ONS diz que falha em disjuntor na estação de Xingu provocou apagão

As causas da falha no disjuntor, que afetou mais de 70 milhões de pessoas, estão sendo apuradas e devem ser conhecidas em 10 a 15 dias

Uma falha em um disjuntor da subestação de Xingu, que é responsável pelo escoamento de praticamente toda a geração da usina de Belo Monte, provocou um colapso na distribuição de energia para 13 estados do Norte e Nordeste por mais de três horas, informou o Operador Nacional do Sistema (ONS). As causas da falha no disjuntor, que afetou mais de 70 milhões de pessoas, estão sendo apuradas e devem ser conhecidas em 10 a 15 dias.

Screenshot_20180321-185854~2

De acordo com o diretor-geral da ONS, Luiz Eduardo Barata Ferreira, a falha provocou a separação dos subsistemas Norte e Nordeste. No Norte, que exporta energia para o Nordeste, o excesso de energia levou ao desligamento das usinas de geração, o que atrasou ainda mais a recomposição na região Nordeste, que hoje importa energia. Até 20h alguns Estados do Nordeste ainda estavam sem energia.

“Tivemos praticamente um colapso nessas duas regiões. Com 30 circuitos desligados. Apenas Acre, Roraima e Rondônia não foram afetados porque não estão ligados ao sistema integrado. Alguns circuitos do Sul e Sudeste também tiveram que ser desligados, mas por poucos minutos, já que havia energia suficiente no sistema para atender essas duas regiões”, resumiu o diretor-geral da ONS.

Por AE

Canhotinho-PE: Cidade sofre com inúmeras quedas de energia

Pelo segundo dia consecutivo, a cidade de Canhotinho sofre com inúmeras quedas de energia.

Tanto ontem, segunda-feira (07), como nesta terça-feira (08), por volta das 17:30h começaram a onda de apagões. Cerca de sete quedas de energia em curtos espaços de tempo.

Não sabemos ainda as causas, mas esperamos que as autoridades competentes solucionem o problema e acabem com este transtorno.

ÍndiceTV Replay, o que é bom se repete!

Apagão foi causado por queimada no Piauí, diz ministro

O ministro das Minas e Energia, Edison Lobão, disse que a causa do apagão no Nordeste ocorrido nesta quarta-feira (28)  foi uma queimada na fazenda Santa Clara na cidade de Canto do Buriti, no Piaui. Segundo o ministério, o blecaute provocou o desligamento de duas linhas de transmissão paralelas e totalizou um corte de carga de 10.900 megawatts.

Queda de energia no Nordeste (Foto: Editoria de Arte/G1)

O ministro informou que as causas da queimada – se foi natural ou provocada por ação humana – ainda estão sendo investigadas. Segundo o ministro, a preocupação inicial foi restabelecer o sistema.

O ministro disse ainda que o apagão atingiu “todo o Nordeste”, mas que o sistema já foi recuperado. No entanto, Lobão disse que há a possibilidade de algumas cidades no interior dos estados ainda estarem com falta de energia.

“As capitais foram reabastecidas em no máximo duas horas, duas horas e pouco. O interior está sendo restabelecido paulatinamente”, afirmou o ministro, que se encontrava no Rio de Janeiro, na sede do ONS.

‘Lamentavelmente acontece’
Lobão negou fragilidade no sistema. “O sistema é bom, é forte, é igual aos melhores do mundo. Queimada provoca esse tipo de desligamento, lamentavelmente acontece. Já aconteceu outras vezes no Brasil e no exterior”, disse o ministro.

O ministro convocou para esta quinta-feira, em Brasília, uma reunião extraordinária do Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE), integrado pelas autoridades do setor.

1º desligamento ocorreu às 14h58
Segundo o ministério, em razão da queimada, foram desligadas duas linhas de transmissão paralelas.

“Queimadas provocaram.. o desligamento da linha de transmissão de 500 KV Ribeiro Gonçalves-São João do Piauí, circuito 2, da empresa Ienne, controlada pela espanhola Isolux. Na sequência, também devido a queimada, foi desligada a segunda linha Ribeiro Gonçalves-São João do Piauí, circuito 1, da Taesa, empresa controlada pela Cemig, configurando, segundo o Operador Nacional do Sistema (ONS), uma contingência dupla, causando a separação da região Nordeste do restante do Sistema Interligado Nacional (SIN)”, informou o ministério, em nota.

O Operador Nacional do Sistema divulgou uma nota explicando que houve desligamentos em duas linhas devido “a foco de calor (queimada na região)”. O primeiro deles ocorreu às 14h58. Em comunicado, a ONS informou que as cargas de energia do Nordeste foram praticamente recuperadas às 17h30. Veja a íntegra abaixo.

