Blog de Airton Sousa – Brasil treme e está fora da Copa

                                      vketfvyj

Tivemos nesta sexta-feira, duas partidas válidas pelas semi-finais da Copa da Rússia 2018. Pela manhã a França fez valer sua condição técnica e individual, vencendo ao Uruguai pelo placar de 2 x 0. Talvez o torcedor coloque que a ausência de Cavani tenha pesado para a derrota da seleção do Uruguai.

Até que concordo, porém para jogar o futebol que o Uruguai jogou, deixando a França solta e bem a vontade, com o jogador Suarez  escondido, fazendo com que os companheiros não encontrassem um espaço para jogar para ele, nem tão pouco ele sair para buscar jogadas, se tornando uma peça totalmente nula.

O primeiro gol aconteceu aos 40 minutos do primeiro tempo, no entanto poucas foram as jogadas que levassem perigo a retaguarda francesa, e nada mudou no segundo tempo,pelo contrário,  a pressão francesa era cada vez  mais acentuada e logo aconteceu o segundo gol, aos 16 minutos, com um frango tomado pelo goleiro do Uruguai.

A França vai as semi-finais e enfrenta a Bélgica que venceu a Seleção Brasileira pelo placar de 2 x 1. O time Frances promete tornar a semi-final muito acirrada pela qualidade demonstrada ao longo da competição. Será mais um desafio para a Bélgica, que pela segunda vez alcança o direito de chegar as semi-finais de uma copa.

Na parte da tarde foi a vez do Brasil entrar em campo contra a Bélgica. Muita expectativa e otimismo por parte dos Brasileiros. No entanto a Bélgica já no começo do jogo demonstrou muita competência no planejamento tático, na marcação e na montagem do grupo.

A cada instante sentíamos as dificuldades do time de Tite, principalmente pela ausência de Casemiro e também a postura do adversário. Aos 13 minutos o torcedor para, porque era gol da Bélgica, uma cabeçada contra do jogador Fernandinho, onde os comandados do técnico Tite, cada vez encontravam dificuldades para jogar.

Se as coisas estavam complicadas ficaram mais ainda, a seleção da Bélgica bem aplicada nos contra-ataques puxados pelo jogador Mukako, até que tomamos o segundo gol aos 31 minutos, para desespero do time Brasileiro, que pecou principalmente na troca de passes e nas finalizações.

No segundo tempo entraram Douglas Costa, Firmino e Renato Augusto, porém a questão maior era o poder de marcação da seleção da Bélgica, os contra-ataques e a velocidade que não era acompanhada pelo time Brasileiro. No entanto, aos 31 minutos Renato Augusto diminui o placar, fazendo de cabeça o primeiro gol do Brasil.

Foi no tempo certo que aconteceu o gol, mais os jogadores do Brasil não conseguiam a tranquilidade suficiente para chegarem pelo menos ao empate, e o pior aconteceu, o Brasil parou na Copa da Rússia, mais uma vez frustrando a sua torcida. Não adianta procurar culpado ou culpados, cada um procure fazer a sua avaliação. Jogadores, comissão técnica e CBF.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>