Blog de Airton Sousa: Sport volta à zona de rebaixamento

                               sig

O Sport dormiu por uma noite, fora da zona de rebaixamento. Bastou acontecer o complemento da rodada, e tudo voltou ao que era antes. O time Leonino compondo a zona de rebaixamento, em razão dos resultados das equipes que a exemplo do Sport, também brigam para escapar da degola.

Os resultados deste domingo (26), nada ajudaram as pretensões do time Pernambucano. O Avaí que corre por fora, venceu ao Atlético do Paraná, pelo placar de 1 x 0, somando agora 42 pontos. O Vitória conseguiu um resultado surpreendente e espetacular. Estava perdendo por 2 x 0, com uma peça a menos, chegou ao empate e a virada, vencendo por 3 x 2,e chegando aos 43 pontos.

Como se não bastasse, o Coritiba perdeu para o São Paulo por 2 x 1, e parou nos 43 pontos, levando para a última rodada a sua manutenção na série A. Somente a Ponte Preta e Atlético de Goiás é que estão fora de qualquer chance de se manterem na divisão principal, em razão dos resultados do domingo (27).

Em Campinas, além da derrota e da chance de se manter na primeira divisão. A Ponte Preta deverá ser punida, em razão dos desmandos que aconteceram, o jogo foi paralisado aos 47 minutos do segundo tempo, por invasão de campo, do quebra- quebra dentro e fora de campo, ficando por medida de segurança, a partida foi  encerrada  pelo àrbitro.

Agora, ficou tudo para se decidir na última rodada, chegando ao ponto dos critérios além das vitórias, poderem decidir as duas vagas restante da competição. Falando do Sport, o time tem que vencer e ainda esperar por combinação de resultados dos concorrentes, no caso o Vitória e o Coritiba. Não dependendo apenas dele, o que é uma situação no mínimo preocupante e vexatoria.

Blog de Airton Sousa: Jogo difícil e arbitragem prejudica o Santa Cruz

                                       jg7g

Jogando na tarde desse sábado (21), o Santa Cruz empatou contra o Brasil de Pelotas em 1 x 1. Um jogo tumultuado, fraco tecnicamente e uma arbitragem que no final influenciou no resultado do jogo, quando marcou um pênalti inexistente contra o Santa Cruz, provocando revolta em todo o grupo tricolor.

O técnico Marteloti  armou o time com três  volantes,  Derley, Welintgon César jogando atrás na marcação, enquanto que João Ananias teve liberdade para jogar, com a coincidência de ter sido o autor do gol tricolor, em uma jogada bonita, arrancando em um contra-ataque, aos 30 minutos do primeiro tempo de jogo.

Foi um primeiro tempo de poucas jogadas ofensivas, muito embolado pelo meio, no entanto a equipe do Brasil de Pelotas procurou um pouco mais a meta do goleiro Julio César. Porém, graças a boa participação do goleiro tricolor evitou que o gol acontecesse no primeiro tempo de jogo, terminando com a vitória parcial de 1 x 0.

No segundo tempo, o técnico Marteloti  orientou os seus jogadores para não se exporem, facilitando um pouco o trabalho do adversário. Aos 31 minutos, aconteceu o impoderável, o árbitro marcar um pênalti  inexistente, que colocou o Brasil na Igualdade do placar, provocando muitas reclamações por parte do grupo tricolor, com razão.

Com o empate, o Santa Cruz somou 31 pontos continuando na décima oitava posição, e atua agora no Arruda duas vezes, respectivamente contra o  Luverdense e o Náutico. Dois jogos importantes, que poderão provocar ao time tricolor, a condição de somar seis pontos e tentar sair da zona de rebaixamento. Contudo  de qualquer maneira, foi importante o empate.

 

Blog de Airton Sousa: Roberto Fernandes estreia vencendo

erick

Na noite dessa sexta-feira (04),  O Náutico Venceu ao Luverdense na Arena de Pernambuco, pelo placar de 1 x 0. O jogo marcou a estreia do técnico Roberto Fernandes, sendo a primeira vitória do time Pernambucano. Mesmo com a vitória, o time timbu permanece na lanterna e fecha o primeiro turno com 14 pontos.

