Willian Rocha é mais um a pedir casa cheia

Normalmente, para um jogador se tornar ídolo de uma torcida em um clube de futebol, é necessário no mínimo que ele tenha conquistado alguns títulos e tenha um bom número de jogos realizados. No Sport, um jogador está fora dessa regra. O zagueiro e lateral-esquerdo Willian Rocha só realizou quatro jogos com a camisa rubro-negra, mas já pode se considerar um dos atletas do atual elenco com mais identificação com a torcida.

Logo em sua estreia, ainda no Campeonato Pernambucano, Rocha foi um dos destaques do Sport e marcou um gol na vitória sobre o Ypiranga. No jogo seguinte, contra o Náutico, ele voltou a marcar e a jogar bem. Tudo se encaminhava na mais perfeita ordem até que, contra o Salgueiro, ele rompeu os ligamentos cruzados do joelho esquerdo e teve que passar seis meses afastado dos gramados.

Apesar da ausência, Willian Rocha nunca foi esquecido pela nação rubro-negra. No último sábado, diante do Fluminense, ele voltou a jogar e a defender as cores do Sport com muita garra. Nas redes sociais, os rubro-negros elogiaram o retorno do camisa 36 e contam com ele no clássico do próximo domingo, contra o Náutico.

Ao mesmo tempo, Willian Rocha também afirmou contar e muito com o torcedor rubro-negro no clássico do próximo domingo. Em entrevista coletiva concedida nesta quarta-feira, ele afirmou que não quer ver um lugar vazio sequer do lado da torcida do Sport na Ilha do Retiro.

“O torcedor é fundamental para o nosso time. Precisamos deles mais do que nunca neste momento que vivemos. Foi importante ver no início da semana o apoio deles nos treinos. Isso nos deixou ainda mais motivados. No domingo, a Ilha do REtiro tem que estar lotada para que o espírito guerreiro do Leão possa falar mais alto”, comentou ele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>