Blog de Airton Sousa: Copa do Brasil fica com o Gremio

Em uma decisão de 120 minutos, o Grêmio foi mais competente e prático, vencendo a primeira partida em Belo Horizonte, pelo placar de 3 x 1, e empatando em Porto Alegre com o placar de 1 x 1. Outra vez, o técnico Renato Gaúcho jogou com inteligência, beneficiando-se pelo regulamento da competição. Em contra-partida, o time do Atlético, a exemplo da primeira partida, não teve fôlego ofensivo, com pouca criatividade e o sistema defensivo sofrendo toda pressão do time gaúcho.

Um jogo de poucos chutes, principalmente no primeiro tempo, onde valeu uma cabeçada de Junior Urso, aos 4 minutos, um chute de Lucas Prato aos 8 minutos e um outro de Luan aos 12 minutos, sendo esse o ponto ofensivo do Atlético, com uma atuação discreta de Robinho. Por outro lado, o Grêmio que teve em Douglas, o seu principal articulador, teve chances com Everton, três vezes e com Douglas duas vezes e mesmo assim, as finalizações não foram precisas.

No segundo tempo, um jogo feio, com muitas faltas e o Grêmio melhor na transição, daí aos 44 minutos, Bolanhos abre para o Grêmio e Cazaris, com um gol que o torcedor do Atlético não vai esquecer, empatando aos 47 minutos, sem nada influenciar no histórico do jogo, já que qualquer empate daria o título ao Grêmio, ou uma simples vitoria de 1 x 0.

No final, algumas discussões entre os jogadores. No entanto, nada que merecesse um registro maior,  há não ser a irreverência do técnico Renato Gaúcho, que mais uma vez foi alvo de provocações, ao desfilar com sua filha no gramado, a exemplo do que fez na primeira partida no Mineirão. O título do Grêmio, foi cheio de méritos, porque foi acima de tudo uma equipe valente, determinada e aplicada, nas duas partidas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>