Bolsonaro conquista 70,8% dos votos no exterior

Com 92,09% das urnas apuradas nas representações diplomáticas do Brasil no exterior, o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) venceu com 70,82% dos votos válidos. O adversário, o petista Fernando Haddad, obteve 29,18%.

C0EC9383-ACA9-4FF5-91E0-6498CD37494B

A votação no exterior foi marcada pela grande abstenção, que chegou a 59,59%. Os votos em branco somaram 3,65% e os votos nulos, 4,2%.

Por Agência Brasil

Bélgica bate a Seleção por 2 x 1, e Brasil está fora da Copa do Mundo

A Europa é campeã da Copa do Mundo pela quarta vez. Última esperança da América do Sul, o Brasil está eliminada na Rússia pela temida geração belga. Quando se joga uma partida mal em um torneio curto, não adianta apelar para mantras de fora do campo. O canarinho pistola e o misterioso torcedor russo, que chegou a ser trazido às pressas para a Arena Kazan por um patrocinador da CBF, não têm varinha mágica. É óbvio, mas futebol (ainda) se resolve em campo. Tite tentou de tudo na volta para o segundo tempo, mas não conseguiu impedir a derrota por 2 x 1 nas quartas de final.

Neymar-foto-Toru-Hanai-Reuters

A Bélgica avança para enfrentar a França e o Brasil adia o sonho do hexa para o Catar. A maldição da Arena Kazan ceifou mais um. Depois da tetracampeã Alemanha e da bi Argentina, chegou a vez do Brasil diante de um adversário que se planejou desde 1998 para esse momento.

Pelo menos dois personagens podem ser apontados como herói e vilão. Do lado da Bélgica, o goleiro Courtois. No Brasil, Fernandinho. Substituto de Casemiro, o volante remanescente do 7 x 1 teve uma exibição patética ao marcar gol contra e tomar um vario dos adversários. De Bruyne consolidou o fracasso.

O primeiro lance de perigo foi do Brasil. Neymar cobrou escanteio, Miranda desviou e Thiago Silva usou a coxa para acertar a trave do goleiro Courtois. No contra-ataque, Lukaku passou em velocidade por Fágner e rolou para Hazard finalizar. A defesa do Brasil rebateu o perigo.

Quando o Brasil pressionava, inclusive com uma furada do volante Paulinho dentro da área, a Bélgica chegou ao primeiro gol. Após cobrança de escanteio, o zaguueiro Kompany desviou a bola na primeira trave. A “casquinha” desviou em Fernandinho e o volante marcou contra. Foi a terceira vez que o Brasil saiu atrás na era Tite. As anteriores aconteceram na derrota para a Argenina, por 1 x 0, e na virara por 4 x 1 sobre o Uruguai nas Eliminatórias, no Estádio Centenário, em Montevidéu.

A falta de precisão do ataque do Brasil e a tranquilidade do goleiro Courtois a cada finalização do Brasil penalizavam a Seleção a cada contra-ataque da Bélgica. Aos 30 minutos, os “Diabos Vermelhos” desceram em altíssima velocidade. Lukaku ganhou disputa com Fernandinho no campo de defesa, o centroavante rolou para De Bruyne e o meia acertou o canto esquerdo de Alisson para fazer 2 x 0.

O Brasil ensaiou a reação numa cabeçada fraca de Gabriel Jesus após cruzamento de Marcelo e num chute de fora da área de Philippe Coutinho. A envergadura do excelente goleiro Courtois impediu o primeiro gol do Brasil.

Do outro lado, a Bélgica continuava colocando o goleiro Alisson para trabalhar. Se não fosse o camisa 1, De Bruyne teria feito o terceiro numa cobrança de falta. Na sequência, a defesa voltou a falhar numa cabeçada de Kompany e Alisson voltou a defender.

Sob pressão após ter sofrido dois gols na mesma partida pela primeira vez, Tite voltou para o segundo tempo com Roberto Firmino no lugar de Willian na tentativa de partir para o abafa. O Brasil passou a rondar a área da Bélgica. Marcelo cruzou e Frimino chegou atrasado. Em um lance polêmico, Kompany derrubou Gabriel Jesus dentro da área, mas o árbitro sérvio Milorad Mazic ignou inclusive a necessidade de consultar o Árbitro de Vídeo.

O tempo foi passando e Tite continuou apostando nas mudanças. Sacou Gabriel Jesus para a entrada de Douglas Costa, mas a defesa da Bélgica rebatia todas, praticamente posicionada com seis jogadores dentro da grande área.

A muralha belga só caiu por terra quando Renato Augusto entrou em campo no lugar de Paulinho. Philippe Coutinho cruzou a bola para a área e achou Renato Augusto. De cabeça, o meia, que quase foi cortado antes da Copa, renovou a esperança. O camisa 8 voltou a assustar aos 34. Apareceu sozinho na cara de Courtois, mas finalizou à esquerda do goleiro adversário. Houve novas tentativas na base do abafa, mas não havia mais tempo. Campeão pela última vez em 2002, o Brasil terá de esperar 2022.

Ficha técnica

Brasil 1

Alisson

Fágner,  Thiago Silva, Miranda e Marcelo

Casemiro e Paulinho (Renato Augusto)

Willian (Roberto Firmino), Philippe Coutinho e Neymar

Gabriel Jesus (Douglas Costa)

Técnico: Tite

Bélgica 2

Courtois

Alderweireld, Kompany e Vertonghen

Meunier, Witsel, Fellaini, De Bruyne, Hazard e Chadli (Vermaelen)

Lukaku (Tielemans)

Técnico: Roberto Martínez

Gols: Fernandinho (contra), aos 13, e De Bruyne, aos 31 minutos do primeiro tempo; Renato Augusto, aos 31 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos: Fágner, Fernandinho, Alderweireld e Meunier

Público: 42.873 pagantes

Renda: não divulgada

Árbitro: Milorad Mazic (Sérvia)

Por Correio Brasiliense

Brasil terá hoje jogo decisivo e pode enfrentar a Alemanha nas oitavas

Seleção joga às 15h contra a Sérvia e empate garante classificação

Um a um, os grupos da Copa do Mundo vão se definindo. Esta semana, oito seleções já garantiram a permanência no Mundial e oito voltaram para casa.

Com os grupos A, B, C e D definidos, chegou a hora de os grupos E, o do Brasil, e F, da Alemanha. Nenhuma das duas seleções está garantida nas oitavas de final e há grande chance de que se encontrem na próxima fase, caso se classifiquem.

O Brasil joga às 15h de hoje (27) contra a Sérvia. Um empate já garante a classificação, ainda que em segundo lugar. Brasil e Suíça lideram o grupo, com 4 pontos cada. Para os sérvios, só a vitória interessa.

copa-brasil-tem-jogo-decisivo-hoje-e-pode-enfrentar-a-alemanha-nas-oitavas-1

Os times do grupo do Brasil jogarão às 15h já sabendo quem será o primeiro e o segundo colocados do grupo F e como serão os cruzamentos das oitavas, caso passem.

O primeiro colocado de um grupo enfrenta o segundo de outro. Assim, o Brasil e a Alemanha, confirmando suas classificações, só não se enfrentam se ambos passarem em primeiro ou em segundo em seus grupos.

Alemanha x Coreia do Sul – 11h – Kazan

México x Suécia – 11h – Ecaterimburgo

Este é o grupo das calculadoras. Todos os times farão contas para saber o que precisam para continuar na Copa. A situação é tão incomum que até a Coreia do Sul, que perdeu os dois jogos até agora, ainda pode se classificar. Mas a situação dos coreanos é mais improvável. Precisam vencer a Alemanha por um placar simples e torcer para o México vencer a Suécia por dois gols de diferença.

O México, a sensação do grupo até agora com duas vitórias, pode ficar fora. Se a Alemanha vencer seu jogo e a Suécia derrotar os mexicanos, os três times terminarão a primeira fase com o mesmo número de pontos e os critérios de desempate resolverão o impasse.

O México entra na rodada com um saldo de gols (cálculo de gols feitos menos gols sofridos) de +2, enquanto Alemanha e Suécia estão com saldo zero. O saldo de gols é o primeiro critério de desempate.

Os alemães, que voltaram à vida no grupo após o gol no último lance contra a Suécia, precisam vencer o jogo contra o adversário mais vulnerável do grupo. A Alemanha ainda não mostrou a consistência do time que ganhou a Copa de 2014 no Brasil, mas é franca favorita para vencer o jogo e seguir no Mundial.

Brasil x Sérvia – 15h – Moscou

Suíça x Costa Rica – 15h – Nizhny Novgorod

Hoje é dia de Brasil em campo. E se o jogo contra a Costa Rica não foi fácil, a última partida da primeira fase promete ser dura.

O técnico Tite já confirmou que repetirá o time que começou a partida contra a Costa Rica. O Brasil deverá ter uma atenção especial com o jogo aéreo do adversário. Os atacantes sérvios são mais altos que a defesa brasileira.

“É verdade que a Sérvia é forte no jogo aéreo, mas eles também têm qualidades individuais. Temos condições de tentar neutralizar esses cruzamentos”, disse o treinador brasileiro.

Apesar de precisar mais da vitória do que o Brasil, o discurso da Sérvia é de respeito à Seleção Brasileira. A tendência é de que joguem a responsabilidade de atacar para o Brasil, fechando espaços e apostando em bolas paradas, como a Suíça fez.

O capitão do time sérvio, Aleksandar Kolarov, disse, em entrevista, que acredita na vitória. Os sérvios tiveram que responder a perguntas do tipo “é possível vencer o Brasil?”. As respostas foram sempre na mesma linha: o Brasil não é imbatível.

“Será um jogo difícil contra o Brasil, mas é a força mental que decidirá. Se formos ao jogo acreditando que podemos vencer, então poderemos”, disse Kolarov. Ele ressaltou, no entanto, que uma vitória passa por mais do que pelo pensamento positivo. “É fácil dizer ‘vou vencer’, mas o que você está pronto para fazer para vencer – isso é o que importa”.

Assim como o Brasil, a Suíça precisa de um empate contra a já eliminada Costa Rica para se classificar. Os suíços até podem se classificar com uma derrota, desde que a Sérvia perca seu jogo. Mas a expectativa é de que o time suíço tente o gol desde o começo da partida, já que mostrou força ofensiva para isso no jogo contra os sérvios.

Por Agência Brasil

Com Neymar, Brasil enfrenta Costa Rica nesta sexta

Equipe brasileira precisa se recuperar no Grupo E depois de empatar com a Suíça na estreia

Brasil x Costa Rica se enfrentam nesta sexta-feira, às 9h (horário de Brasília), no estádio de São Petersburgo, pela segunda rodada do Grupo E da Copa do Mundo Rússia 2018. A partida será transmitida pela FOX Sports (tv fechada), SporTV (tv fechada) e Rede Globo (tv aberta). O EL PAÍS também fará a coberta ao vivo, minuto a minuto.

Neymar, apesar de preservado em dois dias de treino na semana, está confirmado no jogo. DMITRI LOVETSKY AP

Neymar, apesar de preservado em dois dias de treino na semana, está confirmado no jogo. DMITRI LOVETSKY AP

O técnico Tite confirmou na véspera do jogo que o time titular será quase o mesmo que empatou com a Suíça, por 1 a 1, na estreia do Brasil no Mundial. Portanto, Alisson, Thiago Silva, Miranda, Marcelo, Casemiro, Paulinho, Philippe Coutinho, Willian, Neymar e Gabriel Jesus serão titulares. A exceção é Danilo: o lateral se lesionou e será substituído por Fágner na defesa. Já o camisa 10, que ficou fora de dois dias de treinamento na semana por causa de dores no tornozelo, em consequência das 10 faltas sofridas no empate, não preocupa a comissão técnica. Fred, que foi desfalque contra os suíços, treinou normalmente nos últimos dias e deve ser opção no banco. Além disso, Thiago Silva será o capitão do segundo jogo; Marcelo foi quem esteve com a braçadeira na primeira partida.

A Costa Rica está em último lugar no Grupo E. Perdeu na estreia para a Sérvia por 1 a 0, gol de Kolarov. Já o Brasil decepcionou em seu primeiro jogo, marcando primeiro com Coutinho, mas sofrendo o empate com polêmico gol de Zuber. Os suíços enfrentam os sérvios também nesta sexta, às 15h (horário de Brasília).

Por EL PAIS

Brasil – 22% dos municípios têm risco de surto para dengue

O mapeamento foi feito com base no Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa), que compila informações enviadas por gestores municipais

Dados do Ministério da Saúde revelam que 1.153 municípios brasileiros, o que corresponde a 22% do total, têm alto índice de infestação e risco de surto para dengue, zika e chikungunya, o que indica a necessidade de intensificar as ações de combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor das doenças, mesmo durante o outono e o inverno. Nessas estações, a tendência seria de cair a incidência de doenças associadas ao mosquito.

Entre as capitais, apenas São Paulo, João Pessoa e Aracaju apresentam índices satisfatórios e não devem enfrentar problemas desse tipo. Foto: Venilton Kuchler / ANP

Entre as capitais, apenas São Paulo, João Pessoa e Aracaju apresentam índices satisfatórios e não devem enfrentar problemas desse tipo. Foto: Venilton Kuchler / ANP

O mapeamento foi feito com base no Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa), que compila informações enviadas por gestores municipais. Neste caso, os dados foram coletados entre janeiro e meados de março. O LIRAa mostra que, além dos municípios que estão em situação mais vulnerável, 2.069 estão em alerta e 1.711 apresentam índices satisfatórios. A lista com a situação de cada cidade está disponível no portal do Ministério da Saúde.

“O resultado do levantamento indica que é necessário dar mais atenção às ações de combate ao mosquito. A prevenção não pode ser interrompida, mesmo no período mais frio do ano”, alertou o secretário de Vigilância em Saúde, Osnei Okumoto. De acordo com o secretário, as ações ddevem reverter em maior proteção durante o verão, época de maior proliferação do Aedes aegipty. “Assim será possível manter a redução do número de casos”, adiantou.

Entre as capitais, apenas São Paulo, João Pessoa e Aracaju apresentam índices satisfatórios e não devem enfrentar problemas desse tipo.

De acordo com o ministério, Rio de Janeiro, Fortaleza, Porto Velho, Palmas, Maceió, Salvador Teresina, Recife, Brasília, Vitória, São Luís, Belém, Macapá, Manaus e Goiânia estão no estágio de alerta. Natal e Porto Alegre realizaram levantamento por armadilha, utilizada quando a infestação do mosquito é muito baixa ou inexistente. Boa Vista, Belo Horizonte, Curitiba, Florianópolis e Campo Grande não enviaram informações.

O vice-presidente da Sociedade Brasileira de Virologia e professor da Universidade Feevale, localizada no município de Novo Hamburgo (RS), Fernando Rosado Spilki, considerou “impressionante” o índice de infestação no Brasil. Spilki disse que os riscos de ocorrência de novos surtos são elevados, pois, no caso da chikungunya, por exemplo, a população imune, inclusive por já ter contraído a doença, é relativamente baixa.

Para Spilki, a manutenção desse patamar de incidência, poucos anos após surtos de doenças terem chamado a atenção do país, reflete a falta de políticas que integram ações preventivas eficazes e de conscientização da população. O professor acrescentou que a situação deriva também de outros problemas, como a urbanização precária das cidades brasileiras e a descontinuidade no fornecimento de água, o que faz com que parte da populaçãotenha de  armazená-la, o que pode gerar criadouros de mosquitos.

As características do Aedes aegypti também dificultam o combate, o que amplia o desafio de superar o problema. “Hoje, a praga número 1 a ser combatido é exatamente o Aedes aegypti, que tem entrado em muitos municípios, inclusive expulsando outras espécies, como o Aedes albopictus. E o aegypti tem a característica de não só ficar ao redor da casa, mas de entrar na casa, o que dificulta o combate”, detalhou Spilki.

O professor ressaltou que o Brasil não é o único país que sofre com o problema. “Há uma recrudescência dessa situação em toda a América do Sul. Há relatos de aumento de casos de doenças transmitidas no Peru e no Equador, acompanhando a situação brasileira. Não é, portanto, uma coisa exclusiva nossa, mas, como país, precisamos tomar uma ação de prevenção e vigilância, porque nossa população é muito grande.”

O Ministério da Saúde informa que as ações de prevenção e combate ao Aedes aegypti são permanentes e tratadas como prioridade. Entre as medidas tomadas para combater o mosquito está a criação da Sala Nacional de Coordenação e Controle, que orienta e articula ações contínuas ao longo do ano com governos estaduais e municipais para combate ao vetor e monitora a situação epidemiológica e as atividades para enfrentamento do mosquito. Além disso, os recursos para as ações de vigilância em saúde cresceram nos últimos anos, passando de R$ 924,1 milhões, em 2010, para R$ 1,94 bilhão em 2017.

Para este ano, a previsão é que o orçamento de vigilância em saúde para os estados chegue a R$ 1,9 bilhão.

Por Agência Brasil

Câncer é a principal causa de mortes em 516 municípios do Brasil

Segundo dados do SUS, as cidades onde a neoplasia é a principal responsável pela morte estão localizadas nas regiões mais desenvolvidas do país

O câncer já é a principal causa de morte em 10% das cidades brasileiras — 516 dos 5.570 municípios do Brasil. Se o cenário permanecer o mesmo, a tendência é que, até 2029, os tumores malignos sejam responsáveis pela maioria dos óbitos no país. O levantamento, baseado em dados do Sistema de Informação de Mortalidade (SIM), com base no DataSus, foi divulgado ontem pelo Observatório de Oncologia do movimento Todos Juntos Contra o Câncer, em parceria com o Conselho Federal de Medicina (CFM).

20180416234824632139e

(foto: Reprodução)

Os dados mostram que as cidades onde a neoplasia é a principal responsável pela morte estão localizadas nas regiões mais desenvolvidas do país, justamente onde a expectativa de vida e o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) são maiores. Dos 516 municípios onde os tumores matam mais, 80% ficam no Sul (275) e Sudeste (140). No Nordeste, estão 9% (48); no Centro-Oeste, 7% (34); e no Norte, 4% (19).

Para a coordenadora do movimento e presidente e da Associação Brasileira de Linfoma e Leucemia (ABRALE), Merula Steagall, há a suspeita de que o número pode estar sendo subnotificado nas regiões mais pobres e com menos estrutura de diagnóstico. “Em lugares que não têm muita estrutura, podem ter mortes que não tenham sido registradas, porque sequer chegaram a um diagnóstico precoce. Os pacientes que conseguiram ser diagnosticados e tratados, em regiões mais avançadas, foram notificados”, explicou.

A especialista alertou ainda para a necessidade de se investir em exames de prevenção para conseguir identificar o câncer ainda em estágio inicial. Contudo, o tempo de espera na rede pública, desde o diagnóstico até o início do tratamento, é de oito meses — seis meses até a descoberta da doença e até 60 dias para a intervenção médica. “Não é o ideal, mas 80% da população ainda consegue atingir essa meta. Mais importante que investir em unidades de saúde, é ampliar os centros especializados”, acrescentou.

O Rio Grande do Sul é a unidade da Federação com o maior número de municípios onde o câncer é a primeira causa de morte: 140. Enquanto em todo o país as mortes por tumores malignos representam 16,6% do total, no território gaúcho esse índice chega a 33,6%. O Distrito Federal e o Amapá, por sua vez, não contabilizaram nenhuma morte por neoplasia em 2015, ano-base para a pesquisa. Já no Rio de Janeiro, somente uma cidade aparece no levantamento: Cambuci, no Norte Fluminense. Nesta cidade, a taxa de morte por câncer registrada foi de 19 a cada 10 mil habitantes.

Infartos

Em 2015, o número de mortes por câncer aumentou 90%, se comparado com os dados registrados em 1998. No mesmo período, houve uma alta de 36% entre as vítimas de doenças cardiovasculares. Ou seja, o crescimento das mortes por câncer foi quase três vezes mais rápido do que daquelas provocadas por infartos ou derrames. A oncologista clínica do Instituto Onco-Vida Andreza Souto explica que a neoplasia cresceu muitos nesses últimos anos, porque é uma doença que está diretamente ligada à longevidade. ”A relação da genética com o câncer é entre 5% e 10%. É uma doença multifatorial, que depende de bons hábitos de vida, prevenção e acesso à saúde básica”, ressaltou.

Para o 1º secretário do CFM, Hermann von Tiesenhausen, é importante refletir e discutir sobre o avanço da doença no país, especialmente no momento em que os candidatos a cargos eletivos elegem suas prioridades para essas eleições. “Este diagnóstico revela um grave problema de saúde pública. É preciso conter essa epidemia e manter a obediência aos princípios constitucionais que regulam a assistência nas redes pública, suplementar e privada no Brasil.”

Por Correio Braziliense

Saúde – Brasil confirma 353 casos e 98 mortes por febre amarela desde julho de 2017

Balanço do Ministério da Saúde divulgado hoje (7) atualiza em 353 o número de casos confirmados de febre amarela e em 98 os óbitos provocados pela doença entre 1º de julho de 2017 e 6 de fevereiro deste ano. No mesmo período do ano passado, foram confirmados 509 casos e 159 óbitos.

De acordo com o boletim, foram notificados em todo o país 1.286 casos suspeitos de febre amarela, sendo que 510 foram descartados e 423 permanecem em investigação.

“Os informes de febre amarela seguem, desde o ano passado, a sazonalidade da doença, que acontece, em sua maioria, no verão. Dessa forma, o período para a análise considera de 1º de julho a 30 de junho de cada ano”, informou a pasta.

Transmissão

Por meio de nota, o ministério reforçou que não há registro confirmado de febre amarela urbana no país, mas destacou que o caso da doença identificado em São Bernardo do Campo (SP) está sendo investigado por uma equipe da secretaria Estadual de Saúde.

“Deve ser observado que o paciente mora na região urbana e possivelmente trabalha na área rural. Qualquer afirmação antes da conclusão do trabalho é precipitada. É importante informar que São Bernardo do Campo (SP) é uma das 77 cidades dos três estados do país (São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia) incluídas na campanha de fracionamento da vacina de febre amarela.”

De acordo com o comunicado, a probabilidade da transmissão urbana no Brasil é considerada baixíssima pelos seguintes motivos:

- todas as investigações dos casos conduzidas até o momento indicam exposição a áreas de matas;

- em todos os locais onde ocorreram casos humanos também ocorreram casos em macacos;

- todas as ações de vigilância entomológica, com capturas de vetores urbanos e silvestres, não encontraram presença do vírus em mosquitos do gênero Aedes aegypti;

- Há um programa nacionalmente estabelecido de controle do Aedes em função de outras arboviroses (dengue, zika, chikungunya), que consegue manter níveis de infestação abaixo daquilo que os estudos consideram necessário para sustentar uma transmissão urbana de febre amarela.

“Além disso, há boas coberturas vacinais nas áreas de recomendação de vacina e uma vigilância muito sensível para detectar precocemente a circulação do vírus em novas áreas para adotar a vacinação oportunamente”, informou a pasta.

1 2

3

 

Distribuição de casos de febre amarela notificados entre 1º de julho de 2017 e 6 de fevereiro de 2018.

Fonte: Ministério da Saúde

Saúde, ministros e Previdência: ano será cheio de desafios para Temer

Presidente começa a semana com as negociações para derrubar o próprio veto ao programa de refinanciamento das dívidas (Refis) das micro e pequenas empresas

Velhos e novos desafios: assim começa 2018 para o presidente da República, Michel Temer. Nas próximas semanas, o peemedebista terá muitos nós a desatar para concluir o ano com chave de ouro. Além de cuidar da saúde, o chefe do Executivo começa a semana com as negociações para derrubar o próprio veto ao programa de refinanciamento das dívidas (Refis) das micro e pequenas empresas e com o desafio de construir um novo ministério. Ele terá, ainda, de acompanhar as articulações pela aprovação da reforma da Previdência, tocadas pelo ministro-chefe da Secretaria de Governo, Carlos Marun. Todas os acordos precisarão ser muito bem elaborados para evitar um desgaste com a base e manter fortalecida a coligação que definirá, em breve, o candidato que defenderá o legado do governo nas eleições presidenciais.

Screenshot_20180108-075727~2

O primeiro obstáculo promete demandar de Temer um desgate maior do que o previsto. A começar por puxões de orelha na equipe econômica. Será publicado amanhã, no Diário Oficial da União, o veto integral do peemedebista ao Refis do Simples, que contempla o perdão de dívidas e o alongamento dos prazos para pagamentos de débitos junto ao Fisco de micro e pequenas empresas. A não sanção ao texto contraria acordos firmados pelo próprio presidente em conjunto com líderes e demais parlamentares no Congresso, da base e da oposição. A rejeição foi consentida por uma recomendação do Ministério da Fazenda, que não elaborou o cálculo do impacto orçamentário que a renúncia fiscal causaria ao orçamento de 2018.

