Blog de Airton Sousa: Brasil classificado para Rússia em 2018

O técnico Tite e o seu grupo, fecharam a participação da seleção brasileira este ano, com mais uma vitória, completando a sexta, sob o comando do treinador. No início do jogo, os Peruanos ameaçaram com algumas jogadas ofensivas. Porém, aos poucos, os brasileiros foram mandando no jogo e  fazendo com que o adversário recuasse e passasse a jogar no seu campo defensivo. Uma marcação precisa, e muitas vezes violenta, a seleção do Peru terminou se rendendo aos poucos, ainda na primeira fase.

A vitória é um fato que merece atenção, porque são seis jogos sem perder, e evoluindo a cada partida. O que acontecia antes de Tite, era um desinteresse total dos brasileiros. Depois de Tite, todos se interessaram, ao ponto de varar a madrugada dessa quarta feira, para assistir ao jogo e torcer por mais uma vitória. Jogadores, a exemplo de Renato Augusto, Philippe Coutinho, Neymar e Gabriel Jesus, demonstraram uma superação fora de série, mesmo entendendo a diferença entre o futebol sul-americano e o futebol europeu. Porém, temos tempo suficiente, para uma melhor adaptação. O crescimento da seleção já começa chamar a atenção de alguns treinadores, inclusive do técnico da seleção da Alemanha.

Gabriel Jesus marcou aos 12 minutos, Renato Augusto ampliou aos 33 minutos, porém outras chances aconteceram, no entanto o que valeu mesmo, foi a superação do grupo, diante de um adversário que valorizou a nossa vitória. Agora, é descansar porque em março de 2017  a competição recomeça. No entanto, o clima é diferente da época em que poucos acreditavam que a seleção fosse para a copa da Rússia em 2018.

Blog de Airton Sousa: Brasil massacra a Argentina

A princípio a preocupação, como a seleção brasileira reagiria emocionalmente, ao pisar no gramado do Mineirão, para o jogo contra os argentinos. Porém, não passou de um momento de lembranças, tudo foi embora a partir do instante em que a bola começou a rolar. E tudo parecia um sonho, na proporção que o jogo ia acontecendo, em um 0 x 0 eletrizante, com os adversários melhores, mais tranquilos, e colocando os brasileiro acuados no campo defensivo. É tanto que chegou um momento em que a Argentina teve 63% de posse de bola, contra 37% do Brasil, demonstrando o domínio técnico do adversário.

Porém, continua aquela máxima no futebol, onde quem não faz, leva. E foi o que aconteceu. De repente a surpresa, onde Felipe Coutinho, em uma jogada surpreendente e de muita qualidade, chuta indefensável para o goleiro da Argentina, aos 25 minutos, e o Brasil explodia de emoção. A partir daí, os argentinos impactados com o gol, baixaram a cabeça e se renderam. Ainda no primeiro tempo, também de uma maneira surpreendente, Neymar, com uma troca de passe com Gabriel Jesus, aproveita, penetra, e faz 2 x 0, aos 45 minutos, finalizando o placar na primeira fase.

Para a volta do segundo tempo, tudo estava mais tranquilo, mesmo porque os dois gols abalaram a todos os jogadores da Argentina, até os mais qualificados e experientes. Um segundo tempo, que mudou muito pouco as características  das seleções. O Brasil mais solto, e a Argentina mais nervosa e intranquila, tentando e sem conseguir reagir o suficiente. O desespero dos argentinos aumenta, a seleção brasileira aproveita para tocar bola e irritar, até que aos 14 minutos, com Paulinho, que houvera entrado no jogo, acontecia o terceiro gol, matando mesmo cedo, qualquer reação do time de Messi.

Com a vitória, o técnico Tite festeja sua quinta vitória junto com os jogadores, os brasileiros voltam a vibrar e confiar na seleção, que continua firme e forte rumo a classificação nas eliminatórias. E o melhor, na liderança do grupo sul americano. Agora que venham os Peruanos, que ontem surpreenderam a seleção do Paraguai, em Assunção, pelo placar de 4 x 1. No entanto, vamos analisar, quem faz três gols na Argentina, com um futebol show, tem que respeitar os peruanos, nunca temer. Acredito, que desta maneira, Tite volta do Peru com mais uma vitória, e uma invencibilidade que dá inveja às demais seleções.

Blog de Airton Sousa: Diego Sousa e Rithely aguardam julgamento

Com muita expectativa, os rubro-negros aguardam nesta quinta-feira (03), o julgamento dos jogadores Rithely e Diego Sousa. O problema das críticas dos dois jogadores, após o jogo contra o Palmeiras, pode custar muito caro, principalmente para o clube, onde a média de punição para casos idênticos, é de um a seis jogos, com a inclusão de determinado valor em multa. Enquanto Rithely disse palavras mais ásperas contra a arbitragem. Diego Sousa, tem o agravante de ser reincidente, não no caso de agressões aos árbitros, porém por reclamações e jogadas violentas, o que torna a sua situação muito mais complicada.

A direção do Sport Clube do Recife, através do seu departamento jurídico, providenciou a defesa dos atletas, e já se prepara para uma liminar suspensiva, condicionando os jogadores a atuarem, principalmente contra o Grêmio na próxima segunda-feira(07), em Porto Alegre. Desta maneira, é grande a expectativa para o julgamento, até porque os jogadores são titulares absolutos, e ainda há possibilidade de algumas ausências para os próximos compromissos.

A exemplo de agressões e críticas aos árbitros, um fato internacional, chamou atenção. Pela Liga Inglesa, o conhecido técnico Mourinho fez um comentário sobre determinado árbitro, dizendo o seguinte: “O árbitro  é de uma excelente qualidade, porém a pressão externa pode influenciar na sua atuação “.  Só por isso, teve uma punição de 50 mil libras, correspondente a R$ 200 mil reais, e suspensão automática. Imaginem se as questões de arbitragem que acontecem no Brasil, fossem na Europa, como seriam as punições. No mínimo, a maioria dos condenados seria banido do futebol. Porém, aqui tudo pode, quase nada acontece e o futebol brasileiro vai vivendo esse momento de decadência, no campo e fora de campo.

Agora, o que interessa, é que Rithely e Diego Sousa serão julgados e os rubro-negros vão aguardar o que pode e deve acontecer, esperando-se que fique o exemplo. Na próxima vez, os jogadores deixem os comentários para a imprensa, e as críticas para os dirigentes.