O primeiro tempo, foi um jogo fraco tecnicamente, com as duas equipes jogando mais na marcação do que no campo ofensivo, porém apesar de tudo o empate ainda seria um resultado negativo para o Náutico, em razão da deficiência de pontos que o time se encontra, daí a expectativa do que seria o segundo tempo.

No segundo tempo, os comandados do técnico Roberto Fernandes voltaram com algumas correções, e passaram a apertar o time do Mato Grosso. Aos 18 minutos, o árbitro marcou um pênalti duvidoso para o alvi-rubro, voltou atrás porém, depois confirmou a marcação do pênalti.

Erick cobrou com qualidade, colocou o Náutico na vantagem e a Luverdense, logo após o gol tentou empatar, se abriu no jogo, porém a defensiva timbu evitou que o empate acontecesse. A vitória trouxe para o alvi-rubo um clima de otimismo, mesmo com a saída inesperada do goleiro Tiago Cardoso, que anunciou está deixando  o time, pegando todos de surpresa. O próximo jogo, abrindo o segundo turno será contra o América, em Minas Gerais

Blog de Airton Sousa : Para onde foi a qualidade do clássico…

bbbbb

Já sabíamos que o jogo entre Náutico e Santa Cruz, não teria uma  qualidade técnica de admirar. O momento que vive os dois clubes, a limitação dos elencos, principalmente do Náutico e os valores individuais, onde  fica difícil apontar em cada time quatro jogadores de relativa qualidade, tudo isso seria suficiente para termos um jogo limitado tecnicamente.

No entanto, a necessidade do tricolor  somar três pontos para se aproximar do G-4, e consequentemente distanciar-se da zona de rebaixamento, dava a entender que o grupo teria um empenho melhor, porém isso não aconteceu, mesmo  reconhecendo que no primeiro tempo o Santa Cruz  demonstrou um pouco mais de qualidade e teve várias oportunidades.

 A diferença do tricolor no primeiro tempo, foi a criatividade do meio de campo, e as oportunidades dos seus jogadores:  Augusto aos 20 , João Paulo aos 22 ,  André Luiz aos 25  e Derley aos 32 minutos. E a rigor, o Náutico não teve uma chance ofensiva que merecesse registro no primeiro tempo, onde apenas se defendeu e para completar, aos 33 minutos perdeu Giovani, por contusão.

Na segunda fase,  o Náutico avançou a marcação, e aos 2 minutos perdeu a primeira oportunidade com Alisson, em seguida aos 6 minutos Ávila perdeu outra oportunidade,além da chance perdida por   Léo Carioca aos 8 minutos . Ou seja,  três oportunidade de gols em menos de 10 minutos. Com isso já estava demonstrado que o alvi-rubro tinha voltado com outra disposição.

Aos 10 minutos Léo Carioca saiu e o técnico faz a estreia de Leilson que teve bem no jogo. Com isso Suelíton ganha  liberdade para o apoio. Vendo o crescimento do adversário, o técnico Givanildo Oliveira,  substitui aos 17 minutos Augusto por Barbio , muitos não concordaram. Aos 26 minutos era o Náutico outra vez que tinha oportunidade de gol com o jogador Alísson.

Aos 29 minutos entram Sheik pelo Santa Cruz e Yago pelo Náutico, e também pelo Náutico entrou Cal Rodrigues aos 34 minutos. Outra chance sem tanto perigo aconteceu com  Diego Miranda aos 36, Pitibull duas vezes, aos 45 e 47 minutos. Porém, nada mais que chances, porque o jogo terminou mesmo  zero a zero.

Com o resultado o Santa Cruz foi para décima posição, com 19 pontos e faz dois jogos na Arena de Pernambuco, Vila Nova e Boa. Daí a chance de somar seis pontos, podendo chegar até ao G-4. Enquanto isso, o Náutico continua na lanterna com 7 pontos, e tem dois jogos fora de Pernambuco, Payssandu e Londrina, tornando mais difícil a situação do time alvi-rubro.

O árbitro Elmo Resende de Goiás , teve um trabalho apenas sofrível, mesmo desempenho para os auxiliares. Público e renda decepcionantes, apenas 13.450 torcedores, para uma renda de R$ 173.680,00, quando era esperado um público acima de 25 mil torcedores. Terça-feira  tricolores e alvi-rubros voltam a campo. O Santa Cruz na Arena de Pernambuco e o Náutico em Belém do Pará.

