Blog de Airton Sousa: Finalmente confirmados jogos do Pernambucano

Depois de mudanças e mudanças, finalmente a confirmação das datas, horários e locais dos jogos deste sábado(18), domingo(19), e segunda-feira(20). Como se não bastassem os problemas do Campeonato, a Federação Pernambucana resolve promover uma confusão, levando a todos um clima de incerteza, e prejudicando a programação das Comissões Técnicas, principalmente dos clubes que participam de mais de uma competição. Porém, novidade seria se o Campeonato tivesse pelo menos, um pequeno percentual de organização.

Para sábado(18) às 16.30 no Estádio José do Rego Maciel, o clássico entre o Santa Cruz e o Sport. Agressões verbais dos dois lados, provocações e outros adjetivos. O que nós esperamos, é que em campo, os provocadores pratiquem um bom futebol e que apresentem um bom jogo tecnicamente, apesar da limitação dos dois clubes. No entanto, como trata-se de um clássico, é bom que a rivalidade venha dar qualidade ao jogo.

No domingo(19), às 20 horas, atendendo uma solicitação do time sertanejo, o jogo entre Salgueiro e Central. O Salgueiro é vice-líder, tendo a sua frente o Sport Clube do Recife. Enquanto isso, o time patativa, não ganhou um único jogo. É o lanterna e teve problemas técnicos e disciplinares durante esta semana, inclusive o afastamento de cinco jogadores do elenco.

O técnico Laelcio Lima, já tem um grupo limitado, muito mais terá  a partir de agora, com essas dispensas. A situação do alvi-negro é complicada no Hexagonal, e a tendência é piorar cada vez mais, a não ser que o milagre da vitória aconteça contra o Salgueiro, que vem de uma viagem cansativa, após jogar na quinta-feira(16), contra o Sinope, pela Copa do Brasil.

Completando as mudanças recentes, o Belo Jardim joga outra vez fora dos seus domínios, desta feita contra o Náutico, no Estádio José do Rego Maciel. O time da terra do Bitury empatou contra o Santa Cruz em 0 x 0, e perdeu pelo placar de 1 x 0 para o Sport, ambos os jogos na capital pernambucana. O time do Belo é muito bem treinado pelo Luciano Veloso Filho, que vem faz um trabalho elogiável.

Para a segubda-feira(20), temos o Náutico, com 4 derrotas consecutivas. Uma para o Santa Cruz, para o Salgueiro, para o Campinense e também para o Guarani de Juazeiro. Essas derrotas, provocaram a queda do ex-técnico Dado Cavalcanti, que não suportou as cobranças, os desacertos e as indisciplinas. Quem sabe, o time do Belo Jardim, não venha a aproveitar o momento complicado que vive o alvi-rubro pernambucano.

Só uma colocação a ser refletida: será que a FPF, ao elaborar o calendário dos jogos do Campeonato Pernambucano, não lembrou que Recife e Olinda comandam um dos maiores carnavais do país? Pois é, todos esses transtornos, em razão de que a mentora máxima do nosso futebol, ainda não aprendeu a ver o calendário anual, para evitar que aconteça mais uma imagem negativa do futebol pernambucano.

Blog de Airton Sousa: Falta de pagamento tricolor não deu em nada

Era grande a expectativa, para o julgamento no STJD, da questão de atraso de pagamento do Santa Cruz Futebol Clube, com a maioria dos jogadores que defenderam o clube e 2016. Falava-se em punição financeira, perda de mando de campo e ainda perda de pontos, no Campeonato Brasileiro, porém tudo ficou na expectativa e nada deu para o clube.

Os membros do STJD entenderam que a questão em andamento, não cabia a denúncia pelos meios que aconteceram, e resolveram arquivar a referida denúncia, sem se quer se reunirem, para fazer o julgamento. Tanto carnaval, para nenhum resultado. Um fato lamentável, não pelo fato do Santa Cruz não ter sido punido, porém, pela maneira como a notícia do possível julgamento vazou para a imprensa.

Alertados pelas notícias, Dirigentes do Santa Cruz, contrataram um contador, para a efetivação do cálculo individual de cada atleta envolvido na questão dos pagamentos. Tudo será calculado conforme a lei. Porém, a maioria dos casos, será resolvido em comum acordo, conforme o anunciado. No entanto, interessante é saber onde a Diretoria tricolor irá arrumar tanto dinheiro, para resolver todas essas pendências. Essa é a questão.