Para acalmar os ânimos, Temer se prontificou a negociar com os deputados para que derrubem o próprio veto no Congresso. Em reunião na sexta-feira com o presidente do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Guilherme Afif Domingos, Temer se comprometeu a tratar o assunto como prioridade. A ideia é cobrar da equipe econômica celeridade na finalização dos cálculos para que, já com os números em mãos a respeito das perdas, os parlamentares possam sanar o problema, e o processo se torne válido e constitucional.

A expectativa é de que o Congresso se debruce sobre o texto logo na retomada das atividades, em 2 de fevereiro. A mea culpa do governo, no entanto, não isentará o Palácio do Planalto de um desgaste político, avalia o deputado federal Otávio Leite (PSDB-RJ), relator do texto do Refis na Câmara. “O texto estava rigorosamente estabelecido tal qual fixou-se (o Refis) para as médias e grandes empresas. Cuidei de redigir absolutamente nos mesmos parâmetros, inclusive quanto às regras de responsabilidade fiscal. No mínimo, o preceito da isonomia deveria ser respeitado”, diz o tucano.

O ex-deputado federal e ex-ministro Afif Domingos afirma que trabalhará pessoalmente para que o Congresso derrube o veto do presidente. Para ele, o Refis do Simples é uma questão de “justiça e isonomia tributária” e uma forma de evitar um desgaste político gratuito. Assim que anunciou o veto, o presidente começou a receber críticas da oposição nas redes sociais. “O não desmantelamento do veto pode provocar uma situação que irrita o ambiente político. E os efeitos disso virão nas negociações da reforma da Previdência”, acredita o presidente do Sebrae.

Orçamento

Outra medida impopular que vem sendo costurada para análise logo na primeira semana de fevereiro é a flexibilização do orçamento público. A ideia é derrubar a Regra de Ouro, que impede que o governo faça dívidas para cobrir despesas correntes, como o pagamento de servidores. Autor do texto, o deputado federal Pedro Paulo (PMDB-RJ) afirma que o projeto permitirá que o Executivo descumpra a regra, que é constitucional, mas haverá “contrapartidas” como a vedação de outras despesas. “É um tema inadiável. Em 2017, quase a Regra de Ouro não foi cumprida”, afirma. O descumprimento da cláusula é passível de impeachment.

Em meio a isso tudo, o presidente tem de lidar com a antecipação da reforma ministerial, inicialmente prevista para abril, por causa do prazo de desincompatibilização para as eleições. No último mês, três ministros deixaram o governo e a previsão é de que até março, ao menos, 10 abandonem as cadeiras. Para Temer, quanto mais cedo as cartas de demissões chegarem, melhor. Cargos em aberto são prato cheio para negociar votos para a reforma da Previdência. Com a experiência de ter sido três vezes presidente da Câmara, Temer está acostumado a fazer pessolmente a articulação política e tem obtido bons resultados com a prática. A intenção é mantê-la no recesso para garantir a aprovação do texto que mude as regras de aposentadoria em 19 de fevereiro. O foco está em atender as pendências e as demandas dos parlamentares. O problema é que, por causa das intervenções cirúrgicas que fez no fim do ano passado, a recomendação médica é para que Temer repouse mais, pelo menos, por enquanto. Para isso, conta com a ajuda do fiel escudeiro, Carlos Marun, que, segundo último balanço, garante 267 votos dos 308 necessários à reforma. Uma nova conta será feita esta semana e a expectativa é de que a margem tenha aumentado.

“Os parlamentares temem que o voto interfira na eleição, mas estamos avançando, em função de um otimismo crescente da sociedade, que começa a entender a necessidade de termos uma Previdência mais justa”, diz Marun. E a Previdência é fundamental para Temer, não só para garantir o equilíbrio das contas públicas em médio e longo prazos, mas para as ambições do governo em ter nome único e forte para disputar as eleições. No caso da aprovação do texto ainda no primeiro semestre, a expectativa é de que a sanção dele acelere o crescimento econômico e a geração de empregos, o que, por consequência, contribuiria para o aumento da popularidade do governo. A escolha de um candidato — que pode ser o próprio presidente — será consequência de uma coligação forte entre aliados e o governo, pondera um interlocutor do peemedebista. “Alguns (aliados) já se colocam como candidatos, mas tudo ocorrerá no seu tempo. Não existe imposição de soluções, mas negociações”, diz. Presidente

sob pressão

O presidente Michel Temer lida com obstáculos que demandarão jogo de cintura e cuidados com o próprio corpo

Saúde

O presidente garante estar “recuperadíssimo” de uma infecção urinária, mas a disposição ainda preocupa. Desde outubro, ele passou por procedimentos cirúrgicos para desobstrução urinária e por um cateterismo para desentupimento de artérias no coração. O estado de saúde inspira cuidados e repouso, o que é complicado em um momento de tantas articulações políticas.

Refis

Um desafio imediato para o presidente é o veto ao Refis do Simples, programa de refinanciamento destinado a micro e pequenas empresas. Para evitar que a derrubada do projeto provoque um desgaste político com deputados federais, o próprio peemedebista tomará a frente das negociações com os líderes no Congresso pedindo a derrubada do próprio veto.

Ministros

Com a chegada do ano eleitoral, parte da Esplanada montada por Michel Temer terá de abandonar o posto para se candidatar a cargos eletivos. Com a exigência de que os futuros ministros não deixem o governo para concorrer, o presidente terá muitas negociações pela frente para montar um novo quadro de auxiliares.

Previdência

Um dos principais desafios do ano para Temer é a aprovação da reforma da Previdência. A ideia inicial era ter mudado as regras das aposentadorias em 2017, mas, diante da análise de duas denúncias da Procuradoria-Geral da República, o texto não chegou a consenso e ficou para este semestre. Como a matéria é polêmica, o presidente tem tomado a frente das negociações com deputados para convencê-los a votar o texto. Ter a reforma aceita no Congresso é essencial para resgatar a confiança do mercado, ampliar a geração de empregos, e, assim, manter o aumento da popularidade do governo.

Sucessão

À medida que lida com os desafios, Temer precisará construir bases para escolher um nome para representar o governo e a coligação nas eleições presidenciais, que pode ser, inclusive, o dele mesmo. Para isso, uma boa relação com o Congresso será fundamental.

Por Correio Braziliense

Meta dos brasileiros para 2018 é juntar dinheiro, aponta pesquisa do SPC Brasil

A grande meta dos brasileiros para 2018 é juntar dinheiro, diz pesquisa do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL). Quase metade dos brasileiros entrevistados na pesquisa (45%) disse que pretende juntar dinheiro este ano ou sair do vermelho (27%).

1514916571544-juntar-dinheiro

Mais da metade dos brasileiros entrevistados (54% do total) disse ainda estar mais otimista com o cenário econômico para este ano e 58% acreditam que sua vida financeira será melhor. Apesar disso, a nota média dada pelo brasileiro para sua expectativa da economia, entre 1 e 10, foi 5,7. A pesquisa mostra que 13% acreditam que a situação da economia vai piorar em 2018 e 19% acham que o cenário econômico este ano será igual ao de 2017.

Para o presidente do SPC Brasil, Roque Pellizzaro, a insegurança de parte dos brasileiros pode ser explicada por uma combinação de fatores. “De um lado, o cenário de incerteza em relação a eleição presidencial que se aproxima, com alto grau de imprevisibilidade e que também afeta a percepção do mercado; do outro, a lentidão do país para superar os obstáculos que impedem a retomada da atividade econômica, situação agravada pelos níveis de desemprego ainda elevados”, explicou.

Entre os principais medos para 2018 estão problemas de saúde (40%), ser vítima de violência ou de assalto (32%) e não conseguir pagar as dívidas (31%). Já o maior problema do país a ser resolvido neste novo ano está a corrupção, que foi lembrada por 86% do total dos entrevistados, seguida pela crise econômica (61%), a violência (58%), a saúde (47%), a educação (41%) e o desemprego (37%).

2017

Para a maioria dos brasileiros, a vida financeira piorou em 2017 (apontada por 55% dos entrevistados). Segundo a pesquisa, 85% tiveram que fazer cortes ou ajustes no orçamento no ano passado, cortando principalmente as refeições fora de casa (63%), a compra de itens de vestuário, calçados e acessórios (56%) e os itens supérfluos de supermercado (49%).

Pela estimativa do SPC Brasil, 59,9 milhões de pessoas tiveram seu nome negativado no ano passado. Entre os consumidores que ficaram com o nome sujo ao longo de 2017 (17%), 81% possuem parcelas no cartão de crédito pendentes, 69% estão com dívidas vencidas no cartão de lojas e 67% com parcelas pendentes em carnês ou boletos. Em média, o valor total da dívida em atraso somou R$ 3.902.

E 74% disseram ainda que conseguiram realizar pelo menos um projeto esperado para 2017, sendo que entre as metas estiveram o cuidado com a saúde (24%), ter mais tempo livre (15%) e poupar dinheiro (13%).

Por Elaine Patricia Cruz – Repórter da Agência Brasil

Ministério do Trabalho: país pode gerar mais 2 milhões de empregos em 2018

Tal número dependerá do PIB brasileiro crescer 3,5% em 2018

Se o Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil crescer 3% em 2018, como prevê o governo, o país gerará 1,78 milhão de novos postos de trabalho formais até o fim do ano que vem. Caso o crescimento seja ainda maior, de 3,5%, o saldo pode chegar a 2 milhões. As estimativas foram divulgadas nesta quarta-feira (27/12) pelo Ministério do Trabalho. 

Ao longo de 2017, até novembro, foram gerados 299.635 postos de trabalho. Foto: Marcello Casal Jr/Br

Ao longo de 2017, até novembro, foram gerados 299.635 postos de trabalho. Foto: Marcello Casal Jr/Br

Essa estimativa “será incrementada pelas contribuições que o ambiente da reforma trabalhista pode trazer para a geração de empregos”, avaliou o coordenador-geral de Cadastro, Identificação Profissional e Estudos do ministério, Mário Magalhães. 

Alem dos efeitos da reforma trabalhista, o crescimento esperado leva em conta a liberalização da terceirização, que “deverá resultar em aumento da produtividade”, segundo nota técnica divulgada pela pasta. Esses fatores devem contribuir para o crescimento do PIB, assim como a ampliação da taxa de investimento, a continuidade do aumento na capacidade de consumo e do controle da inflação, considera o ministério. 

Ao longo de 2017, até novembro, foram gerados 299.635 postos de trabalho, de acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Em novembro, o saldo foi negativo em 12.292 vagas. 

Por Correio Braziliense

Número de homicídios no Brasil supera outros 52 países somados

O números absoluto de assassinatos em 2016 é maior que a do continente europeu inteiro e mais os Estados Unidos

Em 2016 o Brasil chegou à nefasta marca de 61,6 mil homicídios no ano. Para se ter uma noção, se somarmos o número total de assassinatos na Europa inteira, Estados Unidos e China; o Brasil ainda leva uma vantagem de quase 13 mil mortos.

Até em comparação com países subdesenvolvidos como a Indonésia, com 253 milhões de habitantes, O Brasil leva uma vantagem de mais de 60 mil vítimas no ano. Foto: Agência Brasil

Até em comparação com países subdesenvolvidos como a Indonésia, com 253 milhões de habitantes, O Brasil leva uma vantagem de mais de 60 mil vítimas no ano. Foto: Agência Brasil

Os números são ainda mais alarmantes quando se leva em consideração a dimensão populacional. A China, por si só, tem uma população quase cinco vezes maior e índices de crimes violentos quase seis vezes menor.

Até em comparação com países subdesenvolvidos como a Indonésia, com 253 milhões de habitantes, O Brasil leva uma vantagem de mais de 60 mil vítimas no ano.

Se somarmos os números de vítimas do México, África do Sul, Colômbia e Paquistão, ainda levamos uma vantagem de quase 8 mil mortos.

Dentre os países em desenvolvimento apenas a Índia tem números próximos aos brasileiros. Foram 41,6 mil mortes violentas contra 59 mil no Brasil (em 2015). Ainda assim, a população da Índia é seis vezes maior que a brasileira.

Realidades distintas

Apesar dos indicativos, é preciso entender que um país de dimensões continentais como o Brasil abriga realidades distintas. Um morador de Jardim Paulista, em São Paulo, usufrui de uma realidade similar a Suécia.

Por outro lado, um morador de Nossa Senhora da Apresentação, bairro de Natal, vive num clima de terror. Sendo o bairro mais violento da 10ª cidade mais conturbada do mundo, os moradores de Nossa Senhora conviveram com 40 homicídios apenas no primeiro semestre de 2017. Os primeiros seis meses do ano já tornam o bairro mais violento que a maioria dos países do hemisfério norte.

Por Diário de Pernambuco

Estudo: 1% da população ganha 36 vezes a média da metade mais pobre, revela Pnad

Os índices de desigualdade no Brasil ainda são muito graves e profundos, conforme revelou a Pesquisa Nacional de Amostras por Domicílio, a Pnad 2016, divulgada nesta quarta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Foto: Márca Foletto / Agência O Globo

Foto: Márca Foletto / Agência O Globo

Segundo o levantamento, os brasileiros que pertencem a parcela dos que tem mais rendimentos receberam, no ano passado, 36 vezes mais que os 50% mais pobres. De acordo com a Pnad, o rendimento médio mensal da metade mais pobre foi inferior a um salário mínimo. Enquanto a pequena fatia mais rica tinha rendimento médio mensal de 27.085 reais no ano passado, os 50% mais pobres receberam em media apenas 747 reais. Segundo o coordenador do IBGE, Cimar Azeredo, quando comparado a outros países, o Brasil é ainda mais desigual.

“As pesquisas anteriores vinham mostrando que o Brasil é um país desigual. Essa desigualdade é bastante alta, principalmente quando se compara internacionalmente”.

Essa desigualdade fica ainda pior quando são levados em conta termos regionais, principalmente no Norte e Nordeste, onde estão concentradas a maior parcela de pessoas com menor renda. O coordenador do IBGE, afirma que somos um país desigual por igual.

“Temos uma desigualdade entre uma região e outra. Somos desiguais dentro da região e entre as regiões”

Azeredo explicou que existe uma métrica internacional para medir a desigualdade dos países, o chamado índice de GINI. Em uma escala que vai de zero a 1, quanto mais perto de zero, menor a desigualdade. O Brasil registrou 0,525.

Entre as regiões do país, segundo o IBGE, o GINI atingiu o pior resultado em 2016, no Nordeste, ficando 0,545. O Sul teve os melhor índice, com 0,465.

Brasil tem recorde de assassinatos, com 171 mortes por dia

Em 2016, foram 61.619 mortes violentas intencionais registradas

O Brasil registrou 61.619 mortes violentas intencionais, como assassinatos, em 2016, maior volume absoluto já registrada no País.

São 171 casos por dia e um crescimento de 3,8% em relação a 2015 chegando a uma taxa de 29,9 por 100 mil habitantes. Os dados divulgados nesta segunda-feira, 30, são do 11° anuário do Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

Número de assassinatos bateu recorde em 2016. Foto: Pixabay

Número de assassinatos bateu recorde em 2016. Foto: Pixabay

“É como se o Brasil sofresse um ataque de bomba atômica por ano. São dados impressionantes, que reforçam a necessidade de mudanças urgentes na maneira como fazemos políticas de segurança pública no Brasil. Não é possível aceitar que a sociedade conviva com esse nível de violência letal”, diz Renato Sérgio de Lima, diretor-presidente do Fórum.

As maiores taxas foram registradas em Sergipe (64 a cada 100 mil habitantes), Rio Grande do Norte (56,9) e Alagoas (55,9).

Por AE

Brasil pode crescer 4% dentro de três anos, diz Meirelles

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou nesta quinta-feira (12), em Washington, que o Produto Interno Bruto (PIB), soma de todos os bens e serviços produzidos no país) potencial do Brasil pode passar a ser de 4%, caso as reformas propostas pelo governo sejam aprovadas.

Meirelles citou como exemplo reformas macroeconômicas, entre as quais a tributária e a da Previdência. “Algumas delas já foram aprovadas, como, por exemplo, a taxa de longo prazo para o BNDES [Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social]”, destacou o ministro. Ele disse que seria viável atingir esse patamar em um horizonte de tempo de “três, quatro anos”.

Perguntado  sobre os impactos de curto prazo da reforma da Previdência, o ministro afirmou que há efeitos positivos, como o aumento do nível de confiança, da força e da estabilidade dos índices econômicos do país, além da expansão do volume de investimentos. Meirelles ressaltou que a aprovação da reforma é do interesse das diversas facções políticas, “inclusive porque, se não for aprovada agora, ela terá que ser discutida e aprovada no próximo governo. Isso será ruim para quem assumir, porque o primeiro desafio será enfrentar a reforma da Previdência”.

economia_marcos_santos_usp_imagens_1

Para o ministro, caso a reforma não seja aprovada, haverá outro impacto, que deve ser levado em consideração por causa do teto dos gastos. “Se não houver aprovação das medidas necessárias e se, em algum momento, o Orçamento e as despesas públicas violarem a regra do teto, os mecanismos são autocorretivos. Existe, então, o corte de novas isenções, subsídios, paralisação de qualquer aumento de contratação ou de salários”.

Segundo Meirelles, isso favorece a aprovação de normas que viabilizem o teto de gastos “de uma maneira mais uniforme no futuro”.

Mercado financeiro

Durante palestra nesta quinta-feira em um evento promovido pelo Instituto de Finanças Internacionais (IIF), o ministro da Fazenda falou sobre os riscos para economia global, caso os bancos centrais de países desenvolvidos demorem a aplicar uma normalização de suas políticas monetárias, ou seja, um aumento gradual de suas taxas de juros. Isso, segundo Meirelles, poderia levar a uma bolha nos mercados de ativos internacionais, cujo rompimento geraria crise.

“É um risco. Evidentemente o Fed [Banco Central norte-americano] está atento a isso e anunciando uma normalização da politica monetária. Isso também está acontecendo na Europa, e não acredito que este seja o cenário provável”, afirmou.

Ele disse também que, com a consolidação das reformas que estão sendo feitas no país, a economia brasileira está ficando mais forte, mais resistente, portanto, em condições de enfrentar eventuais turbulências na economia global”.

Por Agência Brasil

Horário de verão pode ser extinto este ano; governo quer ouvir sociedade

A adoção do horário de verão para gerar economia de energia no Brasil não se justifica mais. A avaliação é do diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Romeu Rufino. O horário de verão está previsto para começar no dia 15 de outubro e terminar em 17 de fevereiro do próximo ano. O governo analisa a manutenção ou encerramento do horário de verão.

“A avaliação é que, sob a perspectiva do setor elétrico, o horário de verão não se justifica”, disse Rufino.

Estudos sobre a viabilidade da manutenção do horário de verão, que abrange nove estados das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, além do Distrito Federal (Brasília), estão sendo conduzidos no âmbito do Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE), que reúne diversos órgãos governamentais ligados ao setor elétrico.

Horário de verão propicia maior prática de esportes, principalmente, nas capitaisTânia Rêgo/Agência Brasil

Horário de verão propicia maior prática de esportes, principalmente, nas capitaisTânia Rêgo/Agência Brasil

As pesquisas apontam para o fato de que a adoção da hora adiantada não resulta mais em economia de energia, uma vez que a temperatura é quem determina o maior consumo de energia e não a incidência da luz durante o dia. De acordo com o Operador Nacional do Sistema (ONS), atualmente os picos de consumo ocorrem no horário entre 14h e 15h, e não mais entre 17h e 20h.

Enquete

O governo estuda a possibilidade de consultar a sociedade sobre a adoção ou não do horário de verão este ano. A decisão precisa sair rápido e está nas mãos do presidente Michel Temer e do ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho. Se a definição for pela enquete, ela será lançada no Portal do Planalto na próxima semana.

Apesar de não fazer mais diferença na economia de energia, conforme explicou o diretor-geral da Aneel, uma parte da sociedade gosta da sensação de ter uma hora a mais no dia e poderá manifestar isso na enquete.

Além disso, o governo pode levar em consideração o maior movimento do comércio durante o horário de verão. Com dias mais claros, as pessoas ficam mais na rua e consomem mais.

Bandeira vermelha

De acordo com Rufino, em outubro o governo deve passar a cobrar a bandeira vermelha na conta de luz, possivelmente na faixa dois, em razão da escassez de chuvas.

“O que podemos falar agora é de tendência. A bandeira está vinculada ao CMO (Custo Marginal de Operação), que é muito dependente de regime hidrológico e a previsão de chuva. A tendência é que estamos com um regime hidrológico muito desfavorável, com chuvas atrasadas. A tendência é despachar térmicas mais caras”, disse.

Atualmente, está em vigor a tarifa amarela na cobrança da conta de luz. Esta tarifa representa um acréscimo de R$ 2,00 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos. Com a adoção da tarifa vermelha, o preço da tarifa de energia passa a ter um acréscimo e vai a R$ 3,00 por 100 kWh. No caso do patamar dois, esse valor seria maior: R$ 3,50 a cada 100 kWh consumidos.

Por Agência Brasil

Cerca de 11 mil pessoas tiram a própria vida todos os anos no Brasil

A taxa de mortalidade por suicídio entre os homens foi quatro vezes maior que a das mulheres, entre 2011 e 2015. São 8,7 suicídios de homens e 2,4 de mulheres por 100 mil habitantes

Setembro Amarelo Foto: Foto: Divulgação/Caps

Setembro Amarelo
Foto: Foto: Divulgação/Caps

Cerca de 11 mil pessoas morrem por suicídio todos os anos no Brasil. De acordo com o primeiro boletim epidemiológico sobre suicídio, divulgado nesta quinta (21) pelo Ministério da Saúde, entre 2011 e 2015, 62.804 pessoas tiraram suas próprias vidas no país, 79% delas são homens e 21% são mulheres. A divulgação faz parte das ações do Setembro Amarelo, mês dedicado à prevenção ao suicídio. 

A taxa de mortalidade por suicídio entre os homens foi quatro vezes maior que a das mulheres, entre 2011 e 2015. São 8,7 suicídios de homens e 2,4 de mulheres por 100 mil habitantes.

Para a diretora do Departamento de Vigilância de Doenças e Agravos Não-Transmissíveis e Promoção da Saúde, Fátima Marinho, esse número é maior pois há uma perda de diagnóstico dos casos de suicídio. Segundo ela, nas classes sociais mais altas há um tabu sobre o tema, questões relacionadas a seguros de vida e diagnósticos feitos por médicos da família. “As pessoas mais pobres, em geral, captamos a morte porque ele vai pro Instituto Médico Legal (IML)”, explicou.

Das 1,2 milhão de mortes, em 2015, 17% tiveram causa externa. Dessas 40% são registradas por causas não determinadas, segundo Fátima. “Ainda tem 6% de mortes que ainda não conseguimos chegar na causa. São cerca de 10 mil mortes que foram por causa externa, violenta, mas não sabe porquê. Por isso temos esse subdiagnostico do suicídio”, disse.

No Brasil, os idosos, de 70 anos ou mais, apresentaram as maiores taxas, com 8,9 suicídios para cada 100 mil habitantes, mas, segundo Fátima, em números absolutos, a população idosa vem aumentando. Além disso, eles sofrem mais com doenças crônicas, depressão e abandono familiar. Ela explica que esse índice alto de suicídio entre idosos é observado no mundo todo. Os dados apontam que 62% dos suicídios foram causados por enforcamento. 

Entre os outros meios utilizados estão intoxicação e arma de fogo. A proporção de óbitos por suicídio também foi maior entre as pessoas que não têm um relacionamento conjugal, 60,4% são solteiras, viúvas ou divorciadas e 31,5% estão casadas ou em união estável. “E os homens casados se suicidam menos. O casamento é um fator de proteção para os homens e de risco para as mulheres”, disse Fátima, explicando que existe uma associação das tentativas de suicídio das mulheres com a violência intradomiciliar. Ela compara que as mulheres tentam mais e, por outro lado, os homens anunciam menos, mas são os que mais morrem por suicídio.

Entre 2011 e 2015, a taxa de mortalidade por suicídio no Brasil foi maior entre a população indígena, sendo que 44,8% dos suicídios indígenas ocorreram na faixa etária de 10 a 19 anos. A cada 100 mil habitantes são registrados 15,2 mortes entre indígenas; 5,9 entre brancos; 4,7 entre negros; e 2,4 morte entre os amarelos.

Para Fátima, o alto risco de suicídio entre jovens indígenas compromete o futuro dessas populações, já que elas também há um alto risco de mortalidade infantil.

