Separados por agosto: Com três vitórias e um empate no mês, Náutico se distanciou na classificação do Sport, que perdeu os cinco duelos

O mês de agosto reservou momentos distintos para Náutico e Sport. Enquanto o Timbu atingiu seu melhor momento na Série A, o Leão não poderia ter alcançado um desempenho pior. Os caminhos foram inversos. O Alvirrubro subiu na tabela, se distanciando do rival, que só fez cair, até chegar à zona de rebaixamento. No domingo, as equipes se enfrentarão. Se cruzam num momento chave da competição. O Náutico tenta se consolidar. O Sport, se recuperar. Pontos valiosíssimos no fechamento do primeiro turno da Série A.

O início da caminhada foi titubeante. Com um elenco em formação, o Náutico oscilou bastante. Em agosto, enfim, encontrou o tão perseguido equilíbrio. A vitória sobre o Santos por 3 a 0 abriu os caminhos. O empate em 0 a 0 diante do Internacional, no Beira-Rio, mostrou que estava no rumo certo. Mas a derrota para o Flamengo logo em seguida foi um alerta: erros são fatais na Série A.

O Náutico aprendeu a lição. E depois dali usou a sua principal arma neste campeonato, os Aflitos. Em casa, atingiu o ápice com uma vitória diante do São Paulo: 3 a 0 incontestável. No jogo seguinte, contra o Bahia, porém, o time atuou com cinco desfalques. E sentiu as ausências. Mas não deixou de lutar. Foi recompensada por isso com uma vitória aos 42 minutos do segundo tempo.

Para os rubro-negros, o mês de agosto agravou consideravelmente a crise que já rondava a Ilha do Retiro. O Leão, que já vinha de uma sequência de quatro partidas sem vencer, entrou em campo cinco vezes, alcançando a “façanha” de não conseguir ponto algum. Pressionado, o então técnico Vágner Mancini testou várias formações, mas o time não respondeu e o treinador perdeu o emprego.

Na Ilha do Retiro ou longe dela, o Sport até conseguiu fazer frente a adversários complicados, mas sofreu com as falhas de seus sistemas defensivo e ofensivo. A chegada de Waldemar Lemos trouxe uma tênue esperança de que agosto possa terminar de maneira diferente para o Leão. Restam os confrontos com o Náutico e com o Flamengo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>