Blog de Airton Sousa: Santa segue sem vencer

Mais uma derrota tricolor… É novidade? Jogando nessa quarta-feira (12),  em Cuiabá, o Santa Cruz para manter o seu padrão de incompetência e fragilidade, perdeu para o Corinthians pelo placar de 4 x 2. É a historia de sempre, fez um razoável primeiro tempo, chegando a marcar o primeiro gol, cedendo o empate, ainda no primeiro tempo, que terminou em 1 x 1, inclusive tendo mais oportunidades de gols do que o adversário. Grafite abriu o placar aos 31 minutos, enquanto que Guilherme empatou para o Corinthians aos 38 minutos. Alguns lances de perigo foram criados pelo tricolor: João Paulo aos 6 minutos; Grafite aos 12 minutos; Keno aos 19 minutos; Jadson aos 25 minutos; Grafite aos 26 minutos e finalmente o gol aos 31 minutos, depois de um rebote do goleiro Walter e o chute de Grafite.

Por sua vez, o time Corintiano teve algumas chances de gol: Marlone aos 2 minutos; Rodriguinho aos 35 minutos; Guilherme chutando, depois de um cruzamento de Marlone, e aí o empate Corintiano e ainda um chute de Marlone. Aliás, o jogador Marlone, tornou-se o melhor jogador de campo, quando entrou pela esquerda, e depois passou a jogar pela direita, no setor do lateral Roberto. Dessa maneira foi um primeiro tempo, em que o time paulista aceitou o maior domínio do tricolor pernambucano.

O segundo tempo teve início sem alterações, porém foi o Corinthians através de Marlone, que chegou ao gol, desta feita aos 3 minutos. A partir daí, houve uma desarrumação total no sistema defensivo tricolor, e aos 9 minutos, Guilherme marcava o terceiro gol. Sem muita organização em campo, principalmente na defesa e com os volantes, o Santa Cruz ainda teve uma chance aos 15 minutos com Artur;  uma cabeçada de Dani Morais aos 22; um chute de Grafite aos 24 minutos; no entanto finalizações imperfeitas, além de uma boa chance perdida por Keno aos 29 minutos, jogador que foi mais uma vez, o destaque do time Pernambucano.

Algumas alterações aconteceram nas duas equipes. No Corinthians, William no lugar de Camacho, Cristian no lugar de Geovane e Luca no lugar de Guilherme. No Santa Cruz, Marion no lugar de Jadson, Wagner no lugar de João Paulo, e Bruno Morais, no lugar de Grafite.

Depois das alterações, aconteceu o segundo gol do Santa Cruz, com Keno aos 37 minutos, e finalmente o placar era fechado com um gol de Luca, aos 46 minutos, dando assim um desfecho ao placar do jogo, em 4 x 2. O público foi decepcionante, apenas 7.947 torcedores, para uma renda de R$ 496.120,00, causando assim para o tricolor, a inesperada notícia, de que o faturamento que a Diretoria esperava, não aconteceu. O time continua fora de casa, desta feita em São Paulo, para enfrentar nesse final de semana, a Ponte Preta  em Campinas. O árbitro carioca Graziani Lima, teve uma boa arbitragem, no mesmo padrão os dois auxiliares. A posição do Santa Cruz na tabela, continua a mesma, 19a colocação.

Blog de Airton Sousa: Brasil enfrenta Venezuela sem Neymar

Será a quarta partida da seleção Brasileira sob o comando do técnico Tite, desta feita contra a seleção lanterna das eliminatórias Sul-Americanas, a Venezuela, que joga em casa, na cidade de Mérida, e com certeza, apesar de ser certo um bom público, todos sabem que o futebol não é o divertimento predileto dos Venezuelanos. Hoje os brasileiros enxergam a nossa seleção com outros olhos, diferente da época de Felipão e Dunga, onde o desinteresse tomou conta do torcedor, em razão da mediocridade dos times montados pelos treinadores anteriores, bem como pelas decepções acontecidas, principalmente na Copa do Mundo de 2014. O brasileiro agora, demonstra interesse, confiança e motivação, em razão de que a partir do técnico Tite, os jogadores também se apresentam com outra personalidade.

Estamos vindo de três vitórias progressivas e convincentes, e assim, a  expectativa para essa terça-feira(11/10), é de mais um grande jogo. Porém, espera-se que a seleção brasileira, possa respeitar o adversário, sem permitir excesso de otimismo. No entanto, entrar com empenho e com um futebol envolvente, para emplacarmos mais uma vitória, desta feita, a quarta, sob o comando de Tite. A depender do nosso e do resultado  da seleção do Uruguai, poderemos assumir a liderança da chave Sul-Americana, fato que há muito tempo não acontecia.

Sem poder contar com Neymar, que cumpre a automática e tirando da seleção o jogador Giuliano, que jogaram contra a Bolívia, o treinador escalou os seguintes jogadores para iniciarem a partida: Alisson, Daniel Alves, Marquinhos, Miranda e Filipe Luís; Fernandinho, Willian, Paulinho e Renato Augusto;  Philippe Coutinho e Gabriel Jesus. Evidencia-se nesta escalação, principalmente, a ausência de Neymar, que cumpre, ratificando, suspensão automática. Assim, espera-se que a qualidade do treinador, possa funcionar também neste sentido, em razão de que o jogador Neymar tornou-se indispensável na seleção brasileira.

Blog de Airton Sousa: Náutico vence mais um jogo

Provando mais uma vez que o técnico Givanildo Oliveira, é competente, o time do Náutico venceu mais uma partida sob o seu comando, a quinta, e desta feita, a vítima foi o time do Brasil de Pelotas, por 2 x 0. Um jogo em que até os 25 minutos do primeiro tempo, os dois times só faziam se marcar, inclusive o time gaúcho segurando os espaços dentro do campo timbu. Após os 25 minutos, o Náutico começou a se soltar, e a partir daí, as dificuldades começaram a diminuir, sem contudo os dois times terem poucas chances ofensivas, onde os dois goleiros tiveram pouco trabalho. O gol do Náutico,  saiu aos 44 minutos, numa jogada extraordinária de Marco Antonio para Bergson, que aproveitou com categoria e colocou o Náutico na frente do placar, vencendo a primeira fase pelo placar de 1 x 0.