Tentativas de suicídio
As notificações de lesões autoprovocadas tornaram-se obrigatórias a partir de 2011 e elas seguem aumentando. Entre 2011 e 2016, foram notificadas 176.226 lesões autoprovocadas; 27,4% delas, ou seja, 48.204, foram tentativas de suicídio.

As tentativas de suicídios são mais frequentes em mulheres. Das 48.204 pessoas que tentaram tirar a própria vida entre 2011 e 2016, 69% era mulheres e 31% homens. A proporção de tentativas de suicídio, de caráter repetitivo também é maior entre as mulheres. Entre 2011 e 2016, daqueles que tentaram suicídio mais de uma vez, 31,3% são mulheres e 26,4 são homens. O meio mais utilizado nas tentativas de suicídio foi por envenenamento, 58%. Seguido de objeto pérfuro-cortante, 6,5%; enforcamento, 5,8%.

Fatores de risco e proteção
Entre os fatores de risco para o suicídio estão transtornos mentais, como depressão, alcoolismo, esquizofrenia; questões sociodemográficas, como isolamento social; psicológicas, como perdas recentes; e condições incapacitantes, como lesões desfigurantes, dor crônica e neoplasias malignas. No entanto, o Ministério da Saúde ressalta que tais aspectos não podem ser considerados de forma isolada e cada caso deve ser tratado de forma individual.

Segundo o Ministério da Saúde, a existência de um Centro de Atenção Psicossocial (Caps) no município reduz em 14% o risco de suicídio. Na análise feita, é o único fator de proteção ao suicídio. Fátima ressalta, entretanto, que é preciso uma melhor distribuição desses centros, principalmente nas áreas com mais concentração de suicídios. Existem hoje no Brasil 2.463 Caps em funcionamento.

Os casos acontecem em quase todo país, mas Região Sul concentrou 23% dos suicídios, entre 2010 e 2015. Segundo Fátima, alto nível de renda, pouca desigualdade social e baixo índices de pobreza são características de municípios que concentram mais suicídios.

Ela explica, entretanto que, no caso da Região Sul, existe a associação dos casos de suicídio com a agricultura, especificamente a cultura da folha do tabaco. Segundo Fátima, a folha verde do fumo pode causar uma intoxicação neurológica em quem mantém um contato muito próximo, “o efeito dessa intoxicação é chamada bebedeira da folha verde do fumo”.

Além da Região Sul e de áreas indígenas, esse levantamento trouxe novas áreas com altas taxas de suicídio, que são a região da divisa de São Paulo e Minas Gerais e o estado do Piauí. Segundo Fátima, esses locais ainda precisam ser mais estudados, mas também há uma associação ao uso de pesticidas e a agricultura.

Agenda global
Mais de 800 mil pessoas tiram a própria vida por ano no mundo. Por isso, em 2013, a Organização Mundial da Saúde desenvolveu um plano de ações em saúde mental que pretende reduzir em 10% da taxa de suicídio até 2020.

O coordenador de Saúde Mental, Álcool e Outras Drogas, Quirino Cordeiro, disse que o governo promovia ações na área de prevenção ao suicídio, mas agora que está começando a fazer uma política focada no tema. Uma das ações estratégicas é a construção do Plano Nacional de Prevenção ao Suicídio, para ampliar as ações para as populações vulneráveis.

Segundo ele, o Ministério da Saúde quer expandir a rede de Caps, inclusive entre a população indígena, além de outras estratégias de cuidados na saúde mental. É importante ainda cruzar os mapas para identificar possíveis associações de causas de suicídios, como a associação com pesticidas. Outros órgãos e ministérios serão convidados para apoiar futuras ações.

Quirino explica que as políticas de prevenção ao suicídio devem focar em dois fatores, nos transtornos mentais e nos meios de suicídio. “Sabemos que entre os vários fatores para o suicídio existe a presença do transtorno mental não tratado de maneira apropriado, então ter políticas públicas focadas nesses transtornos é importante”, disse.

Outra frente de ações é o controle de meios para o suicídio, segundo Quirino, que tem um impacto importante na redução dessas mortes. “Muitas vezes quem comete suicídio está passando por problemas graves e acaba fazendo uma tentativa por desespero. Mas se não tem à mão um método, muitas vezes aquele momento passa e a pessoa não efetiva”, disse, explicando que o controle de armas é importante no Brasil, por exemplo, pois onde se restringe o acesso a armas, se reduz os casos de suicídio.

Acordo com o CVV
O Ministério da Saúde, desde 2015, tem uma parceria com o Centro de Valorização da Vida (CVV), que começou com um projeto-piloto no Rio Grande do Sul. O CVV realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo por telefone, e-mail, chat e voip 24 horas todos os dias.

O objetivo da parceria é ampliar gradualmente a gratuidade de ligações para o CVV, mesmo que por celular, por meio do número 188. Além do Rio Grande do Sul, a partir de 1º de outubro, pessoas de mais oito estados poderão ligar gratuitamente para o serviço: Acre, Amapá, Mato Grosso do Sul, Piauí, Santa Catarina, Rio de Janeiro, Rondônia e Roraima.

De acordo com o Ministério da Saúde, 21% da população brasileira reside nos nove estados a serem atendidos gratuitamente pelo CVV, o que garante uma ampla cobertura. O acordo já ampliou o número de atendimentos, de 4,5 mil em setembro de 2015, para 58,8 mil em agosto de 2017. Até 2020 todo o território nacional poderá contar com o atendimento pelo 188.

No restante dos estados, o CVV ainda atende pelo número 141 ou diretamente no posto regional. Em cidades sem posto de atendimento do CVV, as pessoas podem utilizar o atendimento por chat, skype e e-mail disponíveis na página do CVV.

O boletim epidemiológico sobre suicídio está disponível na página do Ministério da Saúde. A pasta também disponibiliza materiais de orientação para jornalistas, profissionais de saúde e população geral.

Por Agência Brasil

Sem dinheiro, Polícia Federal suspende emissão de passaporte

Orçamento insuficiente suspende emissão de passaportes no país, diz PF; segundo comunicado da Polícia Federal, a emissão do documento só voltará ao normal quando for normalizada a situação financeira

A Polícia Federal informou, por meio de nota publicada no site na noite desta terça-feira (27/6), que está suspensa, a partir de hoje, a confecção de novos passaportes. Segundo o comunicado, a medida ocorre diante da “insuficiência do orçamento destinado às atividades de controle migratório e emissão de documentos de viagem.”

O agendamento online do serviço e o atendimento nos postos da Polícia Federal funcionarão normalmente, mas, de acordo com a PF, não há previsão para entrega dos documentos solicitados “enquanto não for normalizada a situação orçamentária.”

Quem fez o pedido de emissão de passaportes até 26 de junho (hoje), receberá o documento normalmente. Já os brasileiros que precisam emitir o documento no site da PF, mesmo diante da não previsão da entrega, devem clicar no link “Estou ciente” para seguir com a solicitação. 

Passaporte

Por Correio Braziliense

Blog de Airton Sousa: Brasil enfrenta Venezuela sem Neymar

Será a quarta partida da seleção Brasileira sob o comando do técnico Tite, desta feita contra a seleção lanterna das eliminatórias Sul-Americanas, a Venezuela, que joga em casa, na cidade de Mérida, e com certeza, apesar de ser certo um bom público, todos sabem que o futebol não é o divertimento predileto dos Venezuelanos. Hoje os brasileiros enxergam a nossa seleção com outros olhos, diferente da época de Felipão e Dunga, onde o desinteresse tomou conta do torcedor, em razão da mediocridade dos times montados pelos treinadores anteriores, bem como pelas decepções acontecidas, principalmente na Copa do Mundo de 2014. O brasileiro agora, demonstra interesse, confiança e motivação, em razão de que a partir do técnico Tite, os jogadores também se apresentam com outra personalidade.

Estamos vindo de três vitórias progressivas e convincentes, e assim, a  expectativa para essa terça-feira(11/10), é de mais um grande jogo. Porém, espera-se que a seleção brasileira, possa respeitar o adversário, sem permitir excesso de otimismo. No entanto, entrar com empenho e com um futebol envolvente, para emplacarmos mais uma vitória, desta feita, a quarta, sob o comando de Tite. A depender do nosso e do resultado  da seleção do Uruguai, poderemos assumir a liderança da chave Sul-Americana, fato que há muito tempo não acontecia.

Sem poder contar com Neymar, que cumpre a automática e tirando da seleção o jogador Giuliano, que jogaram contra a Bolívia, o treinador escalou os seguintes jogadores para iniciarem a partida: Alisson, Daniel Alves, Marquinhos, Miranda e Filipe Luís; Fernandinho, Willian, Paulinho e Renato Augusto;  Philippe Coutinho e Gabriel Jesus. Evidencia-se nesta escalação, principalmente, a ausência de Neymar, que cumpre, ratificando, suspensão automática. Assim, espera-se que a qualidade do treinador, possa funcionar também neste sentido, em razão de que o jogador Neymar tornou-se indispensável na seleção brasileira.

06. 03.2016 – Brasil, Cordel e Repente – TV Nova – Com Rogério Meneses – 2º Bloco

Todos os domingos às 8.30h no Canal 22.1, na sua TV Nova.

f s a

Belo Jardim-PE: Diante de um cenário de crise, jovens contam suas experiências de como chegaram no mercado de trabalho

O Brasil tem enfrentado um momento muito difícil em relação à economia. Sendo um país totalmente capitalista, onde existe uma batalha diária de milhões de brasileiros que estão em constante busca para alcançarem seus ideais, desde cedo, muitas vezes até antes de atingir a maioridade, jovens lutam por oportunidades dentro do mercado de trabalho, setor que também tem sofrido com a crise econômica, deixando muitos cidadãos desempregados.

No município de Belo Jardim, localizado no Agreste de Pernambuco, isso não acontece de forma diferente. Jovens da cidade têm buscado garantir os seus lugares diante do concorrido e restrito mundo do mercado de trabalho. A cidade dispõe de inúmeras empresas reconhecidas em todo estado, viabilizando assim, vagas de emprego para os munícipes.

Neste momento delicado de crise financeira, o comércio local enfrenta dificuldades nos índices de contratações que têm diminuido, segundo o CDL. O desafio também é enfrentado até por quem já está inserido no mercado de trabalho, tendo que fazer de tudo para manter-se nele.

Diante desse cenário, a equipe de reportagem da TV Nova Replay esteve com alguns jovens, questionado-os sobre os maiores desafios que enfrentaram até chegar onde estão, levando em conta a dificuldade atual do nosso país.

Marcielle Samara é empreendedora no ramo de estampas em vestuários e objetos, e contou detalhes de sua trajetória até conquistar os seus sonhos.

“Chamo-me Marcielle Samara Nogueira da Silva, tenho 22 anos, casada e estudo na Universidade Federal de Pernambuco, no curso de Design. Desde muito nova, sempre fui muito criativa e conseguia desenvolver trabalhos na área artística com facilidade e foi daí que surgiu o desejo de me especializar numa área que me possibilitasse criar, produzir e ser minha própria “patroa”. Mas nem sempre foi tão fácil assim. Aos 17 anos comecei no mercado de trabalho em outras áreas para conseguir ajudar em casa nas despesas, mas não me encontrei em nenhuma delas, pois eu sabia que não era isso que eu queria. No finalzinho de 2014, comecei meu primeiro trabalho de carteira assinada, onde tive experiências boas e ruins que me mostraram mais uma vez que eu não estava no ramo que eu deveria estar. Pedi demissão, vieram as dificuldades financeiras e com isso um impulso para arriscar no mercado que eu sempre quis e sonhava, que era uma estamparia com produtos personalizados e também que levasse o nome de Deus em nossa marca. Com a ajuda do Senhor e com o total apoio do meu esposo Alysson Oliveira, nós conseguimos comprar as nossas primeiras máquinas e assim começamos a empreender. No começo de qualquer negócio sempre enfrentamos algumas dificuldades, mas isso nos ensina a crescer e buscar a cada dia aperfeiçoar nosso trabalho. Hoje trabalhamos com estampas em camisas, canecas e almofadas, muitos outros degraus nós ainda precisamos subir para conseguirmos nos manter apenas com o nosso negócio, mas eu posso dizer que já me sinto realizada por tudo o que Deus tem feito por nós!” – Declarou a jovem empreendedora Marcielle.

c8744fa1-16d9-4704-977f-147d9373f508

Marcielle usando uma das camisas estampadas de sua empresa

O jovem Rodrigo externou sua satisfação em poder trabalhar e tornar-se um cidadão independente.

“Me chamo Rodrigo Veloso, tenho 21 anos, trabalho em uma sapataria muito famosa do município e minha experiência aqui tem sido boa. Afinal, nunca tinha trabalhado antes e aprendi muitas coisas aqui. Agora cursando faculdade de Administração, quero crescer na vida.”, – Afirmou o jovem.

977b6f2c-be40-45b4-8da3-945eec7b6e6c

Allan Everton trabalha com a família desde os seus 12 anos e mostrou-se satisfeito por ter começado a trabalhar muito cedo.

“Me chamo Allan Everton, tenho 22 anos, sou estudante de Nutrição e trabalho na confecção do meu pai (Allan Kid’s) desde os 12 anos. No início eu tirava as pontas de linhas e sou grato a Deus pelo meu pai, por ter me colocado na mesma profissão que a dele. Hoje estou cursando faculdade que eu sonhava e tudo graças à confecção e por eu ter despertado o desejo de trabalhar desde criança.” – Declarou Allan.

Allan (de camisa laranja) e sua família

Allan (de camisa laranja) e sua família

Aos seus 29 anos, Getúlio Alves já conquistou patamares que um dia foram sonhos não só dele, mas de toda sua família.

“Meu nome é Getúlio Alves, tenho 29 anos, sou casado, sou Engenheiro Civil, sou pós-graduando em Engenharia de Segurança do Trabalho e Técnico em Eletromecânica. Atualmente atuo como Trainee na Viana e Moura Construções há 2 anos e 4 meses como Gerente de Produção de Estruturas Metálicas na Madelar Indústria e Comércio. Trabalhei por 1 ano como Projetista na Isoeste Construtivos Isotérmicos e desempenhei durante 4 anos a função de Técnico de Produto na Acumuladores Moura. Desde cedo acompanhei meus pais em suas rotinas de trabalho, fui aos roçados, nos aventuravamos em feiras livres, quitandas e também em outros tipos de vendas informais. Mas apesar de ajudá-los, sempre fui incentivado e motivado por eles para estudar e correr atrás de um “algo a mais”. Aos 16 anos ingressei no curso de Mecânico de Manutenção de Máquinas em Geral onde após conclusão, pude fazer a especialização para Técnico em Eletromecânica. Nessa época, no período vago fui aprendiz de Digitação e Desenhos em duas gráficas: a Infográfica (atualmente Digital) e logo mais na MSInfo (atualmente Microtec informática). Agradeço a Deus por Ele estar sempre presente, fazendo com que tudo se torne possível e aos meus pais, esposa e irmão, por me motivarem e apoiarem nos momentos difíceis desse percurso.” – Disse Getúlio Alves.

12767325_1042153405807591_136273499_n

Foto: Reprodução/ Arquivo pessoal

Diante de tantos exemplos de luta e dedicação, pode-se perceber a ousadia destes jovens belojardinenses diante do concorrido mercado empreendedor e das diversas áreas de trabalho. Os desafios são constantes, porém, a vontade de crescer e se tornar uma pessoa bem sucedida são maiores do que qualquer dificuldade que apareça. É importante frisar que a maioria dos jovens estão em processo acadêmico e visam um futuro de vida estabilizada diante de um contexto totalmente capitalista, no qual não só os brasileiros estão inseridos, mas grande parte da população mundial.

Reportagem: Matheus Breno

Brasil é segundo país com pior nível de aprendizado, aponta estudo da OCDE

Outra constatação do estudo é de que o Brasil está entre os 10 países mais desiguais do mundo no que diz respeito à diferença de desempenho entre estudantes de classes sociais altas e baixas

Foto: Divulgação/ Alessandra Coelho/PMRJ.

Foto: Divulgação/ Alessandra Coelho/PMRJ.

O Brasil tem o segundo maior número de estudantes com baixa performance em matemática básica, ciências e leitura em uma lista de 64 países de todo o mundo. Cerca de 12,9 milhões de estudantes com 15 anos de idade – de um total de 15,1 milhões que compõem o universo do estudo – não têm capacidades elementares para compreender o que leem, nem conhecimentos essenciais de matemática e ciências. Destes, 1,1 milhão são brasileiros.

As conclusões constam de uma análise sobre qualidade da educação de jovens publicada nesta quarta-feira, 10, pela Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE), em Paris. O relatório, intitulado “Alunos de baixo desempenho: por que ficam para trás e como ajudá-los?”, baseia-se em dados de 2012 do Programa Internacional de Avaliação de Alunos (PISA), da própria organização.

Dos 64 países analisados, o Brasil ficou atrás apenas da Indonésia, que tem 1,7 milhão de estudantes com baixo desempenho. Em termos percentuais, o País é o décimo pior avaliado, atrás de Catar, Peru, Albânia, Argentina, Jordânia, Indonésia, Colômbia, Uruguai e Tunísia. 

Dos 2,7 milhões de alunos de 15 anos avaliados on Brasil, 1,9 milhão tinha dificuldades em matemática básica, 1,4 milhão em leitura e 1,5 milhão em ciências. Cruzados, os números indicam que 1.165.231 estudantes tinham dificuldades em cumprir tarefas básicas nas três áreas de conhecimento. 

Outra constatação do estudo é de que o Brasil está no “top 10″ de países mais desiguais do mundo no que diz respeito à diferença de desempenho entre estudantes de classes sociais altas e baixas.

Mas nem tudo são notícias negativas. O Brasil, diz a organização é um dos nove países que mais reduziram – em 18% – o número de estudantes com problemas em matemática básica no período entre 2003 e 2012, ao lado de México, Tunísia, Turquia, Alemanha, Itália, Polônia, Portugal e Rússia.

Na área matemática, 67,1% dos alunos brasileiros estão abaixo do nível 2 – ou seja, longe dos níveis 5 e 6, que exigem mais conhecimento. Esses patamares são alcançados apenas por 0,8% dos estudantes brasileiros. No ranking, o País fica em 58º lugar, somando 391 pontos na escala do PISA, contra uma média de 494 pontos obtidos por estudantes que vivem em países-membros da OCDE, entidade composta por 34 nações.

Parte dos resultados ainda muito negativos do Brasil se deve à maior inclusão de estudantes no sistema educacional ao longo dos últimos 15 anos, ponderou ao Estado Alfonso Echazarra, analista da Direção de Educação da OCDE. Entre 2003 e 2012, o índice de escolarização passou de 65% para 78%.

Como a inclusão se dá incorporando alunos que estão na base da pirâmide social, em classes mais desfavorecidas, seus primeiros anos de educação são mais problemáticos, por frequentarem escolas com menos recursos, como ocorre em regiões rurais.

Nesse cenário, a redução do número de estudantes com problemas de base em matemática, leitura e ciências é um sinal positivo que pode ser comemorado.

“O Brasil é um claro exemplo de que o investimento em educação leva a melhores resultados, o que nem sempre é o caso em outros países”, explica Echazarra.

Em termos mundiais, entre os 12,9 milhões de alunos com desempenho baixo, 11,5 milhões têm problemas em matemática, 8,5 milhões leem com dificuldades e 9 milhões têm lacunas no aprendizado de ciências.

Para romper o ciclo de baixo nível educacional, a OCDE recomenda que os governos nacionais identifiquem os estudantes com baixa performance e lhes ofereçam estratégias para recuperação de nível.

Entre as propostas da entidade, a maior parte tem caráter estrutural: reduzir a desigualdade no acesso à educação, estimular a inscrição escolar o mais cedo possível, envolver os pais na comunidade escolar e fornecer programas de auxílio financeiro às instituições de ensino e às famílias carentes.

Da Agência Estado

31. 01.2016 – Brasil, Cordel e Repente – TV Nova – Com Rogério Meneses – 2º Bloco

Todos os domingos às 8.30h no Canal 22.1, na sua TV Nova.

Brasil, Cordel e Repente cantadores BCR5 BCR4 BCR4 BCR2 BCR1 Rogério Meneses TV Nova Nordeste

24. 01.2016 – Brasil, Cordel e Repente – TV Nova – Com Rogério Meneses – 2º Bloco

Todos os domingos às 8.30h no Canal 22.1, na sua TV Nova.

Brasil, Cordel e Repente cantadores BCR5 BCR4 BCR4 BCR2 BCR1 Rogério Meneses TV Nova Nordeste

24. 01.2016 – Brasil, Cordel e Repente – TV Nova – Com Rogério Meneses – 1º Bloco

Todos os domingos às 8.30h no Canal 22.1, na sua TV Nova.

BCR1 BCR2 BCR4 BCR4 BCR5

Agrestina-PE: 11ª edição da “Cavalgada do Chocalho” supera expectativas de seus organizadores

Na manhã deste domingo (22) foi realizada mais uma edição da “Cavalgada do Chocalho” em Agrestina-PE e desta feita a 11º. Esta festa é uma dos mais tradicionais eventos da cidade.

20151122_110511

Segundo os organizadores, a cavalgada deste ano correspondeu todas as expectativas, e estavam sendo esperados mais de 1,2 mil cavaleiros.

“Valeu toda correria, todo esforço, afinal correspondeu todas as expectativas, o convite foi feito e mais 1,2 mil cavaleiros marcaram presença, fica agora a sensação de dever cumprido”. Palavras do Organizador e empresário Moacir Florêncio.

20151122_114324

A Fazenda Amapá foi escolhida para recepcionar os cavaleiros e amazonas que foram chegando de várias cidades de Pernambuco.

20151122_111424

Com os versos e prosas do locutor e jornalista Figueiredo Brasileiro e a poesia de Jorge Madalena, os cavaleiros aos poucos iriam se familiarizando com o evento.

20151122_111308

20151122_112209

Antes de seguir o percurso de cerca de sete quilômetros até a Reserva de Serro Azul, a parada obrigatória foi em frente À Paróquia de Santo Antônio, onde na ocasião foi realizada uma missa presidida pelo Padre João Luiz. A cerimônia contou com a presença do prefeito Thiago Nunes.

20151122_115507

20151122_114245

Durante o percurso, muita cerveja gelada e água mineral; os cavaleiros e amazonas eram esperados na Reserva de Serro Azul, com direito a muito forró e um reforçado almoço.

20151122_120833

20151122_135120

20151122_134312

A noite, a Fazenda Amapá também foi palco de shows de Forró da Zoação e Lucas Costa.

20151122_184405

20151122_212849

A Cavalgada do Chocalho foi reconhecida em 2008 pelo RankBrasil, órgão que homologa recordes brasileiros, que constatou a presença de 1.249 pessoas e animais com uniformes completos.

20151122_115610

A realização do evento foi do Clube Equestre Cavalgada do Chocalho e total apoio da Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Cultura, Turismo e Juventude.

20151122_134111

20151122_135624

20151122_142506

Nova Replay, o que é bom se repete!

Cachoeirinha-PE: Alunos da EREM Corsina Braga transformam cultura e arte em um belo espetáculo através do projeto “Revelando Talentos”

Nesta quarta-feira, dia 11 de novembro, a Escola de Referência em Ensino Médio Corsina Braga, situada na cidade de Cachoeirinha-PE, foi palco de grandes apresentações que estiveram sobre a responsabilidade dos alunos, onde todos os estudantes, do 1º ao 3º ano participaram do projeto “Revelando Talentos”.

Este projeto está em seu 5º ano de realização e foi idealizado pela professora de Língua Estranheira e Artes, Rosiane Bezerra. A princípio, o objetivo do projeto foi o de dinamizar o conteúdo de língua estrangeira, onde os primeiros anos da realização do projeto contou com a participação dos alunos em coreagrafias de músicas internacionais, teatro, reeleituras em telas, desfiles. Os demais professores da EREM Corsina Braga, ao verem a intensidade do projeto, decidiram se unir e contextualizar o “Revelando Talentos” como um evento interdisciplinar.

Desta forma, mudando o padrão que vinha sendo executado nos últimos anos do projeto, este ano o contexto esteve voltado à temática da área de Humanas, onde os alunos se basearam no tema: “Diversidade Sociocultural na Formação do Povo Brasileiro”. Cada sala, através de um sorteio, foi designada a representar um país que teve influência na formação da nação brasileira, sendo os países: Angola, Itália, Benim (África), Holanda, Alemanha, França, Japão, Congo, Espanha e Portugual. O Brasil também foi representado, e os alunos que participaram do projeto do estado de Pernambuco, o Ganhe o Mundo, aqueles que puderam passar 06 meses no exterior aprendendo um nova cultura e conhecendo países como Canadá, Nova Zelândia, dentre outros, também participaram do Revelando Talentos, onde tiveram a oportunidade de contar suas experiência acerca de suas viagens.