Blog de Airton Sousa: Empate e derrota – Confira o resultado dos pernambucanos

Foto: Internet

Foto: Internet

Um jogo de 8 gools como nos velhos tempos, com duas fases distintas, foi o que o tivemos nesse domingo (05), na Ilha do Retiro, no jogo entre Sport e Atlético Mineiro. No primeiro tempo,  domínio total do time mineiro; na segunda etapa, uma  acomodação do Atlético, fez o Sport crescer e chegar ao empate de 4 x 4.

Com um futebol totalmente diferente, no tempo inicial, dos jogadores Samuel Xavier, Durval, Renê, Rithely, Serginho, Diego Sousa e os demais, que arrasaram contra o Santa, na quarta (01), o Sport foi um time que sofreu com a marcação implacável do Atlético, voltando a apresentar as mesmas deficiências dos jogos anteriores ao do Santa Cruz.

Em contra partida, o Atlético, mesmo desfalcado de 8 titulares, que já vem acontecendo há tres jogos anteriores, foi muito bem armado pelo técnico Marcelo Oliveira, que impôs velocidade na transição da bola, para chegar ao jogador Robinho, que foi o melhor em campo, ao lado de Júnior Urso, enquanto tiveram condição física.

No segundo tempo, com a acomodação do Atlético na vantagem do placar, e com a saída dos principais jogadores, o Sport, após 25 minutos, cresceu no jogo e diminuiu o placar através de Edmilson, que fez o terceiro gol do Sport. Em seguida, com o Atlético ainda mais recuado, Diego  Sousa, numa bela cobrança de falta, fecha o placar em 4 x 4.

O Sport, na sequência da competição, tem dois jogos fora, contra o Coritiba, no Paraná, e contra o Santos, na baixada santista.

Muitas críticas da torcida contra o árbitro Rodrigo Nunes, principalmente pela marcação do segundo pênalti contra o time leonino. Porém, as imagens mostram claramente, que a arbitragem estava correta, inclusive com a aplicação de um cartão amarelo ao jogador Serginho, por reclamação da marcação desse pênalti.

Foto: Internet

Foto: Internet

Para quem não  entrou em campo contra o Sport, na última quarta (01), e se deixou intimidar pelo time rubro negro, podemos dizer que, mesmo perdendo, o Santa Cruz voltou a produzir um bom futebol, exceção a sua peça ofensiva.

Porém, após a sua derrota para o Sport, muitos fatos vieram à tona: insatisfação de alguns jogadores, com a programação do técnico nos treinos; substituições que foram feitas com menos de 30 minutos, nos jogos; tratamento diferenciado com alguns jogadores; e outras queixas mais. A Diretoria tricolor, se antecipou em negar esses fatos. Mas,  a verdade é que algumas insatisfações internas, estão de fato acontecendo.

Após a derrota para o Atlético Paranaense, os jogadores ganharam dois dias de folga, já que o próximo jogo do tricolor será domingo (12), no Arruda, contra o Santos. Diante dos resultados dos últimos tres jogos, é preciso o Santa Cruz voltar a vencer, já que vem de um empate e duas derrotas, caindo muito na tabela de classificação.

Blog de Airton Sousa: Náutico faz o dever de casa

O time alvi-rubro, consegue mais um resultado importante, depois da sequência de uma vitória e um empate.  São sete pontos somados em três jogos, contra adversários do nível da equipe pernambucana, desta feita a vítima foi o Joinville. Tecnicamente o jogo foi fraco, com o Náutico não fazendo uma boa partida, diante de um adversário que também não apresentou um bom futebol. Porém, o placar de 2 x 0, dá a credibilidade de que o time começa a despontar ofensivamente, coisa que não vinha acontecendo antes do jogo do Sampaio Correia. O G 4 continua olhando para o time timbu, que avança a cada partida e aproxima-se dos quatro melhores colocados.

Agora, é trabalhar, reforçar e esperar que essa sequência continue, porque assim o time está no caminho certo, mesmo sabendo-se que  alguns setores continuam deficitários e o técnico Alexandre Galo tem essa consciência. Além do mais, ainda faltam 32 rodadas, consequentemente mais de 80%, daí um caminho muito longo a ser percorrido, onde a competição exigirá, principalmente elenco, e elenco de qualidade.