No início do segundo tempo, o time de Givanildo Oliveira, começou a dar demonstração de desgaste físico, porém,  o Time do Brasil de Pelotas, já não tinha poder de reação, sentindo evidentemente, o fato de está com um jogador a menos, porque Washington havia sido expulso aos 42 minutos do primeiro tempo, dificultando o trabalho do time gaúcho. Aos 14 minutos, quase Bergson ampliava, com um lançamento primoroso  de Marco Antonio; 4 minutos depois, foi a vez do Brasil, com o bom jogador Felipe Garcia. No entanto, o gol não  aconteceu. Porém, aos 37 minutos, surgiu outra chance e Rony, lançando uma excelente bola para Bergson que chutou e Marcão, tentando defender, terminou jogando contra suas próprias redes, fazendo Náutico 2 x 0, e definindo de uma vez por todas, a vitória alvi rubra. Agora do histórico de Givanildo Oliveira, credita-se dois empates e cinco vitórias para o time timbu. Um excelente resultado.

O próximo jogo ao Náutico será  na Arena de Pernambuco, desta feita a vítima é o time do Ceará, um confronto nordestino, onde o time pernambucano vencendo, começa a se fixar no G 4 da competição. É inegável de que, houve no time, uma mudança radical para melhor, evidentemente. É aguardar que nesta reta importante da competição, o time pernambucano não venha a fazer como nos anos anteriores, como exemplo, o ano passado, contra o CRB.

Blog de Airton Sousa: Incerteza na tabela da Copa do Nordeste 2017

Os clubes Nordestinos em reunião festiva, tomaram conhecimento ontem(04), da tabela e novidades da Copa do Nordeste 2017. O fato que chamou a atenção de todos, foi o anúncio por parte de três clubes cearenses, da desistência de participarem da competição. A razão explicada e não convincente, foi de que os referidos clubes não teriam suporte financeiro. Uniclínic, Guarani de Juazeiro e o Guarani de Sobral, através dos seus representantes, comunicaram tal desistência. Em contrapartida, o argumento dos que fazem a competição, é de que custos maiores esses clubes terão, participando do Campeonato Estadual do Ceará.

Com uma vaga pendente no grupo A, ficou assim a formação dos grupos:

GRUPO A

Náutico – Santa Cruz – Campinense  e possivelmente o Ceará (ainda incerto).

GRUPO B

Bahia – Fortaleza – Moto Clube – Altos do Piauí

GRUPO  C

Sport – Sampaio Correia – River – Juazeirense.

GRUPO  D

ABC – CRB – CSA – Itabaiana.

GRUPO  E

Vitória – América – Botafogo(PB) – Sergipe.

Só como detalhe, as Federações de Pernambuco e Alagoas, estão com dois representantes no mesmo grupo, casos de Santa Cruz e Náutico,  CRB e CSA, respectivamente.

Agora, esperar a decisão com relação ao Ceará, em razão do protesto dos Dirigentes de Náutico e Santa Cruz, da inclusão do time cearense, porque não teve critério, cujo caminho, seria através de sorteio.

Blog de Airton Sousa: Náutico se aproxima do G4

Uma vitória considerada fundamental, foi exatamente o que o Náutico teve nesta terça feira(04), contra o time do Bragantino. No primeiro tempo, o time timbu com um futebol irreconhecível, principalmente na troca de passes, e na liberdade que o time de Bragança encontrou, com as bolas cruzadas na área, destacando-se principalmente o goleiro Júlio César, que foi inegavelmente o nome do jogo no primeiro tempo, evitando a vitória do time paulista, já na primeira fase. No entanto 0 x 0, foi o placar do primeiro tempo.

No segunda fase, pouca coisa mudou, porque o time pernambucano, chutou apenas uma bola, aliás uma bola parada, com uma bela cobrança de Marco Antonio, aos 39 minutos. Estranha-se no entanto, a diferença de futebol jogado contra o Bragantino, ao contrário da qualidade que o time apresentou diante do Vasco da Gama. Porém, não importa.  A essa altura, o que está valendo é essa sequência de resultados positivos, com o time no comando do técnico Givanildo Oliveira. Um balanço de dois empates e quatro vitórias, ou seja, 18 pontos disputados e somando 14 pontos, o que podemos considerar como um aproveitamento espetacular.

Agora o Náutico volta para casa, para enfrentar respectivamente o Brasil de Pelotas e o Ceará, dois adversários muito bem montados, onde teremos de novo, uma prova de fogo para o time de Givanildo Oliveira. Se o Náutico vence essas duas partidas, aí sim, pode começar a pensar de uma maneira mais concreta no G4 da série B. Agora, será importante também que o torcedor faça a sua parte, repetindo no mínimo, o que foi feito no jogo contra o Vasco da Gama. Cabe a Diretoria timbu, providenciar também a logística, para facilitar o deslocamento na ida e volta da torcida.

Blog de Airton Sousa: Santa Cruz joga bem, mas perde outra vez

Com um futebol de razoável para bom, principalmente no segundo tempo, o Santa Cruz perdeu mais uma vez, desta feita para o time do Palmeiras pelo  placar de 3 x 2. Algumas contestações em cima da arbitragem, na não marcação de um pênalti em Grafite, porém a verdade é que o tricolor caminha cada vez mais para voltar em 2017, à segunda divisão. O primeiro gol do jogo foi do Palmeiras, aos 32 minutos, com uma linda jogada do experiente jogador Zé Roberto. E mesmo perdendo, o tricolor não saiu para o jogo, esperando o tempo todo, o alvi verde paulista, no campo defensivo. Permaneceu chamando o Palmeiras para cima, durante a primeira etapa, o que tornou o adversário um time totalmente superior, encerrando desta maneira, com o placar de 1 x 0, o primeiro tempo.

Na volta para o segundo tempo, o tricolor jogou mais aberto e ofensivo, daí com jogadas pela esquerda, com Keno e Alan Vieira, e depois de insistir, chega ao gol de empate com uma jogada individual de Artur, aos 6 minutos. No entanto aos 20 minutos, com o jogador Leandro Pereira, o Palmeiras vira o jogo. Mais uma vez, o Santa Cruz não se entregou e aos 26 minutos empatava, através de um pênalti cometido pelo jogador Jean, no atacante Artur.  Grafite cobra e empata.