A cultura de cada país foi representada pelos alunos através da dança, de encenações, comidas típicas, brincadeiras, rituais, costumes, o contexto histórico de cada nação foi bem explicado de forma simples, de forma que todos pudessem compreender. Alguns alunos escolheram apresentar seus talentos na dança, fazendo apresentações nos corredores da escola, chamando a atenção das pessoas.

A professora coordenadora do projeto Revelando Talentos, Rosiane Bezerra, nos contou sobre o evento e ressaltou que suas expectativas foram alcançadas, onde ficou surpresa com o empenho de cada aluno que se dedicou ao máximo para a realização do projeto. Dentre os objetos, bem como o nome já é explícito, Revelando Talentos, os estudantes tiveram a oportunidade de demonstrar ou até mesmo descobrir suas habilidades, praticando a oralidade, aprendendo a trabalhar em equipe e se tornar uma pessoa mais responsável, cumprindo cada uma de suas funções.

“Minhas expectativas foram alcançadas, principalmente pelos alunos do 1º Ano, que estão participando pela primeira vez, mostrando um desempenho mais do que o esperado. Em todos os anos, os alunos aguardam ansiosamente por este evento, é tanto que ex-alunos, que já se formaram, me procuraram, querendo participar do projeto. Tem sido muito significativo, a participação tem sido muito boa, a comunidade tem vindo prestigiar e eu fico muito agredecida pela participação de todos os estudantes, pois o Revelando Talento a cada ano tem me surpreendido.” - afirmou a professora Rosiane Bezerra.

IMG_20151111_142456895

Professora Rosiane Bezerra – Idealizadora do Projeto

IMG_20151111_083233375 IMG_20151111_083318888 IMG_20151111_083340552 IMG_20151111_083355223 IMG_20151111_083407477 IMG_20151111_083422120 IMG_20151111_091442229 IMG_20151111_092232492_HDR IMG_20151111_092650880

IMG_20151111_093452883_HDR IMG_20151111_101412198 IMG_20151111_111201812_HDR

IMG_20151111_091511899

IMG_20151111_092525635

Representação da Cultura de Benim (África)

IMG_20151111_092629451

 

IMG_20151111_104306870 IMG_20151111_104337760 IMG_20151111_104412322

 

Representação da Cultura da Holanda

Representação da Cultura da Holanda

IMG_20151111_105226880 IMG_20151111_105000115 IMG_20151111_104952238

Representação da Cultura do Congo

Representação da Cultura do Congo

IMG_20151111_142706309 IMG_20151111_142713401 IMG_20151111_142720264 IMG_20151111_142815552 IMG_20151111_142832327

IMG_20151111_093356283

Representação da Cultura da Alemanha

IMG_20151111_093406178

IMG_20151111_105459198 IMG_20151111_105513602 IMG_20151111_105828666

Representação da Cultura do Japão

Representação da Cultura do Japão

IMG_20151111_093709046 IMG_20151111_093756792 IMG_20151111_093805229

Representação da Cultura da Espanha

Representação da Cultura da Espanha

IMG_20151111_144047597 IMG_20151111_144054658 IMG_20151111_144117915 IMG_20151111_144126521

IMG_20151111_094053605

Representação da Cultura de Portugal

IMG_20151111_094140431

IMG_20151111_145242362 IMG_20151111_150008188

IMG_20151111_094335025

Representação da Cultura da França

IMG_20151111_110523264 IMG_20151111_110627573 IMG_20151111_110629973 IMG_20151111_110912091 IMG_20151111_110925567

IMG_20151111_094536725

Representação da Cultura da Angola

IMG_20151111_094616127

 

IMG_20151111_094748443 IMG_20151111_094755922 IMG_20151111_094806703 IMG_20151111_094839994

Representação da Cultura da Itália

Representação da Cultura da Itália

IMG_20151111_100119758 IMG_20151111_100157631 IMG_20151111_100249053 IMG_20151111_100501213

Representação da Cultura do Brasil

Representação da Cultura do Brasil

IMG_20151111_103105627 IMG_20151111_103123426 IMG_20151111_103152357 IMG_20151111_103203963 IMG_20151111_103254551 IMG_20151111_103351264 IMG_20151111_103412459

IMG_20151111_112229984

Intercambistas que participaram do projeto Ganhe o Mundo

IMG_20151111_112239175 IMG_20151111_112247014 IMG_20151111_112314489 IMG_20151111_113620383 IMG_20151111_113750891

O Revelando Talentos foi um verdadeiro evento cultural que bem representou as influências destes países para a construção da cultura brasileira, tornando-o um país místico, dotado de muitas características, de raças diferentes e que o faz se diferenciar das demais nações espalhadas pelo mundo. A dedicação e o empenho de cada aluno construiu um belo cenário artítisco que sediou belíssimas apresentações, encantando a todos que os prestigiaram.

Nova Replay, o que é bom se repete!

Lula diz que pode ser candidato em 2018 durante evento em Brasília

A declaração foi dada no fim do discurso de quase uma hora na 5º Conferência Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional

Sob gritos da plateia pedindo sua volta à Presidência, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva admitiu nesta quinta-feira (05) que poderá ser candidato à sucessão da presidente Dilma Rousseff em 2018. A declaração foi dada no fim do discurso de quase uma hora na 5º Conferência Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional. O evento é promovido pelo Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea), do qual o petista é presidente de honra.

Em sua fala, Lula afirmou que “não estou candidato”, pois ainda faltam três anos para as eleições.

“Mas uma coisa vou dizer para vocês: nem que eu tiver apenas um minuto de vida em 2018, se tiver concorrendo contra nós um projeto conservador que tenha como objetivo acabar com as coisas que nós fizemos nesse País, pode estar certo que vou estar na campanha, ou como cabo eleitoral ou como candidato”, ponderou.

20151105205040210780u

Antes do discurso de Lula, a ministra do Desenvolvimento Social, Tereza Campello, saiu em defesa do ex-presidente durante breve discurso no evento do Consea.

“Muita gente diz que o senhor é culpado de muita coisa, nós aqui achamos que o senhor é culpado de ter tirado o Brasil do mapa da fome, de ter criado o Bolsa Família, de ter reduzido a mortalidade infantil”, afirmou.

“Não vou mais admitir que corrupto me chame de corrupto”

O ex-presidente subiu o tom nesta quinta-feira (05) e disse que não vai mais admitir que corruptos o acusem de corrupção. Durante discurso de quase uma hora na 5º Conferência Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional, o petista também criticou a oposição por pedir o impeachment da presidente Dilma Rousseff.

“Não vou mais admitir que corrupto me chame de corrupto porque todos esses que ficam nos acusando, se colocar um dentro do outro, não dá 10% da minha honestidade”, afirmou Lula durante o evento promovido pelo Consea.

O ex-presidente conclamou a militância a reagir às críticas de corrupção que ele o PT vêm sofrendo. Sem citar qualquer investigação específica, Lula destacou que os escândalos de corrupção estão vindo à tona atualmente não porque começaram só agora.

“É porque tem um governo que está apurando mais do que eles apuravam antes”, ressaltou.

O petista reconheceu que a presidente Dilma Rousseff não vive o melhor momento de seu governo, mas ponderou que a dificuldade não é apenas dela.

“É nossa, é do Brasil, é do mundo”, disse, emendando: “Nós temos que ajudar. Quando as coisas não estão bem é que temos que assumir a postura.”

Lula avaliou que, ao pedir o impeachment de Dilma, a oposição quer “derrubar um projeto que teve sucesso neste País”. Segundo ele, os ataques que ele vem sofrendo “não são à toa”. Para ele, a oposição quer derrubá-lo pelo medo de que ele volte à Presidência nas eleições de 2018.

Do Agência Estado

TV Nova Replay, informações é aqui!

Brasil: Tribunal de Contas da União rejeita as contas da Presidente Dilma Rousseff de 2014

Na noite desta quarta-feira, 07 de outubro de 2015, o Tribunal de Contas da União Rejeitou as contas públicas de 2014 da Presidente Dilma Rousseff, onde todos os ministros votaram com o relator.

O presidente do TCU, Aroldo Cedraz, declara que o parecer do ministro Augusto Nardes, que recomenda a rejeição das contas públicas de 2014, está aprovado e com isso recomenda ao Congresso Nacional a rejeição.

Um dos motivos mais comentados foi o das irregularidades chamadas “pedaladas fiscais”, os ministros entenderam que as contas não estavam em condições de serem aprovadas.

1

TV Replay, o que é bom se repete!

Agrestina-PE: Shows de manobras e recorde no público marcaram o 7º Motocross do Campeonato Pernambucano na cidade

Na manhã deste domingo (13), a cidade de Agrestina sediou o 7º motocross, sendo a 4ª etapa do campeonato pernambucano. Evento este que encerrou a programação dos 87 anos de emancipação política do município.

motocross 05 pista

No sábado (12) foi realizado um treino preparatório e quem esteve presente pode constatar que o evento do Domingo iria reservar uma mistura de adrenalina, beleza em manobras e muita competitividade.

motocross 03

O evento teve início por volta das 08h do Domingo (13), na fazenda Amapá, perímetro urbano da cidade. O público foi uma atração à parte e quem compareceu fez questão de vibrar e principalmente entrar no clima da competição.

SAM_0959

Logo após algumas voltas na pista para reconhecimento, antes da largada oficial, o jovem piloto Tallys Nathan de 14 anos falou das condições da pista e da confiança de estar no lugar mais alto do pódio.

CLIQUE E ESCUTE AS PALAVRAS DO COMPETIDOR TALLYS NATHAN:

SAM_0902

Athalo Brito de apenas 11 anos, uma grande promessa no motocross, diz que vem com tudo para esta competição, já que no ano passado não se saiu muito bem.

CLIQUE E ESCUTE AS PALAVRAS DO ÍCONE DO MOTOCROSS ATHALO BRITO:

SAM_0906

O piloto Athalo Brito, foi campeão na categoria oficial 65CC, mantendo o índice e ainda mais confiante para a próxima etapa.

SAM_1007

Ultrapassagens maravilhosas, pilotos perdendo o controle da moto e muita poeira levantada; assim foi o 7º motocross de Agrestina.

SAM_0897

Evandro Filho, natural da cidade de Santa Cruz do Capibaribe-PE e atualmente morando na capital Recife, se intitula um verdadeiro fanático pela modalidade e avalia o campeonato no Nordeste e principalmente a ascensão dos pilotos.

CLIQUE E ESCUTE AS PALAVRAS DO JOVEM EVANDRO:

SAM_0899

Há apenas 5 meses no Brasil, o piloto Holandês Jeffrey Bruns, mostra desenvoltura com o nosso idioma e fala da expectativa para a competição.

CLIQUE E ESCUTE O DEPOIMENTO DO COMPETIDOR JEFFREY BRUNS:

SAM_0914

O pai de Jeffrey, o Sr. Roberto Bruns, morando há 9 meses em nosso país, se enche de orgulho ao falar do seu filho e faz comparação das pistas e do clima.

CLIQUE E ESCUTE AS PALAVRAS DO SR. ROBERTO BRUNS:

SAM_0916

As mulheres também arrasaram nas pistas e quem levou a melhor, alcançando o primeiro lugar foi Laninha Lopes, na categoria MX feminina.

CLIQUE E ESCUTE AS PALAVRAS DA CAMPEÃ LANINHA LOPES:

SAM_0934

SAM_0939

Albertino Lopes, pai da campeã Laninha, expressa toda felicidade pelo momento que a filha está vivenciando e parabeniza a organização.

CLIQUE E ESCUTE O DEPOIMENTO DO SR. ALBERTINO LOPES:

SAM_0938

Na categoria 125 a 200CC, quem levou o troféu do 7º motocross foi o piloto Léo Bala.

CLIQUE E ESCUTE AS PALAVRAS DO VENCEDOR DESSA CATEGORIA:

SAM_0944

SAM_0945

O piloto Israel Feitosa, da cidade de Santa Cruz do Capibaribe, patrocinado pelo prefeito Thiago Nunes, subiu no pódio como 1º colocado duas vezes nas categorias: Open Nacional e Especial MX3.

CLIQUE E ESCUTE AS PALAVRAS DO JOVEM ISRAEL FEITOSA:

SAM_0951

SAM_0955

A Prefeitura de Agrestina apoia o Campeonato de Motocross, que foi realizado na cidade como parte da programação dos 87 anos de emancipação política. O prefeito Thiago Nunes fala com a nossa reportagem da satisfação de estar sediando um evento deste porte e principalmente por estar contribuindo com a geração de renda beneficiando os munícipes.

CLIQUE E ESCUTE AS PALAVRAS DO PREFEITO THIAGO NUNES:

SAM_0926

O evento contou com a presença de autoridades, como empresários de vários setores locais e visitantes, secretários, vereadores e políticos de outros municípios. Na ocasião, o secretário de Obras e Urbanismo Saulo Batista, que ficou à frente do evento, parabenizou a cidade pelos 87 anos e especial o prefeito Thiago Nunes pelo apoio.

CLIQUE E ESCUTE O DEPOIMENTO DO SECRETÁRIO SAULO BATISTA:

O locutor e organizador das etapas do motocross Pernambucano, o Titacross, fez um balanço da competição e reforça o convite para as datas posteriores e as respectivas cidades que irão sediar o evento.

CLIQUE E ESCUTE AS PALAVRAS DO LOCUTOR DO EVENTO, O TITACROSS:

SAM_0882

O evento é uma realização das Secretarias de Educação e Esportes; Cultura, Turismo e Juventude de Agrestina, com apoio da Secretaria de Esportes e Lazer de Pernambuco, Empetur e Associação dos Secretários e Dirigentes de Turismo de Pernambuco (Astur-PE).

motocross 02 feminina

TV REPLAY, O QUE É BOM SE REPETE!

Todos os estados e o DF participaram de protestos contra o governo Dilma

Brasileiros foram às ruas neste domingo (16) em 205 cidades em todos os estados e no Distrito Federal em protesto contra o governo da presidente Dilma Rousseff (PT).

brazil-rousseff-_paulo_whitaker_reuters_3

Foto: Reprodução/ G1 – Protesto na Avenida Paulista em São Paulo reuniu 350 mil, segundo a PM, 1 milhão, segundo organizadores e 135, segundo o Datafolha.

As manifestações levaram mais pessoas às ruas do que as de 12 abril, mas menos do que as de 15 março, segundo a polícia e os organizadores. A PM estimou em 879 mil o total de manifestantes deste domingo. Em abril, foram 701 mil e em março, 2,4 milhões.

Considerando os números dos organizadores, participaram 2 milhões neste domingo, 1,5 milhão em abril e 3 milhões em março.

Grande parte dos manifestantes pedia a renúncia ou o impeachment da presidente e cobrava o fim da corrupção. Pela primeira vez, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi fortemente criticado. Muitos participantes vestiam verde amarelo e levavam bandeiras do Brasil. Também foram vistas faixas com referência à Operação Lava Jato e elogiando o juiz Sérgio Moro.

Na noite deste domingo, o Instituto Lula divulgou nota na qual afirmou que o ex-presidente jamais cometeu ilegalidades antes, durante ou depois de seus dois mandatos.

“Lula foi preso na ditadura porque defendia a liberdade de expressão e organização política. O povo brasileiro sabe que ele só pode ser acusado de ter promovido a melhora das condições de vida e acabado com a fome de milhões de brasileiros, o que para alguns parece ser um crime político intolerável. Lula jamais cometeu qualquer ilegalidade antes, durante ou depois de seus dois governos”, afirmou o instituto na nota.

Pela primeira vez, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) discursou em um protesto do tipo.

“O Brasil despertou. É o povo na rua que vai permitir a superação da crise. Não é este governo, que não tem mais autoridade, nem credibilidade”, disse o senador e candidato derrotado na campanha presidencial de 2014. Falando em cima de um trio elétrico em Belo Horizonte, Aécio evitou responder questões sobre o impeachment.

Algumas manifestações isoladas defendiam a intervenção militar no Brasil (o pedido de intervenção militar é uma atitude ilegal e frontalmente contrária à Constituição; em seu artigo 5º, a Constituição diz que “constitui crime inafiançável e imprescritível a ação de grupos armados, civis ou militares, contra a ordem constitucional e o Estado Democrático”).

Fora do Brasil, cerca de 50 pessoas protestaram em Lisboa, capital de Portugal, relatou André Luis Azevedo, correspondente da TV Globo. O protesto foi na Praça Camões, no Chiado, tradicional local de manifestações e ponto turístico. Os manifestantes levaram bandeiras e muitos cartazes de “Fora PT”, “Fora Dilma” e “Fora Lula”. No fim, cantaram o hino nacional.

Ato pró-PT

Em contraponto aos atos contra Dilma, militantes, centrais sindicais e movimentos sociais fizeram um protesto em frente ao Instituto Lula, na Zona Sul de São Paulo. Vestidos com camisas vermelhas, manifestantes gritavam palavras de ordem: “Não vai ter golpe”, “o Lula é meu amigo, mexeu com ele mexeu comigo” e “o povo na rua/ coxinha recua”. Eles foram recebidos com um churrasco.

Do G1

TV REPLAY, INFOMAÇÃO É AQUI!

Agrestina-PE: Comerciantes da Feira Livre falam sobre a crise e explicam como ela tem afetado a economia do município

Que o Brasil está passando por um momento de crise não é novidade, mas como a população está lidando com essa realidade? Na manhã desta sexta-feira (07), a equipe da TV Replay esteve visitando a Feira Livre da cidade de Agrestina e conversando com alguns feirantes, onde na ocasião, podemos constatar como esta crise está afetando a economia do município.

SAM_0424

De acordo com a maioria da população, o impacto da crise no Brasil sem dúvida está afetando a feira livre local, no entanto, apesar da grande dificuldade econômica presente no nosso país, os consumidores e feirantes de Agrestina tem conseguido sobressair a ela, através de economias na hora da compra, por exemplo.

SAM_0426

Na ocasião, conversamos com alguns feirantes e consumidores, questionando-os como está a atual situação do comércio da Feira Livre de Agrestina. O Sr. José Nelson, que trabalha com a venda de calçados e tem seu ponto certo na feira, fez uma análise da situação e nos contou durante entrevista, como ele tem lidado com a crise.

CLIQUE E ESCUTE:

SAM_0430

SAM_0432

A Srª Maria Vital, residente na Vila Santa Teresa, zona rural do Município, prioriza sempre a feira livre local. Acompanhe as palavras desta consumidora durante entrevista.

CLIQUE E ESCUTE:

SAM_0441

SAM_0443Mesmo diante da crise, a feira continua funcionando normalmente todas as sextas-feiras na cidade; pode-se perceber que o fluxo de feirantes continua crescente, onde consumidores de municípios vizinhos também são fregueses dos comerciantes de Agrestina.

SAM_0460

SAM_0450

SAM_0447O jovem Ronaldo Feliciano, também vendedor de calçados, fala com a nossa reportagem e compartilha de sua opinião quanto a atual crise brasileira.

CLIQUE E ESCUTE:

SAM_0438

SAM_0440

“O segredo para essa realidade atual em nosso país ao sair as compras é ter muita cautela e principalmente pesquisar os preços e qualidade dos produtos, economizando o máximo possível.” – Disse o Sr. Severino.

O Sr. Severino José, mais conhecido ‘Bereco’, afirmou que economizar é melhor ferramenta a ser utilizada diante desta crise.

CLIQUE E ESCUTE:

SAM_0445

A feira livre de Agrestina é uma tradição na cidade e faz questão de manter algumas culturas, entre elas, o Mercado e Açougue Públicos, que possibilita uma vasta variedade em mercadorias.

SAM_0465

SAM_0464O feirante Sr° José Manuel da Silva, relata o reflexo em relação a crise em nosso país.

CLIQUE E ESCUTE:

SAM_0455

O Sr° Amaro José é aposentado e fala do desdobramento que é para comprar apenas o necessário.

CLIQUE E ESCUTE:

SAM_0457

SAM_0459

SAM_0427

SAM_0452

SAM_0462

A feira livre é realizada no centro da cidade e acontece sempre nas sextas-feiras. Mesmo diante da atual crise econômica, os nossos feirantes e consumidores tem se esforçado para não serem prejudicados e esperam que em breve as dificuldades sejam substituídas pela garantia de qualidade de vida.

Fotos: Joselim Valdemar

TV REPLAY, O QUE É BOM SE REPETE!

Segundo especialistas, ECA enfrenta desafios com mortalidade de jovens e evasão escolar

Passados 25 anos da sanção do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), a legislação tem como principais desafios, segundo especialistas ouvidos pela Agência Brasil, a ampliação de recursos a serem investidos na garantia dos diretos das crianças e dos adolescentes a fim de reverter indicadores como o de mortalidade de adolescentes entre 16 e 18 anos e o de evasão escolar de jovens no ensino médio.

De acordo com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), o número de assassinatos de jovens adolescentes no Brasil passou de aproximadamente três, em 1990, para mais de 24 por dia no ano passado.

“Veja que o país fez uma mudança importante na proteção da vida das crianças, mas não conseguiu proteger os adolescentes, especialmente, os negros e os que vivem em comunidades populares”, frisou o coordenador do Programa Cidadania dos Adolescentes do Unicef, Mário Volpi.

Situação semelhante é verificada em relação à educação das crianças e dos adolescentes. Após o início da vigência do ECA, o percentual de crianças matriculadas no ensino fundamental saltou de 80% para mais de 98%, segundo dados do Ministério da Educação, compilados pelo Unicef. No ensino médio, entretanto, cerca de 50% dos adolescentes entre 15 e 17 não estão no banco escolar.

Conselhos tutelares

De acordo com o gestor de Relações Institucionais da Pastoral da Criança e do Adolescentes da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Clóvis Boufleur, os conselhos tutelares, que são considerados um grande avanço do ECA, também enfrentam problemas, como precariedade no funcionamento.

“Os conselhos estão muito frágeis nos municípios, nos governos estaduais porque se discutem muitos assuntos, mas, como não se tem recurso, não se faz muita coisa. Política sem dinheiro não avança”, criticou Clóvis Boufleur.

Um dos principais problemas desses órgãos é a falta de estrutura.

“Alguns conselhos não têm computadores, não têm acesso à internet ou não têm salas privativas para atender adequadamente às famílias e às crianças e aos adolescentes. O conselho tutelar foi o principal órgão criado pela lei para zelar e fiscalizar os diretos da criança e do adolescente”, acrescentou o coordenador do Movimento Nacional de Direitos Humanos em São Paulo, o advogado Ariel de Castro Alves Ariel Castro Alves.

Para a Fundação Abrinq, que defende o exercício da cidadania de crianças e adolescentes, o bom funcionamento dos conselhos tutelares é essencial para garantia de direitos.

“O país precisa melhorar a infraestrutura, a qualificação de profissionais e a destinação de orçamento para a operacionalização efetiva, especialmente dos conselhos tutelares”, afirmou a gerente executiva da Abrinq, Denise Cesário.

Internet

De acordo com o Unicef, o ECA ainda precisa ser aprimorado para incluir dispositivos relacionados aos crimes cometidos por meio da internet.

“Depois do Marco Civil da Internet, precisamos fazer uma alteração sobre os temas relacionados ao uso da internet. Esse é um tema que não está no estatuto e que precisa ser discutido. A internet é um espaço fantástico de socialização, de comunicação, de entretenimento, mas também de risco, abuso, pedofilia, homofobia, racismo”, observou o coordenador do Programa Cidadania dos Adolescentes do Unicef, Mário Volpi.

20150712131258281947u

Da Agência Brasil

TV REPLAY, O QUE É BOM SE REPETE!

Brasil: Pesquisa do Ibope aponta vitória de Aécio Neves (59%) sobre Lula(41%) se a eleição fosse hoje

Segundo o Jornal Folha de São Paulo, se a corrida presidencial estivesse em curso nesse momento, o Senador pelo PSDB Aécio Neves venceria o candidato do PT Luis Inácio Lula da Silva em uma disputa no segundo turno.

A informação deste sábado (11), divulgada pelo Jornal Folha de São Paulo, comenta a pesquisa do Ibope, que tem margem de erro de dois pontos percentuais, para mais ou para menos. Ao todo, o Ibope ouviu 2.002 eleitores em diversas região do Brasil.

Só foram divulgados dados de uma eleição em segundo turno, e nesse caso Lula teria 33% das intenções de voto, enquanto que Aécio Neves teria 48%.

