Polícia Federal faz novamente greve nacional

Novamente, agentes, escrivães e papiloscopistas vão paralisar suas atividades, em todas as unidades da PF nesta terça (11), quarta (12) e quinta (13), em coordenação da Federação Nacional dos Policiais Federais (FENAPEF). Essa greve faz parte do calendário progressivo de paralisações da categoria, iniciado mês passado. Ela tem por objetivo, denunciar à sociedade que o Governo Federal está “desmerecendo” a Polícia Federal que vem sofrendo com congelamento salarial e redução na sua estrutura de trabalho.

Os policiais federais recebem atualmente, menos da metade do valor dos salários dos demais servidores públicos federais; a categoria amarga o maior congelamento salarial da história do governo federal, que já dura sete anos. Outro objetivo é a falta de estrutura para a realização dos serviços durante a realização da Copa do Mundo, em junho deste ano.

O Sindicato dos Policiais Federais de Pernambuco (SINPEF/PE) afirma que o objetivo da paralisação não é atingir a população, por isso, os serviços essenciais, como o controle imigratório nos portos e aeroportos e o atendimento nos setores de passaporte não serão interrompidos.

policia-federal

TV Replay, o que é bom se repete!

Policiais Federais farão planfetaço

Nesta terça-feira (25), os Policiais Federais de Pernambuco paralisaram as atividades em adesão à greve nacional de 48 horas. Logo no início da manhã os policiais que aderiram ao protesto, se reuniram no pátio da Superintendência Regional no Recife Antigo, onde permaneceram durante todo o dia. Hoje, quarta-feira, Agentes, Escrivães e Papiloscopistas irão se concentrar no mesmo local onde, a partir das 10h, farão um panfletaço, seguido de caminhada pelas ruas do bairro.

Enquanto a categoria permanece de braços cruzados, todas as unidades do Recife continuam trabalhando com efetivo reduzido, obedecendo à lei que garante a manutenção de 30% dos serviços essenciais, como emissão de passaportes para viagens inadiáveis e oitivas de acusados. O mesmo acontece no interior, nas Delegacias da Polícia Federal de Caruaru e Salgueiro.

Com as mobilizações os grevistas pretendem sensibilizar o governo e denunciar para a sociedade a atual crise interna da PF no país, consequência de retaliações impostas pelo Governo Federal. Os policiais federais amargam más condições de trabalho, desaparelhamento da polícia, corte do orçamento e perdas salariais, já que estão sem reajuste há sete anos (em 2009 tiveram um índice simbólico de 3,4%). A categoria também protesta por causa do não cumprimento da Lei 9266, que classifica a categoria como nível superior e que até hoje nunca foi reconhecida.

SONY DSC

O agente Manoel Tobias Mayrink, do comando de greve, disse que a classe está unida de pode decretar uma greve nos próximos dias.

O agente Manoel Tobias Mayrink, do comando de greve, disse que a classe está unida de pode decretar uma greve nos próximos dias.

TV Replay, o que é bom se repete!

 

Polícia Federal faz nova greve de 48 horas

Novamente a Polícia Federal em todo o país fará greve de advertência, desta vez por um período de 48 horas, ou seja, nesta terça e quarta (25 e 26). Em Pernambuco os policiais federais, liderados pelo SINPEF/PE, também vão cruzar os braços, uma vez que a categoria no estado aprovou, por unanimidade, o calendário nacional de mobilizações. Todas as unidades do Recife irão parar as atividades, como a Superintendência, o Porto e o Aeroporto Internacional do Recife. Já no interior haverá paralisação nas Delegacias da Polícia Federal de Caruaru e Salgueiro. Conforme exigido por lei, serão mantidos 30% dos serviços essenciais.

Assim como no dia 11 desse mês – na primeira greve de advertência -, os policiais ficarão concentrados na sede da Superintendência, na Avenida Cais do Apolo, bairro do Recife Antigo. Novamente a categoria pretende sensibilizar o governo e denunciar para a sociedade o que ocorre nos bastidores da PF, a crise interna que vem se arrastando há anos entre Agentes, Escrivães e Papiloscopistas. Eles protestam contra retaliações que vêm sofrendo do Governo Federal e que tem resultado em conseqüências como más condições de trabalho, desaparelhamento da polícia, corte do orçamento e perdas salariais, já que estão há sete anos sem aumento (em 2009 tiveram um índice simbólico de 3,4%). Os Policiais Federais também reclamam do não cumprimento da Lei 9266, que classifica a categoria como nível superior e que até hoje nunca foi reconhecida.

PF-blog

TV Replay, o que é bom se repete!

Vitória de Santo Antão-PE: Casal é preso por tráfico de drogas

Agentes desta ASI, por volta das 10h30,  desta segunda-feira, (27/01), juntamente como efetivo do GATI do 21°BPM, efetuaram a prisão de Fabrício Pereira da Silva, vulgo “Melancia”, 23 anos de idade, ex-presidiário residente no bairro tropical, área verde e, Joseilda de Lima Alexandra, “Bivó”, 20 anos, residente na Rua Santo Antônio s/n, bairro Loteamento Real.
A prisão ocorreu em face de monitoramento pela equipe de Busca, à residência dos imputados onde estavam guardando a droga e embalando, ao serem abordados pelo efetivo do GATI, confessaram que a droga apreendida pertencia aos mesmos.
Durante a operação policial e prisão dos imputados, foram apreendidos: 130 papelotes de maconha tipo “big-big”, 600 gramas de maconha prensada, R$ 20,00 (vinte reais em espécie), Uma balança plástica para pesar drogas. Os envolvidos foram autuados em flagrante delito por tráfico de entorpecentes.
1
3
2
TV Replay, o que é bom se repete!

Agentes apreendem dezenas de armas artesanais na Funase de Caruaru

De acordo com informações, agentes sócio-educativos da Funase de Caruaru, foram informados que alguns adolescentes internos daquela unidade pretendiam fazer uma rebelião no fim de semana, tal qual aconteceu na na semana passada na Funase do Cabo de Santo Agostinho, resultando em quebra-quebra, um morto e alguns feridos. Como os agentes souberam a tempo fizeram buscas nos alojamentos e encontrados facas, facões e outros objetos que seriam usados como armas no motim e graças a ação rápida dos agentes a mobilização foi frustrada.

MATÉRIA PRODUZIDA POR: Adielson Galvão.

Dia de rebelião e de muita fúria dos detentos

O clima ficou tenso ontem em Caruaru. No começo da tarde, os internos fizeram um princípio de motim, queimaram colchões, abriram buracos na parede e deixaram dois agentes feridos.

Os agentes foram feridos a pedradas. Essas pedras foram atiradas pelos internos.

Um agente foi atingido na cabeça e o outro na perna; eles foram atendidos no Hospital Regional do Agreste e em seguida foram liberados.

A unidade da FUNASE de caruaru tem capacidade para 100 internos, mas no momento abriga mais de 170. Alguns são de outro estado.