Belo Jardim-PE: Justiça anula eleição da Câmara de Vereadores

Na tarde desta segunda-feira (17) o juiz da 1ª Vara Cível de Belo Jardim, no Agreste de Pernambuco, Douglas José da Silva, anulou a eleição da Mesa Diretora da Câmara Municipal do Município. O magistrado concorda que houve vícios no procedimento, principalmente a falta de convocação oficial, conforme prevê o regimento interno da Casa. A eleição foi realiza no dia 8 de agosto para o biênio 2019/2020 e foi uma espécie de sessão surpresa.

img_0962

A peça é de autoria dos vereadores Bruno Galvão, Euninho, Evandro Macarrão, Tenente e Marcos Buchudo. O advogado na ação é o experiente Márcio Sales. A sentença anula a posse do vereador Wilsinho, que na ocasião sagrou-se o presidente da Câmara. Nos bastidores a disputa está em pé de guerra entre Wilsinho e Gilvandro que lutam para conseguir presidir a Câmara Municipal pelo próximos dois anos. Apesar de caber recurso, não haverá efeito suspensivo de modo que, o atual presidente, Gilvandro Estrela, deverá convocar uma nova eleição para os próximos dias.

Por Mário Flávio

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>