Se fossem levados em conta apenas os votos válidos, aqueles que são computados nas eleições, Aécio terá 59% enquanto Lula somaria 41%

Para ver a matéria na íntegra, veja Folha de São Paulo:

http://www1.folha.uol.com.br/poder/2015/07/1654634-segundo-ibope-aecio-venceria-lula-se-eleicao-fosse-hoje.shtml?cmpid=fb-uol

maispb

Foto: maispb

TV Replay, o que é bom se repete!

Brasil: Ministro Gilmar Mendes pediu investigação da Polícia Federal nas contas de Dilma Rousseff

Gilmar Mendes é o Vice-Presidente do Tribunal Superior Eleitoral, e quer obter informações da Policia Federal sobre indícios de crime de lavagem de dinheiro cometido por duas empresas de publicidade. a investigação seria de indícios de irregularidades nas prestações de contas da campanha a presidente de Dilma Rousseff. As apurações foram pedidas pelo PSDB no pedido de cassação de mandato feito contra o PT.  Quem trás maiores detalhes é a Revista Istoé.

Segunda a revista o Ministro Gilmar Mendes encaminhou ofício à PF para que apure os detalhes relacionados à prestação de serviços da Focal Comunicação Visual, que recebeu R$ 24 milhões da campanha da Presidente Dilma Rousseff. Gilmar Mendes quer também maiores detalhes sobre os contratos da empresa VTPB que trabalhou na campanha petista ao custo de R$ 23 milhões.

Existem suspeitas, segunda a revista tanto da Focal, quanto a VTPB terem recebido dinheiro do esquema de desvios da Petrobras. Essas transações, conforme a delação premiada do dono da UTC, o engenheiro Ricardo Pessoa, foram fruto de negociações do atual ministro da Secretaria de Comunicação Social, Edinho Silva.

No pedido de cassação protocolado pelo PSDB, foi alegado que a campanha de Dilma e Temer praticou abuso de poder econômico, por ter recebido doações de empreiteiras que estavam sendo investigadas ainda na Lava Jato e que esses valores superaram a soma das despesas de todos os demais candidatos à Presidência da República, nas eleições de 2014. Se comprovado os fatos, poderíamos ter uma reviravolta política na nação.

 Aqui você encontra a matéria na íntegra da revista Istoé:

http://www.istoe.com.br/reportagens/426766_PF+MIRA+A+CAMPANHA+DA+PRESIDENTE?pathImagens=&path=&actualArea=internalPage

Foto: Jornalggn

Foto: Jornalggn

TV Replay, o que é bom se repete!

 

Agrestina-PE: Congresso espera reunir mais de duas mil pessoas

A Prefeitura de Agrestina está com representantes no 51° Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, onde está sendo realizado no Centro de Eventos do Ceará. O evento começou no último domingo (14) e vai até a próxima quarta-feira (17), e na ocasião serão discutidos os mais variados aspectos da Medicina Tropical, desde o ensino, passando pela pesquisa de pontos importantes, até a assistência.

Estão presentes no encontro o Secretário de Saúde de Agrestina, Roberval Maciel, e o coordenador da Vigilância em Saúde no município, Efraim Naftali, cada um com três trabalhos inscritos e aprovados para apresentação – muitos sobre ações de sucesso desenvolvidas no município.

São esperadas mais de duas mil pessoas no Congresso que vai receber profissionais com perfis diversos que atuam na área da saúde no Brasil e no mundo, o que aumentará o conhecimento de todos e será, com certeza, uma oportunidade ímpar de conhecer idéias e resultados que podem ser aplicados em diferentes realidades.

Os trabalhos apresentados pelos representantes da Prefeitura são:

• Frequência de casos de dengue confirmados e ações de controle no município de Agrestina – Roberval Maciel
• Levantamento dos casos de Tuberculose no município de Agrestina entre os anos de 2004 e 2013 – Roberval Maciel
• Perfil epidemiológico da Leishmaniose Tegumentar e Visceral do município de Agrestina no período de 2004 e 2013 – Roberval Maciel
• A importância do inquérito escolar no controle do Tracoma na IV Gerência Regional de Saúde – Efraim Naftali
• Análise da situação epidemiológica da dengue em 32 municípios da IV Gerência Regional de Saúde do Estado de Pernambuco – Efraim Naftali
• Levantamento epidemiológico das formas de Leishmaniose em 32 municípios do Estado de Pernambuco – Efraim Naftali

Congresso

Congresso 8  Congresso 6  Congresso 3 Congresso 2 Congresso 4  Congresso 4   Congresso 7

Decom
Fotos: Decom Prefeitura Agrestina

TV Replay, o que é bom se repete!

Caruaru-PE: Coletivo e Sundown Park – Verão todo dia, Juntos nessa onda

O Sundown Park é um park aquático que está localizado a 30 km após a cidade de Garanhuns. Um park com grandes atrações aquáticas (piscinas, escorregadores, toboáguas, entre eles o maior toboágua do Brasil com 30 m de altura, piscina de onda “Kionda”, piscinas para crianças, lanchonetes, self service).

Um lugar ideal para toda sua família, com várias atrações. Um park 100% em contato com a natureza e tudo que há de mais bonito. Desde o dia 1º de Março que está aberto e funcionando nos fins de semana.

E a Coletivo Turismo, fechou uma grande parceria, com ponto de venda de passaporte autorizado, em Caruaru. Entre em contato com os vendedores e tenha mais informações, através do 81-3721-0505. A Coletivo é localizada na avenida Leão Dourado nº 996, no bairro Caiucá, em Caruaru.

Confira!

1

 

TV Replay, o que é bom se repete!

Manifestações em todo país reúnem mais de 1,5 milhões de Brasileiros.

Neste domingo (15), os Brasileiros fizeram bonito na rua, vestiram as cores da bandeira do Brasil e protestaram de forma pacifica. Maior parte pedia pelo fim da corrupção, outro grupo pedia pelo impeachment da Presidenta Dilma Rousseff e também gritaram contra o PT.

O maior protesto registrado foi em São Paulo, segundo a policia militar, reuniu 1 milhão de pessoas. No exterior também foi registrado manifestações de Brasileiros que moram em Nova Iorque, Londres, Lisboa, Miami, Sidney e Buenos Aires.

No final desse domingo, o ministro da justiça, José Eduardo Cardozo, e da Secretaria-Geral da Presidência da República, Miguel Rossetto, deram uma coletiva de imprensa, e afirmaram que o governo nos próximos dias anunciará “um conjunto de medidas para combater a corrupção e a impunidade”. No momento da coletiva de impressa, ocorreu o panelaço novamente em vários estados. Para o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa disse que, depois de uma série de protestos contra o governo federal em todo o país, a Presidente deveria ter se pronunciado hoje.

O MBL já anunciou um novo ato no dia 12 de abril. Em entrevista ao jovem Audálio Machado (21), recém formando em Ciência Política na Universidade Federal de Pernambuco, ele afirma que ‘’Os protestos são legítimos, pois o Brasil é uma democracia recente e precisa dessas manifestações para consolidar seu regime democrático’’. Na opinião do entrevistado ‘’São ilegítimos os pedidos de impeachment contra a Presidente Dilma, pois, não há provas de participação da Presidenta na operação lava jato, portanto, o impeachment seria inconstitucional. Mas existe possibilidade real de Dilma sair do cargo, pelo fato de que no Brasil, historicamente os Governos Federais, não conseguiram governar sem uma grande coalizão no Congresso’’. Ele ainda acrescenta ‘’As manifestações são válidas para protestar contra administração governamental, que atingem principalmente a classe média/alta, mas perde um pouco de sentido ao pedirem veementemente o impeachment da Presidente, que não tem seu nome envolvido em nenhum escândalo de corrupção.’’ Audálio finaliza a entrevista dizendo que os protestos no Brasil costumam esfriar rapidamente e não tem tantos resultados positivos, tendo como exemplo o protesto de 2013 que rapidamente foi esquecido, perdeu a força, mas, contudo ele diz que a importância das manifestações é muito relevante para uma democracia, que o povo quer mudança, por isso saem nas ruas querendo protestar. O Entrevistado é muito cético, porque vê que os pedidos da população não são atendidos pelos políticos, e essas decisões passam por cima dos anseios dos cidadãos.

IMG-20150315-WA0008 IMG-20150315-WA0010

TV Replay, o que é bom se repete!

gabriela

Reportagem: Gabriela Ramos

 

 

 

 

 

 

 

Manifestantes na Av. Paulista Crédtios:Fabio Teixeira

Manifestantes na Av. Paulista Crédtios:Fabio Teixeira

Crédito: Fabio Teixeira

Crédito: Fabio Teixeira

Imagem da Internet.

Imagem da Internet.

Foto: Ueslei Marcelino/Reuters

Foto: Ueslei
Marcelino/Reuters

 

Brasileiros clamam por justiça através de manifestações pacíficas

15 de março de 2015: O dia que parte da população Brasileira amanheceu vestindo verde e amarelo e indo para as ruas, deixando sua marca na história. Movimentação pacifica, pedindo pelo fim da corrupção, reforma politica, transparência dos governantes, educação, saúde, transporte, segurança e principalmente o impeachment da presidente Dilma.

Conscientizando a classe politica que o povo acordou, e não aguenta mais do jeito que está, lutam por um Brasil descente e justo, querem respeito e transparência no uso do dinheiro público. Vários manifestantes carregam cartazes e caixas de som. Pernambuco reuniu 8 mil pessoas no inicio da manifestação, terminando com 15 mil manifestantes (estimativa da Policia Militar) na AV. Boa Viagem, todos lutando contra a corrupção e a minoria pedindo a intervenção militar, algo contrário a constituição.

Também teve a presença dos deputados federais como Jarbas Vasconcelos (PMDB) e Raul Jungamann (PPS), o deputado estadual Betinho Gomes (PSDB) e o vereador André Regis (PSDB), eles não defendem o impeachment, mas apoiam a mobilização.

Protestos também seguiram agora à tarde em todo o país e São Paulo colocou mais de 1 milhão de pessoas na Avenida Paulista. Ao que parece, isso é apenas uma amostra do que vem por ai, pois a medida que o povo ganha força, a tendência é cada vez mais, o povo ir as ruas em todo o país nos próximos eventos, como aconteceu em 2013.

Veja imagens do recife e a entrevista do Repórter James Paiva:

IMG-20150315-WA0022 IMG-20150315-WA0023 IMG-20150315-WA0024 IMG-20150315-WA0025 IMG-20150315-WA0026 IMG-20150315-WA0028 IMG-20150315-WA0029 IMG-20150315-WA0030 IMG-20150315-WA0031 IMG-20150315-WA0032 IMG-20150315-WA0033 IMG-20150315-WA0034 IMG-20150315-WA0035 IMG-20150315-WA0036 IMG-20150315-WA0037

 TV Replay, o que é bom se repete!

gabriela

Reportagem: Gabriela Ramos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Recife-PE: Impeachment, manifestantes lutam contra corrupção e gritam por Dilma fora do Poder em várias capitais

As Manifestações do “Vem pra Rua” começaram nesse domingo (15) aqui em Recife às 10.30h reunindo, com estimativa da polícia militar, 8 mil pessoas no começo da caminhada, mais ao total seria 15 mil participantes, todos protestando conta o governo de Dilma e a corrupção.

IMG-20150315-WA0004 IMG-20150315-WA0005 IMG-20150315-WA0006 IMG-20150315-WA0007 IMG-20150315-WA0008

Imagens da Internet.

Imagens da Internet.

O empresário Fernando Caldas, líder do movimento Resgata Brasil, defende a importância da investigação da operação Lava Jato. “A operação é o instrumento legal jurídico para poder pedir o impeachment.”

Imagens da Internet.

Imagens da Internet.

Jarbas Vasconcelos, deputado federal (PMDB), estava na manifestação. “O Brasil nunca viveu uma situação como essa. Acho que as pessoas têm que vir para a rua mesmo protestar assim, de forma pacífica. Eu mesmo não proponho o impeachment. Isso é algo que tem que vir de fora para dentro. Collor começou nas ruas”, afirma Vasconcelos.

TV Replay, o que é bom se repete!

Reportagem: Miriam Sandriely

Fotos: James Paiva

Opinião: Diferente do nosso país, político cumpre promessa de campanha e com isso o Brasil sai perdendo mais uma vez

Segundo jornal, a Indonésia ameaça não comprar mais equipamentos militar do Brasil.

Este incidente se dá porque NOSSA QUERIDA PRESIDENTE, resolveu defender um traficantes de drogas, preso e morto naquele país. O presidente da Indonésia, Joko Widodo, assumiu seu mandato em outubro, e PROMETEU não ter clemência com condenados por tráfico de drogas, apesar de ter recebido telefonemas de líderes mundiais, incluindo Dilma, pedindo pelo perdão de pessoas no corredor da morte, ele vem cumprindo as PROMESSAS de campanha.

O governo da Indonésia chamou de volta seu representante no Brasil e ainda apresentou um protesto formal junto ao governo brasileiro porque a presidente Dilma se recusou a receber as credenciais do novo embaixador indonésio.

A Indonésia pode reconsiderar a compra de 16 aviões de combate EMB-314 Super Tucano e lança misseis de fabricação brasileira, segundo o jornal “The Jakarta Post”.

A presidente Dilma, chamou para consultas o embaixador brasileiro em Jacarta após a execução de Marco Archer (traficante), e também pediu clemência para Rodrigo Muxfeldt Gularte (traficante), mas não consegue cumprir promessas de campanha.

Fica claro que qualquer país, por mais pobre que seja, por menor que seja, por mais educado que seja, ou por qualquer coisa que seja, tem mais coerência que o nosso.

Nesse nosso país, um policial que corre atrás de um bandido, comprovado com passagem, e atira nele, tenta fazer do coitado um monstro. Homem de bem não foge de policial. Só quem está sendo roubado ou assaltado sabe o momento.

Agora, quando bandidos assassinam policiais de forma fria e premeditada, não fazem um especial de TV para mostrar. Dão uma pequena nota. Isso é um tapa na cara da sociedade brasileira. Tenham vergonham do roubo e repúdio por quem rouba. Todos eles. TODOS. Sejam de que partido forem.

Não queremos aqui defender nenhum partido político, ao contrário, queremos fora todo e qualquer político que roube, não cumpra as promessas, ou que façam dos brasileiros idiotas e palhaços.

Eu me envergonho, e você?

1

TV Replay, o que é bom se repete!

Brasil: Beneficiários do INSS devem comprovar vida e renovar senha até amanhã

Aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) devem procurar os bancos até esta terça-feira (30) para comprovar vida e renovar senha bancária. Para isso, o beneficiário deve ir até a agência em que recebe o benefício e apresentar documento oficial com foto, como carteira de identidade, de trabalho ou de habilitação.

Embora o prazo dado pelo INSS seja o dia 31 de dezembro, os bancos não estarão abertos ao público nesse dia, segundo a Federação Brasileira de Bancos (Febraban). Por isso, é importante ficar atento e evitar empecilhos para efetivar as ações, que são obrigatórias.

Quem não puder comparecer presencialmente à agência poderá valer-se de um procurador cadastrado no INSS ou de seu representante legal. Caso a ausência decorra de doenças ou dificuldade de locomoção, o procurador deverá comparecer a uma agência da Previdência Social portando procuração assinada e atestado médico emitido nos últimos 30 dias, além dos documentos de identificação dele e do beneficiário.

A falta de renovação pode levar à interrupção do pagamento do benefício, até que a situação seja regularizada. O Ministério da Previdência Social calcula que, dos 32 milhões de beneficiários do INSS, mais de 30 milhões fizeram os procedimentos obrigatórios até o dia 15 de dezembro, data da última contagem oficial.

1

TV Replay, o que é bom se repete!

Fonte: Agência Brasil – Helena Martins – Repórter

Brasil: Incidência do câncer de colo do útero cai em dez anos

Em dez anos, o número de mortes por câncer de útero em relação ao número de mulheres teve uma leve queda no país, passando de 5,04 casos para cada 100 mil mulheres em 2002 para 4,72 casos em 2012. Em números absolutos, no entanto, o número de mortes aumentou, já que a população também cresceu nesse período. Em 2002, a doença matou 4.091 mulheres e, em 2012, 5.264.

Os números são do Atlas de Mortalidade por Câncer no Brasil, que o Ministério da Saúde e o Instituto Nacional do Câncer (Inca) divulgam nesta semana. O levantamento mostra o câncer de colo do útero como o terceiro tipo que mais mata mulheres no país, atrás apenas do de mama e dos de brônquios e pulmões. A estimativa do Ministério da Saúde é que o Brasil feche este ano com 15.590 novos casos de câncer de colo do útero.

“Aumenta o número absoluto porque a população continua crescendo e há uma pequena diminuição no número relativo. Isso é explicado por um conjunto de medidas que vêm sendo tomadas na proteção da mulher, o exame de papanicolau, o uso de preservativos, a mulher está se cuidando mais”, disse o ministro da Saúde, Arthur Chioro, em entrevista à Agência Brasil.

Vacinação contra HPV ajuda na prevenção do câncer de  colo  do  útero

Vacinação contra HPV ajuda na prevenção do câncer de colo do útero

Para ele, isso não significa que o Brasil esteja em uma situação adequada.

”Podemos diminuir mais ainda essas mortes, diminuir a importância do câncer de colo do útero entre as causas de morte entre as mulheres. Nos últimos dez anos, ele caiu para terceiro lugar, mas, ainda assim, podemos mudar essa história devido à vacina do HPV.”

O Ministério da Saúde está vacinando meninas de 11 a 13 anos contra o vírus HPV, principal causa do câncer de colo do útero. A medida, tomada em mais 100 países, pode fazer com que a atual geração tenha uma incidência significativamente menor da doença, já que existe a vacina contra um dos dois dos vírus responsáveis por 70% dos casos de câncer de colo de útero. No ano que vem, a vacina passaá a ser oferecida a adolescentes de 10 e 11 anos e, em 2016, às de 9 anos.

Apesar de 97,7% do público-alvo terem tomado a primeira dose da vacina, apenas 49% receberam a segunda aplicação, até o dia 21 deste mês, o que soma um total de 2,4 milhões de meninas. O Ministério da Saúde assegura que a vacina não traz riscos e ressalta que só a primeira dose não garante a imunização. Cinco anos após a primeira dose, as meninas precisam retornar aos postos de vacinação para receber a dose de reforço, que garantirá proteção por mais tempo.

Entrevista do ministro da saúde, Aethur Chioro e o secretário de vigilância em saúde, Jarbas Barbosa falam sobre a 2 dose da vacina HPV(Antônio Cruz/Agência Brasil)

Ministro da Saúde recomenda uso de preservativo e o teste papanicolau – Antonio Cruz/Agência Brasil

A vacina contra o HPV está disponível nas 35 mil salas de vacinação do Sistema Único de Saúde (SUS). Recomendada pela Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), a vacina gera proteção contra quatro subtipos da doença (6, 11, 16 e 18), com 98% de eficácia.

Os subtipos 16 e 18 são responsáveis por cerca de 70% dos casos de câncer de colo do útero e os subtipos 6 e 11 por 90% das verrugas anogenitais.

O ministro Arthur Chioro ressalta que só a vacina não é suficiente para prevenir o câncer de colo de útero.

“As mulheres com mais de 13 anos, adolescentes e jovens, têm como grande instrumento de prevenção o diagnóstico precoce, que é [obtido por meio do] papanicolau, e o sexo seguro, ou seja, com o uso do preservativo, até porque o HPV tem alta transmissibilidade e alta relação com o câncer de colo de útero.”

Da Agência Brasil

Brasil: Há muita expectativa em Washington para a visita de Dilma, diz Humberto

Em missão parlamentar aos Estados Unidos, o líder do PT no Senado, Humberto Costa, teve uma reunião, na tarde de ontem, no poderoso Departamento de Estado americano com a secretária-adjunta para o Hemisfério Ocidental, Roberta Jacobson.

O encontro serviu para passar em revista a pauta política entre as duas maiores democracias do continente americano e tratar da possível visita de estado da presidente Dilma Rousseff aos EUA no ano que vem.

“A secretária Jacobson nos disse que Washington espera, com muita expectativa, a visita de Dilma”, afirmou Humberto. No ano passado, após vir à tona a denúncia de que os americanos espionaram o governo brasileiro, a presidenta cancelou a viagem que faria aos Estados Unidos. A última vez que um presidente brasileiro realizou uma visita de Estado aos EUA foi em 1995.

“Logo após a eleição, o presidente Obama ligou para a presidente Dilma para parabenizá-la e tratou do assunto. Agora, no encontro do G20 na Austrália, eles voltaram a falar sobre o tema numa reunião que tiveram isoladamente”, lembrou o líder do PT. “Dilma deve chegar a Washington no primeiro ano da sua nova gestão”, aposta ele.

De acordo com Humberto, Roberta Jacobson ressaltou que o simbolismo da visita será extremamente importante para os dois países. Ela realçou, também, aos congressistas brasileiros o papel de parceiro do Brasil para os Estados Unidos e disse que é grande a torcida no governo Obama para que as relações entre as duas nações voltem à normalidade.

Humberto Costa e Roberta Jacobson

TV Replay, o que é bom se repete!

Brasil: Senador Humberto Costa integra esforço para reaproximar Brasil e EUA

As relações entre Brasil e Estados Unidos, abaladas depois do escândalo da espionagem promovido pelos americanos contra governos em todo o mundo, podem começar a voltar à normalidade nos próximos meses. Paralelamente ao diálogo reaberto por Dilma Rousseff com Barack Obama, os parlamentares brasileiros também vão se somar aos esforços para dar novo impulso à reaproximação entre os dois países.
 
Líder do PT no Senado, o senador Humberto Costa (PE) integrará uma missão do Congresso Nacional que viaja a Washington no fim desta semana, a convite da Câmara Americana de Comércio (Amcham Brasil), com o objetivo de promover o diálogo entre os dois parlamentos. A missão pretende, ainda, intensificar o conhecimento sobre a relação bilateral Brasil-EUA com a finalidade de elevar o nível de interação entre as duas maiores economias do sul e do norte do continente americano.
 
“Brasil e Estados Unidos têm uma parceria histórica, que foi muito abalada pelo caso da espionagem promovido pela Agência de Segurança Nacional (NSA) americana. Mas creio que eles reconheceram o grave erro que o episódio representou e isso é uma sinalização positiva para que restabeleçamos a normalidade das nossas relações”, ressaltou Humberto, lembrando que a presidente Dilma Rousseff e o presidente Barack Obama terão um encontro bilateral nos próximos dias à margem da cúpula do G20, em Brisbane, na Austrália.
 
Nos Estados Unidos, os parlamentares brasileiros encontrarão deputados e senadores americanos, na sede do Congresso dos Estados Unidos, para uma conversa sobre aproximação dos legislativos. A agenda inclui, também, visitas ao Departamento de Estado, ao Departamento de Comércio, ao Departamento do Tesouro, ao Departamento de Agricultura, ao Conselho Nacional de Segurança e um encontro com os representantes americanos para o comércio com o Ocidente e com o Mercosul.
 
A missão parlamentar ocorre dos dias 17 a 19 de novembro próximo. É a terceira vez que ela é organizada pela Câmara Americana de Comércio, que é a maior associação binacional da América Latina e maior Câmara de Comércio fora dos Estados Unidos, reunindo mais de 5000 empresas associadas. 
Foto: Arquivo

Foto: Arquivo

TV Replay, o que é bom se repete!

Brasil: Matéria da Veja diz que Lula e Dilma sabiam de escândalo na Petrobras

Do Congresso em Foco

Intitulada “Eles sabiam de tudo”, reportagem de capa da próxima edição da revista Veja diz que o doleiro Alberto Youssef, “caixa do esquema de corrupção na Petrobras”, revelou em depoimento que a candidata à reeleição, Dilma Rousseff (PT), e o ex-presidente Lula “tinham conhecimento das tenebrosas transações na estatal”. A publicação de trecho da reportagem foi antecipada nesta quinta-feira (23) no site de Veja.

Nesse material, a revista relata o ritual da delação premiada que Youssef faz, desde 29 de setembro, à Polícia Federal e ao Ministério Público em Curitiba. Segundo a revista, que chega às bancas no próximo sábado (25), véspera das votações de segundo turno, o “estado de espírito” de Youssef, “antes afeito às sombras e ao silêncio”, agora é outro.

“Encarcerado desde março, o doleiro está bem mais magro, tem o rosto pálido, o cabelo raspado e não cultiva mais a barba. [...] Youssef mostra desassombro para denunciar, apontar e distribuir responsabilidades na camarilha que assaltou durante quase uma década os cofres da Petrobras. Com a autoridade de quem atuava como o banco clandestino do esquema, ele adicionou novos personagens à trama criminosa, que agora atinge o topo da República.

Perguntado sobre o nível de comprometimento de autoridades no esquema de corrupção na Petrobras, o doleiro foi taxativo:
— O Planalto sabia de tudo!
— Mas quem no Planalto?, perguntou o delegado.
— Lula e Dilma, respondeu o doleiro.”

