Cortês-PE: Crime que chocou a cidade tem ação enérgica da Polícia

Criminosos já foram identificados pela Polícia

Na última terça-feira (11), um crime bárbaro abalou os habitantes da cidade de Cortês e deixou duas famílias desestruturadas. O jovem Alef Roberto da Silva, com a idade de 21 anos e morador da Rua Cassimiro Alves, estava com sua noiva, quando dois homens abordaram o casal e os levaram com destino ao Engenho Diogo. Chegando lá, o rapaz viu sua companheira ser violentada e depois o mesmo foi brutalmente assassinado com golpes de capacete e socos. A sua companheira conseguiu se salvar por um milagre.

Nesta sexta-feira, nossa equipe falou com exclusividade com o pai da vítima, o Sr. José Roberto da Silva, que muito abalado disse estar sem rumo.

“Eu estou muito triste, meu único filho homem. (lágrimas)…hoje não tenho mais ele perto de mim”.

Ele lembrou ainda os últimos momentos com o filho:

“Lembro que eu cheguei em casa, tomei banho, fui para mesa e lá sentamos para tomar café. Ele mesmo tomou café comigo, depois ele saiu e nunca mais eu iria ver meu filho com vida”.

Ele disse ainda que acredita na Justiça e confia no trabalho da Polícia.

Alef Roberto da Silva 21 Anos.

Alef Roberto da Silva – 21 Anos

81

Segundo informações, os dois autores do crime já foram identificados, e seriam ex- moradores da cidade e conhecidos, mais que há algum tempo, estavam em uma cidade vizinha. O que a polícia confirmou a nossa reportagem foi que de fato já tem os nomes dos assassinos e vem fazendo diligências em vários locais, na tentativa de prender os meliantes.

Criminosos teriam morado em um dos altos da Cidade.

Criminosos teriam morado em um dos altos da cidade

Por sua vez, a polícia não confirmou a informação de que os assassinos já moraram na cidade, mais também não desmentiram a informação. Alguns objetos também chegaram na mão da Polícia para serem periciados. Entre eles, um óculos que seria de um dos assassinos. No local do crime, foi encontrado ainda bebidas, o que caracteriza que eles estava se preparando desde cedo para cometerem o crime na noite. O que já se sabe, é que a moto usada pelos criminosos era uma pop 100.

Ontem a polícia fez ronda, diante de uma denúncia anônima, sobre a possível moto estar em um engenho próximo a Cortês, mais ao chegar no local, descobriu que a moto seria outra, que não se tratava da moto usada no crime.

Além do pai da Alef, já foram ouvidas outras pessoas, entre elas, um ex-namorado da moça, onde segundo a polícia, ele mesmo teria ido até a delegacia e voluntariamente deu seu depoimento.

O ex-namorado disse ser inocente e que jamais faria ou participaria de algo tão cruel como o que ocorreu.

Para um dos policiais que ouviu o depoimento do ex-namorado e pediu para não ser identificado, afirmou que o envolvimento do ex, seria praticamente descartado.

“Não acreditamos que ele tenha algum tipo de envolvimento neste caso, estamos investigando e a nossa linha pelo menos até agora, não aponta para ele”.

Nossa equipe continuara acompanhado o caso de perto e as informações serão repassada assim que forem surgindo. A polícia pede a população que tiver alguma informação, que entre em contato com a delegacia local ou pelo 190, e seu nome será mantido em sigilo.  

TV REPLAY, NÓS ESTAMOS ONDE A NOTÍCIA  ESTÁ!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>