Aí, o time do Palmeiras predominou, passou a mandar no jogo e a fragilidade do Santa Cruz  apareceu, sem forças para reagir até que Roger Guedes, fecha o placar aos 34 minutos.  Assim,  3 x 2  foi  o  placar  final,   para  um público de 7.189  e  uma  renda  de   R$ 102.040,00. Com a derrota o time Pernambucano continua na 19a. posição e terá como próximo adversário, o time do Flamengo. É certo que o Santa Cruz, há muito tempo, já se garante na segunda divisão do próximo ano.

Blog de Airton Sousa: Náutico vence o líder

Uma tarde diferente na Arena de Pernambuco, com um público perto de 13.000 pessoas, ao contrário de jogos anteriores e o Náutico vencendo bem ao Vasco da Gama pelo placar de 3 x 1. O time alvi rubro, jogando com os alas, dominando o meio de campo e o ataque aproveitando grande parte das oportunidades surgidas, principalmente no primeiro tempo, onde a figura maior do timbu foi o jogador Rony, que marcou dois gols e apavorou a defensiva vascaína. Marco Antonio, foi o grande maestro e finalmente tudo deu certo, com o técnico Givanildo Oliveira completando cinco jogos, acumulando dois empates e três vitórias, sem conhecer ainda uma derrota sobre o seu comando.

No primeiro tempo o timbu teve chances aos 10 minutos com Rony, aos 16 minutos com Vinicius, aos 24 minutos o primeiro gol com Rony, aos 38 uma cabeçada de Bergson e aos 41 um chute de Bergson. Em contra partida, o Vasco teve chances aos 19 minutos com Nenê, aos 40 minutos com Ederson e aos 42 minutos com Nenê, sem contudo conseguir furar as redes do goleiro Julio César. O registro principal do jogo foi a aplicação e determinação  do time de Givanildo, sendo superior ao time do Vasco, registrando-se ainda o futebol de João Ananias e Joasi.

No segundo tempo, o técnico Jorginho já volta com a entrada de Alan, no lugar de Jorge Henrique. No entanto, sofria o segundo gol aos 2 minutos através de Bergson, desmantelando outra vez, o poder de reação do time carioca. As chances foram acontecendo, no entanto os atacantes do Vasco tinham pela frente o goleiro Julio César e a segurança da zaga timbu. Aos poucos, outras alterações ocorreram nos dois times: Talis e Edér Lopes pelo Vasco, Negreti, Renan Oliveira e Yuri Mamute pelo Náutico. Aos 39 minutos Madson fazia o primeiro gol para o Vasco, enquanto que Rony, em um lance de rara felicidade e garra, fechava o marcador aos 48 minutos, finalizando 3 x 1 a favor do time timbu. O Náutico joga nesta terça-feira(04) contra o Mogimirim, no interior de São Paulo, enquanto o Vasco da Gama joga em Belém do Pará, contra o Payssandú.

Blog de Airton Sousa: Sport erra e perde para o Fluminense

Um jogo em que o Sport fez um primeiro tempo quase impecável, marcando um gol aos onze minutos, com uma cobrança de escanteio, através de Gabriel Xavier e uma disputa na bola entre Ronaldo Alves e Gum, com a arbitragem creditando ao zagueiro do Fluminense o gol, portanto, contra, para o time Pernambucano. Não foi apenas o gol, mais também o volume de jogo que o rubro negro apresentou, atuando bem em todos os setores, exceção as bolas desperdiçadas pelos atacantes, ao longo de toda primeira fase de jogo. O destaque do jogo foi Diego Sousa, jogando em todos os setores do campo e contribuindo para um domínio do clube da praça da bandeira. As chances desperdiçadas, fizeram falta no jogo, porque 1 x 0 era muito pouco, para o que faria o Fluminense na volta do segundo tempo.

O técnico Levi Cupe, fez uma leitura perfeita dos dois times e já na volta do segundo tempo, fez a primeira substituição, tirando o volante Douglas e colocando o atacante Richarlison. A partir daí o Fluminense passou a dominar, o Sport se encolheu, cedeu espaços, cansou e terminou tomando o gol de empate aos 8 minutos, com o jogador Marcos Junior, creditando-se a arbitragem, o erro de não marcar impedimento. No entanto, o Sport caía a cada minuto, com o futebol negativo de Gabriel Xavier, Everton Felipe, Rithely, Samuel Xavier entre outros, até que o técnico leonino fez a primeira modificação, tirando Paulo Roberto que estava bem e colocando Neto Moura, por volta dos 20 minutos. Dois minutos após, o Fluminense fazia o gol da virada através de Richardson. Em seguida saía Gabriel Xavier, entrava Vinícius aos 26 minutos, e no Fluminense saía Marcos Junior, para a entrada de Marquinhos aos 29 minutos.

Era visível a queda do Sport, e a expectativa de sair  o terceiro gol, e foi exatamente isso que aconteceu, com um gol de Scarpa aos 41 minutos, em uma falha individual de Durval. Ainda no Fluminense saía Wellington, entrava Magno Alves, aos 43 minutos, e no final tivemos a vitória do Fluminense pelo placar de 3 x 1.

Os destaques do time Carioca no segundo tempo foram Wellington e Richarlison, que predominaram em cima de Samuel Xavier. A derrota complicou ainda mais a situação do Sport no Brasileiro da série A. O próximo jogo do time leonino será em Recife, contra o São Paulo.

Blog de Airton Sousa: Náutico entra no G 4

Foto: Internet

Foto: Internet

Um jogo de superação: foi o  que tivemos nesta terça-feira (07), por parte do Náutico, em Belém do Pará. O gol do Paysandu aconteceu após 40 segundos do primeiro tempo, uma verdadeira prova de fogo para os comandados do técnico Alexandre Galo. O gol provocou impacto emocional no time  alvi rubro, que teve até 20 minutos, dominado pelo time da casa. A partir daí, o time pernambucano reagiu  e marcou o gol de empate aos 25 minutos, invertendo o quadro e dominando o jogo até o final da primeira fase. Continuou criando oportunidades para marcar o segundo gol, no entanto, o jogo terminou com o empate de 1 x 1, no primeiro tempo.

