Recife-PE: Projeto Social da Compesa Ensina Arte da Grafitagem

Enxergar o mundo através da arte e ainda conhecer um novo ofício. É isso o que um grupo de jovens da comunidade do Bode, no Pina, está aprendendo no projeto Colorindo o Nosso Mundo, desenvolvido pela Compesa em parceria com a Odebrecht Ambiental. Quinze meninos com idades entre 14 e 17 anos estão sendo apresentados a técnicas de grafitagem e conceitos sobre preservação do patrimônio público, sustentabilidade e preservação da água. Nesta quarta e quinta-feira (29 e 30), às 14h, eles farão uma ação de grafitagem no muro da Compesa da unidade do Cabanga, como parte das atividades práticas do projeto.

Os adolescentes participantes do projeto são estudantes da Escola Estadual Delmiro Gouveia, no Pina. As oficinas começaram hoje (28) com aula teórica e estão sendo ministradas pela ONG Cores do Amanhã, que já desenvolve trabalhos sociais utilizando a grafitagem como meio de inclusão. O tema do saneamento básico deverá nortear as figuras que os jovens irão estampar no muro da Compesa, que fica no início da Via Mangue, o mais novo corredor viário do Recife. “A arte deles estará à mostra na vitrine da cidade, o que já será motivo de orgulho para eles. Despertar esse tipo de sentimento e a consciência da importância de preservar o bem público é um dos nossos objetivos com esse projeto”, explicou a assessora de Responsabilidade Social da Compesa, Fabíola Coelho.

Além de estabelecer contato com a técnica do grafite, os adolescentes também sairão do projeto conhecendo melhor para que servem e como funcionam os sistema de água e esgotamento sanitário. No dia 3 de novembro, encerramento do projeto, a escola parceira irá receber a Trupe do Saneamento, que vai transmitir esses conceitos de uma forma lúdica e divertida. “Existem obras de esgotamento sanitário em curso no Pina. Então, essa é uma maneira de os jovens entenderem o que está acontecendo em sua própria comunidade”, observou Fabíola Coelho.

Mais cores – Essa não é a primeira vez que jovens são convidados pela Compesa a colorir muros da cidade utilizando a arte da grafitagem. Já foram alvos dessa ação as unidades da Compesa da Mangueira, Prazeres, Olinda, Rua da Aurora e da própria Cabanga, além do Centro de Mães de Santo Amaro, grafitado em setembro deste ano. A diferença entre as ações anteriores e a atual é que, agora, o projeto está mais amplo, incluindo as lições teóricas. “Costumamos investir no grafite por acreditar que essa é uma técnica que, quando aplicada, transmite respeito à comunidade, além de ser um excelente caminho para tirar o jovem da situação de vulnerabilidade social”, concluiu a assessora.

unnamed

 

TV Replay, o que é bom se repete!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>