Juiz suspende aumento na conta de luz anunciado pela Celpe

Decisão foi acatada após ação judicial impetrada pelo deputado federal Danilo Cabral (PSB) contra o aumento da conta de luz

O juiz da 3ª Vara de Justiça de Pernambuco, Frederico José Pinto de Azevedo, suspendeu o aumento de 8,4% na conta de luz dos consumidores residenciais e de 9,9% nas indústrias de Pernambuco.

Conta de energia Foto: Flávio Japa/Arquivo Folha

Conta de energia
Foto: Flávio Japa/Arquivo Folha

A decisão foi acatada após ação judicial impetrada pelo deputado federal Danilo Cabral (PSB) contra o aumento da conta de luz. Na decisão o juiz considerou apenas o reajuste de 3% ao acumulado da inflação 2017 e intimou a Aneel e a Celpe para justificar em 10 dias as razões do reajuste.  

Para Danilo Cabral o reajuste era abusivo por ser quase três vezes maior do que a inflação.

Entenda o caso

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) tinha aprovado na última terça (24) um reajuste médio de 8,89% para os consumidores de energia elétrica atendidos pela Companhia Energética de Pernambuco (Celpe).

A conta do consumidor residencial seria reajustada de R$ 66,64 para R$ 74,25 para quem consome 100 KWh/mês. A previsão era de que o reajuste entraria em vigor na próxima segunda (29).

Por Folhape

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>