Na volta, já aos 10 segundos, uma grande coincidência, porque antes de um minuto acontecia mais um gol no jogo, desta feita, a favor do clube de Conselheiro Rosa e Silva. A partir daí,  o time do Paysandu se abalou emocionalmente, modificações aconteceram, no entanto, o Náutico era dono absoluto do jogo e logo chegou ao terceiro gol, vencendo pelo placar de 3 x 1. Teve inclusive outras oportunidades de marcar o quarto gol.

A vitória coloca o Náutico na quarta posição na tabela, entrando no G 4. O próximo jogo será nesse sábado (11), no período  tarde,  na Arena Pernambuco, contra o Paraná. Dois desafios nesse instante são evidenciados: uma vitória timbu, para manter a invencibilidade em casa, e a presença do torcedor, que tem sido um fracasso, não passando de 1.500 torcedores. Quando o time está mal, perdendo e sem perspectiva, até que é aceitável a ausência do torcedor. Entretanto, o Náutico vem crescendo na competição e vencendo a cada partida. Com tudo isso, o técnico Alexandre Galo, em entrevista afirmou, temos ainda um caminho muito longo pela frente. Está certo o treinador, porque o Náutico já aprontou muita. Porém o momento é muito bom, e o torcedor tem que acreditar.

A classificação da série B, ao final da sétima rodada, é a seguinte:

  • 1º lugar – Vasco da Gama
  • 2º lugar – Atlético de Góias
  • 3 º lugar – Bahia
  • 4º lugar – Náutico

Blog de Airton Sousa: Salgueiro em mais um desafio

Após dois jogos fora, o time sertanejo volta para o seu ninho neste domingo (12), às 19h. Uma derrota para o ABC e um empate contra o ASA, foi o saldo da saída salgueirense, voltando para casa com um ponto somado, que, aliando-se aos três pontos da estreia em casa contra o Botafogo (PB), pelo placar de 1 x 0, totaliza quatro pontos.

Esperar que no jogo do final de semana, contra o América (RN), o time possa fazer o dever de casa, somando três pontos, para melhorar a sua pontuação na tabela. A série C, a exemplo das demais séries, obriga ao mandante vencer o jogo, se não quiser ter complicada a sua situação.

É uma pena que assim como aconteceu no Campeonato Pernambucano, na Copa do Nordeste e na Copa do Brasil, a torcida local, sem contar com os ingressos trocados pela Campanha do Governo do Estado, não tem comparecido para incentivar o seu representante na competição.

Será muito importante que o time salgueirense some três pontos, para começar a repetir campanhas anteriores, na série C.

Foto: Internet

Foto: Internet

Blog de Airton Sousa: No clássico só um time jogou

O torcedor do Santa Cruz, foi dormir decepcionado com o que viu na noite desta quarta feira (01), no Arruda. Só um time entrou em campo: Sport Clube do Recife.

Foi uma partida em que o time rubro negro dominou do começo ao fim, e só não encheu o gol tricolor, porque não tem atacantes de qualidade. Chances aos quatro minutos com Gabriel Xavier; aos nove minutos sai o gol de Edmilson; aos vinte e quatro um chute de Everton Felipe; aos vinte e seis minutos chance de Serginho, entre bons momentos do time leonino. Todos falhavam, do goleiro ao último homem do Santa Cruz. Nas laterais, no miolo de zaga, no meio de campo e no ataque, o tricolor não existia, e para completar Alemão fazendo suas loucuras e dando leite o tempo todo, até quando foi substituído. A torcida tricolor olha para todo canto e  não vê um jogador razoável no time, no jogo contra o Sport.

No segundo tempo, nada mudou, foi o mesmo Santa Cruz da primeira etapa. Abatido, vencido, sem alma, contra o Sport que de novo, dominava na sua peça de meio campo e ataque. Aos quinze minutos chance com Everton Felipe; aos 17 minutos com Diego Sousa; aos 26 expulsão do estreante Roberto e o tricolor passava a jogar com dez homens. Aos 28 chute de Gabriel Xavier; e de novo Gabriel Xavier tinha chance aos 31 minutos;  chute de Edmilson aos 33;  cabeçada de Mateus Ferraz aos 43 minutos; bola na trave de Everton Felipe aos 44 minutos, e finalmente, Rodrigo Mancha chuta forte aos 47 minutos. Conclusão, o Sport teve também no segundo tempo, cinco chances.

No final do jogo,  Grafite resumia a derrota da seguinte maneira: Entramos pensando que o Sport vinha atrás, e na verdade o Sport já entrou para decidir. Essa história de invencibilidade só trás vaidade, para a torcida e para os jogadores. Agora é esperar o jogo do Santa Cruz sábado(04), contra o Atlético do Paraná e o do Sport no domingo(05), contra o outro Atlético, desta feita de Minas Gerais.

Qual o desafio na próxima rodada?  O Sport provar que realmente deu a volta por cima e o Santa Cruz  mostrar que a derrota contra o Sport,  foi um acidente de percurso.

Foto: Internet

Foto: Internet

Blog de Airton Sousa: Náutico Metralha o Sampaio

Diante de um adversário frágil, que continua na lanterna e sem vencer, o alvi-rubro pernambucano goleou nesta sexta-feira (27),  o  time  do Sampaio Correia pelo placar de 5 x 0. A goleada teve inicio no primeiro tempo e se ampliou no segundo. Aproveitando os setores vulneráveis do adversário, a equipe comandada pelo técnico Galo, fez a sua torcida esquecer temporariamente, os resultados anteriores na competição.

A pergunta agora é a seguinte: Dá para comemorar e acreditar que a partir de agora as coisas mudarão e os resultados virão com a consistência que até agora não havia acontecido?  Ainda é cedo para uma avaliação mais contundente. É preciso aguardar os próximos jogos, para ver o que pode ou não acontecer. Porém com a vitória sobre o Sampaio, o Náutico respira e deixa a sua torcida um tanto quanto otimista, dentro da atual realidade do time. De uma coisa todos sabem,  tem que acontecer contratações, porque a caminhada é longa e a competição difícil.

Vamos aguardar os acontecimentos do próximo jogo, em mais um duelo nordestino, contra  o Bahia, na Arena Fonte Nova.

Foto: Internet

Foto: Internet

Blog de Airton Sousa: Decisões do futebol internacional

As grandes ligas europeias tiveram seu fim, mas a emoção do futebol no velho continente não terminou. Tivemos nesse final de semana as tão esperadas finais das copas nacionais.

