Assaltante que matou a mulher e teve um comparsa morto em troca de tiros com a polícia presta depoimento e é encaminhado para o presídio

Recebeu alta médica na manhã de ontem, do Hospital Regional do Agreste em Caruaru, onde estava custodiado pela polícia, Juriatan Araújo da Silva, vulgo “Jura” de 40 anos, residente na rua Camilo Castelo Branco, no bairro Petrópolis. Ele foi preso na noite da última terça-feira (27), quando fugia com mais dois comparsas, com uma caminhoneta Hilux prata, que haviam acabado de roubar em Caruaru, na fuga trocaram tiros com a PM no sítio Barbatão e o menor, Damião Basílio da Silva, de 17 anos, foi baleado e morreu no HRA.

Jura” foi levado para a 2 DP, onde prestou depoimento e negou participação no assalto, ele disse apenas que foi contratado para levar o carro até Campina Grande-PB, porém ele foi reconhecido pela vítima como um doa participantes. Em relação ao assassinato da sua esposa Silvana Maria da Silva, de 25 anos, que foi arrastada por mais de 2 quilômetros na BR 104 em Agrestina. Ele apenas disse que ela estava com ele no carro, discutiram e ela se jogou do veículo, ele então seguiu viagem e não percebeu que ela havia ficado pendurada.

O delegado Dr. Ícaro Schneider, que preside o inquérito do assalto, informou que o marginal pode ter tido a ajuda de um menor identificado por “Picolé” que mora no bairro Salgado para matar a mulher, adolescente este que estava no assalto e conseguiu fugir armado e continua foragido.

MATÉRIA PRODUZIDA POR : Adielson Galvão.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>