Pesqueira-PE: Índia da tribo Xukuru morre em decorrência da chikungunya

O surto das doenças Dengue, Chikungunya e Zika continua causando terror no Brasil, principalmente nas cidades de interior Pernambucano. Uma jovem índia da tripo Xukuru, que fica localizada na cidade de Pesqueira-PE, morreu em decorrência de um quadro neurológico identificado como miosite, desenvolvido pela chikungunya. O fato foi confirmado pelo setor de neorologia do Hospital da Restauração (HR), da cidade do Recife-PE, onde a equipe médica ressaltou ainda se tratar da primeira morte provocada por agravamento da arbovirose chikungunya ocorrida em Pernambuco.

Danielle Marques de Santana, 17 anos, foi acometida de uma parada cardiorrespiratória após quase dois meses de internação na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do HR. No dia 6 de janeiro, por volta das às 10.20h, esta jovem perdeu a oportunidade de viver. Os médicos tentaram reanimá-la por 40 minutos, porém, ela não resistiu.

Segundo relatos de familiares, o sofrimento da adolescente durou três meses.

“Ela deu entrada no Hospital Dr. Lídio Paraíba (HLP), em Pesqueira, com sintomas de chikungunya. Passou três dias na emergência, começou a piorar e os pais pediram transferência para outro hospital. Após oito dias no hospital em Pesqueira ela foi transferida para Caruaru”, relatou um parente de Danielle no dia da morte.

Segundo relato dos familiares, ao chegar em Caruaru, o médico que atendeu a adolescente disse que ela precisava de uma UTI imediatamente, quando foi transferida para o Hospital da Restauração no Recife.

“Quando minha prima chegou ao HR, foi diagnosticada rapidamente que ela estava com a Síndrome de Guillain-Barré. Ainda disseram que o estado  dela era muito grave e que ela corria risco de morte”, contou o parente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>