Gravatá-PE: Envenenamento mata cadela que acompanhava missas e eventos católicos

A cidade de Gravatá está de luto. Morreu vítima de envenenamento a cadela Bolinha, que ficou famosa por acompanhar as missas na igreja da matriz na cidade. A morte de Bolinha gerou comoção entre os católicos e o padre João Paulo lamentou o ocorrido nas redes sociais.

“A cadelinha mais amada de Gravatá infelizmente não resistiu e mesmo cercada de carinhos e cuidados médicos virou estrelinha. Bolinha nos deixou nesta manhã. A “cachorrinha do padre” ou a “cachorrinha da Igreja”.

Ela nos alegrou com sua luz, presente em todos os eventos da cidade. Guardiã de nossa Igreja Matriz, fiel às missas e celebrações. Cada vez que o sino tocava, seguia correndo pra Igreja, o sino do céu tocou e nosso anjinho voou para o céu.

Screenshot_20180729-154857~2

Desde segunda que ela se apresentou na Igreja com sintomas de envenenamento, socorremos imediatamente. Não se alimentava e na quarta começou com febre. Exames complementares feitos na quinta descobriram uma forte infecção, operada de imediato ontem; não resistiu e se foi nesta manhã bem cedinho.

Agradeço a AARG e a Maria Lindomar Barbosa Barbosa pelo apoio e carinho com Bolinha, dr. Claudia e dr. Stenio que sem conhecer limites lutaram para salva-la. Seu corpinho vai ser colocado no jardim da Casa Paroquial em meio às flores e o canto dos pássaros. Os sinos da Igreja hoje não tocarão em festa e ao meio dia farão uma homenagem a ela. A melhor homenagem a ela é cuidar dos animais de rua, socorrer, adotar. Vai na paz Bolinha, obrigado por tudo!”, postou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>