Caruaru-PE: Vereadora Rosimery da Apodec homenageia Cabo BM Gil Sormany

Na 46ª Reunião da 3ª Sessão Legislatura Ordinária da 16ª Legislatura, da Câmara Municipal de Caruaru, realizada na noite dessa quinta-feira (04.09), a vereadora Rosimery da Apodec (Dem), apresentou quatro requerimentos, que foram aprovados por unanimidade.

Requerimento nº 1577/2015, pede calçamento com rampas de acessibilidade, na Rua André Rebouças, no bairro Indianópolis;

Requerimento nº 1578/2015, pede calçamento com rampas de acessibilidade, na Rua Mário Melo de Morais, no Sítio Cipó;

Requerimento nº 1579/2015, pede capinação na Rua Boa Viagem, no bairro Petrópolis;

Requerimento nº 1580/2015, pede asfalto na Rua Safira, no bairro Centenário;

A bravura, a persistência e a vontade de servir foram reverenciadas em solenidade na Câmara Municipal de Caruaru, pelos inúmeros e relevantes serviços prestados ao município na área militar, ao Cabo BM Gil Sormany Beserra Silva, que recebeu a Medalha de Honra ao Mérito General Agnaldo de Oliveira, concedida através do Decreto Legislativo nº 777/2015, propositura da vereadora Rosimery da Apodec (DEM).

Aprovada por unanimidade na reunião do último dia 11 de agosto, a homenagem é um reconhecimento à história de vida do militar, nascido em 15 de maio de 1969. Aos 21 anos, Gil Sormany iniciou sua carreira no Corpo de Bombeiros, sempre se destacando pela boa conduta, companheirismo e dedicação. Mas, em 2009, dirigindo uma viatura com mais três companheiros para atender a um chamado, uma estranha ocorrência mudou tudo. Sormany perdeu a visão, subitamente, mas ainda assim conseguiu – quase miraculosamente – evitar o acidente e guiar o carro até estacionar em segurança, sem que seus companheiros percebessem que ele tinha ficado completamente cego.

A nova condição foi confirmada através de um exame que detectou um grave problema neurológico, um tumor frontal que lhe comprimia o nervo óptico. Submetido a uma cirurgia de emergência, o soldado agora cego não desistiu da carreira militar e, após muita luta pela sanção da lei de readaptação dos militares com deficiência (que aconteceu em 19 de setembro de 2013) pelo então governador Eduardo Campos, tornou-se o primeiro militar em atividade com deficiência do Estado de Pernambuco e o primeiro bombeiro cego do Brasil.

“Minha vida não parou quando perdi a visão, ela tomou um novo rumo. Hoje vejo a vida melhor que antes, com igualdade e respeito”, diz Sormany.

Confira!

cabo 1 cabo 2 escposa do cabo esposa do cabo 2 rosimary 1 rosimary 2

 

TV REPLAY, O QUE É BOM SE REPETE!