Copa do Rei da Espanha, onde depois de um jogo muito complicado, o Barcelona bateu a equipe do Sevila, pelo placar de dois tentos a zero na prorrogação.  Um primeiro tempo bastante difícil, um segundo tempo em que o Sevila efetuou uma grande pressão. Porém, na prorrogação, depois de duas assistências de Messi para Alba e Neymar, a equipe da Catalunha conseguiu seu vigésimo oitavo título na história da Copa do Rei.

Já na Alemanha, na despedida oficial de Pep Guardiola, tivemos a final entre Bayern de Munique e Borussia Dortmund, em um jogo onde o  0 x 0 prevaleceu  no tempo normal e na prorrogação. A decisão foi nas penalidades e a equipe de Munique venceu por 4×3, conquistando o décimo oitavo título, na despedida do treinador, com chave de ouro.

A Inglaterra também teve muitas emoções, entre o Manchester United e Crystal Palace, no lendário estádio de Wembley. A partida foi decidida na prorrogação com um grande poder de reação dos diabos vermelhos. Lingard fez o gol da conquista, e o Manchester conquistou o décimo segundo título da Copa da Inglaterra.

Milan e Juventus fizeram a grande final Italiana. Depois de 0 x 0 no tempo normal, a Juventus foi mais competente e Morato com assistência de Cuadrado, deu o décimo primeiro título para a Juventus, além da hegemonia dessa equipe no futebol Italiano.

Por fim, as Copas da França e Portugal. Na França o PSG foi mais uma vez campeão, batendo o Olympique  por 4 x 2,  na despedida de Ibrahimovic, que marcou duas vezes. O time da capital francesa conseguiu o sexto título na história.  Em Portugal a final foi decidida nos pênaltis, depois de um 2 x 2 no tempo normal. A  equipe do Braga bateu ao Porto por 4 x 2  nas penalidades e se tornou campeão da taça de Portugal.

Agora só resta a grande final na Liga dos Campeões da Europa, que acontecerá no próximo dia 28 em Milão, para assim encerrar de vez a temporada 2015\2016 do futebol europeu.

Foto: Internet

Foto: Internet

Por Hugo Augusto

Blog de Airton Sousa: Uma baixa temperatura espera o Náutico

O alvi-rubro pernambucano, volta a campo nessa terça-feira diante do Londrina. Contusões, cartões, improvisações, são muitas as dificuldades encontradas pelo técnico Alexandre Galo para escalar o time pernambucano. O Náutico vem de uma derrota fora e uma vitória em casa, somando três pontos em duas rodadas. É muito pouco, principalmente pelo fato de que a diretoria e o técnico prometeram a torcida, brigarem para voltar a primeira divisão no Brasileiro deste ano.

As perspectivas não são das melhores para o Náutico.  Além das dificuldades internas, a temperatura com  estimativa de chegar a 8°,  é um obstáculo a mais para o alvi-rubro. No entanto, em face das circunstâncias, podemos considerar até um empate como um bom resultado, pelo fato de ser na casa do adversário.

Quanto ao Londrina, vem de uma derrota em casa, na estréia, e um empate fora, contra o Goiás, na cidade de Goiânia. Esperar, só esperar, para ver o que pode acontecer, essa noite na fria Londrina, e torcer que o técnico timbu, faça o seu time ser valente e que o ataque que vem devendo gols a torcida, possa realmente mostrar o contrário.

Assim é o Campeonato Brasileiro, também na série B, com jogos complicados e muito próximos um do outro. É preciso ter elenco, um time só não basta, é isso o que está acontecendo com o grupo de conselheiro Rosa e Silva.

Foto: Internet

Foto: Internet

Blog de Airton Sousa: Sport continua sem vencer

Nos bastidores, uma guerra entre os notáveis do Sport e a diretoria, em razão da cobrança de prestação de contas, principalmente de empréstimos e adiantamentos contraídos para o momento e para um futuro distante. Dentro de campo, um misto de falta de qualidade, desarrumação e explicações do técnico Oswaldo de Oliveira sem muito sentido. A verdade é  que outra vez,  o rubro-negro pernambucano sai de campo sem um resultado positivo e apresentando um futebol no mínimo preocupante, principalmente para um time que tem uma folha de pagamento superior a três milhões de reais.

De quem é a culpa?  Da diretoria que deu todos os poderes para Falcão indicar jogadores como Túlio de Melo, Vinícius Araújo, Lenis, Gonzales, Gabriel Xavier, Serginho, entre outros? Ou do atual treinador que até agora não deu o sentido tático ao grupo?  E o pior, com o mercado inflacionado, terá que acontecer dispensas provocando mais gastos ao clube. Além disso, existe o desespero da torcida, que vê se passarem quase cinco meses sem que o seu time querido ganhe a cara de um time competente, brigão e compatível  para uma competição como é a primeira divisão. E já teremos nessa quinta-feira (26) no período da tarde, o jogo com o Internacional, em Porto Alegre. Como será o comportamento desse time fragilizado na terra dos pampas?

Quanto ao jogo contra o Botafogo, vimos um Sport pobre de criação, com uma defesa insegura,  principalmente por parte de Renê,  que desaprendeu tudo que sabia; um meio de campo sem marcar, destruir ou criar e um ataque onde o treinador utiliza três atacantes e nenhum deles produz se quer, o futebol de um razoável jogador. Um a um no primeiro tempo, com um gol duvidoso de Diego Sousa e o Botafogo dominando, principalmente do meio de campo para frente. Na segunda etapa com a entrada de Everton Felipe, o time melhorou um pouco, se bem que nada maior do que um futebol apenas razoável, mesmo com a entrada de Luiz Antonio e Túlio de Melo, onde o torcedor vaiou o time, durante e no final do jogo.

Agora é esperar as providências da diretoria, a organização tática do treinador e a reação do grupo,  que até agora,  na sua maioria, não justificou as contratações realizadas.

Foto: Internet

Foto: Internet

Blog de Airton Sousa: O Santa Cruz continua imbatível

O torcedor do Santa Cruz, outra vez, teve razão de comemorar com euforia, mais um resultado excelente do mais querido. Mando de campo do adversário, a qualidade de um elenco de destaque a nível internacional, nem isso fez com que o tricolor Pernambucano se encolhesse e permitisse o domínio do adversário.