O Salgueiro fez bonito, jogou em casa e venceu nesse sábado  (15), ao Confiança por 4×1.

Blog de Airton Sousa: Sport vence e aproxima-se do G-4

sport chapecoense

Tivemos na noite dessa quinta-feira (13), o Sport vencendo ao time da Chapecoense pelo placar de 3 x 0. Foi um jogo de dois tempos distintos, no primeiro tempo um Sport desencontrado, sem dá sequencia as jogadas e tendo na Chapecoense um adversário que adiantou a marcação, complicando o desempenho do time rubro-negro.

Basta lembrar que ao longo de todo primeiro tempo, o Sport só teve uma chance de perigo que mereceu registro, um chute do jogador Mena, obrigando o goleiro da Chapecoense a fazer uma defesa milagrosa, aos 43 minutos. O restante foi um Sport improdutivo, com o time de Santa Catarina, bem aplicado, explorando principalmente as laterais do campo.

Na segunda fase, com a entrada do jogador Diego Sousa, depois de todos os fatos negativos dos últimos dias, o time cresceu, pressionou ao adversário, e aos 17 minutos o jogador André abriu o placar, mesmo assim a Chapecoense administrava a derrota, obrigando o time leonino a se empenhar, a cada minuto.

Aos 20 minutos, o goleiro Magrão sofreu uma contusão e o técnico Wanderley Luxemburgo colocou Agenor, que não comprometeu. Coisas do futebol, um jogo difícil, um placar apertado, e de repente já nos descontos, tudo muda. Diego Sousa marca aos 46 minutos, também com a participação de Mena e em seguida aos 49 minutos, André fecha o placar de 3 x 0.

Com a vitória, o Sport ocupa a quinta colocação, cresce de produção e jogará com o Botafogo na segunda-feira à noite, no Estádio Engenhão. Um publico de 25.871 torcedores na Arena de Pernambuco, provando que quando o time está bem, a torcida comparece. Ronaldo Alves estará de fora do jogo de segunda-feira, por motivo de contusão. Muita confusão, no final do jogo, entre os atletas .

 

Blog de Airton Sousa: Meio de semana sem vitória para Pernambuco

serie b
Não tivemos vitória neste meio de semana, com os representantes de Pernambuco, no Campeonato Brasileiro da série-B. O Náutico jogando na Arena , contra o Juventude, partiu na frente do placar, no entanto terminou cedendo o empate e mais uma vez encerra uma rodada sem conseguir vitória.

São treze jogos, onde apenas uma vitória foi conseguida, fora de casa contra o ABC, a expectativa era de que na Arena, e com a empolgação da vitória no jogo anterior, o time conseguisse a segunda vitória, ficou apenas na vontade e o Náutico continua afundando cada vez mais na competição.

Vem o próximo jogo neste sábado (15), contra o Santa Cruz. Como nós sabemos tratando-se de um clássico, o jogo se torna equilibrado, porém o time tricolor no momento, tem um grupo mais organizado tecnicamente e está em uma posição mais avançada na tábua de classificação. Para o Náutico a vitória ajuda, no caso do Santa Cruz, se a vitória ocorrer,o time se aproxima do G-4.

Enquanto isso, o Santa Cruz fez uma verdadeira peregrinação, indo a Lucas do Rio Verde, um trajeto complicado, onde todos os clubes reclamam a condição de deslocamento até aquela cidade. No entanto, a exemplo do Náutico, o Santa Cruz também empatou com a Luverdense, desta feita com o placar de 2 x 2, onde o goleiro Julio César, tomou um gol fácil, ajudando ao time do Mato grosso, no empate.

O tricolor Pernambucano, não teve um bom rendimento,muito embora o empate pode ser considerado um bom resultado, pelo fato de ser na casa do adversário e pelas circunstancias da partida. Agora o Santa Cruz, prepara-se para o clássico de sábado (15), contra o Náutico, com o mando de campo pertencente ao time alvi-rubro.

Nesta quinta-feira(13), o Sport volta a campo, enfrentando ao time da Chapecoense. Diego Sousa, está de volta como se nada tivesse acontecido. Se vai jogar, não sabemos.