1

TV Replay, o que é bom se repete!

http://blogdomarioflavio.com.br/vs1/materia-da-veja-diz-que-lula-e-dilma-sabiam-de-escandalo-na-petrobras/#.VEmsBwm0lCo.twitter

Brasil: Marina definiu condições para anunciar o 2º turno

Um dia após ter ficado fora da disputa pela Presidência da República, Marina Silva (PSB), começou a calibrar o discurso e negociar o formato do anúncio de seu apoio a Aécio Neves (PSDB) no segundo turno das eleições.

A ex-senadora estuda a melhor maneira de colocar ao lado do tucano sem aparecer incoerente coma postura de “Nova Política” que defendeu durante a campanha e enumera pontos do seu programa de governo que pedirá que sejam incorporados pela candidatura do PSDB.

A reforma política, com o fim  da reeleição, a educação em tempo integral e a sustentabilidade estão entre os itens colocados à mesa pela a ex-senadora .

Todos eles já aparecem contemplados no programa do governo tucano.

Nesta segunda (6), Marina reuniu seus principais aliados no apartamento em que se hospeda em São Paulo. Ouviu a opinião de todos mas deixou claro que caso não haja consenso entre o PSB, partido que abriga desde outubro de 2013, e a Rede Sustentabilidade, seu grupo político, tomará uma posição individual pró-Aécio.

” A avaliação é que não dá para ter mais quatro anos desse governo. Isso é ponto pacífico. O nosso compromisso é com o movimento de mudança”, disse João Paulo Capobianco, um dos mais próximos assessores de Marina.

Um dos trunfos de seu discurso, avalia a pessebista, é o eventual apoio da viúva de Eduardo Campos, Renata Campos, a Aécio . A fidelidade à família e ao legado de do ex-companheiro de chapa, morto em 13 de agosto, justificaria a aliança.

Segundo a Folha apurou, Renata começou nesta  segunda consulta a aliados para formular discurso em favor de Aécio. O irmão do ex-governador, Antônio Campos, declarou voto no tucano em sua pagina no Facebook, mas ressaltou que aquela era uma posição pessoal.

A Rede marcou reunião para a noite desta terça-feira (7), em São Paulo, na qual deve se comprometer com a mudança, mas libertar seus filiados para escolher entre Aécio e Dilma Rousseff (PT).  Já o PSB convocou encontro em Brasília na quarta-feira (8) para definir o futuro político do partido no segundo turno.

O presidente nacional da sigla, Roberto Amaral, defendia apoio à petista, mas tem dito que ” às vezes um reacionário pode ser um avanço”, em referência ao candidato do PSDB. O anúncio oficial deve sair na quinta-feira (9).

Foto: Pedro França

Foto: Pedro França

TV Replay, o que é bom se repete!

Fonte: http://www.uol.com.br/

Brasil: Divulgações sobre normas para a eleição de 2014

De acordo com documentos divulgados pelo Tribunal Regional Eleitoral Pernambucano e pela Secretaria Judiciária ficou definido que:

PERMITIDO – 04 DE OUTUBRO DE 2014

1. Até as vinte e duas horas do dia que antecede a eleição, serão permitidos distribuição de material gráfico, caminhada passeata ou carro de som que transite pela cidade divulgando jingles ou mensagens dos candidatos (Lei 9.504/97, art.39).

PERMITIDO – 05 DE OUTUBRO DE 2014

1. É permitida no dia da eleição, a manifestação individual e silenciosa da preferência por partido político exclusivamente por bandeiras, broches, dísticos e adesivos (Lei 9.504/97 art. 39-A, caput).

PROIBIDO – 05 DE OUTUBRO DE 2014

1. É vedada até o término do horário da votação a aglomeração de pessoas com vestuário padronizado bem como propaganda ou manifestação coletiva ( Lei 9.504/97, art39- A).

2. É proibido aos servidores da Justiça Eleitoral, aos mesários o uso de vestuário ou objeto que contenha qualquer propaganda de partido político ou coligação de um candidato (Lei 9.504/97, art. 39).

3. Aos fiscais só é permitido que em seus crachás constem o nome e a sigla do partido político (Lei 9.504/97, art.39-A)

4. Na cabina de votação é vedado ao eleitor portar aparelho de telefone celular, máquinas fotográficas, filmadoras ou qualquer instrumento que comprometa o sigilo do voto, devendo ficar retidos na Mesa Receptora enquanto o eleitor estiver votando (Lei 9.504/97, art. 91-A).

5. É vedada desde quarenta e oito horas até vinte e quatro horas depois da eleição qualquer propaganda política (Código Eleitoral, art. 240, parágrafo único, e Lei n° 12.034/2009, art. 7°).

CRIME – O5 DE OUTUBRO DE 2014

1. Constituem crimes puníveis com detenção de seis meses a um ano e multa no valor de cinco mil a quinze mil reais:

- A promoção de comício ou carreata e uso de alto-falantes

- A propaganda de boca de urna

- A divulgação de qualquer espécie de propaganda de partido político ou candidatos, vale reforçar que de acordo com a Lei 9.504/97, art.91-A, o eleitor deverá apresentar documento oficial com foto, que são:

- Carteira de identidade

- Passaporte

- Certificado de reservista

- Carteira de trabalho

- Carteira Nacional de habilitação

De acordo com o Art. 90, qualquer eleitor com deficiência ou dificuldade de mobilidade poderá ser auxiliado por pessoa de sua confiança.

unnamed (1) unnamed (2)

 

TV Replay, o que é bom se repete!

São Lourenço da Mata-PE: PPP do saneamento chegou a cidade

São Lourenço da Mata, na Região Metropolitana do Recife (RMR), terá sua cobertura de esgotamento sanitário elevada de 10% para 80% nos próximos 12 meses. A cidade será a primeira a receber as obras com recursos privados do Programa Cidade Saneada, executado pela Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) em parceria com a Odebrecht Ambiental. Serão investidos cerca de R$ 90 milhões, contemplando 75 mil pessoas. A ordem de serviço para o início das obras foi assinada ontem (30), na sede da prefeitura do município. A obra tem início imediato e as intervenções de rua começarão na segunda quinzena de outubro no bairro de Ersina Lapenda.

O fato de ser cortado pelo Rio Capibaribe, um dos principais mananciais de água doce do estado, pesou para que o município fosse escolhido para receber logo as obras de esgotamento sanitário. Como a atual rede é insuficiente para atender a demanda da população, muitos dejetos acabam sendo lançados indevidamente no rio, poluindo suas águas. Com coleta e tratamento do esgoto, a expectativa é que o município possa dar um salto na qualidade de vida oferecida a seus habitantes. “Estamos muito felizes por dar essa ordem de serviço para uma obra tão importante e desejada pela população de São Lourenço. É a realização de um projeto que foi idealizado ainda pelo ex-governador Eduardo Campos e que começa a dar seus frutos agora”, comemorou o presidente da Compesa, Roberto Tavares.

Na ocasião, o presidente da Compesa lembrou que o Programa Cidade Saneada foi eleito pela revista Exame, na semana passada, como o segundo empreendimento mais importante para o desenvolvimento do Brasil, em meio a uma lista que considerou 1.500 obras no país. “Essa é uma obra que tem reflexo direto na qualidade de vida da população, que passará a conviver num ambiente com menos doenças de veiculação hídrica, e de extrema importância para o desenvolvimento sustentável das cidades”, afirmou Roberto Tavares.

Além dos benefícios diretos para a saúde da população, que deixará de conviver com esgoto a céu aberto em toda a área urbana, as obras do Programa Cidade Saneada em São Lourenço trarão impacto para a infraestrutura da cidade. “A chegada do esgoto tem repercussão na melhoria dos indicadores de saúde pública e traz também benefícios econômicos, uma vez que o setor imobiliário passa a valorizar mais imóveis inseridos em áreas saneadas”, avaliou o presidente da Odebrecht Ambiental, Pedro Leão.

O prefeito de São Lourenço da Mata, Ettore Labanca, acrescentou que as obras darão fôlego para outros projetos de urbanização previstos para a cidade. “São Lourenço está preparada para, dentro de 20 anos, triplicar sua população, por conta dos projetos de empreendimentos imobiliários em análise. Então, a cidade precisa ter essa estrutura, principalmente nos bairros de baixa renda”, declarou. A geração de empregos também foi celebrada. Ficou acordado que a mão de obra local terá prioridade na ocupação dos cerca de 700 postos de trabalho diretos que serão criados no decorrer das obras.

A expectativa da Compesa e da Odebrecht Ambiental é que, até o final de 2015, o novo sistema de esgotamento sanitário de São Lourenço da Mata já esteja em operação. Os principais bairros onde as obras terão início são Ersina Lapenda, Vila do Reinado, Caiará, Pixete, Centro, Nova Tiúma, Chã da Tábua, Várzea Fria, Capibaribe, Bela Vista, São Paulo e São João, dentre outros.

NÚMEROS DA OBRA
- R$ 90 milhões de investimento
- 75 mil pessoas beneficiadas
- Seis estações elevatórias e uma de tratamento serão construídas
- 200 km de redes coletoras serão implantados
- 700 postos de trabalho serão gerados
- 80% será o índice de cobertura de saneamento no município ao término da obra

unnamed (1)

TV Replay, o que é bom se repete.

Brasil: Nova pesquisa Ibope encomendada pela CNI mostra empate entre Dilma e Marina no segundo turno

A pesquisa Ibope que foi divulgada nesta sexta-feira,  foi realizada entre os últimos dias 5 e 8, o que significa que foi feita antes da pesquisa Datafolha divulgada na última quarta (10) e realizada entre os dia 8 e 9.

Dilma Rousseff (PT): 39%
Marina Silva (PSB): 31%
Aécio Neves (PSDB): 15%
Pastor Everaldo (PSC): 1%

- Branco/nulo: 8%
- Não sabe/não respondeu: 5%

Segundo turno

- Marina Silva: 43%
- Dilma Rousseff: 42%
- Branco/nulo: 10%
- Não sabe/não respondeu: 5%

- Dilma Rousseff: 48%
- Aécio Neves: 33%
- Branco/nulo: 13%
- Não sabe/não respondeu: 6%

- Marina Silva: 51%
- Aécio Neves: 27%
- Brancos e nulos: 14%
- Não sabe/não respondeu: 8%

O Ibope ouviu 2.002 eleitores em 144 municípios entre a última sexta (5) e última segunda-feira (8). A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de dois pontos para mais ou para menos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%. Pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sob o protocolo BR-00593/2014.

 

Foto: Imagem da internet

Foto: Imagem da internet

TV Replay, o que é bom se repete!

Caruaru-PE: Gilberto de Dora apresentou nota de profundo pesar

Na 38ª Reunião Ordinária da Câmara de Vereadores de Caruaru, realizada na noite desta terça-feira (19.08), o Vereador Gilberto de Dora (PSB), apresentou uma Nota de profundo pesar pelo falecimento do ex-governador e presidenciável Eduardo Campos (PSB).

“Encontro-me totalmente abalado com o trágico acidente ocorrido no dia 13.08, onde de forma trágica e inesperada Pernambuco e o Brasil perdeu o nosso querido Eduardo Campos.

Eduardo, homem de grande visão política, que durante toda sua vida lutou pelos ideais de nosso povo pernambucano e com a coragem que lhe era peculiar preparou-se para governar o nosso país, o nosso Brasil.

Com o seu projeto de mudanças, que lhe era peculiar, sem dúvida alguma ia transformar a vida dos brasileiros a exemplo como fez com o povo pernambucano. Aqui realizou grandes projetos e fez grandes transformações melhorando a qualidade de vida de todos, principalmente das classes sociais mais necessitadas.

Sinto a grande perda do amigo, do político, do administrador e acima de tudo do líder do nosso partido PSB.

Tenho pedido em minhas orações, que Deus dê força e coragem a dona Renata Camposa seus filhos e filha, como também a doutora Ana Arraes, genitora de Eduardo, a sua vó Madalena Arraes, a seu irmão Antônio Campos, e a todos os familiares parentes e amigos.

Aos familiares dos pilotos, aos familiares de todos os assessores, que foram vítimas desta tragédia, meu profundo sentimento e que Deus em sua infinita misericórdia os abençoe.

Deixo uma das frases de nosso Eduardo Campos, quando perguntado por que seria presidente?

“Quero resgatas o bom debate, a utopia, a leveza e o respeito da sociedade” Eduardo Campos.

Coragem povo pernambucano! Coragem povo brasileiro!

“Não vamos desistir do Brasil” Eduardo Campos.

Seguiremos lutando pelos ideais socialistas de Eduardo Campos, nosso grande líder “.

Assina a nota, o Vereador Gilberto de Dora (PSB).

Confira!

19 08 14 Caruaru-PE Sessão da Câmara.Still001

Tv Replay, o que é bom se repete!

Brasil: Após vazamento de fotos com cartão de respostas e provas na internet, Marinha resolve investigar

Segundo: Rafaella Barros do site: Extra no globo.com

Nesta segunda feira, a Marinha do Brasil instaurou, um procedimento administrativo para avaliar supostas irregularidades que teriam acontecido durante o concurso para a (EFOMM) Escola de Formação de Oficiais da Marinha Mercante, realizadas no sábado e no domingo, em toda o pais.

Em algumas redes sociais, estão circulando fotos da prova e do cartão-resposta, alguns candidatos relataram que, durante o exame, foi possível perceber que participantes levaram o celular ao banheiro.

2014-743400636-prova-marinha-mercante.jpg_20140818

Foto: Reprodução da internet

TV Replay informação é aqui!

Brasil: Dilma sancionou a lei das guardas municipais

A presidente Dilma Rousseff sancionou, na tarde desta segunda-feira (11), o Estatuto Geral das Guardas Municipais, aprovado pelo Senado no mês passado. A nova Lei nº 13.022/14 – que contou com o apoio do líder do PT no Senado, Humberto Costa – insere as guardas municipais no sistema nacional de segurança pública, dá a esses profissionais poder de polícia, com incumbência de proteger tanto o patrimônio como a vida, garante a eles o porte de arma e reforça o papel de fiscalização do trânsito.
 
“É mais uma ação do governo da presidenta Dilma em favor da segurança pública em nosso país. É, também, uma forma de reconhecer a importância do trabalho realizado pelos nossos guardas municipais. A entrada em vigor desse estatuto fortalece o Brasil”, avaliou Humberto. O texto da nova lei foi publicado em uma edição extra do Diário Oficial da União desta segunda-feira.

Dados do IBGE mostram que a guarda municipal está presente em mais da metade dos municípios brasileiros com população superior a 100 mil habitantes. Agora, a categoria passa a estar estruturada em carreira única, com progressão funcional.

Estatuto
O Estatuto Geral das Guardas Municipais regulamenta dispositivo da Constituição que prevê a criação de guardas municipais para a proteção de bens, serviços e instalações. A lei enumera os princípios de atuação da categoria, fundados na proteção dos direitos humanos fundamentais, exercício da plena cidadania e das liberdades plenas.

Além disso, a guarda municipal também deverá colaborar com os órgãos de segurança pública em ações conjuntas e contribuir para a pacificação de conflitos. Por meio de convênio com órgãos de trânsito estadual ou municipal, ela poderá fiscalizar o trânsito e expedir multas.

Outra competência é encaminhar ao delegado de polícia, diante de flagrante delito, o autor da infração, preservando o local do crime. A guarda municipal poderá ainda auxiliar na segurança de grandes eventos e atuar na proteção de autoridades. Ações preventivas na segurança escolar também poderão ser exercidas por essa corporação. Todos os guardas deverão passar por esse tipo de capacitação e currículo compatível com a atividade.

A lei estabelece, também, limites de efetivo de acordo com a população dos municípios: aqueles com até 50 mil habitantes não poderão ter mais guardas que 0,4% da sua população; os que têm entre 50 mil e 500 mil pessoas não poderão exceder a 0,3%; e os com mais de 500 mil estão limitados a 0,2% do número de habitantes.

Foto: reprodução da internet

Foto: reprodução da internet

TV Replay, o que é bom se repete!

Brasil: Em turnê nacional a banda Mestre Zé e as Juvelinas de Brasília leva a arte do pífano pelo Brasil a fora

Neste mês de julho a banda de cultura popular, Mestre Zé do Pife e as Juvelinas, de Brasília, dão início à circulação nacional do seu projeto “De Brasília a São José do Egito”. O projeto, que leva o nome do último álbum do grupo, vai levar apresentações e oficinas a três estados brasileiros: Pernambuco, Ceará e São Paulo, bem como o Distrito Federal, levando a arte do pífano, acompanhado de bonecos, danças, trocas de experiências e brincadeiras tradicionais.  

Hoje a banda é formada por nove jovens mulheres que se distribuem em três pifes, caixa, zabumba, contra-surdo, pratos e triângulo, acompanhando o pife do Mestre. A turnê da banda do Mestre Zé e das Juvelinas será realizada entre os dias 15 de julho a 07 de setembro de 2014.

Juntando o tradicional e o contemporâneo, a banda  proporcionará apresentações musicais, cortejos e oficinas em espaços públicos nas cidades pela qual passarão, bem como uma troca de saberes e experiências por meio de encontros com grupos tradicionais de cada região com os quais Mestre Zé do Pife e as Juvelinas mantêm uma relação de admiração e cumplicidade.

A circulação nacional do grupo dá continuidade ao trabalho desenvolvido em 2012 no Distrito Federal, na qual vivenciaram trocas e apresentações conjuntas  com quatro grupos representantes da cultura popular do DF: Mambembrincantes, Martinha do Côco, Sivuquinha do Acordeon e Casa Moringa.

O projeto “De Brasília a São José do Egito”, passará por cinco cidades do Brasil e finalizará a circulação em Brasília. A turnês começa pela cidade que dá nome ao projeto, São José do Egito, em Pernambuco, cidade natal do Mestre Zé do Pife. Esta será a primeira vez as Juvelinas se apresentarão oficialmente na cidade do mestre que deu origem ao grupo, sendo portanto o (re)encontro com a origem da linguagem da banda de pífano.

Na oportunidade, encontrarão a “Banda de Pífano de Riacho do Meio”, banda da qual Seu Zé fazia parte e que hoje é liderada pelo seu irmão, para um intercâmbio cultural e para a realização de um show gratuito em um dos maiores eventos do Sertão do Pajeú. O público terá a oportunidade de vivenciar esta experiência inédita em um grande show na Festa Universitária de São José do Egito, na qual reúne cerca de 12 mil pessoas anualmente. Já as oficinas serão realizadas no povoado do Riacho do Meio, distrito de São José do Egito, onde o Mestre Zé nasceu.

As próximas cidades a receber a banda do Mestre Zé e as Juvelinas, ainda no mês de julho, serão Crato, Juazeiro do Norte e Nova Olinda, na região do Cariri, no Ceará. Já no mês de agosto e setembro Mestre Zé e as Juvelinas em Campinas  e São Paulo.

O Mestre Zé do Pife e as Juvelinas encerram a sua turnê na Capital Federal. De volta para casa,  a banda pretende trazer para o público brasiliense um pouco da experiência adquirida durante o intercâmbio com as bandas tradicionais de pífano do nordeste e sudeste do país e de tudo que aprendeu com a população de cada região, por meio de oficinas e shows pelas cidades.

Para mais informações sobre o projeto e acompanhamento  da circulação nacional da banda, o Mestre Zé e as Juvelinas produzirão um diário de bordo no seu site oficial zedopifejuvelinas.com.br  e Fan Page facebook.com/zedopife.juvelinas, além de um vídeo documentário, que será lançado em agosto.

SERVIÇO

SÃO JOSÉ DO EGITO (PE)

CORTEJO

Data: 17 de julho

Horário: Às 20h10

Local: Festa Universitária de São José do Egito

 

SHOW

Data: 19 de julho

Horário: Às 19H

Local: Festa Universitária de São José do Egito

 

OFICINA

Data: 21 e 23 de julho

Horário:  às 14 e 19h

Local: Escola Helena Maria de Siqueira Brito, em Riacho do Meio.

 

FICHA TÉCNICA

Mestre Zé do Pife: Pífano e Voz

Valéria Lehmann: Pífano, Viola e Voz

Kika Brandão: Pífano, Pandeiro e Voz

Naira Carneiro: Pífano, Sanfona e Voz

Maísa Arantes: Pífano, Rabeca e Voz

Dessa Ferreira: Caixa, Zabumba, Pandeiro e Voz

Isa Flor: Zabumba, Ganzá, Pratos e Voz

Júlia Carvalho: Pandeiro, Zabumba e Voz

Luciana Bergamaschi: Triângulo e Voz

Gutcha Ramil: Pratos, Violino e Voz

 unnamed (1)

 

unnamed

 

unnamed (2)

 

TV Replay, o que é bom se repete!

Brasil: Novo modelo de extintor de incêndio para veículos começa a valer em 2015

O motorista deve seguir algumas recomendações básicas antes de colocar o veículo em circulação nas vias públicas. Fica de responsabilidade do condutor verificar a existência de combustível suficiente para chegar ao local de destino, certificar que está de posse dos documentos tanto do veículo quanto dos seus e se estes estão em dia, e assegurar a existência e as boas condições de funcionamento dos equipamentos de uso obrigatório, entre eles o extintor de incêndio.

De acordo com determinação do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), a partir de janeiro de 2015 os extintores tipo AB deverão ser substituídos pelo tipo ABC, que são descartáveis.

“Todos os extintores terão que ser descartáveis. Atualmente os extintores dos veículos são da categoria BC, que prevê combater incêndio na parte elétrica e líquida. O novo modelo ABC inclui também o combate ao fogo em estofados”, explica Márcio Fabiano, Chefe de veículos da 4ª Ciretran Caruaru, no Agreste pernambucano.

Os motoristas que forem pegos com os extintores antigos sofrerão penalidades, inclusive com multa. “É uma infração grave, cinco pontos na carteira e uma multa de R$ 127,69 para quem conduzir sem extintor. Essa regra vale também para os demais equipamentos obrigatórios”, completa Marcio Fabiano.

Vale lembrar que os extintores devem ser retirados da embalagem plástica assim que comprados. A determinação também é direcionada às montadoras de automóveis, que já deverão fabricar carros com o novo modelo de extintor.

d10c6bb984119b46920ea0c79137e18e

Na prática você já deve saber por que é isso. Esse é o País do “cria normas” e alguém sai ganhando.

TV Replay, o que é bom se repete!

Brasil: 30% dos eleitores brasileiros ainda não sabem em quem vão votar nas eleições de outubro

As eleições de outubro se aproximam e algumas analises divulgadas por institutos de pesquisas apontam um fato curioso e nunca visto antes no Brasil. A soma dos votos brancos e nulos, mais os indecisos, mostram que cerca de 30% da população brasileira ainda não escolheu um candidato para votar.

Para os especialistas, a situação deve mudar com o inicio da propaganda política, mas já reflete o desinteresse misturado com rejeição. “Eu estou indeciso ainda. Pode ser que quando se aproximar eu escolha um”, relatou o cidadão caruaruense Leonildo Francisco.

O desanimo também é alto entre os eleitores jovens. “Eu não acredito mais em político, apesar de eu ser jovem. Para mim vai continuar a mesma coisa, a violência. Eu acho que os projetos deles são muitos imaginários e a população engole sem saber direito”, desabafa João Vitor.

Em Caruaru, no Agreste pernambucano, o Tribunal Regional Eleitoral (TER) registrou 200.165 eleitores aptos a votar em 05 de outubro. Os candidatos caruaruenses que estarão concorrendo no pleito deste ano são: Tony Gel (PMDB), Laura Gomes (PSB), Raquel Lyra (PSB), Fábio José (Psol), Luiz Bernardo (PSD), Demóstenes (Pros), Diogo Cantarelli (PRB), Pastor Carlos (PRB), Rogério Meneses (PT) para deputado estadual. Na esfera federal: Wolney Queiroz (PDT), Rivaldo Soares (PHS) e o Coronel Marcos Campos (PSL) tentam uma vaga na Câmara Federal.

80f29eb0d0cbba458790725351d88f8f

TV Replay, o que é bom se repete!

Caruaru-PE: Central derrota o Treze em amistoso preparatório para a Série D

Central e Treze jogaram amistosamente neste domingo (06) no Estádio Luiz José de Lacerda (Lacerdão), em Caruaru. O jogo serviu de observação para o treinadores das equipes. Humberto Santos do Central, está preparando a equipe para disputar a Série D, a partir do próximo dia 20 de Julho, contra o Baraúnas em Mossoró-RN. Já o Técnico Givanildo Oliveira do Treze, está preparando a sua equipe para voltar a disputar os jogos da série C, interrompidos devido a Copa do Mundo Fifa 2014 no Brasil.