Com um 0 x 0 no primeiro tempo e um jogo de igual para igual, inclusive nas oportunidades,  o time pernambucano bem postado em todos os setores, observando-se um equilíbrio técnico e tático dos dois times, e a expectativa de como seria a volta para a segunda etapa.

E no segundo tempo, foi o Santa Cruz que abriu e placar para em seguida o Fluminense empatar e até aí tudo bem. Depois o Sr. Jailson de Freitas, que por sinal é um bom árbitro, começou  a  bagunçar o jogo,  validando o gol irregular do Fluminense, que fazia  2 x 1. No entanto dentro do equilíbrio que o tricolor vem atuando dentro e fora de casa, saiu o gol de empate através de pênalti,  também inexistente.

Grafite outra vez, foi o artilheiro e melhor jogador em campo, marcando os dois gols do Santa Cruz e chegando a marca de 4 gols, nos dois jogos da equipe tricolor. O próximo jogo do Santa Cruz é na próxima quarta-feira, em casa, contra o time do Cruzeiro.

O Santa Cruz soma 4 pontos em dois jogos, sendo um em casa, outro na casa do adversário.

Foto: Internet

Foto: Internet

Blog de Airton Sousa: Futebol Internacional

 

Foto: Internet

Foto: Internet

A partir de agora, no blog de Airton Sousa, divulgaremos toda semana matérias sobre o futebol internacional Nesta primeira semana o destaque vai para a final das principais ligas europeias e seus respectivos campeões.

Iniciando com o campeonato inglês, tivemos a grande surpresa do futebol internacional,  com a façanha do Leicester City. O time que na temporada passada lutou contra o rebaixamento, este ano com praticamente o mesmo elenco,  foi muito regular, tanto dentro quanto fora de casa, surpreendendo a todos os tradicionais times ingleses e conseguiu o título da Premier League, com 81 pontos e duas rodadas de antecedência.

Já no campeonato espanhol, deu mais uma vez a lógica e o Barcelona foi pela vigésima quarta vez na história, campeão com 91 pontos,  um a menos que seu arque rival, o Real Madrid. O time catalão conseguiu mais um título para a era do trio MSN, com grande destaque para Luiz Suárez, artilheiro da competição com 40 gols, no entanto, a temporada não foi fácil para o Barça, que foi perseguido todo o campeonato pelo Real Madrid e pelo Atlético de Madrid e foi campeão apenas na última rodada, vencendo o granada fora de casa.

No campeonato italiano, não tivemos nenhuma surpresa, com a Juventus conquistando seu penta campeonato, com 91 pontos, o trigésimo segundo título na sua história. Depois de um começo muito difícil de temperada, a equipe da cidade de Turim teve uma reação incrível, com uma grande seqüência de partidas invictas e assim desbancando o Nápoli  da primeira colocação.

No campeonato alemão, terra dos atuais campeões do mundo, tivemos o de sempre. Mais uma vez o Bayern de Munique, campeão com 88 pontos e o Borussia  Dortmund como vice, com 78 pontos. Mais um título para a galeria de Pep Guardiola, que faz sua última temporada na Alemanha e conquistou o vigésimo sexto campeonato para a história do Bayern.

Já nas demais ligas europeias tivemos: no campeonato Francês, o PSG mantém sua hegemonia sendo campeão com 95 pontos e uma grande supremacia sobre os demais adversários; em Portugal, o Benfica com 88 pontos foi o grande campeão depois de uma disputada competição; e na Holanda, o PSV mais uma vez colocando seu nome na história, com seu vigésimo sexto título na competição nacional, com 84 pontos.

A partir de agora na Europa, as atenções estão voltadas para as finais das copas nacionais, que acontecerão no próximo final de semana, e claro, para a grande final da liga dos campeões, onde Real Madrid  e Atlético de Madrid, se enfrentarão no dia 28 deste mês, na cidade de Milão na Itália.

Por Hugo Augusto.

Blog de Airton Sousa: Náutico com obrigação de vencer

O Náutico entra em campo esta noite, com a obrigação de somar três pontos. Enquanto o time Pernambucano estreou perdendo fora de casa, o adversário venceu ao Bragantino por 3 x 1. Jogo difícil por vários aspectos, principalmente pela fragilidade do Náutico, nas suas peças de criatividade e finalização. O técnico Alexandre Galo, demonstrou após a estréia, a sua preocupação, principalmente com esses dois setores, já que o sistema defensivo está muito bem compacto, a começar pelo goleiro  Julio César.

Além do mais, a Arena representa  mais um obstáculo para o Náutico devido a falta de identificação e a ausência do torcedor timbu. Porém, não tem outra saída para o alvi-rubro, é vencer e vencer, para não tomar distância daquelas equipes que podem ficar no início da competição na linha de frente, a exemplo do  Vila Nova. O Campeonato Brasileiro, pela sua dinâmica de data e jogos, obriga os participantes a terem um grupo forte e compacto.

Só nos resta aguardar a apresentação do time Pernambucano, esperando que o seu treinador faça o milagre de um time produtivo, do meio de campo para frente. E não tem essa de tempo não. Após o jogo de hoje, o Náutico já deve se preparar para mais um compromisso, e desta feita, fora de casa, contra o Londrina, no Paraná.

Foto: Internet

Foto: Internet

Blog de Airton Sousa: LM-3 assume o Central

Uma notícia que chamou a atenção nesse final de semana, foi o fato de que, em comum acordo, a Diretoria do Central entregou a LM-3, a administração da MÍDIA e a folha de pagamento do elenco. Não sabemos até que ponto essa decisão é positiva ou negativa. O fato é que a Diretoria não tinha condições realmente de montar, por mínima que fosse, uma estrutura para participar do Campeonato da série D. Só resta aguardar, para ver como as coisas ficarão, principalmente quando a competição começar.

Foto: Internet

Foto: Internet

Veja abaixo a tabela do alvinegro, na primeira fase da competição e analise as possibilidades de sucesso ou não.

  • 12/06 – Guarani de Juazeiro x Central
  • 19/06- Central x Parnahyba
  • 26/06- CSA x Central
  • 03/07- Central x CSA
  • 10/07- Parnahyba x Central
  • 17/07- Central e Guarani do Juazeiro

Blog de Airton Sousa: E o Central, como vai ser?