Blog de Airton Sousa: Finalmente a primeira vitória

Depois de onze rodadas sem vencer, o Náutico na noite dessa terça-feira (04), conseguiu a sua primeira vitória no Campeonato Brasileiro da série B, vencendo ao ABC em Natal, pelo placar de 1 x 0. Mesmo assim, continua na lanterna da competição com apenas cinco pontos, enquanto que o vice-lanterna tem sete pontos a mais que o time alvi-rubro.

O primeiro tempo, foi um jogo fraco tecnicamente, com poucos chutes e os goleiros quase nada trabalharam, terminando com o placar de 0 x 0, com um futebol lento, de passes errados e quase nenhum destaque nas duas equipes.

No segundo tempo, com o dedo dos treinadores no intervalo, o jogo teve uma certa evolução, também porque aconteceram algumas substituições, e o Náutico marcou o único gol do jogo, através de uma cabeçada de Gilmar, aos 22 minutos.

Depois do gol, o timbu passou a ter mais tranqüilidade, movimentando melhor, enquanto que o ABC sentiu o gol tomado, e apenas aos 44 e 46 minutos, respectivamente, é que veio reagir, sem contudo atingir o objetivo, que era no mínimo empatar a partida. Final do jogo, a torcida timbu comemorou timidamente a primeira vitória.

Agora o Náutico  tem o próximo compromisso, terça-feira (11), na Arena de Pernambuco, contra o vice-líder, Juventude do Rio Grande do Sul. Enquanto que o  ABC joga fora de Natal, contra a equipe do Londrina, também na terça-feira (11).

Santa Cruz: Tricolor volta a vencer na Série B depois de seis partidas e agora está fora da zona de rebaixamento

Neste sábado (27), o Santa Cruz recebeu o Sampaio Corrêa no Arruda pela nona rodada do Campeonato Brasileiro Série B. Depois de seis jogos sem vencer, a vitória por 1 x 0 em casa, foi um alívio para a torcida Tricolor. Renatinho foi o responsável pelo gol e o responsável pelo fim do jejum de vitórias do time do Arruda.

foto reprodução

Foto reprodução

No primeiro tempo, o Santa teve dificuldades para criar jogadas de ataque, pecava nos erros individuais de seus atacantes e o meio de campo não funcionava como deveria. Mas, o Santa conseguia contra-ataques quando o time adversário saia para o jogo. Anderson Aquino tentou em chute de fora da área, mas, o goleiro do Sampaio conseguiu defender. Fora isso, não teve nem uma grande jogada.

foto reprodução

Foto reprodução

No segundo tempo, o Santa começou melhor e logo aos onze minutos teve um gol anulado. Pouco tempo depois, o alívio aos dezoito minutos, Anderson Aquino partiu para o ataque, passou a bola para Renatinho que de frente para o gol marcou para o Santa Cruz. Passou-se o tempo e não teve mais nem uma grande chance de gol para nem uma das equipes.

foto reprodução

Foto reprodução

Após o apito final, o alívio para a torcida do Sana Cruz, que pode comemorar uma vitória na Série B, depois de seis partidas.

Agora o Santa joga contra o Bragantino sábado (04) às 16h30, fora de casa. Já o Sampaio Corrêa joga contra o Botafogo próxima sexta (03), às 21h50, no Engenhão.

foto reprodução

Foto reprodução

Ficha do Jogo:

Santa Cruz:  Fred, Nininho (Bileu), Danny Morais, Alemão e Lúcio (Renatinho); Wellington Cézar, Bruninho, João Paulo e Lelê; Nathan (Luisinho) e Anderson Aquino. Técnico: Marcelo Martelotte.

Sampaio Corrêa: Rodrigo; Daniel Damião, Mimica, Edvânio e Willian Simões; Moisés, Dê (Vanger), Válber e Nádson (Arlindo Maracanã); Pimentinha e Geraldo (Douglas). Técnico: Léo Condé.

Arbitro: Gleidson Santos Oliveira. Assistentes:  Marco Welb Rocha, Esdras Mariano de Lima. Gol: Renatinho (18′ do segundo tempo). Cartões Amarelos:  Nathan, Bruninho e Wellington Cézar. Expulsões: Bruninho.

TV Replay, o que é bom se repete!