Foi um bom jogo, com vários lances de perigos dos dois lados. O Treze tomou a iniciativa e teve a primeira real chance de marcar com Luciano, que chutou pra fora. O Central respondeu numa bola cruzada na área, mas, Erivelton e Luizão não chegaram na bola.

O primeiro gol da partida saiu após o zagueiro Egon ser empurrado dentro da área por Pity, o atacante Luizão que estreou com a camisa do Central, cobrou o pênalti , marcando 1 x 0 Central.

O segundo gol do Central saiu no segundo tempo, dos pés do volante Eduardo Eré, que chutou de primeira e com força no canto esquerdo do goleiro Gilson, que não pode evitar, Central 2 x 0 Treze. A partir daí, os dois treinadores mexeram completamente nos times.

No finalzinho do jogo, o atacante Bruno Aquino fez boa jogada pela direita, cruzou e o volante Erick do Central e o atacante Hélio Paraíba do Treze vinham correndo em direção ao gol, tocando na bola, que foi parar nas redes, a arbitragem deu gol para Hélio Paraíba. Final Central 2 x 1 Treze. O próximo jogo entre as duas equipes será no próximo sábado no Estádio Presidente Vargas (PV), em Campina Grande, ás 16h.

Ficha técnica da partida:

O Central venceu com: Juninho; Adriano Ferreira (Erick), Saulo (Sinval), Egon e Jean Batista (Jaime); Eduardo Eré, Luiz Fernando ( Hélder), Bebeto (Paulo Victor) e Erivelton (Jailton); Luizão (Fábio Silva) e Andrezinho (Jéferson Maranhão). Técnico: Humberto Santos.

O Treze perdeu com: Gilson, Osmar (Bruninho), Pity, Oliveira (Álisson Santana) e Guto (Fernandes); Jardson Sapé (Leanderson), Alan Bahia (Charles Vágner), Johnathan (Leandro Soares) e Luciano (Birungueta); Bruno Aquino e Tiago Souza (Hélio Paraíba). Técnico: Givanildo Oliveira.

Árbitro: Anderson Freitas (FPF)
Assistentes: Antônio Lopes e Narcísio Lima (LDC)

Confira!

06 07 14 Caruaru PE - Central 2 x 1 Treze.Still001TV Replay, o que é bom se repete!

Cara a Cara com Edvaldo Magalhães: Kiko Beltrão diz que vereadores não devem defender seus próprios interesses mas os da população – Bloco III

Neste 3º bloco do Programa Cara a Cara, Edvaldo Magalhães, pergunta ao engenheiro civil Kiko Beltrão (PTB), porque a população está tão desconte com os políticos atuais. Ele fala ainda sobre os reflexos da Copa do Mundo Fifa 2014 na política, e como ex-Vereador ele comenta a atual situação da Câmara de Vereadores de Caruaru.

Confira todos os blocos!

TV Replay, o que é bom se repete!

Pernambuco: Banda norte-americana de rock e blues faz shows gratuitos

Para fortalecer o intercâmbio cultural entre os Estados Unidos e Brasil, o Consulado Geral dos EUA no Recife traz a Pernambuco a Clinton Curtis Band, grupo com repertório de músicas próprias e clássicos americanos.  O público poderá conferir apresentações gratuitas e participar de workshops.  O projeto Conexão Cultural 2014 Estados Unidos- Pernambuco leva a banda para Garanhuns no dia 30 de junho e para Recife nos dias 1º e 2 de julho.

O compositor Clinton Curtis fundou o grupo, baseado em de Nova York, em 2008 com o objetivo de criar uma interpretação moderna da “música de raiz”. A banda escolhe as músicas para seus shows com base nas tradições do gospel, blues, rhythm and blues, soul, country, folk, rock e reggae. O grupo  já fez apresentações no Turcomenistão, Arábia Saudita, República Dominicana, Honduras, Nicarágua, El Salvador e Colômbia. Outras informações e músicas da Clinton Curtis Band estão disponíveis no site http://www.clintoncurtis.com .

Em Garanhuns, na segunda-feira (30/06), a Clinton Curtis Band fará workshop com percussionistas do Projeto Batuque, que promove aulas de percussão para crianças e adolescentes, e terá também a oportunidade de conhecer ritmos regionais, como o afoxé e o maracatu. A banda também fará apresentação gratuita no Parque Euclides Dourado.

 No Recife, os músicos farão workshop com com jovens e adultos portadores do síndrome de Down que fazem parte do o Projeto Integrarte. O encontro será no consulado dos EUA, na na terça-feira (1º de julho)  às 14h30.  Também na  terça, o público poderá assistir ao show, com entrada franca, no Teatro Santa Isabel. Na quarta-feira (02/07), os integrantes farão workshop no Paço do Frevo para músicos profissionais e amadores.

GARANHUNS

Segunda-feira (30/06)
Workshop com músicos percussionistas do Projeto Batuque

Horário: 14h30
Local: Centro Cultural de Garanhuns

Entrada Gratuita – Não é necessário fazer inscrição prévia

Apresentação da Clinton Curtis Band 
Horário:  20h

Local: Parque Euclides Dourado

Entrada Gratuita

 

RECIFE

Terça-feira (1º de julho)
Apresentação da Clinton Curtis Band

Horário 20h
Local: Teatro de Santa Isabel
Entrada Gratuita: ingressos disponíveis na bilheteria do teatro a partir das 9h no dia do show

Informações: 3355 3323

Quarta-feira (02/07)
Workshop no Paço do Frevo

Horário: 14h30
Local: Paço do Frevo –  Praça do Arsenal da Marinha, Bairro do Recife
Informações: Seleção dos músicos está sendo feito pelo Paço do Frevo. Público poderá assistir ao workshop. Paço do Frevo: 3355 9500


Contato:

Assessoria de Imprensa do Consulado Geral dos EUA no Recife: Joanna Paula Ferreira  (81) 3416 3096

Assessoria de Imprensa da Secretaria de Turismo de Garanhuns: Cloves Teodorico Neto (87) 3762.0109 

Capturar

TV Repley, o que é bom se repete!

Brasil: O vídeo que circula na internet e fala sobre torcer na Copa do Mundo

Um vídeo produzida por Espivinca, enquetes musicais esta circulando na internet e leva os brasileiros a refletirem sobre um problema seríssimo. Nos leva a pensar se vamos torcer pelo Brasil ou pela seleção brasileira.

Confira o vídeo!

1 2 3

TV Replay, o que é bom se repete!

Caruaru-PE: Uma “girândola” de 13 mil tiros deu início as comemorações aos 157 anos da Capital do Agreste

A cidade acordou na manhã desse dia 18 de maio de 2014, com o barulho de uma girândola de 13 mil tiros, no monte do bom Jesus, dando início as comemorações dos 157 anos de emancipação política da maior cidade do interior de Pernambuco(Caruaru), a nossa “capital do agreste”.

As bandeiras de Caruaru,de Pernambuco e do Brasil, foram hasteadas pelo vice prefeito Jorge Gomes, pelo prefeito José Queiroz e pelo governador de Pernambuco João Lira Neto às 8h., no marco zero. Mesmo com a greve dos professores já ter sido encerrada, alguns educadores estiveram presentes e fizeram os seus desabafos, citando nos seus protestos, os nomes do prefeito José Queiroz e de alguns vereadores que estavam presentes participando das comemorações.

Uma missa foi celebrada na igreja de nossa senhora da Conceição e as comemorações dos 157 anos de Caruaru foram encerradas com as considerações e os parabéns do prefeito José Queiroz e do governador de Pernambuco João Lira Neto, sem o tradicional corte do bolo.

Sequence 02.Still001

Confira!

TV Replay, o que é bom se repete!

A 28 dias para a Copa do Mundo, movimentos vão às ruas protestar contra o evento

Faltam 28 dias para a Copa do Mundo. No portal oficial da Copa 2014, a contagem regressiva é feita em meio ao verde, amarelo e azul da bandeira do Brasil. Já no site do Comitê Popular da Copa de São Paulo, ela é feita em preto, com a pergunta: “Copa pra quem?”. O questionamento expressa a indignação de movimentos sociais, organizações civis, partidos políticos, pessoas atingidas por grandes obras e ativistas que irão às ruas hoje (15) com a bandeira: “Copa sem povo: tô na rua de novo”.

1

As mobilizações deste 15 de Maio, intitulado 15M – Dia Internacional de Lutas contra a Copa, foram definidas no início do mês, no Encontro dos Atingidos – Quem Perde com os Megaeventos e Megaempreendimentos, organizado pela Associação Nacional dos Comitês Populares da Copa (Ancop), para denunciar violações de direitos humanos que ocorreram durante a preparação do Mundial.

Estão agendadas manifestações em, pelo menos, sete cidades-sede da Copa do Mundo -Rio de JaneiroBrasíliaFortalezaBelo HorizonteSão PauloPorto Alegre e Salvador, além deVitória, no Espírito Santo e, Santiago, no Chile. As confirmações pelo Facebook passavam das 12 mil até a noite de ontem (14).

Os manifestantes pretendem tomar as ruas, como ocorreu em junho do ano passado, quando uma série de atos mobilizou milhares de brasileiros durante a Copa das Confederações. Em manifesto, ativistas e movimentos que convocaram o 15M apresentam 11 reivindicações, dentre as quais, o arquivamento dos projetos de lei que tipificam crime de terrorismo ou ampliam penas para danos causados durante manifestações. Os atos também cobram a desmilitarização das polícias, pensão vitalícia para as famílias dos nove operários mortos trabalhando na construção de estádios da Copa, bem como a responsabilização das construtoras.

Os movimentos também reivindicam o fim dos despejos e das remoções forçadas, a realocação de todas as famílias atingidas e a garantia de moradia digna. Defendem a democratização dos meios de comunicação, com ênfase nas transmissões dos jogos, que será feita com exclusividade pela Rede Globo, e investimentos em transporte público de qualidade, além da tarifa gratuita nos transportes públicos – pauta que movimentou o país, no ano passado.

Cada cidade tem uma programação própria dos atos, mas a maior parte das passeatas está prevista para o período da tarde. 

Fonte: Agência Brasil

Brasil: Começaram hoje as inscrições para o Enem

As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) começaram hoje (12). Os interessados podem se candidatar no site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), até o dia 23. Mais de 100 pessoas já se inscreveram em menos de 4 horas. 

Qualquer pessoa pode se inscrever no exame, que está marcado para os dias 8 e 9 de novembro. O valor da inscrição é R$ 35. Alunos de rede pública e pessoas com renda familiar até 1,5 salário mínimo são considerados isentos. A taxa deve ser paga até o dia 28 de maio.

No site do Inep é possível também tirar dúvidas sobre o Enem. Neste ano, a página oferece o edital em formato de leitura compatível com o Dosvox, sistema criado para pessoas com deficiência visual, e um vídeo na Língua Brasileira de Sinais (Libras), para quem tem alguma limitação auditiva. Os candidatos podem ainda obter informações pelo telefone 0800-616161.

A nota do exame pode ser usada para participar de programas como o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que disponibiliza vagas no ensino superior público; o Programa Universidade para Todos (ProUni), que oferece bolsas em instituições privadas; e o Sistema de Seleção Unificada do Ensino Técnico e Profissional (Sisutec), que destina a estudantes vagas gratuitas em cursos técnicos.

O Enem é também pré-requisito para firmar contratos por meio do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e para a obter bolsas de intercâmbio pelo Programa Ciência sem Fronteiras.

A previsão é que 8,2 milhões de pessoas se inscrevam, um crescimento de 13,8% em relação aos 7,2 milhões do ano passado. O número de cidades que aplicarão o exame também aumentou de 1,1 mil, em 2013, para 1,6 mil.

Para evitar as ausências, o Inep vai enviar uma mensagem aos inscritos no ano passado que não fizeram a prova. Eles serão alertados de que não fazer o Enem leva a um desperdício de recursos públicos.

1668f1e67e47a36ecd0472808d15ef3c

Foto da Internet

Foto da Internet

TV Replay, o que é bom se repete!

Cara a Cara com Edvaldo Magalhães: Não falta Médico para trabalhar no Hospital Mestre Vitalino – III Bloco

No III Bloco do Programa Cara a Cara, Edvaldo Magalhães, lembra ao Dr. Paulo de Tarso, Diretor Médico do Hospital Mestre Vitalino de Caruaru, que segundo o registro do Conselho Federal de Medicina (CFM), em 40 anos o número de médicos em atividade no Brasil, saltou de 58 mil para quase 400 mil, um aumento de 557,72%, mas, mesmo assim, faltam médicos nos hospitais públicos pelo país. Edvaldo, questionou Dr. Paulo se estão faltando médicos para iniciar o trabalho, ele negou afirmando: “pelo contrário, tem muitos médicos querendo trabalhar na nova unidade hospitalar do Agreste”.

Dr. Paulo de Tarso, falou como a Fundação Altino Ventura, responsável pela Administração do Hospital Mestre Vitalino, está recrutando profissionais para o serviço.

Confira todos os blocos!

 

TV Replay, o que é bom se repete!

Brasil: Nesta Copa faça um gol pela infância brasileira com a LBV

A Legião da Boa Vontade (LBV) iniciou em todo o Brasil mais uma importante mobilização social. Trata-se da edição de 2014 da campanha Fiz um gol pela infância brasileira!, realizada a cada quatro anos, na torcida pela Seleção Brasileira nas Copas do Mundo da FIFA. A iniciativa recebeu a adesão de diversos craques que atuam no futebol brasileiro e no exterior.

Engajaram-se nesta ação solidária os jogadores Alexandre Pato, atacante do São Paulo; André Santos, lateral do Flamengo; Arouca, volante do Santos; Cássio, goleiro do Corinthians; Chicão, zagueiro do Flamengo; Cicinho, lateral do Sivasspor Kulubu/TUR; Daniel Alves, lateral do Barcelona/ESP; Dante, zagueiro do Bayern de Munique/ALE; David Luiz, zagueiro do Chelsea/ING; Dedé, zagueiro do Cruzeiro; Denílson, volante do São Paulo; Dida, goleiro do Internacional; Edenílson, lateral da Udinese/ITA; Emerson Sheik, atacante do Botafogo; Everton Ribeiro, atacante do Cruzeiro; Fabrício, volante do São Paulo; Felipe, goleiro do Flamengo; Fernando Prass, goleiro do Palmeiras; Fred, atacante do Fluminense; Gil, zagueiro do Corinthians; Gilberto Silva, volante; Henrique, zagueiro do Napoli/ITA; Hulk, atacante do Zenit/RUS; Jadson, meia do Corinthians; Jô, atacante do Atlético Mineiro; Juan, zagueiro do Internacional; Juninho, lateral do Palmeiras; Leandro Damião, atacante do Santos; Léo Gago, volante do Grêmio; Leo Moura, lateral do Flamengo; Lucas Piazon, atacante do SBV Vitesse/HOL; Luis Fabiano, atacante do São Paulo; Marcos Aurélio, meia do Jeonbuk Hyundai Motors/ COR; Marcos Rocha, lateral do Atlético Mineiro; Neymar, atacante do Barcelona/ESP; Osvaldo, atacante do São Paulo; Paulo Henrique Ganso, meia do São Paulo; Réver, zagueiro do Atlético Mineiro; Ricardo Goulart, meia do Cruzeiro; Robinho, atacante do Milan/ITA; Rodrigo Caio, zagueiro do São Paulo; Rogério Ceni, goleiro do São Paulo; Ronaldinho Gaúcho, atacante do Atlético Mineiro; Victor, goleiro do Atlético Mineiro; Walter, atacante do Fluminense; Wellington, volante do São Paulo; Wesley, volante do Palmeiras.

Na camisa, ainda há as participações especiais de ex-atletas e personalidades do esporte que vêm representando o Brasil nos mundiais e em outros torneios internacionais:Altair, lateral nas Copas de 1962 e 1966; Cafu, lateral campeão do mundo em 2002; Carlos Alberto Parreira, coordenador técnico da atual Seleção e treinador canarinho na conquista do Tetra; Dunga, volante capitão do título mundial em 1994 e técnico brasileiro em 2010; Jair Marinho, lateral do Brasil em 1962; Juninho Pernambucano, meia que jogou a Copa do Mundo de 2006; Marcos, goleiro campeão mundial em 2002; Neto, medalha de prata nos Jogos Olímpicos de Seul em 1988 como meio-campista e, agora, comentarista esportivo; Pelé, o Rei do Futebol, atacante tricampeão do mundo; Pepe, atacante em 1958 e 1962 e técnico; Roberto Carlos, lateral da conquista do Penta e, atualmente, técnico; Ronaldo Fenômeno, atacante campeão do mundo em 1994 e 2002; Zico, meia que disputou as Copas de 1982 e 1986, hoje técnico; e Zito, volante nos mundiais de 1958, 1962 e 1966.

Todos cederam, integralmente, à LBV os direitos de imagem e o cachê a que fariam jus pela participação na iniciativa, com o objetivo de que estes sejam revertidos em favor da manutenção e do aprimoramento dos programas socioeducacionais desenvolvidos pela Instituição no país.

Quem quiser colaborar para a campanha e garantir uma camisa autografada pode fazer sua doação pelo site www.lbv.org/doe.

unnamed

TV Replay, o que é bom se repete!

Brasil: Bolsa Estiagem tem pagamento prorrogado até dezembro de 2014

Brasília-DF, 06/05/2014 - O pagamento do Bolsa Estiagem foi ampliado de maio a dezembro de 2014, com o objetivo de reforçar a assistência à população do semiárido prejudicada pela estiagem. A decisão foi publicada, nesta terça-feira (6), no Diário Oficial da União (DOU), como Medida Provisória. O benefício de R$ 80 mensais é pago a agricultores familiares que vivem em municípios em situação de emergência ou calamidade pública reconhecida pelo governo federal.

Ao todo, 1.519 municípios nordestinos e da região setentrional de Minas Gerais estão em situação de emergência reconhecida pela Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec), o que afeta mais de 10,7 milhões de pessoas.

Bolsa Estiagem

O Bolsa Estiagem é um benefício, um auxílio financeiro a agricultores familiares que vivem em municípios em situação de emergência ou calamidade pública reconhecida pelo governo federal. Desde sua criação, em junho de 2012, mais de 676,4 mil pessoas já receberam o auxílio, em 1.112 municípios, com a transferência de R$ 1,7 bilhão. Pelo programa, cada produtor afetado pela seca recebe mensalmente R$ 80,00, por meio do cartão de pagamento do Bolsa Família ou do Cartão Cidadão.

Para acessar a publicação no DOU, clique no link abaixo.

http://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jspjornal=1&pagina=1&data=06/05/2014

images

Foto da Internet

TV Replay, o que é bom se repete!

Brasil: LBV prestou mais de 11 milhões de atendimentos em 2013

LBV presta mais de 11 milhões de atendimentos e benefícios; a Legião da Boa Vontade (LBV) alcançou a expressiva marca de 11.053.113 atendimentos e benefícios oferecidos à população de baixa renda em todo o Brasil em 2013. Este número consta do balanço social da LBV, que é analisado há mais de duas décadas por auditores externos independentes, por iniciativa de seu diretor-presidente, José de Paiva Netto, muito antes de a legislação que exige essa medida entrar em vigor.

No ano passado, o trabalho da LBV impactou diretamente mais de 220 mil pessoas: crianças, adolescentes, jovens, adultos, idosos e famílias em situação de vulnerabilidade social em seus programas socioeducacionais nos lares para idosos, Centros Comunitários de Assistência Social, escolas e por campanhas institucionais.

A LBV tem ampliado e qualificado a sua atuação no território nacional. A seguir, algumas das ações realizadas pela Instituição para transformar a vida das pessoas:

Cidadão-Bebê — Oferece informações úteis para a gestante e seu filho. Antes de ele nascer, fornece o enxoval da mãe e do bebê. Ainda acompanha a atendida até o filho completar o 3º ano de vida.

Criança: Futuro no Presente! — Incentiva o protagonismo e contribui para a garantia de direitos de meninas e meninos de 6 a 15 anos, com atividades culturais, pedagógicas e de lazer. É também espaço seguro para os pais deixarem os filhos enquanto trabalham.

Jovem: Futuro no Presente! — Previne que jovens de 15 a 18 anos fiquem nas ruas expostos a situações de risco, como o uso de drogas e a violência. Para isso, faz com que eles participem de oficinas educativas e discussões, realizem passeios e pratiquem esportes.

Vivência Solidária — É focado na faixa etária dos 18 a 59 anos. São repassados aos participantes deste programa diversos conceitos e informações, para que possam exercer com plenitude a sua cidadania.

Vida Plena — Incentiva idosos a continuar participando de seu círculo social. Ainda promove visitas a locais públicos, palestras, entre outras atividades, com o objetivo de aprimorar o conhecimento cultural deles e fomentar seu bem-estar.

Capacitação e Inclusão Produtiva — Apoiam os atendidos na busca do seu espaço no concorrido mercado de trabalho e no desenvolvimento de atividades de geração de renda.

Para outras informações, acesse: www.lbv.org.

unnamed

TV Replay, o que é bom se repete!

Brasil: Para Humberto Costa, fim de doação eleitoral por empresas é uma vitória

O Brasil está próximo de acabar com o financiamento de empresas privadas a campanhas políticas. A Comissão de Constituição e Justiça do Senado aprovou, na última quarta-feira, proposta que proíbe as doações eleitorais feitas por empresas. No mesmo dia, a maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) também se manifestou favorável à proibição. A decisão final da Corte, porém, só deverá sair nas próximas sessões, pois o ministro Gilmar Mendes pediu vista do julgamento da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADIN) proposta pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Já a matéria apreciada pelos senadores segue para a Câmara.

O líder do PT no Senado, Humberto Costa (PE), defende a proibição do financiamento por parte de empresas privadas. Segundo o parlamentar, o fim desse tipo de contribuição será eficaz no combate à corrupção no país. “Com o fim das doações por parte de pessoas jurídicas, estaremos, de fato, começando a trilhar o caminho para enfrentar, nas causas e nas raízes, toda a fonte de corrupção que há no Brasil, que está em grande parte ligada ao tema financiamento de campanha”, avalia.

Para o senador, o ideal é que os recursos sejam repassados pelo poder público, por meio do fundo partidário, e pelos cidadãos individualmente, que poderiam continuar doando recursos às siglas e aos candidatos. “Isso seria uma grande conquista e poderia mudar os costumes políticos no Brasil”, afirma.

Eleições limpas

Uma iniciativa da sociedade civil também visa proibir a participação das empresas privadas nas campanhas. A chamada Coalizão Democrática pela Reforma Política e Eleições Limpas, composta por 96 entidades como o Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE), a OAB e a Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), pretende entregar um projeto de lei que trata do assunto ao Congresso Nacional.

Nas eleições municipais de 2012, os partidos políticos brasileiros receberam R$ 751,8 milhões, sendo que mais de 95% desse valor foram doados por empresas. Mais da metade da verba patrocinada por empresas foi repassada por instituições do ramo da construção civil.

download

TV Replay, o que é bom se repete!

Brasil: Páscoa deve fazer comércio crescer apenas 3,5%

A páscoa deste ano deverá ter o menor crescimento nas vendas desde 2010. Segundo levantamento da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil). As vendas a prazo deverão aumentar em 3,5% na semana da Páscoa. No ano passado o crescimento ficou em 5,31%.

Durante os sete dias que antecedem a páscoa, iniciando no feriado de Páscoa (13), entre o Domingo de Ramos e o Sábado de Aleluia (19), quando o índice é calculado, a expectativa é que o resultado seja o menor dos últimos quatro anos.

Tradicionalmente, a páscoa é uma das datas comemorativas mais movimentadas para o varejo nacional em faturamento e em volume de vendas, juntamente com o Natal, o Dia das Mães e o Dia dos Namorados, respectivamente.

Foto: Internet

Foto: Internet

TV Replay, o que é bom se repete!

Humberto rebate Eduardo e defende debate eleitoral de alto nível

O líder do PT no Senado, Humberto Costa, defendeu, hoje, um debate eleitoral de alto nível. Segundo o parlamentar, a oposição insiste em fazer ataques pessoais e não apresenta novas propostas para o País. ”Não adianta fazer a crítica e não qual dizer o caminho a ser seguido. Se o debate nesta eleição for de ideias, o Brasil vai ganhar. Mas se ele tomar o aspecto das agressões, acredito que a coisa pode descambar por um caminho que o povo não deseja”, avaliou o senador.  

A fala de Humberto foi motivada pelas recentes declarações do governador Eduardo Campos (PSB) de que o Brasil “não aguentava mais Dilma”. “O governador Eduardo Campos elevou demais o tom. Esses não são termos adequados tratar seja governador, seja um presidente. Temos que fazer uma campanha de alto nível e não com agressões pessoais”, rebateu o petista.