O próximo jogo do Náutico será fora, onde o adversário é o Paysandu, terça feira(07), uma equipe organizada e difícil de ser batida nos seus domínios. Observando-se a dinâmica do Campeonato Brasileiro, da série B, com a sequência de jogos, nas terças  e nas sextas, constatamos que é mais um desafio para os comandados do técnico Alexandre Galo.

Fonte: Internet

Fonte: Internet

Blog de Airton Sousa: Dois Atléticos contra os Pernambucanos

Depois da derrota para o Sport no Arruda, nas circunstâncias que todos viram, onde o time tricolor não existiu em campo, e merecia ter perdido por um saco de gols, a equipe entra em campo neste sábado, na baixada, contra o Atlético do Paraná. Algumas perguntas ainda sob o futebol não jogado pelo time do Arruda : Foi sapato alto? Foi uma daquelas noites em que nada deu certo? Foi excesso de preciosismo? O foi o adversário que realmente fez valer a rivalidade, a necessidade de começar a vencer na competição?

Bem, todas essas perguntas poderão ser respondidas após o jogo contra o time paranaense, onde jogar na baixada não é fácil, e o Santa Cruz vai ter que se superar, fazendo com que o seu torcedor esqueça o acidente de percurso que aconteceu contra o Sport, e volte a acreditar no futebol que o seu time vinha jogando até então.

Eu prefiro acreditar, que foi na realidade sapato alto, onde o time foi surpreendido pelo plano tático do adversário, e quando tentou se encontrar já estava totalmente envolvido pelo time rubro negro. O técnico também reconhece que o seu planejamento falhou, como falharam alguns setores, principalmente os alas, zagueiros e meio campistas. Vejamos então como a equipe se comportará, diante de um Atlético que não teve, até agora, uma participação de destaque. Volta Neris a zaga tricolor, o que até certo ponto já dá uma tranquilidade ao setor.

Quanto ao outro pernambucano, o Sport Clube do Recife, que surpreendeu ao adversário na quarta feira passada, enfrenta ao outro Atlético, desta feita o Mineiro, na Ilha do Retiro, nesse domingo à tarde. E depois dos gols perdidos e da vitória apertada, porém com mérito, o time leonino fica na obrigação de vencer ao time mineiro, para provar que tudo aquilo que aconteceu contra o santa Cruz, não foi apenas pela rivalidade, e sim, pela evolução que o elenco está buscando. Será um jogo complicado, o Sport não pode desperdiçar tantas oportunidades, porque com certeza, se assim proceder, o time Atleticano vai tirar proveito pela qualidade dos seus finalizadores.

É o tipo do jogo onde o técnico Oswaldo de Oliveira, terá que ter muita precaução, principalmente porque o seu time abusou de perder gol, e apenas o Edmilson deu uma nova cara ao ataque, faltando o compromisso ofensivo dos demais jogadores. Aguardemos então para ver se o Sport desse domingo à tarde, é ou não, um time em evolução, pelo que deixou transparecer diante do seu arqui rival Santa Cruz.

Foto: Internet

Foto: Internet

Blog de Airton Sousa: Agora é o Joinville

O Náutico entra em campo esta noite para enfrentar a equipe do Joinville. O time timbu vem de dois resultados positivos, venceu ao Sampaio Correia de goleada, na Arena Pernambuco e empatou com o Bahia na Arena Fonte Nova. Foram 4 pontos importantes conseguidos pelo alvi-rubro, pontos esses que fizeram o Náutico avançar. Caso consiga uma vitória esta noite, o time pernambucano melhora muito na tábua de classificação e começa a adquirir a confiança  do seu torcedor, que ainda está com um pé atrás, em razão dos resultados anteriores.

Para isso é importante que o time entre aplicado, principalmente a sua peça ofensiva, que tem sido o calcanhar de aquiles do técnico Alexandre Galo, que desde a sua chegada, não conseguiu escalar o ataque ideal, e muitos jogos perdidos, em razão da deficiência dos atacantes.

Esta noite, mais uma vez, o time entra diferente do jogo anterior, na tentativa do técnico alvi-rubro de fazer o ataque funcionar. Esperar que o Náutico faça o seu dever de casa, onde com certeza, deveremos ter um pequeno público, a exemplo dos jogos anteriores, pelas inconveniências proporcionadas na Arena Pernambuco.

