Recife-PE: Governador anunciou novas duplicações para as BRs 423 e 104 (Cachoeirinha, Lajedo, Jupi, Garanhuns, Toritama e pão de Açúcar) – Rodovia se chamará Mestre Dominguinhos

O governador João Lyra e o ministro dos Transportes, César Borges, firmaram, durante reunião nesta quinta-feira (08/05), novos investimentos que beneficiarão a população pernambucana. No próximo mês, será lançado o edital para a duplicação da BR-423, no trecho entre São Caetano e Garanhuns. Já a BR-104 terá sua duplicação estendida entre Toritama e o distrito de Pão de Açúcar, em Taquaritinga do Norte. Os investimentos serão de R$ 690 milhões.

A duplicação da BR-423, que receberá o nome de Rodovia Mestre Dominguinhos, compreende uma extensão de 80 quilômetros, passando também pelos municípios de Jupi, Lajedo e Cachoeirinha, cruzando a BR-232. A obra está orçada em R$ 500 milhões. O lançamento do edital está previsto também para o mês de junho. “Essa é uma obra muito aguardada por todos os pernambucanos, que trará uma ampliação do desenvolvimento de todo o Agreste, já somado com as ações anteriormente executadas, como a própria duplicação da BR-232 até São Caetano”, comemorou João Lyra Neto.

O Ministério dos Transportes lançará em breve o edital para a BR-104. A duplicação, que já está sendo executada entre Caruaru e Toritama, será estendida até o distrito de Pão de Açúcar, em Taquaritinga do Norte. A nova etapa terá 14 quilômetros de extensão e receberá investimentos de R$ 190 milhões. Durante a reunião em Brasília, o governador João Lyra Neto solicitou a ampliação do trecho até a divisa com a Paraíba. A proposta está sendo analisada pelo Ministério. Da reunião, também participaram os secretários Luciano Vasquez (Casa Civil), João Bosco (Infraestrutura) e Márcio Stefanni (Desenvolvimento Econômico).

ARCO METROPOLITANO - Na reunião entre governador e ministro, também ficou acertado um novo cronograma para a obra do Arco Metropolitano, que ligará o município de Goiana, na Mata Norte pernambucana, ao Porto de Suape, em Ipojuca. A obra será dividida em duas etapas, sendo a primeira ligando a BR-408 ao complexo portuário. O lançamento do edital está previsto para o mês de junho. A obra completa está avaliada em R$ 1,34 bilhão.

“O Arco Metropolitano tem uma extensão de 98 quilômetros, e algumas questões ambientais em uma parte do trecho estavam travando o início da obra. Com a divisão, poderemos dar início à construção do Arco, sem prejudicar sua continuidade, uma vez que teremos tempo, até começarmos a segunda etapa, para solucionar esses entraves. Já temos alguns estudos, outros estão sendo feitos, e vamos avaliar a melhor das opções para garantir esse importante investimento para os pernambucanos”, explicou o governador João Lyra Neto.

Duplicação de Rodovias Mapa 01????????????TV Replay, o que é bom se repete!

Fonte: Secretaria de Imprensa de Pernambuco

Foto: Edisom Leite/MT/Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>