apenas o Salgueiro, dos times do interior, é que ainda está mandando os jogos para o seu estádio.

Visando mudar esta situação para 2018, o Presidente da FPF, começa a buscar condição necessária com os órgãos do Governo Fstadual, no sentido de encontrar uma solução. E muito nos surpreendeu quando Dr. Evandro Carvalho, anunciou a possibilidade de implantar um gramado sintético no estádio Lacerdão, que serviria de suporte para os clubes do interior, que participarem do Campeonato, e não ganharem condição de jogo nas suas cidades.

Com isso, chamaria para Caruaru as torcidas, também porque teria uma distância muito menor, do que ir jogar na cidade do Recife. Além dessa ideia, também há condição de outros melhoramentos  para o estádio do Central. Caso esse fato aconteça, ganharão todos, os clubes intermediários, os torcedores, o futebol Pernambucano e a imagem da competição, vale ressaltar, esse ano manchada também, pela condição dos nossos campos, como se não bastasse a fórmula do Campeonato, e a  baixa condição técnica dos clubes.

Blog de Airton Sousa: Central e Santa não vencem no Hexagonal

Uma noite com dois jogos pelo Hexagonal decisivo do título, onde no Estádio Antonio Inácio de Sousa, o Central perdeu pelo placar de 1 x 0 para o Náutico, e o Santa Cruz decepcionando a sua torcida, empatou contra o modesto Belo Jardim em 0 x 0. O que chamou a atenção nesses dois jogos, foi o pequeno público, principalmente no Arruda, pouco mais de duas mil pessoas.

O Central fez um bom primeiro tempo, surpreendendo e criando várias oportunidades. No entanto, os atacantes não tiveram qualidade na finalização. Os jogadores Ailton, Marlon, Tomás, Wagner Rosa e Paulinho, destacaram-se na primeira etapa. Três chances concretas de gol foram perdidas pelo time alvi-negro.

Enquanto isso o Náutico, na base do contra ataque e do desespero, também criou oportunidades.  Entretanto, essas foram inferiores às do Central. Foi um Náutico que correu muito e rendeu pouco, faltando principalmente quem pensasse e criasse estratégias no time timbú. Daí o primeiro tempo não ter passado de 0 x 0.

No segundo tempo, inteligentemente o técnico Dado Cavalcante, mexe no time segurando Joazi no campo timbú, enquanto que a entrada de Erick, no lugar de Giva tornou o Náutico um time que jogou com inteligência, dominando o alvi-negro e chegando ao gol da vitória, aos 38 minutos, com uma jogada trabalhada por Erick, e completada por Mailson.

O Central teve nas suas principais peças, a condição física cansando e a reação não chegou levando o time a segunda derrota na competição e tendo complicada a sua situação no Hexagonal. Em contra partida, o Náutico que vinha de um empate no clássico contra o Santa Cruz, chega agora a quatro pontos, aguardando o jogo desta quinta-feira(02), entre Salgueiro x Sport, que decidirá a liderança do Hexagonal.

A rodada será complementada nesta noite de quinta-feira no sertão, com o Salgueiro que venceu e o Sport que também venceu, na primeira rodada da competição. O fato que chamou à atenção no jogo do Central, foi a presença de oficiais de justiça, para bloquearem a arrecadação do jogo, em face de uma questão trabalhista do ex técnico Humberto, na gestão de Francisco Noé, deixando assim o presidente Lícius Cavalcanti, com uma dor de cabeça a mais.

Blog de Airton Sousa: Pernambucano continua desorganizado

Esse Campeonato Pernambucano é mesmo incrível. Os clubes que participam da Copa do Nordeste, resolvem a partir da segunda rodada, principalmente o Sport, atuarem com o time reserva,  num total desrespeito ao seu torcedor. Como se não bastasse, a própria Federação tentou tumultuar mais ainda, com relação ao local do jogo Central e Náutico. No Lacerdão impossível, em razão da condição do campo de jogo. Marca a partida para a Ilha, o Central protesta e o jogo vem para o Estádio Antonio Inácio de Sousa. Pensa que acabou? Nada disso, a mesma Federação proíbe a venda de ingresso para a torcida alvi-rubra. A Diretoria apela, e finalmente, os ingressos são liberados também para o torcedor timbú.

A Diretoria do Central nesse sentido achou bom, porque se fosse um jogo de uma torcida só, não teríamos mais de 1.200 ingressos vendidos. Agora é esperar que as torcidas compareçam, que o espetáculo seja bom, e no final toda essa desorganização acabe virando em um bom espetáculo, dentro de campo.

O Central, com um time fraco tecnicamente, saiu perdendo para o Sport, de goleada, no sábado(28), na Ilha do Retiro. O Náutico, jogando na Arena de Pernambuco, não passou de um empate contra o Santa Cruz. Daí os dois times necessitarem de uma vitória, principalmente o time de Caruaru, que vem de uma derrota  e joga em casa. O que vai acontecer, ainda não sabemos. A única alternativa é esperar.

Enquanto isso, ainda nessa quarta feira à noite(01/02), O Santa Cruz recebe no Arruda, o time do Belo Jardim. O tricolor na primeira rodada empatou contra o Náutico, e o Belo Jardim, perdeu jogando no Lacerdão, para o Salgueiro, pelo placar de 2 x 0. A perspectiva é que se não reagirem, Belo Jardim e Central, podem ser o saco de pancadas no hexagonal.

Para essa quinta-feira(02/02), o Sport vai ao sertão, e desta feita com o time da base, entendo a comissão técnica, que o time titular será guardado para a Copa do Nordeste. O jogo é contra o Salgueiro, aliás, as únicas equipes que estrearam vencendo na primeira rodada. Será um jogo equilibrado. Pelas circunstâncias, o Salgueiro é favorito para esse jogo.