O Central iniciou esta semana a preparação para o Campeonato Brasileiro da série-D. Muitas perguntas, dúvidas e a questão de sabermos, como e de que maneira, será essa parceria com a L M-3.

Em outras gestões tivemos experiências com parcerias, a exemplo da era Evandro Sousa, Amarildo e Alemão. Foi uma decepção, e muitos problemas trabalhistas que terminaram sobrando para o Clube.

No desespero de organizar o time para a competição e depois da decepção que foi no hexagonal do Campeonato Pernambucano, o presidente da Patativa se apegou a essa chance.

Não podemos adiantar detalhes com a relação a qualidade dos contratados, que se juntarão aos que estiveram defendendo o clube no Pernambucano. Só nos resta acompanhar e esperar que os frutos dessa parceria possam ser positivos.

Ao torcedor alvinegro, resta a esperança, como sempre acontece. Que desta vez seja diferente, é o que desejamos.

Foto: Internet

Foto: Internet

Blog de Airton Sousa Caruaru: Conquista Modesta

Foi assim a despedida do Náutico do Campeonato Pernambucano 2016. 3 x 0 em cima do Salgueiro que prometeu muito no hexagonal, porém, no momento mais importante, cansou. O torcedor do carcará agora tem que se contentar com a participação no Brasileiro da série C, ficando fora no próximo ano, das Copas do Nordeste e  Brasil, o que é uma pena para o futebol do interior, que tinha o Salgueiro como representante nessas duas competições.

Quanto ao Náutico, que já estréia no próximo sábado (14), contra o Criciúma, fora de casa, resta esperar que o técnico Alexandre Galo possa dar qualidade ao time. É muito cedo para tudo, afinal, a competição ainda nem começou. Tudo depende de organização, planejamento e elenco, pois como se sabe não é fácil o Brasileirão da série B.

Foi frustante o Náutico até agora. Copa do Brasil, Campeonato Pernambucano, tudo foi embora sem nenhuma conquista. Agora é esperar a nova etapa que se inicia, para ver o que muda  para o Campeonato Brasileiro.

Fonte: imagem da internet

Fonte: imagem da internet

Blog de Airton Sousa Caruaru: O Sport cai na Ilha mais uma vez

O Santa Cruz empatou com o Sport na tarde deste domingo na Ilha do Retiro. O time leonino teve, outra vez, mais volume, mais posse de bola, porém o ataque  encontrou uma barreira chamada Tiago Cardoso, um dos principais responsáveis por mais essa conquista tricolor.

Não é coincidência, é trabalho sério e qualidade ao mesmo tempo, porque são dez jogos sem perder e dois títulos de campeão, Copa do Nordeste e Campeonato Pernambucano, depois da chegada do técnico Milton Mendes. Trabalhando no silêncio dos bastidores o treinador transformou o Santa Cruz, passando de um time limitado, a competente e vitorioso.

Ao lado dessa conquista, também a dedicação do elenco e a seriedade da diretoria. Agora espera-se que o time se reforce para o Campeonato Brasileiro. Já começam a chegar alguns jogadores, na expectativa que esses possam dar ainda mais qualidade  para a série A.

Enquanto isso, dentro de um clima de revolta, insatisfação e protesto, os problemas crescem na Ilha do Retiro. Porém,  isso não leva a nada.  O importante é que a diretoria rubro-negra reconheça o fracasso nesses quatro meses de trabalho e comece a consertar  o que não deu certo. O técnico Oswaldo Oliveira não tem nada com isso, o que não teria também, se porventura tivesse sido campeão.  O que ele tem que fazer a partir de agora, é dar a sua cara ao time, que ainda tem muitos vícios aplicados pelo ex técnico Falcão.

O árbitro Sebastião Rufino teve um bom trabalho no campo técnico, porém no lado disciplinar com algumas falhas, no entanto, sem influenciar no placar, principalmente porque era um jogo difícil de ser apitado.

A violência foi minimizada, mesmo com a ausência do metrô, que vergonhosamente não funcionou, onde o marginal venceu outra vez. Veículos danificados, quebra-quebra e outros fatos lamentáveis foi o saldo que teve o verdadeiro torcedor, o que é uma vergonha para o poder público, chegando  ao absurdo de depredar o patrimônio do Sport Clube do Recife. Até quando teremos tudo isso acontecendo, sem que os governantes se manifestem com  providências mais duras.

No entanto, o importante é que chegamos ao final do Campeonato Pernambucano, apesar da limitação técnica dos times. Mas o Santa Cruz não tem nada com isso, foi mais uma vez campeão e dentro da Ilha do Retiro, o que para a torcida tricolor tem um sabor diferente.

Pela vigésima nona vez o Santa Cruz é campeão pernambucano!

Foto: Internet

Foto: Internet

Blog de Airton Sousa: No sertão a decisão do terceiro lugar

O Náutico foi esse ano, dos grandes de Pernambuco, o único que complicou a vida do Salgueiro no Campeonato. O jogo dessa quarta-feira vai apontar o classificado para a Copa do Brasil e Copa do Nordeste em 2017.

O Salgueiro permanece sendo um adversário difícil dentro de casa e entra em campo com a necessidade de garantir um calendário maior para o próximo ano. Sérgio China que tem em mãos um time cheio de conjunto e determinação, tenta levar para a segunda partida, na Arena, uma vantagem que dê a tranquilidade na hora da decisão.

Quanto ao Náutico na estréia de Alexandre Galo, existe o desespero de não deixar fugir o terceiro lugar, para não ter que amargar outra vez, a ausência na Copa do Nordeste 2017 e não ter que esperar pelo ranking da CBF para participar da  Copa do Brasil do próximo ano.

Tecnicamente o Salgueiro leva vantagem. Mesmo porque há tempo que o técnico mantém basicamente o mesmo time, com um conjunto invejável.  No Náutico, existe a expectativa do que vai mudar com a chegada de Alexandre Galo. Além das dispensas acontecidas e os jogadores que o técnico irá utilizar,  o perigo de um resultado favorável ao adversário no primeiro jogo, levando para a segunda partida uma situação de desespero.

Nos encontros deste ano, entre os dois times, o alvi-rubro tem um bom percentual de vantagem. Porém a história dessas duas partidas decisivas é diferente. O resultado também vai depender do lado emocional, principalmente por parte do Salgueiro.

1