Blog de Airton Sousa: No Brasileiro uma vitoria e duas derrotas

Campeonato-brasileiro-2017

Já sabíamos que seria um jogo difícil, e quase impossível o Santa Cruz voltar de Porto Alegre com um resultado positivo no jogo contra o  Internacional. Porém, o time tricolor surpreendeu pelo esquema aplicado durante o jogo e pela determinação dos jogadores dentro de campo, produzindo um bom futebol contra o líder absoluto da serie-B e diante de uma grande torcida.

O primeiro gol do jogo foi aos 9 minutos, através de um pênalti  onde outra vez com o critério de bola na mão, ou mão na bola deixa o árbitro a vontade para a marcação. O jogador Guilherme Matos caído, a bola bateu em sua mão e o árbitro assinalou a penalidade máxima. Na cobrança o jogador Dalessandro  cobrou e colocou o Internacional  na frente do placar.

Nem assim o Santa Cruz se rendeu, continuou jogando aberto, partindo para cima, no entanto a fragilidade ofensiva não permitia que o empate acontecesse, terminando o primeiro tempo com a vitória parcial do time gaúcho. Porém, todos foram unanimes em afirmar o bom futebol jogado pelo time pernambucano.

No segundo tempo, o Santa Cruz voltou com o mesmo comportamento, porém os jogadores João Paulo e Primão, não conseguiam fazer a transição  para os atacantes e aos poucos o Internacional aumentava o seu volume de jogo.  Aos 25 minutos, o jogador Danilo lança Dalessandro que ganha de Anderson Sales e chuta indefensável contra o gol de Julio César, fazendo 2 x 0.

 Com a derrota e os resultados do Goiás e Figueirense, o Santa Cruz voltou a zona de rebaixamento. O próximo jogo será contra o America de Minas,sábado (07) no Arruda  às 19 horas, onde o time mais do que nunca terá que vencer se quizer sair da zona de rebaixamento, e sabemos que não é fácil o jogo contra o time mineiro, vice-lider da série B.

Em Caruaru, dentro do desespero que caracteriza cada jogo do Náutico, o time alvi-rubro enfrentou ao Boa Esporte. Também um jogo difícil pela campanha do Boa Esporte, e pelas limitações do Náutico. Porém os comandados de Roberto Fernandes, não economizaram garra e determinação, mesmo diante da boa qualidade técnica do time mineiro.

Aos 20 minutos outra vez uma questão dos critérios, bola na mão, ou mão na bola, e o jogador Diones é atingido pela bola, e o árbitro pune o Boa Esportes, marcando o pênalti. Na cobrança o jogador Rafinha cobrou e  colocou o Náutico na frente do placar. Se o Boa estava bem no jogo, aumentou o volume e os jogadores Paulinho, Felipe Matheus e Taciano, puxavam o time para cima do Náutico, o que podemos dizer que o time de Varginha mesmo perdendo, foi melhor no primeiro tempo.

No segundo tempo  o Náutico recuou, tentando administrar o resultado. Aos 36 minutos Gilmar coloca a mão na bola, o árbitro marca a penalidade, que é desperdiçada pelo jogador Felipe Matheus, com uma grande defesa de Jeferson.  A tentativa do Boa Esporte  com as bolas aéreas exigia da zaga alvi-rubra mais empenho. Aos 44 minutos o Náutico carimbava a vitória com um chute forte de Tico. O Náutico venceu por 2 x 0, continua na décima nona posição e joga sexta-feira contra o Goiás, fora de casa.

Finalmente a expectativa do jogo entre São Paulo e Sport no Morumbí. O São Paulo na tentativa de sair da zona de rebaixamento, e o Sport  buscando a vitória  depois  de oito jogos sem  vencer. O resultado no final do jogo, foi melhor para o São Paulo que venceu por 1 x 0, gol marcado aos 35 minutos do primeiro tempo pelo jogador Marcos Guilherme.

No inicio da partida um certo equilíbrio, inclusive com uma bola na trave do jogador Anselmo, em seguida os jogadores Lucas Prato, Cueva e Ernandes, chamaram a responsabilidade do jogo e o São Paulo envolveu o time leonino, principalmente da meia cancha para frente, além do mais contando com a ajuda de Wesley que esteve mal o tempo todo no jogo.

 Uma partida  de poucos chutes e muitos passes errados. O São Paulo teve 55% de aproveitamento, contra 45% do Sport, no primeiro tempo. Aos 47 minutos, um chute de Prato, quase ampliava o placar, porém Magrão evitou o gol  com uma grande defesa. Terminando a primeira etapa com a vitória parcial do time paulista.

No segundo tempo, o Sport volta com Osvaldo, tentando impor  velocidade ao time, e já aos 10 minutos Rogério no giro, quase marcava. Muitos passes errados nos dois times e aos 20 minutos o jogador Marcinho entra, para fazer o São Paulo avançar. Depois aos 22 minutos entram Thalísson e Tomás, com um erro do treinador Wanderley Luxemburgo, quando tirou o jogador  Anselmo, considerado o melhor em campo.

O jogo caiu após 30 minutos e somente aos 35  Shaylon chuta contra a meta de Magrão, enquanto que Osvaldo perdeu  uma chance aos 47 minutos, chutando por fora , além de uma cabeçada de Tomás aos 49 minutos, para uma defesa de Cidão, considerado o melhor jogador por parte do São Paulo. Com a vitoria, o São Paulo foi para a  décima quarta posição com 31 pontos, enquanto o Sport foi a décima sexta com 30 pontos, podendo entrar na zona de rebaixamento, caso a Ponte Preta vença nesta segunda-feira (02), ao  Flamengo.