Quanto ao adversário, já sabemos, como de costume, em casa é um time ofensivo, fora de casa, como a maioria, fecha-se na retranca e tenta jogar montando contra ataques. Vejamos então como as equipes se comportarão, principalmente o time timbu, que precisa se firmar na competição.

Foto: Internet

Foto: Internet

Blog de Airton Sousa: Futebol Internacional

E finalmente termina a temporada europeia 2015/2016, que é marcada sempre com a grande final da Liga dos Campeões, que aconteceu no último dia 28 de maio, na cidade de Milão, onde tivemos uma partida com bastante emoção definida apenas nos pênaltis.

A expectativa de um grande jogo foi concretizada, onde o Atlético de Madrid e o Real Madrid,  fizeram um clássico de tirar o fôlego.  No primeiro tempo tivemos uma pequena superioridade do Real Madrid, que pouco a pouco chegava na velocidade do seu trio de ataque e nas perigosas bolas paradas.  E foi assim que aos 15 minutos, no cruzamento de bola, que Sérgio Ramos desviou e abriu o placar para a equipe madrilista. Após o gol, o Atlético tentou reagir, porém o Real controlou bem o restante do primeiro tempo e conseguiu ir com a vantagem para o vestiário.

Já no segundo tempo, a equipe do Atlético de Madrid foi melhor, graças a uma Ferreira substituição do seu técnico Diego Simeone, que botou o argentino Ferreira Carrasco na partida, e logo aos 3 minutos, o árbitro Mark Clattenburg, assinalou pênalti para a equipe do Atlético, mas a penalidade foi desperdiçada pelo francês Griezmann. E ao passar do tempo, o Atlético foi aumentando a pressão e aos 34 minutos depois do cruzamento de Juanfran, Ferreira Carrasco empatou o jogo para a festa da torcida colchonera em Milão, e assim levou a partida para a prorrogação.

Na prorrogação, as equipes já estavam muito cansadas e não tivemos muitas oportunidades de gol e a partida foi para os pênaltis, Nas penalidades quem começou batendo foi a equipe do Real Madrid, e as primeiras tres cobranças foram convertidas para os dois lados. Já na quarta cobrança, Sergio Ramos fez para a equipe do Real, mas Juanfran acabou finalizando na trave e desperdiçando a cobrança para a equipe do Atlético. E ficou nos pés de Cristiano Ronaldo, decidir a liga e ele não decepcionou e converteu marcando 5 x 3 nas penalidades. Assim, foi conquistado o décimo primeiro título da história do Real Madrid, maior campeão de todos os tempos da Liga dos Campeões.

Foto: Internet

Foto: Internet

Agora as equipes entram de férias e quem entra em cena são as seleções nas Américas, com a Copa América 100 anos, que começa no dia três de junho. E na Europa, teremos a grande Eurocopa 2016, que acontecerá na França e vai do dia 10 de junho a 10 de julho.

Foto: Internet

Foto: Internet

Blog de Airton Sousa: Um empate com sabor de vitória

Jogando na Arena Fonte Nova, nesta terça feira à noite, o Náutico empatou em 0 x 0 com o Bahia, somando sete pontos. O primeiro tempo pertenceu ao time baiano, com um domínio total e uma pressão das maiores. No entanto, a pontaria errada, não permitiu que o gol saísse. Os atacantes do time baiano abusaram de perder gols, além de encontrar uma barreira chamada Julio César. No segundo tempo, foi o Náutico que cresceu, apertou o Bahia, porém os finalizadores cometeram os mesmos pecados dos jogos anteriores, exceção contra o Sampaio Correia. Está demonstrado pelas deficiências do time timbu, que a goleada no Sampaio, foi muito mais pela fragilidade adversária.

Não resta dúvida que o empate foi importante, pelo fato de ter sido fora de casa, sendo esse o primeiro ponto que o Náutico somou fora da Arena Pernambuco.  Assim, em dois jogos, o timbu somou quatro pontos, e fica mais próximo do G 4. É de se considerar que estamos ainda na quinta rodada, faltando trinta e três para terminar o Campeonato.  Agora é esperar os reforços, as dispensas, as modificações no elenco e que o técnico Alexandre Galo, possa corrigir as falhas, principalmente nas finalizações.

