Blog de Airton Sousa – O que vai ser 2019 para o futebol Pernambuco?

266845,475,80,0,0,475,365,0,0,0,0

Um ano cheio de altos e baixos foi o que tivemos durante todo esse ano para os principais clubes do futebol Pernambuco. A exceção foi o Náutico que pelo menos conquistou as duras penas do Campeonato Estadual, e terminou o ano relativamente organizado e com o seu estádio praticamente pronto para jogos no próximo ano.

Ainda falando do Náutico, a diretoria na sua primeira gestão demonstrou muita organização administrativa e financeira, recuperando a imagem de mal pagador que o clube tinha, resolvendo muitas questões pendentes e deixando ainda grande parte do elenco para a temporada de 2019, podemos classificar como um ano promissor para o time timbu.

Por outro lado, o Santa Cruz está terminando 2018 como começou. Cheio de problemas, dívidas e sem um elenco para começar a temporada de 2019. Foi um ano em que o Santa Cruz apenas perdeu, teve muitos prejuízos e débitos e não fica praticamente nada, para um novo recomeço.

A maioria do elenco foi embora, ainda com um bom saldo a receber, outros que ficaram não tiveram a situação ainda definida, uma bronca para ajustar a pré-temporada, sem um elenco completo, aproveitando jogadores da base e correndo atrás para ver se consegue aos poucos juntar os cacos para o reinicio.

O grande saldo de tudo isso, foi a contratação de um treinador que bem recentemente esteve no Botafogo de João Pessoa. Leston Júnior chega para mostrar a sua competência, porque por onde passou foi um profissional bem sucedido, só que terá que ter suporte financeiro, técnico e administrativo, para mostrar a sua capacidade.

Outro que teve um ano terrível, sem conquistar nada a nível estadual e nacional, foi o Sport. O pior, a faixa de rebaixamento apontada na cabeça dos rubro-negros, trazendo prejuízo de todos os lados, para um clube que chegou ao fim da primeira divisão devendo quatro meses ao elenco, além do rebaixamento para a segunda divisão.

É uma montanha de dificuldade que o Sport terá que enfrentar em 2019. Começando pela contratação de um novo treinador, dispensa e contratação de jogadores, atualização dos salários, além de outros compromissos, o que não será fácil para a diretoria que tomará posse logo após as eleições, do dia 20.

Quanto ao Central, que teve como principal alvo esse ano, na conquista do vice-campeonato pernambucano, com o técnico Mauro Fernandes, e um bom grupo de jogadores, teve na competição estadual com um bom feito e deixou o seu torcedor otimista, porque realmente a imagem foi extremamente positiva.

No entanto, 15 dias após o estadual, começou o Campeonato Brasileiro da série D, e toda essa imagem positiva foi de água a baixo, pois, foram resultados negativos após cada partida, e no final, terminou deixando a competição prematuramente, sem que ninguém encontrasse uma justificativa para tal.

Agora, a luta é para um novo Central mesmo com boa parte das peças de 2018, no entanto, contratou um técnico de nome nacional; Estevão Soares que ao lado dele também a chegada de jogadores que tiveram esse ano vestindo a camisa do clube, além de bons jogadores para tentarem fazer um ano de ouro, presenteando a torcida no centenário do alvinegro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>