Santa Cruz: Com mais uma derrota, Tricolor fica na vice-lanterna e tem pior início de Série B

A quinta rodada do Campeonato Brasileiro da Série B começou terça-feira (03), Paysandu e Santa Cruz fizeram um jogo tecnicamente fraco e sem criatividade; quem levou a melhor foi o time da casa, o Papão venceu o Tricolor por 2 x 1. Com esse resultado, o Paysandu soma três vitórias seguidas, enquanto o Santa perde seu quarto jogo em cinco rodadas. Os gols da partida foram marcados por Thiago Martin e Carlinhos, para o Papão e Anderson Aquino para o Santa.

foto reprodução

Foto reprodução

No primeiro tempo, o Paysandu foi mais agressivo começou a pressionar desde o primeiro minuto. Porém o jogo foi ficando apático e sem criatividade. Mas, aos trinta e três minutos, Thiago Martins abriu o placar para os donos da casa. Depois de escanteio e falha de Fred, ele apareceu livre para marcar. Pouco Tempo depois, pênalti para o Santa. Anderson Aquino foi para a cobrança e marcou o gol de empate. E assim terminou o primeiro tempo, tudo igual.

foto reprodução

Foto reprodução

No segundo tempo, o Santa veio com uma proposta de jogo com mais velocidade, porém sem resultados. O Paysandu foi quem conseguiu criar algumas chances de gol; onde aos trinta e três minutos conseguiu fazer seu segundo gol. Depois de bola lançada na área, Carlinhos apareceu sozinho na área para marcar o segundo gol do Papão.

A oportunidade clara do gol do Santa foi aos quarenta e três minutos, João Paulo cobrou falta no ângulo, mas o goleiro salvou. E terminou assim, Paysandu venceu o jogo e afundou ainda mais o Santa Cruz, que agora está na vice-lanterna.

foto reprodução

foto reprodução

E o próximo jogo do Santa Cruz será contra o Luverdense pelo Campeonato Brasileiro Série B, sábado (06) às 16h30 fora de casa. Já o Paysadu também joga sábado, contra o Paraná, às 21h em casa.

Ficha do Jogo: 

Paysandu: Emerson; Pikachu, Thiago Martins, Gualberto e João Lucas; Ricardo Capanema, Fahel, Jhonnatan (Edinho) e Carlos Alberto (Carlinhos) ; Aylon (Misael) e Leandro Cearense. Técnico: Dado Cavalcanti.

Santa Cruz:  Fred; João Carlos, Alemão, Danny Morais e Lúcio; Sitta, Wellington César (Bruno Mineiro), Daniel Costa (Bruninho) e João Paulo; Nathan (Marlon) e Anderson Aquino. Técnico: Ricardinho.

Arbitro:  Glauco Feitosa. Assistentes: Nailton Oliveira, Anderson de Farias. Gols: Thiago Martins (33′ do primeiro tempo); Anderson Aquino (45′ do primeiro tempo); Carlinhos (30′ do primeiro tempo). Cartões Amarelos: Emerson, Misael, Thiago Martins, Gualberto, Ricardo Capanema, Edson Sitta, Fred.

TV Replay, o que é bom se repete!

Recife-PE: Suspeito confessa ter arremessado vaso que atingiu torcedor do Sport

Hoje (05) pela tarde foi preso um suspeito de matar o torcedor do Sport na ultima sexta-feira (02). Everton Felipe Santiago de Santana foi conduzido a Delegacia de Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) e durante o depoimento confessou o crime e disse que mais duas pessoas o ajudaram. A polícia chegou ao suspeito graças a denuncias feito pelo Disque-Denúncia. Ele foi preso em uma escola no bairro de Ouro Preto, em Olinda, onde o mesmo trabalha.

Paulo Ricardo Silva era membro da Torcida Jovem do Sport e estava saindo do estádio do Arruda, após a partida Santa 1 x 1 Paraná, pelo Campeonato Brasileiro da Série B no estádio do Arruda, quando foi atingido por um vaso sanitário, arremessado de uma altura de 24 metros, de uma arquibancada do estádio. Paulo morreu na hora e outras três pessoas ficaram feridas.

BmruMbbCUAAVAsa

Foto da Internet

TV Replay, o que é bom se repete!