O próximo jogo do Náutico é na Arena Pernambuco,  contra o Joinville. Será que dá para vencer?  Bem, só no final dos noventa minutos é que saberemos. Uma verdade não podemos esconder, houve uma evolução nos últimos dois jogos, onde o alvi-rubro, além de somar pontos, acumulou uma vitória, em casa, e um empate fora, contra um adversário que é um forte candidato a subir para a primeira divisão.

Foto: Internet

Foto: Internet

Blog de Airton Sousa: E contra o Bahia, como será?

Não resta dúvida, que a goleada em cima do Sampaio Correia, deixou o ambiente no Náutico mais confiante para o próximo jogo.  Já não se fala mais nos resultados negativos anteriores. Agora o assunto é vencer ao Bahia e partir para o G4. É muito cedo para essa empolgação, mesmo entendendo de que não é toda hora que saem 5 gols em uma partida. Mas a realidade do Campeonato Brasileiro, em qualquer divisão, é diferente, um verdadeiro sobe e desce, em cima de 38 jogos da competição.

Para esta terça-feira (31), o Náutico vai à Salvador para enfrentar ao Bahia, que vem de uma derrota para o todo poderoso Vasco da Gama. O time baiano vai querer  dar  a  volta por cima, mesmo porque, além da rivalidade entre os dois Estados no futebol, existe também o compromisso de dar a resposta a sua torcida. Não resta dúvida que será um jogo difícil para as duas equipes. Porém o Bahia ainda é favorito, principalmente pelo fato de jogar nos seus domínios e com o apoio do seu torcedor.

Quanto ao Náutico, tem esta noite, a ausência de um jogador importante, Rodrigo Sousa, contundido e que só deverá voltar nesses 45 dias. O técnico Alexandre Galo se obriga a improvisar em alguns setores, a exemplo da colocação de Gaston, na posição de volante. Depois do jogo de hoje, o alvi-rubro volta para casa e joga nessa sexta-feira (03), na Arena Pernambuco, contra o Joinville.  Assim é o Campeonato Brasileiro, jogos e mais jogos, restando um pequeno espaço para consertar os erros e recuperar jogadores.

Boa sorte ao Náutico, e que a empolgação da goleada, não venha a desaparecer, pois o torcedor começa a recuperar a sua auto estima e só uma boa apresentação contra o Bahia é que deixará a torcida mais confiante.

Foto: Internet

Foto: Internet

Blog de Airton Sousa: Pernambuco no Brasileiro

Foto: Internet

Foto: Internet

Uma vitória, um empate e duas derrotas! Este foi o saldo do futebol pernambucano, conquistado neste fim de semana.

Começamos bem com o Náutico se aproveitando da fragilidade do Sampaio. Três pontos importantes que o levaram à oitava posição, e que faz surgir para sua torcida, a esperança do início de uma recuperação. Melhorou o astral e motivou o grupo para o jogo da terça (31), contra o Bahia. Sem exagero, vamos ver se contra a boa equipe baiana, o alvi-rubro continua crescendo. Não dá para testar a evolução do Náutico, apenas com o resultado contra o Sampaio. Lembrar também que o Bahia perdeu para o Vasco,  neste final de semana.

No sábado (28), um empate com gosto de  vitória contra a Chapecoense, onde o tricolor não fez uma boa apresentação. Grafite não esteve bem; Neris fez falta; Alemão complicou,  juntamente com os dois alas, Léo Moura e Thiago Costa. No entanto, mesmo com o empate, temos que considerar um bom resultado. Ao final da 4ª rodada, o Santa Cruz é o segundo colocado com 8 pontos. E está de bem com sua torcida pelas conquistas recentes. Próxima quarta-feita (1º), no Arruda, o clássico pernambucano Santa e Sport. Porém, num clássico, tudo é diferente.

Ainda no sábado (28), o Salgueiro que havia vencido em casa, ao Botafogo da Paraíba, por 1 x 0, foi a Natal e perdeu para o ABC por 2 x 0. O time sertanejo continua jogando fora para enfrentar ao ASA em Arapiraca.

Finalmente no domingo (29), o Sport completou sete jogos sem vencer. Perdeu na Ilha para o Corinthians, pelo placar de 2 x 0. Causou revolta mais uma vez à torcida, que acusa a Diretoria, a Comissão Técnica, e principalmente, os medalhões contratados, que até agora nada fizeram, a não ser decepcionar.  A derrota teve um efeito ainda mais negativo, porque foi na Ilha do Retiro. Agora é esperar pelo clássico contra o Santa Cruz, onde o rubro-negro não pode pensar em outra coisa, a não ser vencer.