A área de fiscalização da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) disse que, após a apuração das causas pelo ONS, fará a fiscalização do problema e, se houver culpados, aplicará multa.

O diretor-geral do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), Hermes Chip, afirmou que nesta época do ano, em razão da seca e do calor, é comum casos de “fogo espontâneo” em mata, mas que a análise da ocorrência irá verificar na fazenda se foram feitos os serviços necessários como poda no pasto.

Chipp explicou que a queimada provoca curto circuito na linha de transmissão, o que causa o desligamento da linha.  “O foco de calor com a queimada atingiu dois circuitos e o Nordeste ficou separado do sistema. Tem mato embaixo da linha e, com o calor dessa época, acontece a queimada e o curto circuito. Duas linhas desligaram num primeiro momento, uma da Isolux, e outra da Cemig, e outras linhas de interligação com o sistema desligaram depois”, disse.

No ano passado
Em 2012, a região Nordeste enfrentou apagões em setembro e outubro. Em 22 de setembro, segundo o ONS, um problema nas interligações Sudeste/Norte e Sudeste/Nordeste, atingiu o fornecimento de energia elétrica em parte da região Nordeste do país.

Em outubro, outra ocorrência afetou os nove estados do Nordeste do país no final da noite do dia 25 e início da madrugada do dia 26.

Íntegra da nota da ONS sobre apagão
Ocorrência no Sistema Interligado Nacional em 28/08/2013
Às 14h58, ocorreu o desligamento da Linha de Transmissão de 500 kV Ribeiro Gonçalves – São João do Piauí (circuito 2), da IENNE, empresa controlada pela espanhola ISOLUX, devido a foco de calor (queimada na região). Às 15h04, esse circuito foi religado manualmente, tendo havido um novo desligamento pela mesma razão às 15h06.

Às 15h08, também devido à queimada, foi desligada a segunda linha Ribeiro Gonçalves – São João do Piauí (circuito 1), da TAESA, empresa controlada pela CEMIG, configurando uma contingência dupla, que conduziu à perda de sincronismo e consequente separação da região Nordeste do restante do Sistema Interligado Nacional (SIN), havendo perda de carga de aproximadamente 10.900 MW, com o desligamento adicional das seguintes linhas de 500 kV de interligação do SIN com a região Nordeste:

• Presidente Dutra / Teresina Circuitos 1 e 2;
• Presidente Dutra / Boa Esperança; e
• Bom Jesus da Lapa / Rio das Éguas.

Após identificada a origem da ocorrência, deu-se início à recomposição das cargas da região Nordeste, tendo a das capitais sido, praticamente, concluída às 17h30.

Fonte: http://g1.globo.com/economia/noticia/2013/08/apagao-foi-causado-por-queimada-no-piaui-diz-lobao.html

Lilian Quaino - Do G1, no Rio

 

Depois do apagão elétrico no Nordeste, agora é a vez da TIM em Cachoeirinha

Simulação de telefonema em Cachoeirinha:

- Alô, Ana tudo bem?

- Oi Carmen, tudo bem. Onde você está?

- (Mudo)

- Oi Carmen… tá me ouvindo? Alô. Alô. Alô. Ah. caiu.

Nova ligação…

- Alô, Carmen, agora sim. Onde você está?

- Alô…

- Onde você está? Está me ouvindo?

- Alô… Alô…

- Está me ouvindo? Está me ouvindo?(Aos berros, pois acha que se gritar ela vai ouvir) Nada.

Isso em um dia normal. Com uma boa qualidade. São casos como esse que não deveriam acontecer em hipótese alguma, mas acontecem na maioria das vezes, que deixam o consumidor furioso. Porém, ninguém toma providências para acabar com isso.

Pior ainda, ano passado passamos mais de 15 dias sem sinal de celular da TIM na cidade, mas nada aconteceu com a operadora que deveria prestar o serviço sem falta ou interrupções, pois todos pagam por isso; agora, após o apagão no Nordeste e parte do Norte, novamente o sinal da TIM foi embora junto com a energia e não voltou até hoje, mais de 36 horas depois. Ninguém dá explicação, nem toma atitude alguma.

A TV Replay vai as ruas da cidade conversar com a população. Vamos mostrar o que o povo pensa disso, pois assim, pode ser que alguém se comova.

Apagão causa prejuízos a toda São Caitano e Região Nordeste

Da noite da Quinta para a madrugada da sexta, por volta das 23 horas, o nordeste inteiro e parte do norte ficou sem energia elétrica. Sendo assim, o assunto de hoje em todos os lugares, e também em São Caitano, foi os prejuízos que foram causados.