O senador, inclusive, deve voltar a tratar do tema. Nesta tarde, em discurso no plenário do Senado. O discurso deverá ser transmitido pela TV Senado às 14h. 

Foto: rádio jornal

Foto: rádio jornal

TV Replay, o que é bom se repete!

Existe um país que é lindo e que tudo está bem, porém ele tem 16 cidades entre as 50 mais violentas do mundo – Que país é esse?

Parece mentira, mas vivemos em um país onde seria melhor estarmos em guerra, pois com certeza morreria menos pessoas por aqui. Segundo a ONG mexicana Conselho Cidadão para a Segurança Pública e Justiça Penal, o Brasil tem 16 municípios, ou tem o maior número de cidades entre as 50 mais violentas do mundo. O estudo utiliza taxas de homicídio do ano de 2013 para classificar as cidades como mais ou menos violência.

Maceió em AL, está no quinto lugar do ranking e tem uma taxa de 79,76 homicídios por 100 mil habitantes. A capital cearense é a sétima mais violenta: Fortaleza tem uma taxa de homicídios de 72,81. João Pessoa (PB), que está na nona colocação, apresenta uma taxa de 66, 92.

Ainda estão presentes na pesquisa Natal (RN) com 57,62; Salvador (BA) com 57,61; Vitória (ES) com 57,39; São Luís (MA) com 57,04; Belém (PA) com 48,23; Campina Grande (PB) com 46; Goiânia (GO) com 44,56; Cuiabá (MT) com 43,95; Manaus (AM) com 42,53; Recife (PE) com 36,82; Macapá (AP) com 36,59; Belo Horizonte  (MG) com 34,73; e Aracaju (SE) com 33,36.

Quem lidera o ranking como mais violenta, é a cidade hondurenha de San Pedro Sula. Este já é o terceiro ano consecutivo que o município da América Central ocupa esta triste posição. A cidade tem uma taxa de 187,14 por 100 mil habitantes.

Caracas, na Venezuela, é considerada a segunda cidade mais violenta, com taxa de 134,36. A terceira é Acapulco, no México, com uma taxa de 112, 80, segundo a pesquisa da ONG mexicana.

1

Fonte de Pesquisa: Jornal do Brasil e UOL Notícias

Brasileiros estão acima da média mundial quando o assunto é ‘preliminares’

Brasileiros fazem mais sexo oral e masturbação que a média mundial, aponta pesquisa

Estudo sobre comportamento sexual envolveu 29 mil pessoas de 37 países

O sexo ainda é um assunto tabu para boa parte da população, mas uma pesquisa sobre comportamento sexual mostra que os brasileiros são “calientes” e gostam de ter mais atividades durante as relações sexuais, além da penetração. O estudo Durex Global Sex Survey, patrocinado pela marca de preservativo Durex, comparou os dados do Brasil com os de outros 36 países, totalizando 29 mil pessoas. Foram entrevistados 1.004 homens e mulheres brasileiros entre 18 e 65 anos. 

Brasileiros são "calientes" e gostam de ter mais atividades durante as relações sexuais, revela pesquisa Getty Images

Brasileiros são “calientes” e gostam de ter mais atividades durante as relações sexuais, revela pesquisa
Getty Images

Em relação a indivíduos de outras nacionalidades, 50% dos brasileiros recebem sexo oral (contra 33%, no resultado global) e 48% fazem sexo oral (contra 32%). Quando o quesito é masturbação, 36% dizem receber o estímulo (contra 22%) e 34% masturbam o parceiro (contra 21%). O estudo também mostrou que 22% dos brasileiros costumam receber ou fazer massagens sensuais (contra 16%) e 15% fazem ou recebem sexo anal (contra 8%).

Para a psiquiatra e sexóloga Carmita Abdo, coordenadora do Prosex (Programa de Estudos em Sexualidade) da USP (Universidade de São Paulo), os dados demonstram que a qualidade do sexo é importante para a população.

— Os resultados evidenciam que uma vida sexual ativa e bem resolvida é valorizada pelo brasileiro. Cada vez mais a população relaciona sexo com educação e saúde.

Maioria dos brasileiros está descontente com parceiro na cama, aponta pesquisa

Sobre o uso de apetrechos, a pesquisa revelou que o brasileiro perde para a média global, ou seja, 17% no país recorrem a artigos para melhorar o sexo, contra 22% do resultado global.

— Mas esse resultado mostra uma evolução: há dez anos a proporção era de 2% ou 4%.

Sexo no primeiro encontro

Enquanto a maioria (61%) das mulheres brasileiras reprova o sexo no primeiro encontro, 58% dos homens acham esta atitude aceitável. A boa notícia é que o Brasil foi o país campeão no uso de camisinha na primeira relação, ou seja, 66% garantiram fazer sexo seguro, seguido da Grécia (65,5%) e Coreia do Sul (62,8%). Já os países que menos usam o preservativo são Nova Zelândia (32,6%), República Checa (30,4%) e Indonésia (27,6%).

Falta de desejo afeta 48% das mulheres com disfunções sexuais

Em geral, a principal preocupação de usar o preservativo é com as doenças sexualmente transmissíveis e a gravidez, sendo que nos dois casos os homens se declararam mais preocupados que as mulheres. Segundo Carmita, a má notícia é que a maioria das pessoas deixa a camisinha de lado quando está em um relacionamento estável.

— Relação estável supõe exclusividade, o que nem sempre acontece. Além disso, 34% dos que dizem não usar o preservativo no primeiro encontro não é um número baixo.

Compulsivos por sexo podem contrair doenças, emagrecer e perder parceiros 

A sexóloga reforça a necessidade de campanhas contínuas que atinjam todas as faixas etárias.

— Todos os dias alguém inicia a vida sexual no país, por isso as campanhas não podem ser sazonais. Além disso, muitos jovens ainda acreditam que a pílula previne doenças.

Para 70% dos homens e 53% das mulheres, satisfazer o parceiro é o principal objetivo da relação sexual.

Fonte: Fabiana Grillo, do R7

 

Tabela da Copa do Mundo de 2014

1 2 3

 

TV Replay, o que é bom se repete!

Brasil deve ter mais de 576 mil novos casos de câncer em 2014

Em 2014, o Brasil deve registrar 576.580 mil novos casos de câncer, conforme estimativa divulgada pelo Ministério da Saúde hoje (27), quando é lembrado o Dia Nacional de Combate ao Câncer. Do total, a previsão é que 52% dos casos sejam registrados entre homens.

“A incidência em homens deve ser maior por eles estarem mais expostos a fatores de risco como tabagismo, má alimentação e consumo de bebidas alcoólicas”, aponta Cláudio Noronha, coordenador de Prevenção e Vigilância do Instituto Nacional do Câncer (Inca).

O câncer de pele não melanoma será o de maior incidência em ambos os sexos, devendo afetar 182 mil pessoas.

Desconsiderando o câncer de pele não melanoma, estima-se que o maior número de casos de câncer nas mulheres será de mama, com 57.120 notificações. Já entre os homens, 68.800 serão relacionados à próstata.

Conforme o levantamento, os casos no cólon e reto devem acometer 15.070 homens e 17.530 mulheres, ficando em terceiro lugar entre eles e segundo entre elas. De acordo com o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, existe a possibilidade da criação de uma política específica para esse tipo de câncer.“Com essa estimativa, decidimos criar um comitê de especialistas para discutir se não está na hora de adotar medidas de rastreamento mais precoce de intestino baixo”, explicou o ministro.

1

Já as estimativas para os cânceres de pulmão e estômago são 27 mil e 20 mil novos casos, respectivamente. De acordo com a pesquisa, há tendência de queda dos casos de pulmão nos homens e de colo de útero, nas mulheres. Em 2010, os cálculos apontavam 17.800 novos casos de câncer de pulmão em homens, enquanto a nova previsão é 16.400, para 2014. A previsão para colo de útero era 18.430 novos casos em 2010, sendo a atual é 15.590.

“Em relação ao câncer de pulmão que tivemos uma tendência de queda está diretamente ligada às campanhas contra o tabaco, o que mostra a importância da prevenção. Em relação ao colo de útero, tem a ver diretamente com a expansão do exame de papanicolau, e do tratamento depois do exame que evita o desenvolvimento do câncer”, avaliou Padilha.

A maioria dos casos deve ser registrada no Sudeste (299.730 mil), seguida pelo Sul (116.330 mil). No Nordeste, a estimativa é 99.060 novos casos; no Centro-Oeste, 41.440 casos; e no Norte, pouco mais de 20 mil.

O surgimento do câncer, segundo o Ministério da Saúde, está diretamente relacionado ao envelhecimento da população, às mudanças na alimentação, à pouca prática de exercícios físicos e ao hábito de fumar. O câncer é a segunda causa de morte no país e no mundo, atrás apenas das doenças cardiovasculares. “O câncer hoje já mata no Brasil três vezes mais que as doenças parasitárias, e quatro vezes mais que acidentes de trânsito. Tem que passar a ser uma grande prioridade do conjunto dos serviços públicos e privados de saúde”, frisou o ministro.

A publicação lista os 19 tipos de cânceres mais comuns no Brasil. O estudo é feito pelo Inca com base nos registros de casos e mortes por câncer entre 2002 e 2011. A estimativa é divulgada a cada dois anos, com o objetivo de ajustar as políticas públicas na área de oncologia. No último estudo, divulgado em 2010, a estimativa era 520 mil novos casos, mas os dados do período ainda não foram consolidados.

Em 2012, o Ministério da Saúde aplicou mais de R$ 2 bilhões na assistência aos pacientes com câncer, crescimento de 26% em relação à 2010.

Fonte: Agência Brasil

Polícia Federal abre concurso público para 566 vagas

As 32 vagas de nível superior são para o Distrito Federal. 
As 534 vagas de nível médio são para todas as unidades da Federação

A Polícia Federal abriu concurso público para 566 vagas e formação de cadastro de reserva em cargos de nível médio e superior. Os salários vão de R$ 3.316,77 a R$ 5.081,18.

1

No site do Cespe/UnB, é possível ver o edital (acesse o edital).

Os cargos de nível superior são para administrador (curso superior de bacharelado em administração), arquivista (curso superior de bacharelado em arquivologia), assistente social (curso superior de bacharelado em serviço social), contador (curso superior de bacharelado em ciências contábeis e ou ciências atuariais), psicólogo (curso superior de bacharel em psicologia). Esses cargos têm salário de R$ 4.039,32.

Os outros cargos de nível superior são de engenheiro civil (curso de graduação de nível superior de bacharel em engenharia civil), engenheiro eletricista (curso de graduação de nível superior de bacharel em engenharia elétrica), engenheiro mecânico (curso de graduação de nível superior de bacharel em engenharia mecânica). Os cargos de engenheiro têm salário de R$ 5.081,18.

O cargo de nível médio é de agente administrativo. O salário é de R$ 3.316,77.

As 32 vagas de nível superior são para o Distrito Federal. As 534 vagas de nível médio são para todas as unidades da Federação – 274 são para o Distrito Federal.

As inscrições devem ser feitas pelo site http://www.cespe.unb.br/concursos/dpf_13_administrativo de 1º a 23 de dezembro. As taxas são de R$ 60 para nível médio e de R$ 70 para nível superior.

A seleção será realizada em etapa única: provas objetivas para todos os cargos, prova discursiva para cargos de nível superior.

As provas objetivas e a prova discursiva para os cargos de nível superior terão a duração de 5 horas e serão aplicadas na data provável de 16 de fevereiro de 2014, no turno da manhã. As provas objetivas para os cargos de nível médio terão a duração de 4 horas e serão aplicadas na data provável de 16 de fevereiro de 2014, no turno da tarde.

Na data provável de 7 de fevereiro de 2014, será publicado no Diário Oficial da União e divulgado na internet, no endereço eletrônico http://www.cespe.unb.br/concursos/dpf_13_administrativo, edital que informará a disponibilização da consulta aos locais e aos horários de realização das provas.

As provas e a perícia médica serão realizadas no estado da Federação no qual o candidato optou pelo cargo.

As provas objetivas e a perícia médica dos candidatos que se declararam com deficiência, para os cargos de nível médio, serão realizadas nas 26 capitais dos estados da Federação e no Distrito Federal. As provas objetivas, a prova discursiva e a perícia médica dos candidatos que se declararam com deficiência, para os cargos de nível superior, serão realizadas somente em Brasília/DF.

As disciplinas de conhecimentos básicos para agente administrativo são língua portuguesa, noções de informática, raciocínio lógico, atualidades, noções de direito administrativo e noções de direito constitucional. As disciplinas de conhecimentos específicos são noções de administração pública, noções de administração financeira e orçamentária, noções de gestão de pessoas nas organizações, noções de administração de recursos materiais, noções de arquivologia e legislação aplicada à Polícia Federal.

Os últimos concursos para os cargos foram realizados em 2004 e organizados pelo Cespe/UnB. Para agente administrativo foram 276.060 inscritos para 1.244 vagas (média de 221,91 por vaga). Para administrador foram 1.850 inscritos para 35 vagas (52,86 por vaga). Para arquivista foram 230 inscritos para 10 vagas. Para assistente social foram 844 para 19 vagas (44,42). Para contador foram 677 para 16 vagas (42,31 por vaga). As carreiras de engenharia e psicologia ofereceram vagas em várias áreas.

Fonte: http://g1.globo.com/concursos-e-emprego/noticia/2013/11/policia-federal-abre-concurso-publico-para-566-vagas.html

Caruaru-PE: Nova certificação ‘Selo Azul’ buscará fortalecer a irrigação brasileira

 No próximo mês, a ferramenta já estará disponível para o uso dos produtores

Uma ferramenta que promete organizar e fortalecer a irrigação no Brasil está prestes a ser lançada pelo Ministério da Integração Nacional, por meio da Secretaria Nacional de Irrigação. Segundo o secretário Miguel Ivan, o modelo já está desenhado e a perspectiva para o lançamento do “selo azul” é o próximo mês de dezembro.

“As discussões sobre a certificação estão bem avançadas. Na outra semana, por exemplo, iremos levantar o tema em um seminário. Pretendemos saber dos irrigantes o que eles precisam de fato”, afirmou Miguel Ivan.

irrigacao1Os benefícios do selo atingirão diretamente o setor produtivo. Com ele, o agricultor passará a ter menores taxas de juros e o aumento de prazos de financiamentos bancários, como o Plano Agrícola e Pecuário (MAPA), o Plano Safra da Agricultura Familiar (MDA) e os fundos constitucionais.

Pretendemos aumentar a velocidade de concessão de crédito, além de reduzir a burocracia e a regulamentação, criando assim o menor custo possível para o proprietário”, garantiu Miguel Ivan.

foto-Irrigacao-imagens

A certificação de projetos de irrigação está prevista na Política Nacional de Irrigação – Lei nº 12.787 de 11/01/2013. O ‘Selo Azul’ é a primeira etapa rumo à organização do setor produtivo que utiliza a técnica. A certificação é considerada uma iniciativa essencial para que todos os demais agentes de desenvolvimento possam atuar de forma direcionada.

 “Essa demanda é de décadas e o governo trabalha justamente para transformar essa vontade em realidade”, ressaltou Ivan. De acordo com ele, o governo busca com a certificação gerar informação precisa sobre os irrigantes no país, com o intuito de possibilitar a melhor definição das políticas públicas.

 Adesão - Para obter o ‘Selo Azul’, o irrigante deverá estar obedecendo a todos os aspectos legais do setor, como o cuidado com o meio ambiente, a devida gestão de pessoas e o uso adequado e mais eficiente da água. Ao cumprir todos os itens, o agricultor passará a ter o “certificado de conformidade”. “Buscamos com isso ampliar a área de irrigação no Brasil, o que é estratégico para o Ministério da Integração Nacional”, concluiu o secretario Miguel Ivan.

Fonte: Acessória de Comunicação Social

Defesa Civil Nacional prepara cidades-sede para Copa do Mundo de 2014

Agência de cooperação alemã compartilhará experiências com as defesa civis brasileiras 

De olho nos preparativos para a Copa do Mundo de 2014, o Ministério da Integração Nacional, por meio da Secretaria Nacional de Defesa Civil, promoverá, nesta quinta-feira (24), em Curitiba (PR), um workshop para treinar os profissionais de defesa civil das 12 cidades-sede do mundial - Recife, Belo Horizonte, Brasília, Cuiabá, Curitiba, Fortaleza, Manaus, Natal, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo. O objetivo do evento é preparar ações de mitigação, preparação e resposta a desastres, específicas para os jogos. 

1

workshop é organizado com a participação da GIZ, agência de cooperação alemã que fez parte do planejamento para as copas da Alemanha e da África do Sul – e em parceria com a Defesa Civil do Paraná.  Quatro membros da defesa civil alemã também participarão do encontro com os representantes brasileiros e 60 pessoas serão capacitadas no treinamento. 

O diretor de minimização de desastres do Ministério da Integração Nacional, Armin Braun, afirma que as ações de defesa civil são calcadas principalmente no planejamento e na redução dos riscos. “A experiência dos alemães nos mostra que, se trabalharmos preventivamente, com antecipação, conseguiremos minimizar danos humanos e perdas em uma possível ocorrência de desastre”, explica ele. 

Segundo o diretor, o Brasil deve estar preparado para agir no caso de emergências. “O workshop abordará ações de prevenção de desastres, sejam eles de origem tecnológica ou de origem natural, potencializando a prevenção para esse período da Copa do Mundo, visto que o fluxo de pessoas nas cidades-sede será muito grande”, pontua. Para o mundial de 2014, são esperadas mais de três milhões de pessoas. 

O papel da defesa civil foca na prevenção, incluindo a gestão e minimização de riscos. “Em uma resposta a um desastre, no cenário onde múltiplas agências atuarão e trabalharão, a defesa civil opera em conjunto com essas atores, coordenando todos os esforços para evitar perdas humanas”, complementa o diretor.

Vídeo que chocou o México e o mundo, parece retrato de nosso país. Veja! Quase 6 milhões de visualizações até agora

Este vídeo foi produzido no México com intuito de chamar a atenção das autoridades e população de lá e do mundo, de como o futuro espera nossas crianças. Essa propaganda bem que poderia ser apenas traduzida e passada aqui como se fosse nossa.

Confira um trecho do final que diz: “se esse é o futuro que me espera, eu não quero. Basta de trabalhar para seus partidos políticos e não para o povo. “

TV Replay, o que é bom se repete!

Governo se manifesta e adia discussão sobre destinação de valor mínimo para a saúde

A apresentação pelo governo federal de proposta que prevê a destinação mínima de 15% da receita corrente líquida da União para a saúde pública fez com que o relator da comissão do Senado encarregada de buscar alternativas de financiamento, Senador Humberto Costa (PT/PE), adiasse a leitura do relatório com suas conclusões. O documento deverá ser divulgado na próxima quinta-feira, 19, quando Casa realizará sua segunda sessão temática, justamente para a saúde no Brasil. “Há dois meses tento estabelecer um canal de diálogo e houve um avanço inegável”, argumentou.

01

A proposta do governo federal foi apresentada pela Presidenta Dilma Rousseff ontem, terça-feira, durante reunião no Palácio do Planalto com parlamentares líderes da base governista no Senado. A alternativa foi anunciada aos integrantes da Comissão Destinada a Propor Soluções ao Financiamento do Sistema de Saúde do Brasil pouco antes do início da leitura do relatório por Humberto Costa. E chegou por meio do líder do Partido dos Trabalhadores (PT) e líder do Bloco de Apoio ao Governo, Senador Wellington Dias.

De acordo com Dias, o governo federal concorda que é preciso reforçar orçamento da saúde propôs que o percentual mínimo de repasse chegue, em 2014, aos 13,5%, e, em 2015, aos 15%. No próximo ano, isso implicaria mais R$ 8 bilhões e, em 2015, mais R$ 17,4 bilhões. “Todos concordamos que seria válido atender essa tentativa de entendimento”, avaliou, ao final da reunião, depois de ouvir os parlamentares presentes, Humberto Costa. “Percebo que há condições para que ocorra o necessário incremento.”

O relator da comissão defende aporte no valor das verbas para a saúde semelhante ao que reivindica o Movimento Saúde Mais Dez. No começo de agosto, integrantes desse grupo que reúne a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e o Conselho Nacional da Saúde (CNS) protocolaram na Câmara dos Deputados projeto de lei de iniciativa popular, acompanhado por 1,9 milhão de assinaturas, para a destinação mínima de 10% da receita corrente bruta da União.

Conforme a proposta de Humberto Costa, o valor do aporte seria o mesmo do proposto pelo Saúde Mais Dez, mas essa coincidência se daria ao final de seis anos. Ou seja, o orçamento da saúde teria um acréscimo paulatino, ano a ano, a partir de 2014, até o montante próximo de R$ 45 bilhões. O senador defende que o referencial para o percentual mínimo de destinação seja, em vez da receita corrente bruta, a receita corrente líquida. O percentual cresceria, ano a ano, a partir de 2014, para chegar em 2019 a 18,5%.

“O uso da receita corrente bruta para orientar o percentual mínimo de repasse poderia implicar questionamentos e a receita corrente líquida é um valor que o próprio governo federal já usa como referência”, explica Humberto Costa. Quanto ao crescimento ritmado no orçamento da saúde, o senador, que foi ministro da Saúde do Governo Lula, entende que além de mais recursos, a saúde pública brasileira também precisa de um aperfeiçoamento da gestão. “Mais dinheiro, simplesmente, não terminaria por melhorar de imediato o atendimento ao cidadão, que é o que, afinal, todos buscamos.”

O senador é autor do Projeto de Lei do Senado nº 174/2011, que prevê a criação da Lei de Responsabilidade Sanitária (LRS), semelhante à Lei de Responsabilidade Fiscal (LRS). Por meio dessa proposição, os gestores públicos de saúde deverão cumprir metas e também responder na justiça pelos seus atos. Hoje, no caso de irregularidades, a primeira providência que se adota é a suspensão dos repasses ao município ou ao Estado, o que termina por punir o usuário do serviço de saúde. “Precisamos de mais profissionais, precisamos de mais gestão, mas precisamos, acima de tudo, de mais dinheiro para fazer a saúde funcionar no País”, discursou Humberto Costa nesta terça-feira.

Programa Tema Livre #04 – Brasil da Corrupção




Apresentando:
Wagner Alex
Convidados:

Dr. Edson Claiton – Advogado e Procurador Geral da cidade de Toritama;
Dr. Isaac Santana – advogado e Procurador de Assistência.

Temas:

Brasil da Corrupção

Protestos no Brasil não são rejeição à política, diz Lula no ‘NY Times’ – E você o que acha?

Manifestações são reflexo de sucessos do país, argumenta o ex-presidente.
Segundo ele, sociedade virou digital, mas políticos continuaram analógicos.

Reprodução do artigo de Lula no 'New York Times', na versão digital, nesta terça-feira (16) (Foto: Reprodução)

Reprodução do artigo de Lula no ‘New York Times’,
na versão digital, nesta terça-feira (16)
(Foto: Reprodução)

O ex-presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva tocou no assunto dos protestos de rua no país, em sua coluna de opinião desta terça-feira (16) distribuída pelo “New York Times”, afirmando que se tratou de um movimento para “aumentar o alcance da democracia e encorajar o povo a atuar mais completamente”.

Ele afirmou que os protestos não mostram uma rejeição da política, mas justamente o contrário.

Lula começa o texto (clique para ler a íntegra, em inglês) mostrando estranhamento pelo fato de os protestos terem ocorrido em um país democrático (ao contrário de Egito e Tunísia em 2011) e com boa conjuntura econômica (ao contrário da Espanha e da Grécia).

Segundo Lula, os protestos foram um resultado dos sucessos do país nas áreas social, econômica e política, e um desejo genuíno da população de acesso a serviços públicos melhores.

Para Lula, a democracia não é um “compromisso com o silêncio”, mas um fluxo constante, com debate e definição de prioridades e desafios.

O ex-presidente lembrou a afirmação de que a sociedade entrou na era digital, mas os políticos continuaram “analógicos”, e apelou pela renovação das instituições democráticas.

Lula lembrou que a presidente Dilma Rousseff propôs um plebiscito para levar adiante as tão necessárias reformas políticas e também sugeriu um pacto social com as forças políticas em torno de educação, saúde e transporte.

O ex-presidente terminou o texto apelando aos jovens para que, mesmo “desencorajados por tudo e por todos”, não desistam da política.

“Se você não encontrar nos outros o político que você procura, você pode encontrá-lo em você mesmo”, escreveu.

Fonte: http://g1.globo.com/politica/noticia/2013/07/protestos-no-brasil-nao-sao-rejeicao-politica-diz-lula-no-ny-times.html