Blog de Airton Sousa: Náutico Metralha o Sampaio

Diante de um adversário frágil, que continua na lanterna e sem vencer, o alvi-rubro pernambucano goleou nesta sexta-feira (27),  o  time  do Sampaio Correia pelo placar de 5 x 0. A goleada teve inicio no primeiro tempo e se ampliou no segundo. Aproveitando os setores vulneráveis do adversário, a equipe comandada pelo técnico Galo, fez a sua torcida esquecer temporariamente, os resultados anteriores na competição.

A pergunta agora é a seguinte: Dá para comemorar e acreditar que a partir de agora as coisas mudarão e os resultados virão com a consistência que até agora não havia acontecido?  Ainda é cedo para uma avaliação mais contundente. É preciso aguardar os próximos jogos, para ver o que pode ou não acontecer. Porém com a vitória sobre o Sampaio, o Náutico respira e deixa a sua torcida um tanto quanto otimista, dentro da atual realidade do time. De uma coisa todos sabem,  tem que acontecer contratações, porque a caminhada é longa e a competição difícil.

Vamos aguardar os acontecimentos do próximo jogo, em mais um duelo nordestino, contra  o Bahia, na Arena Fonte Nova.

Foto: Internet

Foto: Internet

Blog de Airton Sousa: O Sampaio promete complicar

O Náutico volta a campo esta noite, enfrentando a fraca equipe do Sampaio Correia. O time adversário até o momento não conseguiu vencer a nenhuma partida, trocou de técnico mais uma vez e tenta a sua primeira vitória na competição. O Timbu em contra partida,  perdeu duas fora de casa e venceu uma nos seus domínios. É um confronto de dois desesperados, onde passadas três rodadas, não conseguiram avançar na competição. O técnico Alexandre Galo vem fazendo improvisações, mudando o time de jogo para jogo, indicando a contratação de novos valores, porém, resultado que é bom, ainda não veio.

Cobrança aos dirigentes, ao treinador, aos jogadores, porém uma coisa é certa, a qualidade técnica do elenco deixa muito a desejar. É preciso fazer alguma coisa enquanto é  tempo, porque a cada partida, resultados negativos e o time se afastando da linha de frente da competição. O que esperar do jogo desta noite? No mínimo que o alvi-rubro lute em campo e consiga superar suas próprias deficiências, vencendo ao time Maranhense e partindo para  uma recuperação definitiva.

Náutico e Sampaio Correia, é o jogo desta noite na Arena Pernambuco, onde o torcedor alvi-rubro deverá comparecer em pequeno número, em razão das inconveniências da localização da Arena e da campanha negativa do time timbu. Porém, tudo isso pode começar a desaparecer, se porventura o Náutico emplaca uma vitória convincente.

Foto: Internet

Foto: Internet

Blog de Airton Sousa: Renê ajuda ao Internacional

O Sport perdeu mais uma, e desta feita contra o Internacional em Porto Alegre. A derrota acumula mais problemas, internos e externos no clube  da Praça da Bandeira.  A torcida insatisfeita, o técnico preocupado, os jogadores começando a detonarem uns aos outros, a exemplo de uma entrevista no final do jogo, do atleta Ritchele, que chegou a dizer que faltava qualidade aos atacantes, quando as oportunidades surgiam. A diretoria  terá que ter muita determinação para desatar o nó que ela própria deu.

Apesar de tudo, o comentário na maioria foi o seguinte: Todos esperavam um placar elástico, no entanto apenas 1 x 0. E o pior,  com um gol contra do atleta Renê, que tem sua situação cada vez mais complicada. Quanto ao técnico Oswaldo Oliveira, não acerta na escalação e nas modificações e já começam a detonar também o treinador. Espera-se que as contratações que deverão acontecer, acima de tudo tenham qualidade técnica e venham para resolver os graves problemas do Sport dentro de campo.

O time leonino, volta a campo neste domingo (29), às 11 horas da manhã, onde pela hora do jogo e pelos resultados do time, duas perguntas não deixam de ser feitas: O Sport vencerá a primeira?  A torcida irá comparecer? 

Foto: Internet

Foto: Internet