Estudantes reclamaram pelo fato de terem parado de estudar, lembrando que o ENEM esta bem próximo, devido ao apagão. Trabalhadores que agem durante a noite ou chegam muito tarde do trabalho também reclamaram devido ao perigo que passaram diante da escuridão. Comerciantes reclamam com o desligamento forçado dos refrigeradores comprometendo a validade de produtos alimentícios refrigerados que diante da falta de energia começam a comprometer sua qualidade.

Mas os danos não estão apenas com eles não, a população em geral foi prejudicada com o apagão, pois logo após, a rede telefônica de todos os lugares foi danificada e as operadoras pararam de funcionar, não se podia realizar uma ligação muito menos mandar torpedos e mensagens. Muitas regiões do nordeste ficaram simplesmente incomunicáveis. E não foram apenas as linhas telefônicas que foram bloqueadas, praticamente todas as conexões de internet foram perdidas. Resumindo: São Caitano e praticamente todo o nordeste ficou desconectado do mundo!

 A ONS(Operador Nacional do Sistema) disse que o problema surgiu após um incêndio em uma chave seccionadora entre as subestações de colina e imperatriz. A causa do incêndio ainda não foi informada. Mas em São Caitano a população, sem dúvidas, não gostou nem um pouco de ficar as escuras por quase 12 horas.

Ítalo Ramon - Correspondente em São Caitano

 

Após apagão, luz é retomada no Norte e Nordeste; incêndio é apontado como causa

A energia já tinha sido retomada em todos os Estados do Nordeste, além do Pará e do Tocantins, por volta das 7h40 desta sexta-feira, após o apagão que atingiu a área na madrugada. A ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico) aponta que o problema foi resultado de um incêndio em uma rede de transmissão.

No “Bom Dia Brasil”, da TV Globo, o presidente da ONS, Hermes Chipp, disse que um curto-circuito provocou o incêndio na linha de transmissão entre as estações de Colinas (MA) e Imperatriz (MA). Com isso, o sistema de segurança teria desligado a conexão entre os sistemas do Norte e do Nordeste ao do Sul e Sudeste.

A ONS já havia informado na madrugada que o desligamento ocorreu à 0h14 (horário de Brasília). As primeiras informações surgiram nas redes sociais ainda no fim da noite de quinta-feira. As hashtags #apagao e #Nordeste rapidamente ganharam destaque entre os temas mais comentados do Twitter no Brasil.

Segundo a assessoria de imprensa da Coelba, companhia de eletricidade da Bahia, o Estado inteiro ficou sem luz. A energia começou a ser reestabelecida por volta das 2h40 (horário de Brasília), recebendo energia das usinas de Itapebi e Funil.

A Celpe, companhia de eletricidade de Pernambuco, informou que 100% do Estado foi afetado pela falta de energia e que ainda não sabe as causas do problema.

APAGÕES

O apagão desta sexta é o segundo de grande proporção a atingir o Nordeste do país em pouco mais de um mês. No dia 22 de setembro, uma pane em um transformador deixou ao menos seis Estados nordestinos (Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco e Sergipe) sem energia por cerca de 25 minutos.

No último dia 3, um incêndio em um equipamento acessório de um dos quatro transformadores da usina hidrelétrica de Itaipu deixou parte das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, além dos Estados do Acre e Rondônia, sem energia por cerca de meia hora.

Na ocasião, o presidente do ONS qualificou o ocorrido como um “apaguinho”. “Apagão é quando desliga todo o Estado ou toda região, isso é mais um apaguinho”, disse.

Fonte: http://www.folha.uol.com.br/

 

Apagão no Nordeste. Novamente? O que está acontecendo?

Foi Geral. Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Pernambuco, Piauí, Paraíba, Rio Grande do Norte, Sergipe, Pará, Tocantins e Distrito Federal. Além de todo o Nordeste mais três estados brasileiros ficaram totalmente as escuras.

O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), confirmou a falta de energia na região a partir da 0h14(horário de Brasília), porém, não sabe dizer com precisão porque ocorreu um erro em cadeia, já que aconteceu apenas um pequeno incêndio numa chave seccionadora. Em resumo, isso é mais uma vergonha nacional. Ninguém explica nada e fica tudo por isso mesmo.

Essa é a segunda vez nos últimos 35 dias que ocorre um apagão na Região Nordeste. Em 22 de setembro, segundo o ONS, um problema nas interligações Sudeste/Norte e Sudeste/Nordeste, atingiu o fornecimento de energia elétrica em parte da região Nordeste do país.

A energia só voltou por volta de 1.30h horário local. Quem vai explicar mais essa?
Foto matéria: Fonte G1