Blog de Airton Sousa: Nova diretoria do Central se estruturando

                                       central simpolo

Com reuniões toda segunda-feira, envolvendo  os membros da diretoria  e colaboradores,  a torcida do Central aguarda com expectativa as mudanças que o clube sofrerá, para uma nova etapa da sua existência, após viver momentos de dificuldades e decepções com a atual gestão. A prorrogação da posse se deu, a pedido do atual presidente.

Em comum acordo ficou para o dia 02 de outubro, a posse da nova diretoria, enquanto isso por ocasião das reuniões semanais, os cargos começam a ser preenchidos, nos diversos setores do clube, afim de distribuir responsabilidade a cada um,  ficando sob o comando do Presidente do Deliberativo e do Executivo a decisão final das sugestões e projetos criados.

São muitas as dificuldade, porém entende-se que da maneira como os dirigentes estão projetando, as ideias deverão ser acertadas.  É bom lembrar que a participação do associado e dos caruaruenses de um modo geral, será muito importante dentro dos projetos alinhados para a execução.

Vamos torcer que tudo dê certo, para o Central passar a viver uma nova história e atravessar essa fase negra da sua existência. No entanto, é bom lembrar que sozinhos os dirigentes não poderão administrar, tem que existir a união de forças, esquecendo-se a vaidade pessoal e pensando no bem da Patativa do Agreste, que está prestes de  completar o  seu centenário.

Blog de Airton Sousa: Sport empata e continua na zona de rebaixamento

Em outras circunstâncias um empate fora de casa, considera-se um bom resultado, no entanto, o momento que o Sport vive na competição, o resultado contra o Atlético, pode ser considerado apenas razoável. Porém, uma coisa temos que dizer, o time Pernambucano fez um jogo que merece nota 7.

A história do jogo foi a seguinte: o Sport teve um pouco mais de atitude, marcou primeiro aos 17 minutos, através de Oswaldo, com uma bola que bateu no zagueiro Felipe Santana. Em seguida o Atlético Mineiro empatou com o mesmo Felipe Santana, com uma falha da zaga leonina. Posteriormente aconteceu o desempate do Atlético,  com uma falha de Ronaldo Alves, onde Fred salta de cabeça  aos 39 minutos, fechando o placar de 2 x 1 no primeiro tempo.

Na segunda etapa, o Sport cresceu com a entrada do jogador Lênis, aos 10 minutos. A partir daí o time leonino ganhou velocidade no jogo, e nem as mudanças feitas pelo técnico Roger Machado, evitaram o crescimento do Sport, até chegar ao gol de empate, numa jogada em que o zagueiro Felipe Santana perdeu forças, Diego Sousa entrou na área e a opção foi o goleiro Victor derrubar o jogador leonino, que cobrou o pênalti aos 20 minutos, empatando o jogo em 2 x 2.

O ponto fraco do jogo, foi o árbitro goiano Wilton Pereira, que esqueceu os cartões amarelos, deixou de marcar faltas claras, e finalmente se deixou levar o tempo todo pelos jogadores mais experientes do Sport e do Atlético. O próximo jogo do Sport será em casa, contra o Santos, na baixada santista. Enquanto que o Atlético Mineiro, tem o clássico local contra o Cruzeiro. Esperar para ver se o Sport vence, para sair da incômoda zona de rebaixamento.

 

 

Blog de Airton Sousa: Arena faz rodada dupla do Hexagonal

Teremos nessa quarta-feira(05), o encerramento da nona rodada do Hexagonal do título, com a realização de dois jogos, e desta feita por determinação na Federação Pernambucana de Futebol, com uma rodada dupla, na Arena de Pernambuco. Essa decisão prende-se ao limite no calendário, e também com a intenção de atrair um público maior, em face dos percentuais de público, estarem abaixo da média.

O Náutico faz o jogo preliminar contra o Central, e o Belo Jardim o jogo principal, contra o Santa Cruz. Com relação ao Náutico, que tem no momento apenas o Campeonato Pernambuco, pelo fato de ter ficado de fora da Copa do Brasil prematuramente, e também da Copa do Nordeste, indo apenas até a primeira fase daquela competição, resta apenas a tentativa de conquistar o Pernambucano de 2017.

Enquanto isso, o time do Central, que faz este ano uma das piores participações da sua história, apenas cumpre tabela, porque começou na lanterna do Hexagonal, e dificilmente perderá essa posição para o Belo Jardim. Sinceramente, não sei que motivação terá o torcedor alvi-rubro para ir à Arena na noite dessa quarta-feira.

Na partida principal, também não será diferente. O Belo Jardim, a exemplo do Central, também não tem chance nenhuma, porém a decepção é menor, porque pelo fato de não estar jogando no seu Estádio, atua na capital pernambucana, e tem vendido caro os resultados contra os três grandes da capital.

Finalmente o Santa Cruz, que não alcança mais a equipe do Salgueiro no Hexagonal. Apenas disputa com o Sport, a segunda colocação, e, se permanece nessa posição, ou no terceiro lugar, deverá mesmo enfrentar ao Sport nas semi-finais do Campeonato.

Falta de motivação para os clubes, também para as torcidas, esse tem sido o campeonato deste ano, exigindo para 2018, mudanças radicais, na tentativa de resgatar a imagem positiva que acontecia em outros Campeonatos Estaduais. Ou a Federação senta com os Dirigentes, para rever novas fórmulas, ou o Campeonato Estadual, estará com os seus dias contados.